terça-feira, 11 de agosto de 2015

Após ficar cega por 13 anos, mulher volta a enxergar graças a um olho biônico

11.08.2015
Do portal JORNAL CIÊNCIA, 10.08.15
Por Bruno Rizzato


Uma mulher de 58 anos, chamada Carmen Torres, tornou-se a primeira pessoa no estado da Flórida, nos EUA, a ter um olho biônico instalado.

O dispositivo permitiu que ela visse luz e formas básicas, após 13 anos de cegueira, com uma formação complementar de que ela será capaz de ver o mundo com mais detalhes.

Carmen foi diagnosticada com retinite pigmentosa quando tinha 18 anos, uma condição que, gradualmente, faz com que as células sensíveis à luz, na retina do olho, morram, deteriorando gravemente a visão ao longo do tempo. Aos 45 anos, a mulher foi declarada legalmente cega.

Há nove meses, ela teve um dispositivo, chamado Argus II Retinal Prosthesis System, implantado cirurgicamente. O olho biônico funciona gravando tudo o que Carmen vê através de uma pequena câmera embutida em um par de óculos de sol. As imagens de vídeo são então transmitidas por Wi-Fi para um pequeno computador vestível, que os converte em impulsos elétricos enviados a um conjunto de eletrodos dentro de seu olho (por isso há cirurgia). Esses impulsos elétricos indolores acionam o nervo óptico e faz o cérebro "ver" padrões de luz.

No vídeo abaixo, a mulher revela que não é exatamente o mesmo que ver algo com seus próprios olhos, mas assim como aprender outro idioma, ela já aprendeu a interpretar os sinais visuais em imagens úteis. Ela já é capaz de identificar as formas, tais como prédios e pessoas, e pode até ver as estrelas no céu, usando o olho biônico. "É muito emocionante", disse ela a repórteres em uma conferência de imprensa, referindo-se ao fato de poder ver novamente. "Mas eu sou muito forte e eu não chorei. Eu estava feliz e rindo como uma louca”, completou.

Carmen é uma das cerca de 100 pessoas ao redor do mundo que tiveram um olho biônico instalado. No momento, o sistema ainda está em fase inicial, demonstrando sua eficácia para o tratamento da perda de visão relacionada com a idade e retinite pigmentosa.

Em três anos, 89% dos pacientes foram capazes de ver novamente usando o dispositivo. Os pesquisadores também estão procurando maneiras de usar o olho biônico para ajudar uma gama mais ampla de pacientes com deficiência visual.
****
Fonte:http://www.jornalciencia.com/tecnologia/biotecnologia/5091-apos-ficar-cega-por-13-anos-mulher-volta-a-enxergar-gracas-a-um-olho-bionico?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+jornalciencia%2FmnER+%28Jornal+Ci%C3%AAncia%29
Postar um comentário