segunda-feira, 25 de maio de 2015

Os perigos da erotização infantil

25.05.2015
Do portal GOSPEL PRIME
Por  Rosivaldo Silva Santos



Os perigos da erotização infantil

O mundo contemporâneo está sem duvida sendo alvo de uma campanha global de sexualização da sociedade. As pessoas estão sendo alvo de modo generalizado de uma descarada e avassaladora onda de desmoralização. Valores e princípios que outrora eram defendidos agora são descartados e com isso as novas gerações estão recebendo como legado moral uma sociedade vazia de pudor. Uma das mais implacáveis aberrações morais tão comuns em nossos dias é pornografia infantil.

Esse tipo de pornografia está sendo difundido não apenas por meio de fotografias de crianças despidas ou com roupas insinuantes, mas uma moda maligna tem sido erguida em nossa nação, essa moda é a chamada geração de “MCis” “mc” é uma sigla que significa mestre de cerimônia e é usada para designar cantores de funk.

O funk comprovadamente é um ritmo sensual que induz as pessoas ao sexo ilícito. Tanto é que aonde os bailes funks são comuns, o numero de meninas que engravidam é inevitavelmente crescente e o uso de drogas acaba tendo uma circulação maior. A grande atração do momento são os shows desta natureza promovidos por crianças que atraem multidões enquanto cantam canções com teor vulgar explicito.

Musicas que falam abertamente de sexo. Ademais, as danças típicas deste estilo musical têm induzido centenas de meninas a buscarem para si um estilo de vida extremante sensual.

Um dos nomes mais falados nos últimos dias foi o da MC MELODY uma menina de poucos anos que tem feito shows onde reproduz danças que esbanjam sexualidade e cantando letras com tom de voz peculiarmente vulgar. O pai da dita criança acha que tudo isso é legal, e que a menina se diverte com isso.

Não posso afirmar que tais coisas não produzam algum tipo de diversão para a criança, mas o que tenho a dizer realmente é que tais práticas são responsáveis por algumas das mais tristes mazelas do nosso tempo:

A sexualização de crianças ainda imaturas para assuntos desta natureza; • O surgimento de um novo padrão de infância que certamente é além de pernicioso contagiante; • Um meio de propagação de pedofilia; • Um claro exemplo de exploração infantil; • Um incentivo a pornografia infantil • Um meio de propagar que a mulher é um mero objeto sexual, mesmo as mais novinhas; • Uma clara propagação de que sexo não tem idade; • Uma grande colaboração aos abusos sofridos por crianças; • Uma opção descarada para pedófilos.

Não resta dúvida de que esses atos são totalmente degradantes e precisam ser, a todo custo, reprovados e os autores de tais infâmias (os pais ou responsáveis) punidos com todo o rigor da lei. Em meio a tantos descasos gritantes mostrados a cada dia pela mídia já é tempo de a leis brasileiras mostrarem que servem para alguma coisa de fato útil para a preservação da moral e da infância em nossa nação.

Mas infelizmente percebo que todos os alardes que estão sendo feitos nos dias de hoje serão parte de uma passado muito em breve quando tais mazelas forem pelas autoridade consideradas normais no Brasil.

Só temos Deus por nós, mais ninguém!!!
*****
Fonte:http://artigos.gospelprime.com.br/erotizacao-infantil/
Postar um comentário