sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Servidores do INSS em Pernambuco decidem pelo fim da greve

24.09.2015
Do portal do SINDSPREV.PE
Por Wedja Gouveia*


CLIQUE PARA AMPLIAR 


Nesta quinta-feira (24/09), a partir das 10h, no térreo da Gerencia executiva Recife, aconteceu nova assembléia dos servidores do INSS.  Foi analisada a proposta formalizada pelo governo na quarta (23/09) e decidiu pelo fim da greve a partir de segunda (28/09)

O motivo para retornar às atividades na próxima semana foi aguardar a assinatura do acordo entre as entidades nacionais e o Ministério do Planejamento, que deve ocorrer até amanhã, sexta (25/09).
CLIQUE PARA AMPLIAR

A decisão dos servidores do INSS de Pernambuco será levada à Plenária Nacional da CNTSS/CUT, que está ocorrendo hoje em Brasília, com a participação de servidores da base do Sindsprev-PE: Ana Arraes, Maria das Graças Santana, João Batista Feitosa e Darcio Coelho.

CLIQUE PARA AMPLIAR
Plenária Nacional da CNTSS/CUT, em Brasília


A assembléia realizada no dia anterior foi suspensa para possibilitar maior tempo para avaliar a proposta oficializada ontem (23) pelo governo.

Após analisar detalhadamente, ponto a ponto, o documento oficial, os participantes fizeram questionamentos e concluíram que houve avanços, entre eles:

- O período de vigência do acordo será de dois anos, com reestruturação das tabelas com base no reajuste salarial de 10,8%, sendo 5,5% em agosto de 2016 e 5,0% em 2017.

- A diferença de pontos da Gratificação de Desempenho (GD), para efeito de aposentadoria, entre a quantidade prevista na regra atual e a média dos 60 meses anteriores será implementada da seguinte forma: um terço da diferença em janeiro de 2017, um terço em 2018 e um terço em 2019.

- O limite mínimo (parte fixa) do pagamento da GDASS passará dos atuais 30 pontos para 70 pontos a partir de janeiro de 2016, alteração que deverá ser feita através de Projeto de Lei. Assim, fica mantido o limite máximo em 100 pontos e modificando o limite mínimo para 70 pontos.

- A progressão funcional para os novos servidores volta a ser de 12 meses.

- Criação de um comitê gestor da Carreira do Seguro Social, com composição paritária entre representantes do governo e das entidades sindicais.

- A reposição dos dias parados serão convertidos em horas de trabalho nas agências da previdência social (APS).

Confira nos links abaixo a Proposta do Governo

1 - Minuta Acordo de Compensacão Com Ajustes Seguro Social 2

2_CNTSS_VI_Seguro_Social


* Redação. do Sindsprev/PE.

******
Fonte:http://sindsprev.org.br/index.php?categoria=noticias_principais_01&codigo_noticia=0000003512&cat=noticias
Postar um comentário