terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Detrator de Chico agora ofende a nossa inteligência

19.01.2016
Do blog O CAFEZINHO
Exposicao_Decanos_Joao_Pedrosa_Fotografo_Armando_Prado-600x375
Reproduzo abaixo um post de Marcelo Euler, que pesquei no blog do Nassif, o qual, por sua vez, comenta e reproduz as supostas "desculpas" do almofadinha que detratou Chico Buarque e família numa rede social.
Antes queria também tecer alguns comentários, porque o texto do coxinha teve o efeito contrário ao que se espera de uma desculpas: me deixou mais irritado.
E uma ofensa - seguida de falsas desculpas - a uma pessoa pública como Chico reflete-se em todos que o admiram.
Aliás, é muito sintomático que Folha e Veja estejam agora dando tanto cartaz para esse infeliz. Dão cartaz porque sabem que este mané é cria deles.
Vou usar aquele sistema de comentários intercalados, para me organizar melhor, e responder a cada palavra.
**
A falsa desculpa do sujeito (evito ao máximo pronunciar seu nome) vem a seguir. Meu texto está entre colchetes e em negrito:
Estou escrevendo essa carta para me desculpar, se isso for possível. Eu errei e me excedi ao insultar a sua família. Infelizmente a política brasileira nos colocou em campos opostos, assim como acontece com toda a nação.
[Infelizmente não! Felizmente! Felizmente! Felizmente! Felizmente três, quatro, mil vezes! Graças a Deus Chico Buarque está do lado "oposto" ao seu na política brasileira! Entretanto, para seu conhecimento, vivemos uma democracia, então sempre haverá campos opostos. Faz parte do jogo. O que não faz parte é a existência de grosseirões idiotas, incapazes de estabelecer um debate político minimamente civilizado.]
Quero crer que nós queremos a mesma coisa para os brasileiros por vias opostas, uma vida digna e próspera. A sua via é o socialismo, e a minha, o capitalismo. Desde a eleição da presidente, o Brasil entrou numa espiral negativa de ódio de classes, racial e política, que mergulhou o Brasil num caminho de decadência econômica, moral e social inegáveis, que eu acredito tragicamente irreversíveis, foi isso que motivou o meu ódio, e o meu comentário errado e infeliz.
[Este indivíduo é realmente um pobre coitado! Faz um esforço tremendo para não vomitar um bando de clichês dos revoltados online e não consegue. Vomita-os, numa sintaxe deprimente. Por acaso ele tem alguma intimidade com Chico Buarque para saber o que o compositor pensa sobre socialismo ou capitalismo? Que coisa irritante. O início da frase, onde ele diz "quero crer", significa o quê? Que talvez Chico não queira uma vida "digna e próspera" para os brasileiros? O sujeito, ao invés de divulgar um texto humilde, simplesmente pedindo desculpas, nos joga na cara uma coisa assim, uma cartinha arrogante, proselitista, cheia de indiretas? Além disso, nota-se que é mais um desses zumbis midiáticos, tomado de um pessimismo artificial, farisaico, fedendo a jornalões. Os coxinhas agora viraram todos são joões do apocalipse? Decadência econômica, moral, social, tragicamente irreversível? Decadência irreversível é a sua, isso sim. Deixe o Brasil e seu povo de fora de sua praga de infeliz, por favor! Essa cruza de vira-lata com urubu passou de todos os limites do ridículo! ]
O meu insulto foi motivado por sua associação ao PT e ao MST, são eles que eu considero ameaça à nossa dignidade e nossa democracia. Fui motivado pelas mulheres que estão dando à luz nas calçadas, aos velhos sem atendimento nos chãos dos hospitais, e principalmente, aos milhões de pais de famílias impedidos de darem pão e dignidade às suas famílias e vidas, enquanto os políticos patrocinam copas e olimpíadas, e o enriquecimento, e poder pessoal deles.
[Que demagogia nojenta! Que figura mais falsa, meu Deus! Que analfabeto político! Nem o mais cínico defensor do capitalismo negaria que o grande problema do regime é justamente a ausência do Estado no quesito saúde pública. O socialismo recebe críticas dos liberais, algumas justas, sobre um suposto déficit democrático. Mas os sistemas de saúde públicos são instituições socialistas, heranças socialistas, e não à tôa quase todos os militantes de um sistema de saúde inteiramente público, gratuito e estatal são socialistas ou simpáticos ao socialismo. Vide o caso de Cuba, país pobre, mas com um dos melhores sistemas de saúde do mundo! Isso é estatística! Os países onde os cidadãos tem a saúde mais assegurada foram aqueles onde os partidos socialistas são ou foram fortes e conseguiram implementar sistemas públicos eficientes para o setor.]
Espero que acredite que o meu arrependimento é sincero, e eu afirmo que é, mas também são extremos a minha revolta e indignação com o nosso momento atual, foi isso que motivou o meu erro. Sem mais, sinceramente,
[Se o Chico acredita, não sei. Pelo que disse seu advogado, duvido. Eu não acredito. Considerando as entrevistas arrogantes que passou a dar à Folha e à Veja, parece apenas um espertinho querendo sair pela tangente. O sujeito ofendeu a família inteira de Chico, inclusive as crianças que obviamente leram a sua manifestação imbecil. O que o levou a cometer um ato tão espúrio não foi nenhuma "revolta" ou "indignação", e sim uma profunda corrupção moral, misturada à intolerância fascista, afinal qual o sentido em culpar a família de Chico Buarque pelos problemas da saúde pública no país? Eu também tenho minhas convicções, minha visão de mundo, obviamente posicionadas no campo oposto de um idiota afetado como este, mas não vou xingar a família do Lulu Santos de "ladrões" só porque eu acho que ele vota num candidato que eu não aprovo!]

João Pedrosa”

[Até o nome deste sujeito me irrita. O sobrenome Pedrosa me lembra do grande Mario Pedrosa, um dos maiores críticos de arte que já tivemos, e um homem de esquerda, um socialista, profundamente crítico do imperialismo e da terrível e histórica opressão perpetrada das elites contra o nosso o povo, opressão que sempre foi protegida por ideias como a desse sacripanta.
Entretanto, é importante ressaltar que a principal virtude de um liberal - esses mesmos que hoje podem se considerar como "direita" - deveria ser a disposição a respeitar a opinião diferente do outro. Há gente educada, deveria haver, em todos os espectros ideológicos. O problema aqui não é, definitivamente, ideológico.
O problema aqui é falta de educação, truculência política e uma criminosa disposição para injuriar e caluniar o cidadão (e sua família!) que pensa e vota de maneira diversa de você. ]
*
No blog GGN.
Detrator erra endereço da carta para Chico Buarque, por Marcelo Auler
TER, 19/01/2016 - 08:11
ATUALIZADO EM 19/01/2016 - 08:12

Detrator erra endereço da carta para Chico Buarque

Marcelo Auler*

Foi pela imprensa, que Chico Buarque, seus familiares e o advogado João Tancredo tomaram conhecimento da carta com pedido de desculpas que o pseudo jornalista e colecionador de arte de São Paulo, João Pedrosa, diz ter enviado ao cantor. Pelo jeito, a remessa foi para o endereço errado – chegou nas mãos dos jornalistas antes do destinatário. Isso é um claro sinal que mais do que arrependimento por ofender os Buarque de Hollanda, tratados por ele como “Família de canalhas!!! Que orgulho de ser ladrão!!!””, a preocupação de Pedrosa é tentar limpar seu nome. Afinal, como admitiu ao site da Veja SP, “meu nome está jogado na lama”.
Chico, seu familiares e seu advogado leram a carta pela coluna da Mônica Bérgamo, na Folha de São Paulo, on line. Como diz Mario Canivello, assessor do compositor, “a carta tem até um pedido de desculpas, mas não tem uma retratação formal. Em momento algum nós conseguimos detectar ali uma retratação formal. Ele não diz, “errei, não tenho provas de que o Chico seja ladrão, a família não é uma família de canalhas”.”
Tudo pode não passar de uma estratégia do colecionador de arte na tentativa de evitar o processo que a família unida pretende lhe mover, como noticiamos em Chico Buarque processará fazendeiro de Guaíra (SP).
“Não só pelo conteúdo da carta como também por entrevistas que está concedendo. Ele está muito mais preocupado em justificar e legitimar a agressão dele do que realmente fazer uma retratação formal”, diz Canivello.
Na entrevista à Vejinha São Paulo, além de se confessar eleitor de Aécio Neves, o colecionador volta a criticar o cantor e compositor: “Em meio às circunstâncias atuais, ele ainda promove o PT e o Movimento dos Sem Terra.”
Abaixo leia a carta que ele endereçou aos jornalistas antes de ser entregue a quem ela deveria ser dirigida, caso não houvesse um interesse maior de aparecer do que pedir perdão.
“Carta a Chico Buarque e família,
Estou escrevendo essa carta para me desculpar, se isso for possível. Eu errei e me excedi ao insultar a sua família. Infelizmente a política brasileira nos colocou em campos opostos, assim como acontece com toda a nação.
Quero crer que nós queremos a mesma coisa para os brasileiros por vias opostas, uma vida digna e próspera. A sua via é o socialismo, e a minha, o capitalismo. Desde a eleição da presidente, o Brasil entrou numa espiral negativa de ódio de classes, racial e política, que mergulhou o Brasil num caminho de decadência econômica, moral e social inegáveis, que eu acredito tragicamente irreversíveis, foi isso que motivou o meu ódio, e o meu comentário errado e infeliz.
O meu insulto foi motivado por sua associação ao PT e ao MST, são eles que eu considero ameaça à nossa dignidade e nossa democracia. Fui motivado pelas mulheres que estão dando à luz nas calçadas, aos velhos sem atendimento nos chãos dos hospitais, e principalmente, aos milhões de pais de famílias impedidos de darem pão e dignidade às suas famílias e vidas, enquanto os políticos patrocinam copas e olimpíadas, e o enriquecimento, e poder pessoal deles.
Espero que acredite que o meu arrependimento é sincero, e eu afirmo que é, mas também são extremos a minha revolta e indignação com o nosso momento atual, foi isso que motivou o meu erro. Sem mais, sinceramente,
João Pedrosa”
***
PS Cafezinho: Para melhor ilustrar, para o internauta, o nível de João Pedrosa, segue trecho de post publicado há pouco no DCM sobre o fulano:
Uma visita a seu Facebook revela um revoltado online e um esnobe da “alta” sociedade.
Em 2014, depois de uma decisão do STF e pouco antes da Copa, ele publicou por exemplo o seguinte texto:
“”STF decide que não houve quadrilha”. Então tá! LULADRÃO não era o chefe do mensalão, mas DILMERDA ainda é a PRESIDANTA. BLACK BLOC neles! Se nem de cadeia os políticos tem mais medo, deveriam temer a morte. O BRASIL PRECISA DE TERRORISMO! Agora juiz ladrão não é só no futebol, mas no supremo também. NÃO VAI TER COPA !!!!!!!!!!!”
Pouco tempo depois, prosseguiu:
O Supremo Tribunal Federal é uma quadrilha! O dinheiro roubado do PT não só pagou as multas como comprou os juízes ! O chefe Luladrão escapou, e agora a quadrilha também. BLACK BLOC neles ! NÃO VAI TER COPA! O Brasil chegou num ponto que a violência se justifica. Essa decisão foi feita na véspera do carnaval para enganar (de novo!) o país. A última solução é o terrorismo, ou então, vudu. País de merda!
PS 2: Outra manifestação de Pedrosa nas redes, desta vez xingando o jornalista Luiz Caversan (dica de @Mr_Machado):
CZFotQGVAAANorD (1)


****
Fonte:http://www.ocafezinho.com/2016/01/19/detrator-de-chico-agora-ofende-a-nossa-inteligencia/
Postar um comentário