terça-feira, 19 de janeiro de 2016

IMORALIDADE SEXUAL:As bonecas realistas para pedófilos. Ou: Por que as crianças não são um pedaço de presunto

19.01.2016
Do portal GOSPEL PRIME
Por  Michael Caceres*

Fundador diz que o objetivo é ajudar pedófilos a descarregarem suas necessidades.

As bonecas realistas para pedófilos. Ou: Por que as crianças não são um pedaço de presuntoÉ o fim da picada! No mais amplo sentido que essa expressão pode conotar. Os tempos modernos criam constantemente a sensação de bizarrice, bazófia, parlapatice… O fim daquilo que se considera admissível, aceitável ou tolerável. É o que se aplica a empresa japonesa que resolveu fabricar bonecas hiper-realistas de meninas para “ajudar pedófilos a descarregarem suas necessidades”.
Isso mesmo! A empresa japonesa decidiu favorecer os pedófilos, fabricando réplicas comerciais do seu objeto de desejo: as crianças. Querem transformar o vilão em vitima e a vitima em mero objetivo. As crianças e um pedaço de presunto para esses indivíduos é a mesma coisa. É o que avalia a própria psicologia, que considera que o indivíduo pedófilo, devido a sua fixação em uma sexualidade pré-genital, fazem das vitimas objetos descartáveis, pois a criança um dia cresce e a fixação do pedófilo o obriga a buscar novas vítimas para saciar sua necessidade de poder e triunfo sobre a inocência infante.
Eis aí o argumento de que as bonecas seriam o objeto perfeito para o pedófilo usufruir sem culpa. Não! O pedófilo não sente culpa em molestar uma criança inocente. Como já disse, o indivíduo pedófilo vê na criança mero objeto de satisfação sexual, descartável à medida que a mesma cresce. Dar a eles uma boneca de feições infantis seria, meramente, uma forma de alimentar seu desejo insano.
Ora, caros leitores, o prazer do pedófilo está na dor da criança, no choro, no sofrimento proporcionado pelo seu domínio. Ainda assim, o seu objetivo é satisfazer apenas o seu desejo próprio, saciar sua insanidade. E a melhor forma de combater esse mal é através do controle deste desejo. Alimentá-lo serviria apenas como um impulso.
A companhia que fabrica as bonecas existe há 10 anos e possui clientes em diversos países do mundo. “Estou ajudando pessoas a expressarem os seus desejos, de forma legal e ética. Não vale a pena viver se você tem desejos reprimidos”, diz o dono.
O fundador da empresa Tottla, Shin Takagi, afirma sentir atração por crianças e por isso teria fundado a empresa. E justifica dizendo que as bonecas podem ser uma arma contra a pedofilia. Os especialistas discordam e afirmam que alimentar esse desejo não é saudável e não pode ser tomado como uma forma de deter esse transtorno, mas que é preciso que o indivíduo pedófilo procure por tratamento.
*Michael Caceres, é Jornalista e colunista do Gospel Prime, acompanha os bastidores de política e cultura no Brasil e no resto do mundo com análises irreverentes dos fatos sob uma ótica cristã.   

****
Fonte:https://artigos.gospelprime.com.br/venda-boneca-realista-pedofilia-empresa/
Postar um comentário