Pesquisar este blog

domingo, 3 de abril de 2016

Hacker confessa na Bloomberg como a direita latinoamericana frauda o processo político na internet

03.04.2016
Do blog TIJOLAÇO, 02.04.16
Por FERNANDO BRITO 

sepul
sepul
Andres Sepúlveda está preso na penitenciária La Picota, em Bogotá, Colômbia, cercado das mais rígidas medidas de e segurança, porque já o tentaram matar.
Quem é ele e qual o motivo?
A revista da Bloomberg, a Businessweek, publicada ontem explica: Sepulveda trabalhou com sabotagem cibernética e fraudes para diversas campanhas de candidatos a presidente na América Latina – todos de direita – no maior jogo sujo da política na rede que se tem notícia.
Entre eles, dois “heróis” da mídia: o mexicano Enrique Peña Nieto, saudado por estar quebrando o monopólio estatal sobre o petróleo do México, e Henrique Caprilles, o “líder democrático” da Venezuela que desafia o presidente Nicolás Maduro.
As equipes de Sepúlveda  trabalharam em eleições presidenciais na Nicarágua, Panamá, Honduras, El Salvador, Colômbia, Costa Rica e Guatemala, além daqueles dois países.
No Brasil ele não menciona ter atuado, mas admite que alguns de seus comparsas eram daqui e produziam os “melhores”malwares para invadir sistemas de computação.
Sepúlveda  acabou sendo preso poro sabotar o processo de pacificação colombiano, levado à prática pelo Presidente Juan Manuel dos Santos, contra a vontade de seu antecessor, Alvaro Uribe, outro “herói” do neoliberalismo.
Estadão publicou parte da matéria, apenas, numa edição confusa e difícil de ler. Os originais, bem mais claros, estão aqui, em inglês e em espanhol.
Os leitores que imaginem o que pode estar se passando aqui, com os milhões que se joga na derrubada do Governo.
****
Fonte:http://www.tijolaco.com.br/blog/hacker-confessa-na-bloomberg-como-direita-latinoamericana-frauda-o-processo-politico-na-internet/
Postar um comentário