terça-feira, 16 de junho de 2015

PROVÉRBIO DO HIPÓCRITA DA GLOBO

16.06.2015
 
 
PROVÉRBIO DO HIPÓCRITA
Faça o que eu digo
Mas não faça o que eu faço
Esse é o provérbio preferido
Pelos que promovem os panelaços
Contra os escândalos de corrupção
Que são divulgados pela Televisão
De forma contínua e intensa
E nos sentimos tão indignados
Quando vemos que os mesmos pecados
São praticados pela Imprensa.
...

Os direitos de transmissão
Dos jogos dos torneios mundiais
São disputados na escuridão
Longe dos holofotes dos jornais
E sempre a mesma Empresa ganha
E é nos meandros das barganhas
Que ocorrem os acordos suspeitos
E quando o locutor grita rouco:
Bem amigos da Rede Globo!
É porque o crime foi quase perfeito.

Mas como crime perfeito não existe
A verdade sempre acaba aparecendo
Então Bonner constrangido e triste
Abre o Jornal Nacional dizendo:
Prezados telespectadores
Os irmãos Marinho são os autores
Deste meu último texto:
‘‘Usaremos o direito de ficar calados
Porque ninguém é obrigado
A produzir provas contra si mesmo’’.
 
*****
Fonte:https://www.facebook.com/eduardodepaulabarretopoemas
Postar um comentário