terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Quem conspira contra Dilma são corruptos contra a faxina e quem quer roubar o pré-sal.

10.02.2015
Do blog OS AMIGOS DO PRESIDENTE LULA


O Ministro da Justiça José Eduardo Cardozo reagiu à saliência golpista da oposição na imprensa e começou a dar também a versão do governo. Já é melhor do que o silêncio, mas precisa aumentar bastante a combatividade e melhorar a estratégia para não sofrer mais derrotas na batalha da comunicação.

Cardoso deu entrevista ao jornal "O Globo" e à revista Veja. Alguém tem que responder nestes veículos demotucanos reacionários, e Cardozo até que falou bem se a entrevista fosse para um jornalismo mais honesto.

Mas em se tratando de "O Globo", precisa ter método e saber enxergar malícia, senão sua própria entrevista passa a ser usada contra o governo, através da edição e das manchetes.

Não deu noutra. O Globo estampou uma manchete na capa (com erro na edição impressa, onde engoliu a palavra "fato") que coloca a presidenta como se estivesse só na defensiva, acuada. No texto da chamada de capa, as citações de Cardozo a FHC foram censuradas, o que confirma a notícia dada por Luis Nassif de que há ordens para censurar o nome de FHC ligado ao escândalo da Petrobras.

Entrevistas no Globo, Veja e similares tem que ter precisão cirúrgica para não ser editada de forma deturpada.

Se eu fosse Cardozo (ou qualquer outro membro do governo), em se tratando de Globo e Veja, passaria 100% da entrevista passando didaticamente três mensagens que os editores e leitores destes veículos não querem ouvir:
1) A corrupção na Petrobras vem do governo FHC. Os corruptos começaram a roubar a empresa no governo FHC. No governo FHC havia obsessão para fazer encomendas internacionais na Petrobras, daí o caso da holandesa SBM Offshore ser só a ponta do iceberg de uma longa investigação sobre propinas em paraísos fiscais, que o governo quer recuperar o dinheiro desviado.
.
2) Dilma está fazendo a "faxina" na Petrobras e no Brasil que nunca foi feita antes de Lula. FHC era conhecido pela política de engavetar investigações, o que protegia os "amigos do rei" e fazia a festa dos corruptos para sangrar os cofres públicos. Na época de FHC, faltou até gasolina para a Polícia Federal fazer operações de combate à corrupção. Hoje a PF tem até avião próprio. FHC escolheu o Procurador Geral que ficou conhecido como engavetador e que não era o mais votado pela classe. Nos governos de Lula e Dilma, são os membros do Ministério Público que elegeram, respeitando a autonomia para investigar.
.
3) Quem quer derrubar Dilma é quem quer interromper a faxina na corrupção, mantendo intocáveis os esquemas de corrupção como acontecia nos 500 anos de Brasil até na era dos engavetamentos de FHC. Por trás do interesse em sabotar a Petrobras, maior produtora de petróleo do que a Exxon, há a maior corrupção de todas: roubar a riqueza do pré-sal do povo brasileiro.
.
O próprio noticiário sobre a corrupção dos ditos "1%" na Petrobras não pode ser usado contra a imagem da empresa para espertalhões roubarem os outros 99% do patrimônio do povo brasileiro.
Cardozo não disse tudo, mas disse boa parte disso, só que falou com luvas de pelica e era preciso incluir FHC, PSDB e engavetamento em praticamente todas as respostas.

É ineficaz para o leitor reacionário de "O Globo", já envenenado, a mera defesa do governo (apesar de necessária) e não basta questionar a oposição com debate de alto nível.

Mas é eficaz esfregar na cara que a corrupção corria solta desde no governo FHC e que precisa continuar sendo desbaratada, sem blindagem, sem seletivismo partidário, porque não prescreveu, o dinheiro precisa voltar aos cofres públicos e o crime não pode compensar.

Mesmo quando o repórter não é agressivo, na hora que vai para o editor pulbicar, basta baixar a guarda em uma resposta que é esse trecho que vai para a capa e para as manchetes, como aconteceu em "O Globo".

Na batalha da comunicação, como em qualquer batalha, conhecer o terreno em que ela é travada é fundamental para a vitória ou derrota. O terreno de "O Globo" e da Veja é o do golpismo demotucano. A mensagem mais importante a ser passada é a que enfraqueça o inimigo que quer lhe derrubar. Funciona mais um ataque inteligente do que a defesa.

Abaixo a íntegra da entrevista:

*****
Fonte:http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com.br/2015/02/quem-conspira-contra-dilma-sao.html
Postar um comentário