quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Servidores do INSS de Pernambuco realizam “marcha fúnebre”

06.08.2015
Do portal do SINDSPREV/PE
Por  Wedja Gouveia*


CLIQUE PARA AMPLIAR
 

Os servidores do INSS de Pernambuco realizaram, na manhã desta quarta-feira, dia 06/08, uma passeata em cortejo fúnebre. Os trabalhadores ocuparam as principais ruas do centro do Recife: Rua do Hospício, Conde da Boa Vista, Avenida Guararapes até a Superintendência Regional do INSS, na Avenida Dantas Barreto. A concentração foi iniciada às 8h, na Gerência Executiva do INSS Recife.

Como prometido, os servidores vestiam roupas pretas e alguns carregam uma cruz, simbolizando a atual situação dos servidores e segurados. A Companhia de Teatro TV Sindical fez diversas encenações durante o percurso, com paródia da música Funeral do Lavrador, de autoria de Chico Buarque. No protesto foi realizado enterro simbólico de um servidor da previdência que trabalhou até morrer sem conseguir se aposentar.

  CLIQUE PARA AMPLIAR



Durante a manifestação foi distribuída uma carta aberta à população explicando os motivos porque os servidores continuam em greve. “Lutamos pela melhoria na qualidade dos serviços públicos e condições de trabalho. Queremos um atendimento eficaz para os usuários da Previdência Social e de outros serviços públicos”, diz o documento que solicita também  do cidadão pernambucano  a compreensão  e o apoio ao movimento.

Participaram do ato, servidores da 3ª Junta de Recursos e de Agências da Previdência Social do Recife, Região Metropolitana do Recife e de cidades do interior, como Barreiros, Limoeiro, Carpina, Moreno, Caruaru, Garanhuns, Arcoverde, Vitória de Santo Antonio, São José do Belmonte, Goiana, Escada, entre outras.  A quatro dias de completar um mês de paralisação, os servidores mostraram disposição de continuarem fortalecendo o movimento. No início da próxima semana serão promovidas atividades políticas para marcar os trinta dias da greve.
CLIQUE PARA AMPLIAR

De acordo com o dirigente do Sindsprev/PE, Luiz Eustáquio, em Pernambuco, há 69 agências. Dessas, apenas duas não aderiram ao movimento paredista. De braços cruzados, há cerca de 1,6 mil funcionários, o equivale a 90% do total de servidores em atividade no Estado.  “O Governo propôs 21 escalonado em quatro anos, mas nossa defasagem é de 27% e queremos este valor no próximo ano. Queremos também nossa gratificação incorporada, pois, hoje, perdemos 40% dos salários quando nos aposentamos”, disse.

As entidades nacionais, entre elas a CNTSS e Fenasps, aguardam uma nova proposta do governo a respeito dos principais pontos ainda pendentes nas negociações, como carga horária de 30 horas semanais para todos os servidores e o índice de reajuste a ser concedido. A previsão é de que uma nova rodada de negociação entre o Ministério do Planejamento e os representantes nacionais da categoria aconteça nos próximos dias.


*Redação. do Sindsprev/PE

*****
Fonte:http://www.sindsprev.org.br/index.php?categoria=noticias_principais_01&codigo_noticia=0000003449&cat=noticias
Postar um comentário