Pesquisar este blog

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Golpistas anunciam mudança de tática e agora pedem novas eleições

06.08.2015
Do  portal  VERMELHO

Dirigentes do PSDB e do DEM disseram hoje que só com novas eleições poderá ser alcançada a unidade nacional defendida pelo vice-presidente da República, Michel Temer. Eles fizeram um apelo para que os manifestantes da direita lutem por essa bandeira, no lugar de pregar o impeachment.

Reprodução
Golpistas dão nova orientação à direita.
Golpistas dão nova orientação à direita.

“Houve uma convocação, um chamamento do vice-presidente da República e nós estamos aqui para concordar com ele, parcialmente, no sentido de que só será possível encontrar alguém que unifique o país por meio de novas eleições”, disse o líder tucano no Senado, Cássio Cunha Lima.

Outro golpista, o líder do “Democratas”, senador Ronaldo Caiado, disse que somente novas eleições poderiam dar legitimidade a um novo governante na condução do país. “É determinante agora convocar novas eleições. Estamos em uma democracia e esse “alguém”, ao qual ele [Temer] se referiu, não pode sair de conchavos de cúpulas político-partidárias ungido como salvador da pátria", disse.

Alguém poderia lembrar aos tartufos, defensores de “novas eleições”, que eleição não é como pizza, que você pede a hora que tem vontade. Eleições acontecem de acordo com o tempo definido na Constituição e ocorreram recentemente, há pouco mais de seis meses, com a vitória de Dilma Rousseff, que obteve mais de 54 milhões de votos.
  

 Da Redação, com agências
****
Fonte:http://www.vermelho.org.br/noticia/268628-1

GLOBO APOIA GOLPE, DE NOVO: Merval confirma reunião de Cunha na Globo, por Miguel do Rosário

06.08.2015
Do portal JORNAL GGN

Enviado por Gilberto Cruvinel
Do O Cafezinho
Um amigo me manda, por zap, imagem de trecho final da coluna de hoje de Merval Pereira, no Globo.
Merval Pereira se refere, naturalmente, ao Cafezinho e a um post recente, em que revelo a presença de Eduardo Cunha na sede do Jornal O Globo, na Rua Irineu Marinho.
A informação me chegou por fonte de dentro do Globo. Inicialmente eu havia escrito Jardim Botânico, porque pensava ser a sede da TV, mas depois a minha fonte me deu mais detalhes e eu corrigi para rua Irineu Marinho, no centro, onde fica a sede do jornal.
Merval confirma a notícia do Cafezinho e tenta disfarçar, dizendo que não era uma reunião secreta porque foi noticiada no jornal.
Ora, foi noticiada depois que o Cafezinho divulgou, não? E de qualquer forma, o fato de ser secreta não era o mais importante, tanto que, no meu texto, eu ponho secreta entre parênteses e seguido de ponto de interrogação.
Merval me chama de "suposto jornalista".
Suposto por que, Merval?
Eu tenho registro profissional no Ministério do Trabalho, sou jornalista há mais de quinze anos, e fui eu que divulguei o escândalo de sonegação da Globo.
Merval, covarde e sem caráter, não cita o nome do Cafezinho nem o meu.
O qualificativo "chapa branca" é a babaquice de sempre. O Globo sempre foi o jornal mais chapa branca da história, e dos piores governos: apoiou a ditadura militar, fez a campanha de Collor e sustentou o neoliberalismo tucano.
Eu critico o governo em muitas coisas, a começar pela verba dada à Globo, e por não fazer o necessário enfrentamento político ao principal partido de oposição no país, a própria mídia.
Mas nunca fui nem nunca serei golpista. O povo elegeu, ponto. Tem que esperar outra eleição.
A calhordice de Merval não tem limites. Fala em "um desses blogs que a operação Lava Jato está rastreando".
Como é que é?
E ainda vem me chamar de "suposto jornalista"?
Eu dou uma notícia verídica, confirmada por ele mesmo, e ele calunia um colega jornalista na maior cara de pau, e eu que sou "suposto jornalista"?
Merval, se eu sou um "suposto jornalista", você é um bandido!
O meu post, pelo jeito, incomodou.
Eduardo Cunha - obrigado pela confirmação, Merval - foi se encontrar com o próprio Merval Pereira, e foi sim tramar o golpe paraguaio, em conluio com o/a Globo.
Se você entrar no blog do Merval (que aliás fica às moscas) verá que ele tem se dedicado diuturnamente a pregar o golpe.
E aí faz reuniãozinha secreta com Eduardo Cunha?
A menção à Lava Jato mostra a loucura desses caras. Eles querem usar Lava Jato para tudo: para detonar a Petrobrás, a Eletrobrás, nosso projeto nuclear, as grandes empresas de engenharia, e agora, de lambuja, querem usar até mesmo para  manchar o trabalho dos únicos que fazem o contraponto à mídia bandida e golpista.
Merval, não tenho orgulho de ser pobre. Também não tenho vergonha. Se eu fosse mais competente, poderia estar melhor de vida, mas tentar associar a Lava Jato a um blogueiro duro como eu, que mora num apartamento de 37 metros quadrados na Lapa, que às duras penas tem levado sozinho um trabalho que as pessoas acham que é feito por dezenas, é muita muita muita! falta de caráter, leviandade e irresponsabilidade jornalística!
Por outro lado, ver o principal colunista de um império midiático atacando um simples blog, me enche de uma saudável e quase alegre indignação, porque mostra que o meu trabalho tem feito a diferença.
Obrigado por isso, Merval.
(Repito a figura abaixo, para os internautas que acessam o blog pelo celular).
*****
Fonte:http://jornalggn.com.br/noticia/merval-confirma-reuniao-de-cunha-na-globo-por-miguel-do-rosario

SERVIDORES, EM GREVE, DO CRPS/JUNTAS, PARTICIPAM DE PASSSEATA NA CAPITAL PERNAMBUCANA

06.08.2015
Do BLOG DOS SERVIDORES DO CRPS E DAS JUNTAS DE RECURSOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL
Por Irineu Messias 
Servidores do Junta em PE, participaram da caminhada pelas principais avenidas da capital pernambucana.
     Servidores da Junta de Recursos e do INSS, em PE, participaram de caminhada pelas principais avenidas da capital pernambucana.
Servidores, em greve,  da Junta de Recursos  e do INSS, em Pernambuco, participaram na manhã de hoje, de uma grande caminhada. A atividade faz parte de uma das estratégias do Comando de Greve nacional da CNTSS/CUT e dos comando estaduais para o fortalecimento da greve, visto que governo até o presente momento suspendeu as negociações.
A caminhada , apelidade de”Marcha Fúnebre”, teve a participação dos servidores do INSS da capital e de várias cidades do interior do estado.O caminhada, depois de percorrer as principais avenidas do Recife, foi finalizada com um ato público em frente a Superintendência Regional do INSS, na Av. Dantas Barreto, no Centro do Recife.
 A Gerência Executiva do INSS, foi o local onde aconteceu a concentração da atividade.
   A Gerência Executiva do INSS, foi o local onde aconteceu a concentração da atividade.
A atividade teve uma grande cobertura da imprensa pernambucana, com flashs ao vivo, para a programação do STB, Rede Record,além da TV Globo, que cobriu o evento , apenas na concentração que se deu, na Gerência Executiva do INSS, na Av. Mário Mello, próximo ao centro do Recife.Os grandes jornais do estado também se fizeram presentes. Diário de Pernambuco, Jornal do Comércio, Folha e outras agências de notícias locais.
Na caminhada,mas sempre destacando as nossas pautas específicas, equiparação salarial é uma das principais
Na caminhada com os companheiros do INSS, mas sempre destacando as nossas pautas específicas, equiparação salarial é uma das principais.
Os servidores da Junta em Pernambuco, como em vários em estados,aderiram à greve do INSS, defendendo a pauta mais gerais dos servidores federais, mas sobretudo pela equiparação salarial, bem como pela reestruturação dessas instâncias de recursos. 
Irineu Messias, e um
   Irineu Messias, e um “selfie”,na caminhada pelas ruas do Recife, fortalecendo o movimento nacional
Dia 30 de julho, sexta, aconteceu uma ato público em frente ao predio da Junta, no centro do Recife. Hoje os servidores se incorporaram a mais esta mobilização pelo fortalecimento da greve, e para o que Ministro Gabas, se sensibilize e reabra as negociações para atender os pleitos, não só dos servidores do CRPS/Juntas, mas de todos os servidores do Minstério da Previdência Social, em Brasília.
Jani Maria e vários outros servidores da Junta em Pernambuco estavam presentes na caminhada.
Jani Maria(com o cartaz “JUNTA DE RECURSOS, PRESENTE”) e vários outros servidores da Junta em Pernambuco estavam presentes na caminhada.
A orientação dos comandos de greve  estaduais  é pelo  fortalecimento da greve até que o governo apresente uma proposta que atenda às nossas reivindicações.
Os servidores do CRPS/Juntas precisam participara do movimento, primeiro as assembleias ocorridas em toda a base da CNTSS  foi pela greve no INSS, saúde e Ministério da Previdência Social. Portanto é importante que participemos da movimento em nível, mas sempre com nossa identidade de servidores de Juntas para que possamos participara das negociações em Brasília e consigamos sensibilizar o Ministro Gabas para atendam o nosso pleito pela equiparação salarial, situação dos servidores do INSS e DATAPREV, além de outras propostas aprovadas no 1° Encontro Nacional dos Servidores do CRPS e das Juntas de Recursos da Previdência Social, realizado em 26 e 27 de março de 2015, em Brasília.DF. Reivindicamos que o Ministro estabeleça um canal  de negociações a respeito das aprovadas já apresentadas. Temos conversado bastante com o presidente André Veras, mas existem questões que apenas o Ministro pode resolver, posto que, sendo o CRPS um órgão colegiado do MPS, é diretamente ligado ao Gabinete do MInistro Gabas.
IMG-20150806-WA0050
Os servidores, em atividades públicas como esta, sempre destacam a necessidade de reestruturação do CRPS/Juntas de Recursos.
Nossa greve não é contra ninguém. Nossa greve é  por nossa valorização salarial, profissional e por nossa capacitação permanente para que possamos melhor servir aos segurados da Previdência Social.
Criamos recentemente um grupo no Whattsapp para podermos nos articular com todos os servidores do CRPS/Juntas. Os servidores interessados em participar, envie-nos um email com seu número de celular, informando qual Junta de Recursos é pertecente: messiasirineu@gmail.com
Vamos fortalecer nosso movimento! Até a vitória!
****
Fonte:https://crpsjuntasderecursos.wordpress.com/2015/08/06/servidores-em-greve-do-crpsjuntas-participam-de-passseata-na-capital-pernambucana/

CNTSS/CUT aciona Setor Jurídico para avaliar medida impetrada pelo INSS no Superior Tribunal de Justiça contra a greve

06.08.2015
Do portal da CNTSS/CUT

Aumento da adesão à greve em todo o país faz com que governo federal tente desmobilizar o movimento dos trabalhadores


A indicação de que o governo ingressou no STJ – Superior Tribunal de Justiça contra o movimento grevista dos servidores públicos federais do INSS – Instituto Nacional do Seguro Social, questionando que o percentual mínimo de atendimento nas Agências da Previdência Social não está sendo cumprido, demonstra claramente que a greve nacional está em permanente crescimento e incomodando o Executivo Federal.
 
A CNTSS/CUT – Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social, por meio de sua Direção, faz questão de destacar que o movimento de greve instalado a partir de 10 de julho cumpriu rigorosamente todos os pressupostos previstos na legislação. O processo negocial desencadeado com a campanha salarial unificada dos servidores públicos federais foi sempre pautado no diálogo por parte dos trabalhadores.
 
A Confederação informa aos Sindicatos filiados que já posicionou o seu Departamento Jurídico para que tenha acesso à peça inscrita pelo INSS e que se proceda a uma análise criteriosa. Esta medida permitirá que sejam avaliados os procedimentos necessários para garantir o direito dos trabalhadores. Os servidores não podem deixar que esta postura do governo enfraqueça ou descaracterize a greve, que vem se dando dentro da legalidade e do respeito ao usuário do sistema.
 
Não é cabível uma medida como esta tomada pelo governo federal. O Brasil é signatário da Convenção 151 da OIT – Organização Internacional do Trabalho, que versa sobre as relações de trabalho na administração pública. Ao invés de se valer de medidas antigreve como a que vemos com este exemplo dado, o governo deveria dialogar sobre a regulamentação do direito à greve e à negociação coletiva no setor público. Estes são pontos presentes na pauta de reivindicações da categoria para a campanha salarial unificada deste ano.
 
A CNTSS/CUT lembra que este não é o primeiro movimento grevista a ter alcançado tamanha adesão e que, por conseguinte, levou o governo a tomar medidas duras. Foram momentos difíceis, mas que desencadearam vitórias para a organização dos trabalhadores. É preciso continuar o processo de mobilização em todo o país e também de conscientização da sociedade. Os direitos dos servidores devem ser respeitados, assim como o de garantir melhorias na estrutura de atendimento á população.
 
A Confederação reitera que está aberta para a continuidade do diálogo com o governo por meio da retomada das rodadas de negociação. Vamos em frente com nosso movimento. É preciso ter a certeza que a força dos servidores está no crescimento permanente da greve.
*****
Fonte:http://www.cntsscut.org.br/destaques/2522/cntss-cut-aciona-setor-juridico-para-avaliar-medida-impetrada-pelo-inss-no-superior-tribunal-de-justica-contra-a-greve

MÉDICO CORRUPTO ATACAVA DILMA : Projeto lei vai dificultar a vida de médicos mafiosos que lesam o SUS

06.08.2015
Do portal da Revista Fórum, 08.07.15
Por MariaFrô

Em 5/01/2015 após denúncia do Fantástico sobre a máfia das próteses o seguinte texto:
O que mais choca neste médico, Fernando Gritsch Sanchis, denunciado pelo Fantástico como pertencente à máfia das próteses não é apenas a falta de ética de uma pessoa que em seu perfil do facebook destila preconceitos e falsos moralismos acusando o governo de corrupção. É como a máfia a qual supostamente pertence usa a vida das pessoas, o SUS e o Judiciário para lesar o patrimônio público, aproveitando-se do tamanho do SUS. São tão mafiosos que lesam também os planos de saúde privados (que já tem até profissão de médico vigia de cirurgia!).

Você reacionário que vive dando voz a estes mafiosos corporativos pode algum dia ser vítima deles.

Nós todos pagamos as fraudes deles, pessoas que precisam da saúde pública são prejudicadas, podem até morrer para que esses sujeitos que lesam o dinheiro público enriqueçam e cheguem a lucrar meio milhão em seis meses com cirurgias que, por vezes, botam a vida dos pacientes em risco.

Parabéns pra vc reacionário que ao repetir o discurso criminoso contra a saúde pública alimenta bandidos que vc acha que são heróis e vive replicando-os no Face.
O médico em questão teve o sigilo bancário quebrado pela CPI do Senado.
Ele é um dos mais virulentos médicos na rede que ataca o Mais Médicos, o governo federal, a presidenta Dilma. Vários de seus posts são virulentos. Seu cartão de natal de acordo com Joaquim Neiva s foi esse:
mausmédicos1
O médico continua tranquilo em seu Facebook  como se nada tivesse acontecido. Por isso é muito bem vindo este projeto de lei.
PROJETO DE LEI
Proposta do governo federal tornará crime fraudes com órtese e prótese
Por Amanda Mendes da Agência Saúde
Texto elaborado pelos ministérios da Saúde, Justiça e Fazenda penaliza empresas, gestores e médicos por lucro ilícito na comercialização ou prescrição desses materiais. Será criada uma divisão na Polícia Federal para apuração de crimes contra a saúde
O governo federal encaminhará ao Congresso Nacional, em regime de urgência, Projeto de Lei para criminalizar fraudes no fornecimento, aquisição ou prescrição de órteses e próteses no Brasil. A medida apresentada nesta terça-feira (7) pelo ministro da Saúde, Arthur Chioro, é resultado de um grupo de trabalho criado em janeiro deste ano, junto com os ministérios da Justiça e Fazenda, para a reestruturação e maior transparência do setor de dispositivos médicos implantáveis (DMI). Além da responsabilização penal, estão previstas ações para o maior monitoramento deste mercado, por meio da padronização das nomenclaturas e criação de um sistema de informação.
A proposta elaborada pelo governo federal tipifica no artigo 171 do Código Penal o crime de estelionato, responsabilizando administrativa, civil e criminalmente os envolvidos em condutas irregulares e ilegais do setor. Com a sua aprovação, passa a ser crime a obtenção de lucro ou vantagem ilícita na comercialização, prescrição ou uso dos dispositivos. Com a finalidade de auxiliar na fiscalização das práticas ilegais, a Polícia Federal criará uma divisão especial de combate a fraudes e crimes contra a saúde.
“A partir deste conjunto de normas será possível abranger e qualificar toda a cadeia de uso dos dispositivos móveis implantáveis. São medidas estruturantes que procuram garantir que o uso de próteses no nosso país seja feitos de forma racional, fiscalizada e segura para o pacientes. Estas normas trarão um padrão de segurança para os pacientes, para o responsável pelo hospital e para o especialista. Todo mundo ganha, o processo fica mais transparente e mais padronizado”, garantiu o ministro da Saúde, Arthur Chioro.
O Grupo de Trabalho Interinstitucional sobre Órtese e Prótese (GTI-OPME), que teve ainda a participação dos conselhos Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) e de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS), definiu como área da atuação os dispositivos médicos implantáveis (DMI). Esse grupo, composto por mais de 10 mil produtos registrados na Anvisa, movimentou R$ 4 bilhões ano passado, equivalente a 20% de todo o mercado de produtos médicos, que foi R$ 19,7 bilhões.
SISTEMA DE INFORMAÇÃO – O grupo de trabalho propõem a padronização de nomenclatura, além da criação e implantação do Registro Nacional de Implantes (RNI) que conterá informações técnicas e econômicas dos dispositivos médicos implantáveis (DMI), possibilitando o rastreamento dos produtos desde a produção até a implantação no paciente.
“Há um consenso de que a desregularização econômica e penal prejudica a todos, mas principalmente o paciente. Por isso, precisamos aprimorar a gestão do SUS para garantir a segurança da população e também dos especialistas por meio de ações em conjunto com estados e municípios”, avaliou o ministro Chioro.
Também serão implementadas inciativas de melhoria de gestão do SUS, como o início de envio da Carta SUS para procedimentos com DMI, correspondência enviada para o cidadão que realizou o procedimento médico, com a data de entrada na unidade de saúde, o dia da alta médica, o motivo da internação e o valor pago pelo SUS pelo tratamento. Além da definição de uma agenda permanente de trabalho do Departamento Nacional de Auditorias do SUS  (Denasus) para a realização de auditorias destinadas à apuração de irregularidades no uso de  DMI.
Para monitorar o mercado e dar maior transparência ao setor, o Governo Federal criou outro Grupo de Trabalho Interinstitucional, que terá 30 dias para entregar as propostas e colocá-las em Consulta Pública. O objetivo é que as medidas possibilitem a equiparação dos preços praticados no mercado nacional a patamares próximos aos praticados no mercado internacional, além de estudar medidas que reduzam os preços, como a importação e o estímulo à produção nacional.
O grupo é composto por gestores da Casa Civil e dos Ministérios da Saúde, Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Justiça e Fazenda com o intuito de discutir propostas para monitoramento da indústria, aumento da concorrência e ampliação da oferta de DMI.
DIFERENÇA NOS PREÇOS – Entre os problemas analisados estão irregularidades no setor. Foi verificado, dentro desse contexto, que unidades de saúde recebem lucro entre 10% e 30%. Observou que essa realidade, junto com a agregação de margem em cada etapa da comercialização, resulta em uma grande diferença entre o preço final do produto e o custo inicial. No caso de uma prótese de joelho, por exemplo, o valor final pode ser 8,7 vezes maior.
“É fundamental que a gente melhore os efeitos de concorrência no setor para que possamos comparar preços e assim identificar onde há uma cobrança excessiva ou indevida e, ao final de tudo isso, termos a questão punitiva, seja no âmbito administrativo, seja no âmbito penal que é o projeto que deve começar a tramitar no Congresso Nacional logo após o recesso”, informou o ministro interino da Justiça, Marivaldo Pereira.
Há ainda distâncias regionais de preço, em que um mesmo produto, como um marcapasso cdi, pode custar entre 29 mil e 90 mil reais dependendo da região. Comparando com outros países, o preço de um marcapasso específico no Brasil é mais de 20 mil dólares enquanto em países da Europa pode ser adquirido perto de 4 e 7 mil dólares.
Esse cenário é decorrente também de algumas características deste mercado, como a grande variedade de produtos, falta da padronização das informações e ausência de protocolos de uso. Realidade que, segundo o relatório do GTI, induz atitudes oportunistas e beneficiam especialistas e fornecedores. Devido à complexidade das informações, a indicação desses materiais fica a cargo somente dos especialistas e fornecedores, excluindo o usuário da decisão. Trata-se ainda de um setor com mercados normalmente concentrados e com fornecedores exclusivos em determinadas regiões.
GRUPO DE TRABALHO – O GTI-OPME foi instituído pelos ministérios da Saúde, Fazenda e Justiça no dia 8 de janeiro deste ano, por meio da Portaria nº 38. No período de 180 dias que o Grupo esteve ativo, foram realizadas 29 reuniões, com participação e interlocução de diferentes representações de gestores de saúde que abrangeu um esforço conjunto e concentrado do poder público, entidades de saúde e sociedade civil para apresentar medidas que buscam corrigir irregularidades e inadequações do mercado de dispositivos médicos.
Como fruto das ações do GTI, o Ministério da Saúde publicou a Portaria nº 403, no dia 8 de maio, que padroniza o fluxo de acesso aos DMI nos Hospitais Federais do Rio de Janeiro (Andaraí, Bonsucesso, Cardoso Fontes, Lagoa, Ipanema e Servidores do Estado), além dos institutos vinculados à pasta (INCA, INTO e INC). Agora, com padrão equalizado e mais transparência na utilização dos materiais, é possível apurar irregularidades com mais agilidade, para corrigir e punir ações que descumpram a referida Portaria
*****
Fonte:http://www.revistaforum.com.br/mariafro/2015/07/08/projeto-lei-vai-dificultar-vida-de-medicos-mafiosos-que-lesam-o-sus/

TUCANOS POUPADOS: Os responsáveis, no Banco de Brasil, pelo dinheiro do Fundo Visanet

06.08.2015
Do blog MEGACIDADANIA, 16.12.14

O ERRO DO JULGAMENTO É ESCONDER A VERDADE DOS DOCUMENTOS: OS TUCANOS FORAM POUPADOS

POST 5
A multinacional, Visa Internacional, fez uma parceria com 25 bancos brasileiros, criou um fundo com recursos/dinheiro disponível para fazer propaganda dos cartões de crédito com marca Visa.

O Banco do Brasil concordou em utilizar este dinheiro/recursos do Fundo Visanet que eram EXTRAS, - o banco tinha recursos próprios destinados à propaganda de seus produtos.
Para utilizar o dinheiro/recursos do fundo, o Banco do Brasil sujeitava-se às regras definidas por umregulamento/contrato, o qual exigia a indicação de um GESTOR. O gestor era o CANAL entre o Banco do Brasil e a Visanet. O GESTOR era responsável por encaminhar, à Visanet, as propostas de ações/campanhas e os pedidos de pagamento à DNA - a Visanet pagava diretamente às agências de publicidade e fornecedores.
Dentro do Banco do Brasil, a Diretoria de Varejo era a única responsável pela área de cartões de crédito e débito, portanto, responsável pela utilização dos recursos do Fundo Visanet. Cabia a ela definir estratégias de venda, público alvo, quais seguimentos deveriam ser objeto das campanhas publicitárias, etc. Esta diretoria sempre indicou o GESTOR, representante do banco, junto à Visanet.
img1
Todo início de ano, a CBMP/Visanet aportava um valor no Fundo Visanet e informava aos bancos associados a parte (cota) disponível a cada um deles. A Diretoria de Varejo do Banco do Brasil, ao ser informada do valor disponível, decidia como seria utilizado, se sozinha, ou em conjunto com outra diretoria do banco. Promoções como, sorteio de automóveis, premiações de viagens para clientes “VIP” foram feitas com os recursos do Fundo Visanet, que a Diretoria de Varejo decidiu sozinha. Outras campanhas foram realizadas em conjunto com outras diretorias do banco. Cerca de 80% do valor total disponibilizado, nos anos de 2003 e 2004, pelo fundo, foram utilizados em conjunto pela Diretoria de Varejo - DIREV - e Diretoria de Marketing - DIMAC - do Banco do Brasil.
Os recursos disponibilizados pelo Fundo Visanet eram EXTRA orçamento do BB para comunicação e marketing, portanto, a primeira pergunta que a DIREV fazia à DIMAC era se esta teria condições de operacionalizar, de confeccionar campanhas extras às que já estavam planejadas com recursos próprios do banco. Assim a DIREV encaminhava um ofício, “nota técnica”, documento estritamente interno ao banco, que informava um valor, disponibilizado pelo fundo, que a DIREV havia, previamente, decidido utilizar em conjunto com a DIMAC, e formalizava um “acordo de trabalho” entre as duas diretorias. Os dois diretores, bem como, dois gerentes executivos das respectivas diretorias, DIREV e DIMAC, assinavam este documento com um “de acordo”. Este documento, “nota técnica”, nunca foi enviado à Visanet, não era condição e nem fazia parte da documentação apresentada na Visanet.
DOCUMENTO 1 Nota Técnica nº1141/2003 (Volume 25 fl 5376 a 5388) 6 BB
img2
*FHC Funcionários do BB indicados na era FHC (além de já estarem nos cargos na era FHC, foram indicados por TUCANOS)
  • Fernando Barbosa de Oliveira......Diretor de Varejo........indicado em (2002)
  • Douglas Macedo............................Gerente Executivo......indicado em (2001)
  • Cláudio de Castro Vasconcelos....Gerente Executivo......indicado em (1999)
Obs.: o GESTOR do Fundo Visanet, Léo Batista dos Santos, Gerente de Cartões da Diretoria de Varejo,indicado pelo Diretor de Varejo (período de 2002 a 2005). **PT Funcionário do BB indicado na era LulaHenrique Pizzolato..........................Diretor de Marketing.....indicado em (2003)
OS FUNCIONÁRIOS DA DIRETORIA DE VAREJO DO BANCO DO BRASILTAMBÉM FAZIAM PARTE DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DAVISANET!!!! (Apenso 438 parte 1 fl. 18)
  • Fernando Barbosa de Oliveira........Conselheiro.........17/04/2003 a 28/04/2004
  • Douglas Macedo..............................Conselheiro.........30/04/2002 a 08/11/2004
O Conselho de Administração da Visanet tinha a atribuição de averiguarse os recursos do fundo estavam sendo utilizados de acordo com oREGULAMENTO/CONTRATO.
DOCUMENTO 2 Regulamento do Fundo de Incentivo Visanet (Apenso 356 fls 9648 a 9640) 2 VISA
img3
O dinheiro/recursos do Fundo Visanet eram privados e pertenciam à Visanet. A Visanet pagava diretamente às agências de publicidade e fornecedores. A Visanet, de acordo com o regulamento do fundo, aprovava as campanhas publicitárias, fiscalizava sua execução, pagava e mantinha em seu poder toda a documentação fiscal.
Os funcionários da Diretoria de Varejo do Banco do Brasil também faziam parte do Conselho de Administração da Visanet. O GESTOR, Léo Batista dos Santos, também era funcionário da Diretoria de Varejo. Toda a documentação enviada à Visanet sempre foi assinada por estes funcionários.
O Fundo Visanet foi criado em 2001 e, sempre, os funcionários da Diretoria de Varejo foram responsáveis pelo dinheiro do fundo utilizado pelo Banco do Brasil.
Henrique Pizzolato assumiu o cargo de Diretor de Marketing do Banco do Brasil no dia 17 de fevereiro de 2003.
POR QUE, HENRIQUE PIZZOLATO, FOI PROCESSADO E CONDENADO COMO O RESPONSÁVEL PELO DINHEIRO/RECURSOS DO FUNDO VISANET?
A VERDADE DOS DOCUMENTOS
Todos estes documentos ESTÃO no processo AP 470.
Todos estes documentos afirmam que, o GESTOR, Léo Batista dos Santos, era o responsável (canal) pela utilização do dinheiro/recursos do Fundo Visanet.
Todos estes documentos afirmam que, a Diretoria de Varejo era determinante na utilização do dinheiro/recursos do Fundo Visanet e, NÃO a Diretoria de Marketing.
No processo da AP 470, NÃO EXISTE NENHUM DOCUMENTO ENVIADO OU RECEBIDO PELA VISANET PELO DIRETOR DE MARKETING DO BANCO DO BRASIL, Henrique Pizzolato.
POR QUE JOAQUIM BARBOSA NÃO LEU OS DOCUMENTOS?
POR QUE Joaquim Barbosa e todos os Ministros do STF desconsideram estes documentos? Teria JB “escondido” estes documentos?
POR QUE Joaquim Barbosa e todos os Ministros do STF, diante destes documentos, “não exergam” que os responsáveis, de fato, eram funcionários da Diretoria de Varejo do Banco do Brasil e NÃO da Diretoria de Marketing? Por que “poupar” tucanos? Por que acusar só o petista?
POR QUE Joaquim Barbosa e todos os Ministros do STF, diante destes documentos, MENTEM ao dizer que, o Diretor de Marketing do Banco do Brasil, “desviou” recursos, sobre os quais NÃO DETINHA A POSSE?
O Diretor de Marketing foi acusado, só por ser petista?
Joaquim Barbosa criou o “ar de legalidade”, falseando informações contidas nos documentos para condenar. Joaquim Barbosa não quer a justiça; Joaquim Barbosa só quer condenar.
Joaquim Barbosa, rendendo-se às vaidades pessoais, rendendo-se às “glórias” proporcionadas pela imprensa golpista e desonesta, trai seu dever para com a JUSTIÇA, trai a Constituição Federal, trai o cargo de respeito confiado pela sociedade brasileira.
****
Fonte:http://www.megacidadania.com.br/os-responsaveis-no-banco-de-brasil-pelo-dinheiro-do-fundo-visanet/