segunda-feira, 13 de abril de 2015

Melo: Cerra não deixa cartel à beira da estrada

13.04.2015
Do blog CONVERSA AFIADA
Por Paulo Henrique Amorim
 
Defender o seu tesoureiro Marcio Fortes (do HSBC) ele não defende…
 
O Conversa Afiada reproduz trechos de imperdível artigo de Ricardo Melo na Fel-lha (ver no ABC do C Af), que foi gloriosamente fulminada na global derrota:

“Cadeia da Ilegalidade


(…)

A mídia mainstream
(aqui chamada de PiG – PHA) aderiu com tudo às passeatas que pedem impeachment da presidente, fim da corrupção, afastamento do ministro Toffoli (!!!)
e, por que não, intervenção militar.

(…)

Não interessa se neste 12 de abril houve mais ou menos pessoas do que em manifestações anteriores. Quem teve a chance de conhecer países em que a democracia existe há tempos sabe que atos como estes são corriqueiros.

(…)

O que impressiona é a cobertura digna de Copa do Mundo destinada a tais manifestações ocorridas no Brasil. Jornalistas de verdade gostam de notícias. Mas o que poderia ser mais tedioso e revelador do que ouvir o dia inteiro a mesma narrativa (palavra da moda) sobre atos esvaziados ou inflados artificialmente?



Porém, o Melo não se limita a essas considerações afiadas.

No fim, ele faz autópsia do caráter exemplar desse herói da Ética Tucana (que rivaliza com o campeoníssimo Carlos Sampaio – quem é mesmo Carlos Sampaio?)



FRASES QUE FICAM


“Você não pode olhar do ponto de vista moral. Os grupos econômicos se articulam. [...] Você não perguntou, mas posso dizer aqui para a mídia: cartel virou sinônimo de delito, mas não é nada mais, nada menos que monopólio. São empresas que combinam preço, não que tomam preço. Esse é um fenômeno supercomum no mundo inteiro. [...] Quando jornais do interior combinam de aumentar e diminuir preço do jornal, há cartel aí [...] Isso não significa que cartel é delito. De repente, em estação de Metrô, em obra pública, diz que se formou cartel e parece que é ‘opa, tem cartel aí’, mas é o mesmo que se dizer que se formou um monopólio, oligopólio.”

(José Serra, PSDB, em 25.ago.2014, quando candidato ao Senado, durante evento para empresários do setor de comunicações. À disposição na internet.)

Navalha
Viu isso, Dr Moro ?
Cartel não é crime !
Já imaginou se o Vaccari dissesse isso ?
O senhor mandaria ele para Guantánamo, sem escalas !

Paulo Henrique Amorim





 
*****
Fonte:http://www.conversaafiada.com.br/politica/2015/04/13/melo-cerra-nao-deixa-a-cartel-a-beira-da-estrada/
Postar um comentário