Pesquisar este blog

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Jornal distribuído no metrô de SP ironiza apoio de nordestinos a Dilma

23.10.2014
Do BLOG DA CIDADANIA, 22.10.14
Por Eduardo Guimarães
Em tese, se um jornal paulista da capital publica na capa as fotos de dois candidatos à Presidência da República e faz montagem na foto de um deles com uma intenção bastante óbvia de vinculá-lo ao Nordeste, só pode estar querendo ajudar esse candidato. São Paulo é um Estado repleto de nordestinos ou descendentes de nordestinos…

Porém, há anos que os paulistas vêm sendo acusados de preconceito contra nordestinos por conta de uma parcela de sua população que não faz a menor questão de esconder verdadeira ojeriza que tem ao povo do Nordeste, tanto no que diz respeito à cultura da região quanto ao fato de haver mais nordestinos negros do que brancos.
Episódios recentíssimos de manifestação de preconceito em redes sociais contra o povo do Nordeste por votar majoritariamente em Dilma acabaram mostrando que a grande maioria dessas agressões partiram de paulistas, sejam da capital ou do interior de São Paulo.
Por esse ângulo, a capa do jornal gratuito Metro News, em sua edição de 22 de outubro, induz a crer que a intenção na montagem que o leitor vê no alto da página pode não ter sido a de favorecer a presidente da República ao associá-la ao povo nordestino, já que acusações de que paulistas e paulistanos (Metrô News é da capital) repudiam esse povo são comuns.
Só para lembrar: a mais notória condenação de alguém por crime de preconceito contra nordestinos foi de umajovem estudante de Direito de Bragança Paulista, interior de São Paulo. Em 2010, ela pregou no Twitter que matassem os nordestinos que votaram em Dilma e os “culpou” pela primeira eleição da atual presidente da República.
Para entender melhor a intenção do jornal haveria que, para começar, ler as páginas seguintes, apesar de, por estarmos em período eleitoral, ser vetado que um impresso distribuído gratuitamente em um aparelho do Estado controlado pelo partido do adversário de Dilma, tomasse partido desse adversário.
Na terceira página do jornal, duas matérias sobre o confronto Dilma/Aécio: a primeira, “Dilma Caminha com Mulheres”; a segunda, “Aécio contesta Datafolha”.
A matéria sobre Aécio dispensa comentários; o título diz tudo. A matéria sobre Dilma, apesar do título simpático, diz que ela “critica” e “acusa” Aécio, quem, na matéria sobre si, aparece vitimizando-se, dizendo-se prejudicado por pesquisas inidôneas que o colocam atrás da adversária nas intenções de voto da corrida sucessória.
Na quarta página, mais duas matérias: a primeira, “Ataques mútuos e propostas”, continua na linha de mostrar Dilma como agressora de Aécio; a segunda, “Pesquisa não indica desidratação de Aécio”. Abaixo, reprodução da matéria do Estadão republicada no jornal gratuito.
O jornal distribuído gratuitamente no metrô de São Paulo costuma publicar textos críticos ao PT e favoráveis ao PSDB, sobretudo ao governo Geraldo Alckmin, que controla o Metrô.
Abaixo, mais algumas capas do Metrô News
*****
Fonte:http://www.blogdacidadania.com.br/2014/10/jornal-distribuido-no-metro-de-sp-ironiza-apoio-de-nordestinos-a-dilma/

Não deu mais para segurar: Dilma, 54%; Aécio 46%

23.10.2014
Do blog TIJOLAÇO
Por Fernando Brito

disparou
O Ibope antecipou, porque todo mundo já sabia.
Dilma abriu oito pontos de vantagem, o dobro da mais esperançosa “margem de erro” para qual os tucanos queiram apelar.
Chegou a 49% dos votos totais, contra 41% do tucano.
Só a fraude ou um golpe midiático lhe pode tirar a vitória.
Que, como disse este blog bem cedo, será por larga margem.
Não duvidem que passe dos 56% x 44% que teve sobre José Serra.
Aécio está se desmanchando como uma pedra de gelo sob o sol.
Mais rápido ainda, porque queima de raiva.
É a vitória da persistência contra o espalhafato, os espertalhões, os conchavos, a incoerência.
Porque político é incoerente, mas o cidadão comum não é, não senhor.
Deixem que o ódio corra por conta de quem tem nojo do nosso povão.
Sejam ignorantes: ignorem os raivosos e espalhem fraternidade.
Ganhe voto não contra Aécio, mas pelo povo brasileiro.
Diga aos indecisos e aos que votam nulo e branco que olhem como o nosso povão resistiu e encontrou o que é melhor para nosso país.
É o povo, sozinho, sem políticos, sem mídia, sem madames e sem doutores.
Pele, instinto, barriga.
Aqueles de quem um bacana de Aécio debochou dizendo que votavam com o estômago.
Esqueceu de outros, muitos outros, que votam com o coração.
PS. Não esquentem com o Datafolha, o resultado é o mesmo, é só arredondamento. Os 48% de votos Dilma, divididos pelo total de válidos, dão 53,3333% e os de Aécio, na mesma conta, dao 46,6666 %. Importa é a linha de ascenção/queda. E saber que há ainda 3 a 5% dos votos indecisos a ganhar e, quem sabe, um pedacinho dos nulos.
*****
Fonte:http://tijolaco.com.br/blog/?p=22413

DATAFOLHA E IBOPE: DILMA DISPARA SOBRE AÉCIO

23.10.2014
Do portal BRASIL247

:
Pesquisas que acabam de ser divulgadas pelos maiores institutos apontam candidata do PT à reeleição à frente do postulante do PSDB além da margem de erro pela primeira vez no segundo turno; na Datafolha, Dilma Rousseff marca 53% dos votos válidos, contra 47% para Aécio Neves, uma vantagem de seis pontos; Ibope tem placar de 54% a 46%, diferença de oito pontos; PT avança na reta final, cerca tucanos e leva Dilma ao favoritismo na eleição de domingo

247 – Levantamentos divulgados pelos institutos Datafolha e Ibope na tarde desta quinta-feira 23 apontam vantagem de seis e oito pontos, respectivamente, da presidente Dilma Rousseff em relação ao candidato do PSDB, Aécio Neves.

No Datafolha, ela atinge 53% das intenções dos votos válidos, contra 47% do tucano. Em comparação com a última pesquisa, Dilma cresceu um ponto, enquanto Aécio perdeu um.

Em votos totais, Dilma registrou 48%, enquanto Aécio atingiu 42%. Brancos e nulos representaram 5% dos entrevistados. Outros 5% disseram não saber em quem votar.

No Ibope, a presidente cresceu seis pontos em relação à última mostra, da semana passada, e registrou 54% dos votos válidos, ante 46% do adversário.

Considerando os votos totais, Dilma registrou 49% contra 41% de Aécio. Segundo a pesquisa, os indecisos são 3% e 7% responderam que vão votar nulo ou em branco no próximo domingo 26.

Com essa diferença, nos dois levantamentos, a candidata à reeleição pelo PT passa a liderar a disputa à Presidência da República isoladamente, pela primeira vez no segundo turno.

As notícias, que chegaram praticamente juntas ao público, mostrou uma inesperada, para a maioria dos analistas, aceleração da definição do eleitorado. O que se nota é que pesquisa Datafolha divulgada dois dias atrás, na qual Dilma apresentava 52% contra 48% para Aécio, não mostrava um quadro cristalizado, mas sim em evolução. 

A candidatura da presidente mostrou capacidade de crescer um ponto - e talvez este ainda não tenha sido o ponto final da evolução. O teto de Dilma pode ser maior. Da mesma maneira, Aécio corre o risco de encontrar seu piso mais abaixo da atual marca, se não tratar de retomar a iniciativa. O grande problema é que a eleição acontece dentro de três dias, deixando de oferecer tempo para uma virada tucano sobre a virada de Dilma.

A presidente está indo para as urnas na condição de favorita.

Abaixo, reportagens da Agência Brasil sobre as pesquisas:

Datafolha: Dilma tem 48% das intenções de voto e Aécio, 42%

Mariana Tokarnia - Pesquisa Datafolha, finalizada hoje (23), mostra a candidata do PT à reeleição, Dilma Rousseff, com 48% das intenções de votos. Aécio Neves, do PSDB, tem 42%. Assim como na pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira, pela primeira vez no levantamento, Dilma lidera a disputa no segundo turno fora da margem de erro.

Votos brancos e nulos somam 5%, enquanto 5% ainda estão indecisos. Considerados os votos válidos (excluindo-se os brancos, nulos e indecisos), Dilma tem 53% e Aécio, 47%. A pesquisa foi contratada pelo jornal Folha de S.Paulo e pela TV Globo. Na pesquisa anterior, Dilma tinha 47% e Aécio, 43% dos votos totais.

De acordo com o levantamento divulgado hoje, 41% afirmaram não votar em Aécio "de jeito nenhum", enquanto 37% afirmaram não votar em Dilma.

A pesquisa Datafolha ouviu 9.910 eleitores na quarta-feira (22) e na quinta-feira (23). A margem de erro é dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01162/2014.

No primeiro turno, Dilma Rousseff obteve 41,59% dos votos válidos e Aécio Neves recebeu 33,55%. O segundo turno das eleições presidenciais será no próximo domingo (26).

Ibope: Dilma tem 49% e Aécio, 41% das intenções de voto

A pesquisa Ibope divulgada hoje (23) mostra a candidata do PT, Dilma Rousseff, com 49% das intenções de votos. Aécio Neves, do PSDB, tem 41%. Votos brancos e nulos somam 7% e não sabem ou não responderam 3%. Na pesquisa anterior, divulgada no último dia 15, Aécio tinha 45% das intenções de voto e Dilma, 43%. Brancos e nulos somavam 7%. Os que não sabiam ou não responderam, 5%.

No caso dos votos válidos, ou seja, excluídos brancos, nulos e os eleitores que se declaram indecisos, mesmo procedimento utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição, de acordo com o instituto, Dilma aparece com 54% das intenções de votos e Aécio com 46% . Na pesquisa anterior, Aécio tinha 51% e Dilma, 49% dos votos válidos.

Quanto ao percentual de rejeição, de acordo com o Ibope, Aécio tem 42% e Dilma, 36%.

O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 203 municípios, entre os dias 20 e 22 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-01168/2014. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo.

No primeiro turno das eleições, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Dilma Rousseff obteve 41,59% dos votos válidos e Aécio Neves, 33,55%
****
Fonte:http://www.brasil247.com/pt/247/poder/158045/Datafolha-e-Ibope-Dilma-dispara-sobre-A%C3%A9cio.htm

IRINEU MESSIAS: AÉCIO É RETROCESSO. Por isso voto em Dilma 13

23.10.2014
Do canal do YOUTUBE
Por Irineu Messias



*****
Fonte:https://www.youtube.com/watch?v=OapeXoxbxQ4

Sivam, o entreguismo do PSDB aos americanos

23.10.2014
Do blog O CAFEZINHO
Por  Camilo Árabe

DolarFHC

Em sua coluna no jornal Folha de São Paulo desta quinta-feira, 23, Jânio de Freitas escreveu sobre o esclarecimento feito por Fernando Henrique Cardoso sobre aspectos de escândalos de seu governo. Leia abaixo e para ler a coluna completa clique aqui.

Esclarecimento

Em cartas à Folha e a “O Globo”, Fernando Henrique Cardoso propôs-se a esclarecer aspectos de escândalos no seu governo, mencionados nos dois jornais. Começa a esclarecer: “Quanto ao caso Sivam, não só que a contratação da Raytheon se deu no governo Itamar, como que ao governo nunca foi atribuído haver participado de malfeitos.”

A Raytheon foi contratada em julho de 1997. Já terceiro ano do governo de Fernando Henrique Cardoso. Assinado o contrato, sob muita contestação, Fernando Henrique telefonou ao então presidente Clinton, como contou, para comunicar que estava feita a contratação do seu interesse, para ser a empresa americana a fornecedora principal e construtora do Sistema de Vigilância da Amazônia, Sivam.

Durante o governo Itamar Franco houve, em 1993, a contratação da empresa brasileira Esca, indicada pelo Ministério da Aeronáutica e pela Secretaria de Assuntos Estratégicos, para gerenciar o processo de criação do Sivam. Em maio de 1994, das 12 candidatas, ficam a Raytheon e a francesa Thomson, cujo escritório no Rio é misteriosamente assaltado e dele retirados estudos e documentos do projeto, enquanto a CIA denuncia nos Estados Unidos a existência de corrupção no pessoal brasileiro ligado à concorrência. Logo em seguida, em junho, a Thomson é excluída da disputa.

fhc-charge-thumbnail
Em abril de 1995, já governo Fernando Henrique, o deputado Arlindo Chinaglia revela estar a Esca envolvida em fraudes contra a Previdência. A partir daí, descobre-se que nove dos seus integrantes são também da Comissão de Implantação do Sistema de Controle Aeronáutico, pessoal da Aeronáutica no lado contratante e no lado contratado.

Em novembro, o chefe do Cerimonial da Presidência, diplomata Júlio César Gomes dos Santos, é surpreendido e gravado pelo secretário da Presidência, Xico Graziano, em telefonema no qual combina com o representante da Raytheon, José Afonso Assunção, o modo financeiro de assegurar parecer favorável, no Senado, à contratação da empresa americana. O relator era o então senador Gilberto Miranda, personagem de vários assuntos discutíveis.

Graziano é afastado da Presidência e, mais tarde, Júlio César dos Santos ganha uma embaixada na Itália, na FAO. Obtida a aprovação no Senado, o contrato foi assinado, afinal.

Depois, o governo e seus parlamentares tiveram apenas que inviabilizar a CPI da Raytheon. Não é preciso dizer o que significa, ainda, a construção do sistema de controle aéreo e físico da Amazônia por uma costumeira contratada do governo dos Estados Unidos.
****
Fonte:http://www.ocafezinho.com/2014/10/23/sivam-o-entreguismo-do-psdb-aos-americanos/#sthash.HRkLagqh.dpuf