domingo, 16 de agosto de 2015

Jornal nacional quebrou a Globo

16.08.2015
Do blog CONVERSA AFIADA,
Por Paulo Henrique Amorim

A Globo colhe o que excreta.



É do conhecimento do mundo mineral – diria o Mino Carta – que um dos filhos do Roberto Marinho – eles não têm nome próprio – foi a Brasília e mandou acabar com o furdunço do Golpe.

Como dizia o Vasco, isso dá “justa causa”, Ataulpho Merval (ver no ABC do C Af).

A advertência do filho do Roberto Marinho, em si mesma, pesa muito menos que a do presidente do Bradesco, o Luiz Carlos Trabuco, que também tinha mandado acabar com o furdunço do Golpe.

Mas, sabe como é, a Globo ainda mete medo (sobretudo em petista…).

A única coisa que presta no estadão, em comatoso estado, é uma listinha semanal com a media das audiências da televisão aberta.

(O ansioso blogueiro se exime de mencionar a espetacular audiência do programa em que trabalha, na Record…)

Mas, veja, amigo navegante, a situação da Globo, nessa listinha de hoje, 16/08, com os três programas de maior audiência da casa, na praça de São Paulo:

- Babilônia – 26 pontos (um fracasso retumbante);

- I love Paraisópolis – 24 pontos (não paga as contas);

- SPTV – 2ª Edição – 23 pontos.

O que significa:

1) que o Fintástico dá menos de 23 (na verdade, está na região Norte da casa dos dez);

e 2) que o jornal nacional dá menos de 23 (na verdade, se aproxima vertiginosamente da casa dos dez, o que não paga as contas dos maquiadores do Bonner).

Portanto, o jornal nacional só serve pra botar medo em petista e lustrar o imenso EGO do Juiz da Vara de Guantánamo.

Uma das muitas razões da decadência irremediável do jornal nacional é que ele passou a ser feito na editoria “o Brasil é uma m…”.

O Brasil do jornal nacional (sic) é sujo, fétido, corrupto, mal acabado, incompleto, incompetente, habitado por seres de inferior extração genética e moral.

Como se sabe, quem manda no jornal nacional é o Gilberto Freire com “i” (também no ABC do C Af).

É ele quem decide sobre o que fazer, quem entrevistar e quem e o que esculhambar, destruir, menosprezar, perseguir, julgar e condenar.

O Bonner decide sobre o que não tem importância.

Acima do Freire paira o patrão.

Mas, o patrão de hoje não é o Roberto Marinho (no livro se encontra análise pormenorizada do estilo de administração, ontem e hoje, na Globo).

O que fez de Freire o mais poderoso diretor de jornalismo da casa (o ansioso blogueiro conviveu com os antecessores e tem como comparar).

Por isso, o Freire e o jornal nacional quebraram a Globo.

Exagero, amigo navegante ?

Veja o que está na Fel-lha (no ABC do C Af), outra organização à beira do inevitável colapso:

Grupo Globo pediu moderação a políticos

(…)

Conforme relatos obtidos pela Folha (…) , Marinho manifestou em todos os encontros preocupação com a situação econômica, mencionando a queda acentuada (sic) do faturamento dos grupos de mídia e de outros setores da economia.

(…)

A Fel-lha descobriu a pólvora, o que o Vasco já tinha observado e o DCM também: a Globo está de pires na mão.

E foi a Brasília conversar com três ministros que morrem de medo da Globo – entre eles, o bravo General Assis Oliva (no ABC do C Af).

Por que a Globo desceu do trono e se rebaixa tanto ?

Entre outras razões, porque ajudou a espalhar o odor da editoria “o Brasil é uma m…” !

Ela é vítima do que excreta.

Vinte e quatro horas por dia, sete dias na semana, 365 dias por ano, do Mau Dia Brasil àquele jornal que não tem hora para entrar, o da madrugada, na GloboNews, das suaves apresentadoras e âncoras do Entre Caspas … – é uma organização inteira dedicada à produção de massa fétida.

E querem que o anunciante vá lá pagar um preço de tabela de quando jornal nacional dava 50 pontos e o Fintástico outros 50 …

Acham que os anunciantes são uns parvos.

Apesar da criminosa pratica do Bônus por Volume, que foi condenada pelo Supremo no mensalão (o do PT, porque o do PSDB se esvaiu com a credibilidade do jn), mas, na Globo, é santo, imaculado.

Com BV e tudo, “a queda acentuada do faturamento dos grupos de mídia” acabou por atingir a Globo mortalmente.

Os ministros petistas devem estar consternados.

Se depender deles, a Globo continuará a encher o saco de publicidade governamental.

Mas, nem assim.

Porque a qualquer hora vem aí uma CPI para esmiuçar o que o Governo faz com o dinheiro que aplica na Globo: compra o jornal nacional com 50 pontos de audiência, e recebe 20 ?

Cuidado, isso é dinheiro do povo !

Olha o Moro aí !

Em tempo: esse Bessinha …​


Paulo Henrique Amorim
****
Fonte:http://www.conversaafiada.com.br/pig/2015/08/16/jornal-nacional-quebrou-a-globo/
Postar um comentário