quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Bolsonaro é condenado por dizer que deputada 'não merece ser estuprada'

17.09.2015
Do blog PRAGMATISMO POLÍTICO

Justiça condena o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) a indenizar Maria do Rosário (PT-RS) por dizer que ela 'não merece' ser estuprada

Bolsonaro Maria do Rosário estupro
Maria do Rosário e Jair Bolsonaro (Imagem: Pragmatismo Político)
Conhecido pelas posições conservadoras, o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) foi condenado, em primeira instância, a indenizar em R$ 10 mil a deputada María do Rosário (PT-RS), por danos morais.
O deputado afirmou que não estupraria a colega porque ela “não merece” (relembre aqui). Bolsonaro ainda pode recorrer da sentença. As informações são da coluna da jornalista Mônica Bergamo.
Em um primeiro momento, Bolsonaro disse que sua colega não merecia ser estuprada no plenário, no Congresso Nacional. A declaração foi dada em dezembro de 2014. Um dia depois, o deputado disse ao jornal Zero Hora que “ela não merece porque ela é muito ruim, porque ela é muito feia. Não faz meu gênero. Jamais a estupraria”.
A fala foi alvo de protestos em grupos de direitos humanos e chegou a ser cogitada como pedido de cassação de seu mandato.
Para se defender, Bolsonaro argumentou que tinha “imunidade parlamentar” e disse que não causou “danos indenizáveis”.
As alegações foram rejeitadas, mas ele pode recorrer da decisão da juíza Tatiana Dias da Silva, da 18ª Vara Cível de Brasília. Esse não é o único processo que o deputado é alvo.
Bolsonaro é alvo de um outro processo por quebra de decoro parlamentar, que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF).
*****
Fonte:http://www.pragmatismopolitico.com.br/2015/09/bolsonaro-e-condenado-por-dizer-que-deputada-nao-merece-ser-estuprada.html
Postar um comentário