quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Dutra diz que Petrobras está sob "cerco político"

06.08.2014
Do portal BRASIL247
 
: Ex-presidente da Petrobras e atual diretor Corporativo da estatal, José Eduardo Dutra ironiza "denúncia bombástica" sobre 'farsa' da CPI; citado como um dos articulares para que perguntas chegassem às mãos dos depoentes, ele rebate que é natural que a empresa tentasse se defender e buscasse aliados no Congresso; Dutra ressalta ainda, em artigo no jonal GGN, que tese da fraude "ignora olimpicamente que Graça e Gabrielli depuseram também na CPI Mista, inquiridos pela oposição com suas perguntas argutas, incisivas e demolidoras" e questiona: se era tudo um jogo de cartas marcadas, porque a imprensa conseguiu apontar tantas contradições nos depoimentos?

Assessores do tucano Alckmin controlaram perguntas e ações da CPI da propína do metrô em SP

06.08.2014
Do BLOG DO SARAIVA
O candidato Aécio Neves está empacado nas pesquisas com seus 20% há anos. Agora, a revista Veja dos tucanos, resolveu colaborar com o Aécio criando a escandalização do nada, sobre as perguntas na CPI.  Perguntas que estavam disponível no site Senado Federal, nos dias 14 de maio e 02 de junho, respectivamente, onde foram publicados os planos de trabalho das referidas comissões"...A oposição, que só esta  viva ainda, por que conta com as manchetes sensacionalista da imprensa, se assanhou. Mas, eis que nessa quarta feira (06), a coluna Painel da Folha, publica uma notinha afirmando que, os tucanos estão fazendo tudo o que condenam no adversário político. (Veja imagem)
 Escândalo? Terá repercussão na Veja?

PT convoca CPI do metrô e PSDB chama assessor para treinar respostas

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) mista do cartel do metrô deverá ser instalada hoje pelo Congresso Nacional. O PT apresentou o pedido, mas a indicação dos integrantes esbarrava na falta de sessões do Congresso.

A liderança do PT, encontrou a lista completa dos integrantes da CPI mista na ordem do dia da sessão do Congresso que seria realizada no dia 16 de julho e o senador Eduardo Suplicy (PT-SP), convocou ontem a reunião de instalação do colegiado.

No primeiro encontro serão eleitos o presidente da comissão (um senador do PMDB) e o deputado Renato Simões (PT-SP) como relator. O PT também quer aprovar o plano de trabalho e os primeiros requerimentos de informação, com pedidos para que os tribunais de justiça, Ministério Público e Polícia Federal encaminhem todos os processos referentes ao caso. Para instalar a CPI será necessária a presença de pelo menos sete dos 13 senadores e 14 deputados indicados para a comissão, mas o governo tem ampla maioria no colegiado.

A CPI vai apurar denúncias de propina para políticos do PSDB , corrupção de autoridades e irregularidades em contratos, licitações, execução de obras e manutenção de linhas de trens e metrôs no Estado de São Paulo, durante as administrações do PSDB, e no metrô do Distrito Federal, sob a gestão do DEM,José Roberto Arruda.

O deputado Mendes Thame (PSDB-SP), indicado pela oposição para a CPI, disse que, "Não temos medo da investigação. Se ficar comprovado que alguém infringiu a lei, tem que ser punido."
****
Fonte:http://saraiva13.blogspot.com.br/2014/08/assessores-do-tucano-alckmin.html