domingo, 14 de junho de 2015

GOLPE SUJO CONTRA O PT: 725 reais se transformaram em R$ 36,6 milhões: a contadora filiada ao DEM que levou “laranja” petista a ser denunciada em Veja

14.06.2015
Do blog VI O MUNDO, 11.06.15
Por FELIPE CASTANHERA*

Captura de Tela 2015-06-11 às 12.53.05POLÊMICA
Contadora filiada ao DEM errou prestação de enfermeira
Erro transformou servidora em milionária do dia para a noite; R$ 725 viraram R$ 36,2 milhões
PUBLICADO EM 11/06/15 – 03h00
Filiada ao DEM e ferrenha opositora do PT nas redes sociais, a contadora Rosilene Alves Marcelino admite ter errado a prestação de contas da enfermeira Helena Ventura, candidata a deputada estadual pelo PT, e incluído, indevidamente, o montante de R$ 36,2 milhões em um pagamento feito durante as eleições do ano passado.
O valor correto, de R$ 725, foi pago à empresa de propriedade de Benedito Rodrigues, o Bené, preso pela Polícia Federal na operação Acrônimo.
Porém, com o equívoco de digitação, foram contabilizados os R$ 36,6 milhões, transformando a enfermeira, que é servidora efetiva do Estado há mais de 30 anos e recebe cerca de R$ 2.000 por mês, em uma milionária do dia para a noite.
Helena passou a ser abordada por equipes de reportagens de todo o país, e as matérias, segundo ela, aprisionaram-na em sua própria casa.
O erro gerou a suspeita de que a candidata teria sido usada como laranja para alguma operação ilícita na campanha.
Em entrevista exclusiva a O TEMPO Rosilene, responsável pela Contabilidade Shalon, localizada em Betim, cidade onde a enfermeira reside, reconheceu a gafe.
Por meio de uma declaração escrita de próprio punho e registrada em cartório ontem, ela retificou a informação, explicando que o valor correto do pagamento era mesmo os R$ 725.
“Foi um erro de digitação. Eu disse para ela: ‘Nem você, nem eu vimos’. Ela veio faltando uma hora (para acabar o prazo), querendo que eu fizesse a prestação de contas dela, que tinha que ser feita naquele dia”, justificou, minimizando o problema. “É a coisa mais simples de resolver. É só entrar e fazer a retificação”, completou.
A justificativa, porém, não foi totalmente aceita pela enfermeira, que diz se sentir ameaçada com a repercussão que o caso tomou, após matérias serem publicadas em revistas de circulação nacional. “Foi um valor muito específico para ser confundido por uma pessoa que tem facilidade com números”, lamentou Ventura.
Captura de Tela 2015-06-11 às 12.59.24
A barrigada de Veja, que denunciou Helena Ventura
Quando a prestação de contas foi entregue, em novembro do ano passado, Bené já tinha ganhado as manchetes, após o episódio em que um avião de sua propriedade foi apreendido com R$ 113 mil em dinheiro no aeroporto de Brasília. A ação deu origem à investigação da Acrônimo, que apura suposta lavagem de dinheiro.
Com 20 anos de experiência, a contadora Rosilene fez a prestação de contas de diversos candidatos, mas Helena Ventura foi a única do PT. A profissional foi escolhida por acaso, segundo Helena, após sua contadora habitual recusar o serviço.
De acordo com Helena Ventura, que afirma desconhecer Bené ou a Gráfica Brasil, o gasto se referia a santinhos de campanha, encomendados pelo PT e rateados entre os candidatos na disputa.
Por causa da divergência, o TRE abriu investigação e solicitou esclarecimentos. O tribunal realizou uma diligência em um endereço cadastrado de Helena.
Ataque na rede
Oposição. Nas redes sociais, Rosilene Marcelino posta frequentemente mensagens contra o PT e a presidente Dilma Rousseff. À reportagem, diz que “o PT está destruindo o país”.
Leia também:
******
Fonte:http://www.viomundo.com.br/denuncias/725-reais-se-transformaram-em-r-366-milhoes-a-contadora-filiada-ao-dem-que-levou-petista-a-ser-denunciada-em-veja.html
Postar um comentário