quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Família Cunha tem R$ 1,8 milhão em bens injustificados, aponta Receita

07.01.2016
Do portal VERMELHO

Depois das contas na Suíça, que de pés juntos ele negou ter, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), deve agora dar explicações à Receita Federal. Isso porque a receita apontou que o aumento patrimonial de Cunha e de seus familiares é incompatível com a renda declarada.

Agência Brasil
Como fez no caso das contas na Suíça, Cunha negou que possui patrimônio “a descoberto” e que desconhece o relatório da Receita
Como fez no caso das contas na Suíça, Cunha negou que possui patrimônio “a descoberto” e que desconhece o relatório da Receita


Assim como negou ter contas no exterior, tudo indica que o parlamentar “esqueceu” de incluir na declaração cerca de R$ 1,8 milhão. Os dados fazem parte do relatório da Receita, feito a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) que o investiga no esquema da Lava Jato. O salário bruto de deputado federal atualmente é de R$ 33,7 mil. Cunha e sua mulher também são sócios de empresas na área de comunicação.


Ainda segundo o relatório, esse aumento patrimonial foi verificado nas contas de Cunha, de sua mulher e da sua filha Danielle entre os anos de 2011 e 2014. Os números foram publicados em reportagem da Folha de S. Paulo desta quinta-feira (7)

Segundo apurações em que Cunha, esposa e filha são investigados pela Polícia Federal, suspeita-se que eles mantinham contas secretas no exterior, com valor equivalente a R$ 9,6 milhões, abastecidas por recursos desviados da Petrobras.

Citado no esquema de corrupção por ter recebido US$ 5 milhões em propina, Cunha é alvo também de um pedido de afastamento do comando da Câmara pela PGR. Ele, como fez no caso das contas na Suíça, nega que possui patrimônio “a descoberto” e que desconhece o relatório da Receita. 


Do Portal Vermelho, com informações de agências
*****
Fonte:http://www.vermelho.org.br/noticia/274812-1
Postar um comentário