domingo, 7 de junho de 2015

Segurada postou “se sentindo feliz” nas redes sociais e perdeu o auxílio doença do INSS

07.06.2015
Do blog BRASIL29
 Segurada

O que era para ser o registro de um dia agradável, acabou sendo utilizado pelo INSS como prova contra ela

A Advocacia-Geral da União (AGU) usou postagens na rede social Facebook para provar que uma trabalhadora que recebia auxílio-doença concedido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) não se encontrava incapacitada por quadro depressivo grave e tinha condições de retornar ao trabalho.

Entendemos que uma pessoa com um quadro depressivo grave não apresentaria condições psíquicas para realizar passeios, emitir frases de otimismo, entre outros. Portanto, consideramos que a paciente apresentou cessada sua incapacidade após o exame pericial  “, declarou o perito em comunicado.

O caso ocorreu em Ribeirão Preto/SP. A segurada conseguiu, no posto, provar que estava com depressão desde novembro de 2013 e, desde então recebia auxílio-doença por depressão grave.

Em janeiro do ano passado, o benefício foi cortado (após a segurada postar fotos de passeios no Facebook). Em abril, um novo laudo foi emitido, que confirmou o quadro, garantindo o auxílio por mais três meses.

Foi justamente de abril a julho de 2014 que os registros dos passeios em cachoeiras foram feitos.

As fotos eram ainda acompanhadas de frases como “não estou me aguentando de tanta felicidade”, “se sentindo animada” e “obrigada, Senhor, este ano está sendo mais que maravilhoso”.
*****
Fonte:http://br29.com.br/segurada-postou-se-sentindo-feliz-nas-redes-sociais-e-perdeu-o-auxilio-doenca-do-inss/
Postar um comentário