quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

BÍBLIA SAGRADA: BÍBLIA DE ESTUDO FACILITADO

30.12.2015
Do blog CLC PORTUGAL
Por Philip Yancey e Tim Stafford*


A Bíblia é o livro mais importante já escrito, dádiva do próprio Deus para nós. Ao longo da história as pessoas têm reconhecido seu caráter singular. Apesar de todo o respeito que recebe, a Bíblia não é lida com bastante frequência. Mesmo aqueles que a estimam podem largá-la em algum lugar na estante ou na mesa de café, sem de fato lê-la. 

Nas pesquisas, os cristãos muitas vezes admitem a culpa por não ler a Bíblia de forma regular. Creem na Bíblia e esperam encontrar ajuda nela. No entanto, não a leem com a mesma frequência quanto pensam que deveriam. 

Incomodados com essa realidade, começamos a trabalhar na Bíblia de estudo facilitado. 

Nossa meta: produzir uma edição que pessoas comuns pudessem — e iriam — ler numa base regular, sustentada. Usamos técnicas modernas de pesquisa para tentar encontrar uma resposta à pergunta: “O que impede você de ler a Bíblia?”. Descobrimos três razões principais. No desenvolvimento desta edição, trabalhamos arduamente para lidar com as três razões seguintes.

 “Eu desanimo no meio do caminho” 

O desânimo, puro e simples, foi a razão mais comum apontada para a não leitura da Bíblia. Muitas pessoas que entrevistamos tentaram lê-la regularmente, mas, no geral, suas experiências fracassaram. 

A Bíblia é um livro enorme, composto de 66 partes distintas escritas por dezenas de autores diferentes. Os leitores que se aproximam dela como se fosse outro livro qualquer — começando da página 1 e seguindo em direção ao final — logo se veem perdidos num desconcertante labirinto da História Antiga. O cansaço se instala. 

Outros nunca sequer começaram um plano de leitura. Com agendas cheias e confiança limitada, eles não têm dúvidas de que vão falhar. Por isso, restringem sua leitura a passagens conhecidas dos evangelhos ou dos salmos, evitando os livros com os quais não estão familiarizados. 

Gastamos muito tempo e pesquisa tentando encontrar uma resposta para o problema do desânimo. O resultado é o “Plano de leitura 3 trilhas”, que reconhece as diferentes maneiras de as pessoas abordarem a Bíblia. Todas as três “trilhas” sugerem a leitura de um capítulo por dia — apenas cinco ou quinze minutos para a maioria dos leitores. 

Pontapé inicial. A Trilha 1 requer um compromisso de duas semanas por vez, com a leitura de um capítulo por dia. Ao seguir esse plano, o leitor depara com algumas das passagens mais significativas da Bíblia. Inicialmente, apresentamos seleções de duas semanas sobre Jesus e depois sobre Paulo; em seguida, uma amostra de duas semanas do Antigo Testamento e, por fim, uma variedade de outras opções de acordo com seus interesses pessoais. Algumas poucas horas investidas podem render uma sólida introdução ao melhor dos livros. 

Guia de viagem pela Bíblia. A Trilha 2 representa o próximo nível de compromisso. Exige seis meses, com a leitura aproximada de um capítulo por dia. Nessa trilha, você vai ler pelo menos um capítulo de cada livro bíblico. Quando terminar, terá lido as passagens mais conhecidas, citadas e fáceis de entender da Bíblia. Em cada capítulo você encontrará notas explicando como aquela passagem contribui para a sequência ou o enredo da Bíblia.

A Bíblia inteira. A Trilha 3 inclui cada palavra da Bíblia. Dividimos esse plano ao longo de três anos, e não de um, como habitual. Lendo cerca de um capítulo por dia, você pode ler a Bíblia toda em três anos. IX 

Acreditamos que o plano de três trilhas oferece um método prático e realista para estudar a Bíblia. Baseia-se em diferentes níveis de êxito a fim de combater o desânimo que aflige seus leitores. A descrição completa do “Plano de leitura 3 trilhas” encontra-se nas páginas XI a XIX. 

“Não consigo entendê-la” 

Muitos leitores crescem com pouca exposição à Bíblia. Pode ser que nunca ouviram falar de Golias ou Sansão. Talvez se perguntem: “Qual o objetivo de ler sobre lanças e carruagens e poços de aldeias e lepra?”. Escrita milhares de anos atrás, a Bíblia apresenta uma lacuna cultural. Ela menciona nomes difíceis de pronunciar e se refere a diversos costumes ultrapassados. Para a maior parte dos leitores, a Bíblia é o livro mais antigo presente em sua biblioteca. A maioria das pessoas precisa de instruções sobre como saltar a enorme lacuna de séculos até a época em que a Bíblia foi escrita. A Bíblia de estudo facilitado lida com esse problema utilizando centenas de notas adicionais espalhadas por todo o livro. 

Introduções: Antes de cada um dos 66 livros da Bíblia, o leitor encontra uma “Introdução” que oferece informações contextuais sobre o livro e a razão de ter sido escrito. Ao ler esses textos, o leitor obtém a compreensão de como determinado livro difere dos demais livros da Bíblia, e como também se encaixa em todos eles. Além disso, existem alusões à relevância contemporânea de cada livro e conselhos sobre como lê-lo. 

Insights: Ao longo da Bíblia de estudo facilitado, o leitor encontra pequenos artigos ou insights. Escrita no estilo de um artigo de revista, essa seção inclui importantes informações contextuais e condensa o material que, em nossa opinião, mais ajuda o leitor a entender e encontrar sentido na Bíblia. No fim de cada insight, a subseção “Questões de vida” ajuda a relacionar a passagem a situações práticas. 

Guia de viagem: Escrito num estilo semelhante ao da seção anterior, essas notas acompanham a leitura das passagens da Trilha 2, parte do “Guia de viagem pela Bíblia”. Ao seguir as instruções, o leitor obterá uma visão panorâ- mica de toda a Bíblia.

100 pessoas que você deveria conhecer: Familiarizar- -se com essas 100 pessoas selecionadas ajudará o leitor a desenvolver conhecimento básico da Bíblia. 

Destaques: Diversas notas curtas aparecem periodicamente. Elas explicam versículos confusos, apontam fatos interessantes e, de fato, destacam algo na passagem que pode facilmente passar despercebido. Foram concebidas para chamar a atenção do leitor e atraí-lo a ler a Bíblia mais de perto. 

“Não consigo encontrar o que procuro

“Gasto bastante tempo folheando a Bíblia à procura de alguma coisa”, dizem muitos leitores. Eles buscam ajuda sobre questões específicas, mas não sabem onde encontrá-la. 

Todo mundo já ouviu falar de algo na Bíblia — os Dez Mandamentos, o Sermão do Monte, a história de Daniel na cova dos leões. Mas como saber onde procurar? A Bíblia é extensa demais para ficar folheando numa pesquisa aleatória. 

Para ajudar, a Bíblia de estudo facilitado criou a seção “Onde encontrar”. Ela aparece no final do livro, nas páginas 1639-1697. Esperamos que esse seja o primeiro lugar ao qual o leitor recorrerá quando tiver o desejo de encontrar algo na Bíblia. 

A seção “Onde encontrar” inclui diversos e úteis recursos, sendo o mais notável deles o “Guia de assuntos”. Se o leitor procura informações sobre uma passagem conhecida ou busca ajuda para uma questão crucial da vida, o “Guia de assuntos” deve ajudar a solucionar problemas do tipo “não consigo encontrar”. 

Ao publicar a Bíblia de estudo facilitado, não estamos tentando acrescentar coisas à Bíblia nem revigorá-la. A Palavra de Deus fala por si só. Ela é o mais poderoso livro já escrito, e não precisa de nenhuma ajuda. Somos nós, seus leitores, que precisamos de ajuda, e esta Bíblia simplesmente oferece conselhos práticos para o leitor comum. 

A Bíblia de estudo facilitado é, basicamente, uma Bíblia de leitura. Estudos mais profundos requerem livros acadêmicos ou comentários, mas acreditamos que o hábito da leitura regular da Bíblia é a melhor forma de cristãos comuns se familiarizarem com toda a amplitude da Palavra de Deus. Uma boa medida de nosso sucesso consistirá em saber se esta publicação ajuda você a ler a Bíblia por conta própria. Este, afinal, é nosso objetivo último. 

**Philip Yancey e Tim Stafford, organizadores.


*****
Fonte:http://www.clcportugal.com/_CLCPortugal/BEF%20-%20ISSUU.pdf
Postar um comentário