Pesquisar este blog

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Empresas de ônibus receberam 22 estádios da Copa em dinheiro público desde 2010

23.05.2014
Do portal REDE BRASIL ATUAL, 22.05.14
Por Diego Sartorato, da RBA 

Concessionárias e permissionárias não negociam reajuste superior a 10% com motoristas se prefeitura não aumentar repasses; desde 2010, R$ 22,2 bilhões foram pagos a empresas  
MARCOS BEZERRA/FUTURA PRESS/FOLHAPRESS
onibusgreve_Marcos Bezerra_Futura Press_Folhapress.jpg
No ano passado, aumento do subsídio foi caminho encontrado por Haddad para desfazer aumento da tarifa
São Paulo – O movimento dos motoristas e cobradores de ônibus de São Paulo, que fechou 16 das 29 garagens do sistema de transporte público à revelia do sindicato dos trabalhadores e causou sérios problemas à mobilidade na cidade na terça e quarta-feiras (20 e 21), aliou-se ao SP Urbanuss, sindicato patronal que representa as empresas de ônibus, para cobrar da prefeitura a solução do impasse em torno do reajuste salarial da categoria: as empresas se recusam a oferecer reajuste acima dos 10% acordados com o sindicato – os trabalhadores pedem 13% – alegando falta de receita, mas podem rever a posição caso a prefeitura aumente os subsídios pagos às permissionárias e concessionárias por viagem realizada; na reunião realizada ontem, na Superintendência Regional do Trabalho de São Paulo, os trabalhadores reforçaram essa demanda.
As empresas, no entanto, receberam R$ 22,2 bilhões da SPTrans, de janeiro de 2010 a março de 2014, de acordo com dados do Portal da Transparência da Secretaria Municipal de Transportes. O valor, que representa os subsídios pagos pelo poder público e o valor da tarifa, que é registrada pela SPTrans e depois devolvida às empresas, é equivalente ao necessário para construir 22 arenas Corinthians, estádio de abertura da Copa, em Itaquera, na zona leste. Além disso, o último acordo pelo aumento dos subsídios mensais ocorreu há menos de um ano, após os protestos de junho de 2013. O aumento dos subsídios de uma média de R$ 230 milhões mensais pagos em 2012 para os cerca de R$ 300 milhões mensais pagos atualmente foi a forma encontrada pela prefeitura para atender à demanda dos movimentos de rua e congelar o preço da passagem em R$ 3.
Fora os valores pagos às empresas diretamente, a SP Urbanuss recebeu, no mesmo período, cerca de R$ 153 milhões da SPTrans em parcelas de R$ 3 milhões ao mês, em média.
Os custos operacionais das empresas de ônibus, no entanto, são desconhecidos: desde março deste ano, a auditoria e consultoria EY analisa as tabelas das empresas de ônibus com o objetivo de conferir se as informações prestadas pelas empresas são verdadeiras ou se mascaram os verdadeiros resultados financeiros para garantir maiores repasses do poder público e oferecer reajustes salariais menores aos trabalhadores.
"O grande problema, hoje, é que discutimos esse assunto no escuro. Nós já analisamos algumas planilhas e é difícil saber se é o que se refere à realidade. Só a auditoria pode nos revelar a relação entre o lucro delas e a manutenção do sistema", afirma Maurício Broinizi, coordenador da Rede Nossa São Paulo e integrante do Conselho da Cidade. "Mas, neste momento, me parece que não cabe novo reajuste", completa. A previsão é que a auditoria apresente relatórios em julho deste ano.
Além da auditoria, uma Comissão Parlamentar de Inquérito conduzida na Câmara entre fevereiro de 2013 e fevereiro de 2014 analisou as planilhas e chegou à conclusão de que é necessário modificar a forma de prestação de contas das empresas para garantir maior transparência aos indicadores, de difícil compreensão e verificação.
As empresas de ônibus operam as cerca de 1,3 mil linhas de ônibus que atendem à cidade, organizadas em oito áreas em torno da região central de São Paulo. As linhas são divididas ainda entre estruturais, que conectam diferentes zonas da cidade, e locais, que cuidam do transporte dentro dos bairros. Para essas linhas, há dois tipos de contratos diferentes, o de concessão, praticado para as linhas estruturais e para as quais são contratadas empresas de grande porte, e de permissão, praticado para as linhas locais e atendido por cooperativas e organizações de menor porte.
São, no total, 16 consórcios, um concessionário e um permissionário por área do transporte público. A paralisação iniciada nesta semana compreende funcionários de empresas concessionárias que ficam com, aproximadamente, 60% do valor pago pela SPTrans a todas as empresas de transporte que atendem linhas em São Paulo.
*****
Fonte:http://www.redebrasilatual.com.br/politica/2014/05/empresas-de-onibus-receberam-22-estadios-da-copa-em-dinheiro-publico-desde-2010-265.html

O que o JN tem contra a metade de cima do Brasil, para não noticiar inauguração da Norte-Sul?

23.05.2014
Do blog OS AMIGOS DO PRESIDENTE LULA


O Jornal Nacional da TV Globo está tão tucano que deu o vexame de censurar a inauguração do trecho da ferrovia Norte-Sul de Palmas (TO) até Anápolis (GO), só porque é uma obra federal do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

O telejornal achou mais importante noticiar que o cartola da Fifa, Jérôme Valcke, "se anima ao visitar Mineirão e Mané Garrincha", do que uma ferrovia que corta o Brasil por 1500 km (por enquanto).

Francamente, perto da Norte-Sul que importância tem um simples elogio de um cartola da Fifa para dois estádios já prontos há um ano e usados desde a Copa das Confederações, no ano passado?

Já a Ferrovia Norte-Sul é um marco para o desenvolvimento de Goiás, Tocantins e Maranhão, passando por dezenas de cidades, com reflexos para a região Norte e parte do Nordeste. Vai beneficiar até a Zona Franca de Manaus, cujos produtos, como motocicletas, passarão a usar a ferrovia para baratear o frete para o Brasil Central e redondezas, por exemplo.

E por chegar até Anápolis, a ferrovia é estratégica para todo o Brasil, pois a cidade tem um porto seco para cargas, que faz um entroncamento rodo-ferroviário, já ligado por antigas ferrovias que cortam o Sudeste, até os portos de Santos, Vitória e Rio de Janeiro. Além de abrir uma nova rota em direção ao Norte, desafogando os portos do Sudeste e reduzindo custos.

Se o Jornal Nacional não quisesse mostrar a presidenta Dilma na cerimônia de inauguração, pelo menos deveria mostrar só a ferrovia, respeitando o povo brasileiro ao dar notícia que é do maior interesse público.

Com esta inauguração, a ferrovia Norte-Sul completou 1.574 quilômetros desde o Maranhão até Goiás.

Dois dias antes, na cidade de Gurupi (TO) foi inaugurado outro Pólo de Cargas na ferrovia. A expectativa na cidade é de gerar pelo menos 3.500 empregos diretos no processo de transporte de cargas. A prefeitura espera também atrair empresas, com as vantagens logísticas que passou a ter.

Outro importante terminal de cargas ao longo da ferrovia é o Pátio de Porto Nacional, situado a 23 quilômetros de Palmas, usado por grandes empresas distribuidoras de combustíveis (BR Distribuidora, Raízen e Norship) e grãos Ceagro.

Esses terminais e o porto seco atendem ao transporte de contêineres, combustíveis, minério e commodities agrícolas, tanto para exportação como para importação de produtos.
Pátios Multimodais de cargas no novo trecho da ferrovia: 
Pátios
Empresas
Sentido importação
Sentido exportação
Porto Nacional/TO
Petrobrás
Diesel e gasolina
Etanol e biodiesel
Raízen
Diesel e gasolina
Etanol e biodiesel
NovaAgri (projeto)
Grãos
Ceagro (em obras)
Grãos
Grãos
Norship (em obras)
Diesel e gasolina
Etanol e biodiesel
Gurupi/TO
Brazil Marítima
Minério de manganês
Anápolis/GO
Granol
Grãos
Farelo de Soja
Porto Seco
Carga geral
Carga geral

Outro trecho desta ferrovia está em construção. Segue até Estrela d’Oeste (SP). O percurso de 682 quilômetros já tem 60% de execução física e previsão de conclusão para 2015.
*****
Fonte:http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com.br/2014/05/o-que-o-jn-tem-contra-metade-de-cima-do.html

CNJ estoura outro mensalão! Dentro do Judiciário!

23.05.2014
Do blog CAFEZINHO, 20.05.14
Por Miguel do Rosário

Pois é, enquanto a mídia ecoava bordões sobre o mensalão ser “o pior e maior caso da corrupção da história”, alguns membros do próprio Judiciário cuidavam de desmoralizar essa estatística.
O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) acaba de afastar duas desembargadoras acusadas de estarem envolvidas num esquema de desvio de mais de R$ 2 bilhões.
O mensalão movimentou, segundo o STF, menos de R$ 100 milhões.
Estou à espera de grandes manifestações organizadas pelos movimentos anticorrupção para protestar contra isso!
Também espero editoriais e colunas indignadas.
Chico Caruso vai repetir o que fez com os réus do mensalão e fazer desenhos das desembargadoras nuas, escondendo suas vergonhas com as mãos?
Esse crime, se confirmado, serve para entendermos que não há inocentes nas instituições brasileiras. A corrupção, infelizmente, grassa em todas as esferas, no Ministério Público e no Judiciário.
Não há sentido, portanto, em demonizar a classe política e endeusar o Judiciário. Ambos estão corroídos pela praga da corrupção, com a diferença que os políticos podem ser filtrados pelo voto popular.
Os juízes tem cargo vitalício.
Mas tem uma coisa. As desembargadoras afastadas são inocentes até prova em contrário. O blog não irá humilhá-las nem massacrá-las diariamente como fez a imprensa.
E não há domínio de fato, pois se houvesse, quem seria o culpado, o presidente do STF?
Gilmar Mendes bem que poderia dizer algo como: “Mas o que-fizeram-com-o-Judiciário?”
Descubro ainda, num blog do Pará, que uma das desembargadoras acusadas, Vera Araújo de Souza, teria parentes trabalhando na assessoria do governador tucano Simão Jatene.
*
Matéria publicada no Correio Forense.
CNJ afasta desembargadoras por suspeita de participação em fraude
O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) abriu, nesta segunda-feira (19/6), Processo Administrativo Disciplinar (PAD) para apurar a conduta de duas desembargadoras do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA), Vera Araújo de Souza e Marneide Trindade Pereira Merabet. A sindicância conduzida pela Corregedoria Nacional de Justiça encontrou indícios de faltas funcionais cometidas pelas magistradas em 2010 e 2011. Segundo o relator da sindicância, ministro Francisco Falcão, as magistradas violaram os princípios da independência, imparcialidade, integridade profissional e prudência. Ambas foram afastadas das funções pelo Plenário do CNJ até o Conselho julgar o PAD.
Tanto a então juíza da 5ª Vara Cível de Belém/PA, Vera Araújo de Souza, como a desembargadora Marneide Merabet teriam dado decisões em favor de uma suposta quadrilha que aplicava golpes contra o Banco do Brasil. Os indícios de fraude foram apontados pela própria instituição financeira.
Em novembro de 2010, a então juíza da 5ª Vara Cível de Belém/PA, Vera Araújo de Souza, determinou, por meio de liminar, ao Banco do Brasil que bloqueasse os R$ 2,3 bilhões que haviam sido depositados acidentalmente em uma conta do BB e que estavam sendo então reclamados pelo procurador do titular da conta bancária. Na decisão, a juíza Vera Araújo de Souza reconheceu que o autor da ação tinha o direito de garantir os valores depositados no banco, segundo o relator do processo, ministro Falcão.
Os advogados do Banco do Brasil pediram à juíza a reconsideração da liminar, informando-lhe tratar-se de golpe efetuado por uma quadrilha que, em ocasiões anteriores, empregara a mesma estratégia contra a instituição financeira. O BB apresentou, inclusive, a sentença de um juiz do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) que atestava a falsidade do documento utilizado nas duas tentativas de golpe, a mesma cópia falsificada de um extrato bancário.
Como a magistrada não se manifestou sobre o pedido, o banco recorreu da decisão liminar. A desembargadora Marneide Merabet negou o pedido. “A (desembargadora) proferiu decisão, no mínimo, contraditória, já que, mesmo advertida da existência de prova que demonstrava a inexistência (da falsidade de um dos extratos bancários apresentados pelo autor), negou o pedido de efeito suspensivo, sob o fundamento de não ter a instituição bancária logrado demonstrar justamente o que o laudo comprovava”, afirmou o corregedor em seu voto.
Em dezembro de 2010, a então corregedora Nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon, concedeu liminar suspendendo a decisão da juíza Vera Araújo de Souza por haver indícios de violação do Código de Ética da Magistratura. Um mês depois, a desembargadora voltou atrás da própria decisão e também suspendeu a liminar da juíza da 5ª Vara Cível de Belém, Vera Araújo de Souza, que, no mesmo dia, 17 de janeiro de 2011, homologou pedido de desistência da ação, atendendo a pedido do titular da conta bancária.
O pedido de abertura do PAD foi aprovado por unanimidade. Quanto ao pedido de afastamento das magistradas, que também constava do relatório da Sindicância 0005448-95.2011.2.00.0000, a aprovação foi por maioria, tendo sido vencidos os conselheiros Gisela Gondin, Fabiano Silveira e Emmanoel Campelo. O conselheiro Gilberto Martins declarou-se impedido de votar por ter sido responsável pelas ações penais que o Ministério Público do Pará propôs na investigação, antes de tomar posse como conselheiro do CNJ.
Fonte: CNJ
charge-mensalão
*****
Fonte:http://www.ocafezinho.com/2014/05/20/cnj-estoura-outro-mensalao-dentro-do-judiciario/

NORTE-SUL NÃO EXISTE. NO PIG. BEM FEITO !

23.05.2014
Do blog CONVERSA AFIADA
Por Paulo Henrique Amorim

​Sarney e Dilma realizam o plano secreto do Lula​.

O jn ignorou solenemente a Norte -Sul, a concretização de um sonho de 27 anos.

Assim como fraudou o Globope e fez o Isidoro, amigo navegante, constatar: foi a manipulação da manipulação.

(Para não mencionar a pág. 3, divertidíssima, do Globo Overseas sobre a mesma manipulação da manipulação: “cresce a chance do segundo turno”.

Só se for na assembleia dos credores da Globo Overseas, quando acabar o encaixe da Copa.)

O Globo Overseas tratou da Norte-Sul do ângulo do “atraso”: começou no Governo Sarney – sob a ferrenha oposição de São Paulo – e se conclui agora, com desdobramentos para Santos e Rio Grande (RS).

O Estadão, em comatoso estado, também tratou do Sarney.

E a Fel-lha (*) de SP – não chegue perto, porque ela tem mau hálito, por causa da bílis – simplesmente não noticiou.

Bem feito !

O Governo vai ter que esperar o horário eleitoral gratuito – em que tem o triplo do tempo do Arrocho, aquele que depende do desemprego – para mostrar aos brasileiros a importância dessa “ferrovia das ferrovias”, “coluna vertebral” do Brasil, como disse a Presidenta.

É claro que a omissão do PiG (**) tem um caráter eminentemente político, partidário e Golpista !

“O que é bom – pra Dilma – a gente esconde,” diria o Rubens Kamúpero ! Ou será Ali Ricumel ?

Tem também do geocentrismo e do etnocentrismo da elite paulista – a pior do mundo, segundo o Mino Carta.

São Paulo ignora o Brasil e só não tenta uma segunda Guerra da Secessão, como a de 1932, porque o jogo virou.

São Paulo não pensa o Brasil !, dizia o mestre Fernando Lyra.

E São Paulo olha para o Nordeste, o Norte e o Centro-Oeste como os produtores de algodão da Carolina do Norte olhavam para o Norte, o Nordeste – e para os negros.

Com preconceito ! Desprezo. 

Quantos paulistas sabem distinguir Anápolis, em Goiás, de Annapolis, em Maryland, EUA ? 

Onde ficam Açailândia, Itaqui, Barcarena, Rondonópolis – essa pergunta a um paulista do new-money seria ofensiva, jeca …

Agora, pergunte sobre Bel Harbour ou os outlets de Long Island …

E mal sabem eles que o Nunca Dantes realizou ontem – na inauguração da Norte-Sul – uma parte de seu plano ultra-secreto.

Fazer o Brasil crescer para fora de São Paulo.

Levar o Brasil para dentro do Brasil, para outros cantos.

Como observou a Dilma na solenidade da conclusão da ferrovia – no plano previsto pelo Sarney:

Hoje, todo mundo pensa no fluxo de prosperidade que vai surgir do Norte para o Sul, nos trilhos da ferrovia.

Mas, olhem bem para o rumo das hidrovias.

(O paulista faltou à aula de Geografia !)

E imaginem o fluxo de expansão e crescimento que vai surgir do Sul para o Norte, Centro-Oeste e Nordeste do Brasil.

Sem, esquecer da Transposição do rio São Francisco, que o Estadão e o Fintastico não conseguiram abortar.

E é desse fluxo, de baixo para cima, que a elite de São Paulo faz questão de se marginalizar.

Por preconceito.

Do programa de investimentos em infra-estrutura, de que a Norte-Sul é eloquente exemplo.

E a BR-163 ?

E a agricultura em torno de Sinop, que entope a Urubóloga ?

E o terminal de carga em Rondonópolis ?

E Lucas do Rio Verde, que vai se ligar à Norte-Sul ?

O Brasil cresce (muito !) fora de São Paulo.

E nos trilhos.

Já ouviu falar, amigo navegante, naquela história de perder o bonde ?

A Big House paulista e seus instrumentos no PIG perderam o vagão.

E por que milhões e milhões de brasileiros só saberão da Norte-Sul quando o João Santana fizer outros daquelescomerciais que ensandecem a Direita ?

Porque o PT deve uma Ley de Medios ao Brasil !

Porque não tem uma tevê estatal forte, competitiva !

Bem feito !

Quem manda ter medo da Globo ?


Paulo Henrique Amorim


(*) Folha é um jornal que não se deve deixar a avó ler, porque publica palavrões. Além disso, Folha é aquele jornal que entrevista Daniel Dantas DEPOIS de condenado e pergunta o que ele achou da investigação; da “ditabranda”; da ficha falsa da Dilma; que veste FHC com o manto de “bom caráter”, porque, depois de 18 anos, reconheceu um filho; que matou o Tuma e depois o ressuscitou; e que é o que é,  porque o dono é o que é; nos anos militares, a Folha emprestava carros de reportagem aos torturadores.

(**) Em nenhuma democracia séria do mundo, jornais conservadores, de baixa qualidade técnica e até sensacionalistas, e uma única rede de televisão têm a importância que têm no Brasil. Eles se transformaram num partido político – o PiG, Partido da Imprensa Golpista.

*****
Fonte:http://www.conversaafiada.com.br/pig/2014/05/23/norte-sul-nao-existe-no-pig-bem-feito/

TRENSALÃO TUCANO: Robson Marinho, o homem do propinão tucano tenta vender mansão de R$ 7 milhões

23.05.2014
Do blog OS AMIGOS DO PRESIDENTE LULA

Robson Marinho já  se elegeu  vereador e prefeito do município de São José dos Campos (SP), entre 1970 e 1980, pelo PSDB


O conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) Robson Marinho colocou à venda por R$ 7 milhões uma casa na praia Domingos Dias, em Ubatuba, litoral Norte de São Paulo. Investigadores que reúnem provas do envolvimento do ex-chefe da Casa Civil do governo Mário Covas (PSDB) no caso Alstom suspeitam que ele está tentando se desfazer de bens para evitar eventual pedido de bloqueio.

A promotoria quer o afastamento de Marinho de suas funções no TCE sob a alegação de que o conselheiro recebeu propinas da multinacional francesa entre 1998 e 2002.

A informação sobre a venda do imóvel em terreno de 2.300 metros quadrados foi revelada nesta quinta-feira, 22,pelo Jornal Nacional, da TV Globo.

Marinho possui outros bens valiosos, além da casa de Ubatuba, como a Ilha de Araçatiba, com 63 mil metros quadrados, em Paraty, no Rio de Janeiro. A propriedade tem casa com nove suítes, quadra esportiva e heliponto.

A evolução patrimonial do conselheiro é rastreada pela promotoria. O TCE enviou aos promotores cópia da declaração de rendas do conselheiro referente a 2013. A promotoria pediu informações sobre outros exercícios para fazer a comparação.

Quando todos os dados patrimoniais do conselheiro forem coletados, peritos do Centro de Acompanhamento e Execução (Caex) - braço do Ministério Público - irão preparar laudo específico com avaliação de cada bem. Os promotores querem confrontar o patrimônio declarado de Marinho com a renda - o holerite dele no TCE, onde atua há 17 anos, é de R$ 30 mil.

O conselheiro está com US$ 1,1 milhão congelado na Suíça desde 2010, quando a Promotoria de Defesa do Patrimônio Público ingressou com ação cautelar de sequestro perante a 13.ª Vara da Fazenda Pública da Capital.

Marinho é suspeito de ter recebido propinas da Alstom no fechamento do aditivo X do projeto Gisel, para fornecimento de estações de energia em São Paulo, em 1998. O contrato foi assinado pela Alstom/Cegelec com a Eletropaulo/EPTE (Empresa Paulista de Transmissão de Energia), então controladas pelo governo paulista.

A defesa de Marinho afirma que seu patrimônio é compatível com a renda. O criminalista Celso Vilardi, advogado do conselheiro, vai alegar à Justiça que são nulas as provas da promotoria. No estadão
*****
Fonte:http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com.br/2014/05/robson-marinho-o-homem-do-propinao.html

Indignados de plantão - Suíça liga oficialmente Robson Marinho a offshore

23.05.2014
Do BLOG DO SARAIVA, 22.05.14

http://2.bp.blogspot.com/-llPAuQL3dYM/U3rfOMnjf3I/AAAAAAABPsY/Hzd8n6f3jyk/s500/1002605_594537967234757.jpg

Em acórdão enviado ao Ministério Público no Brasil, Tribunal Federal da Suíça, em Lausanne, menciona o caso Alstom – que pagou propina para obter contratos no setor energia do governo tucano em 1998 – e informa que Robson Marinho, ex-chefe da Casa Civil de Mário Covas (PSDB), detinha o “direito econômico” da Higgins Finance, constituída nas Ilhas Virgens Britânicas; empresa recebeu depósitos de US$ 2,7 milhões entre 1998 e 2005 da multinacional francesa.
20 de Maio de 2014




O Tribunal Federal da Suíça, em Lausanne, ligou oficialmente o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, Robson Marinho, ex-chefe da Casa Civil de Mário Covas, à offshore Higgins Finance Ltd. 

Em acórdão enviado ao Ministério Público no Brasil, a Suíça menciona o caso Alstom – que pagou propina para obter contratos no setor energia do governo tucano em 1998 – e informa que Marinho detinha o “direito econômico” da Higgins Finance, constituída nas Ilhas Virgens Britânicas.

A Higgins é titular de conta no Crédit Agricole de Genebra, que recebeu depósitos de US$ 2,7 milhões entre 1998 e 2005 da Alstom. O Ministério Público informa ter provas de que o dinheiro de Marinho tem origem em propinas no caso Alstom.

De acordo com a Justiça, o dinheiro seria pagamento de propina para vencer uma concorrência no valor de R$ 23,2 milhões. O serviço prestado era o fornecimento de equipamentos em três subestações elétricas da Eletropaulo e EPTE. Segundo o Ministério Público, Marinho recebeu dinheiro para dar um parecer favorável à empresa.

http://1.bp.blogspot.com/-nwF_RaXOfeo/U3lJ6j_R7sI/AAAAAAAAN98/BhxwpPsRqMw/s1600/psdb+afro.jpg

A "grande imprensa" é imparcial pra burro!

http://1.bp.blogspot.com/-JXwEhbDcfVk/U3qvyKBmPTI/AAAAAAAAN-M/Q4AiAUIZRtw/s1600/pig+aecio.png
Um dos principais editores da revista Veja, o jornalista Otávio Cabral, deve assumir uma nova função nos próximos dias: a chefia da equipe de comunicação do senador Aécio Neves (PSDB-MG).
Cabral edita a coluna Holofote e é também autor de um polêmico livro sobre o ex-ministro José Dirceu, que, segundo especialistas, teria vários erros factuais. Ele é também casado com a jornalista Vera Magalhães, que edita o Painel, da Folha de S. Paulo.
Nas últimas semanas, o casal viajou de férias ao Japão. Cabral teria comunicado sua decisão ao diretor de Veja, Eurípedes Alcântara, na última sexta-feira. Sua página no Facebook informa que ele "trabalhou" na revista Veja, com o verbo no passado.
http://2.bp.blogspot.com/-TcVzilBS14A/U3qwTPDleRI/AAAAAAAAN-U/TdclVGQfpRo/s1600/pig+aecio+2.jpg
http://4.bp.blogspot.com/-8szO1-sB074/U3tvqWtr5II/AAAAAAAAFaM/e-VWUZ8fLuk/s1600/Editora+Abril+e+PSDB+casamento+eterno.JPG
http://1.bp.blogspot.com/-kAyO9HheTx0/U3t22IW2vZI/AAAAAAAApxo/tuYCSV5nwKk/s1600/aecioveja02.jpg

Audiência do Jornal Nacional caiu 12% até a metade do ano

JORNAIS DA GLOBO, BAND E SBT CAEM; SÓ RECORD SOBE NO IBOPE

http://meublogdepolitica.files.wordpress.com/2014/05/jornal-nacional-em-queda.jpg?w=700&h=464
THIETRE MIGUEL - RIO DE JANEIRO-RJ
******
Fonte:http://saraiva13.blogspot.com.br/2014/05/indignados-de-plantao-suica-liga.html

Jornalistas de programa divulgaram números falsos sobre o valor de Pasadena

23.05.2014
Do blog ESQUERDOPATA, 22.05.14

Jornal do Brasil 


Ex-responsável pela área de negócios internacionais da Petrobras, Nestor Cerveró negou, em depoimento à CPI do Senado na manhã desta quinta-feira (22), que a refinaria de Pasadena fosse "sucata" ou "ferro-velho" quando foi adquirida pela petrolífera brasileira em 2006.

"O valor pago pela Astra Oil foi muito explorado pela mídia. Mas não foram US$ 48 milhões, como amplamente noticiado. Isso é totalmente irreal. A Astra teve que investir nessa unidade e para colocá-la em operação gastou US$ 360 milhões. Não era uma refinaria sucateada e não custou só 48 milhões", enfatizou.

Cerveró explicou que Pasadena pertencia a uma empresa americana tradicional na área de refino. Mas havia sérios problemas administrativos, trabalhistas e ambientais. "A Astra aproveitou a oportunidade, negociou, resolveu os problemas trabalhistas e ambientais, e ainda teve que investir numa unidade de processamento de gasolina para atender requisito de qualidade do mercado americano", explicou.

Segundo Nestor Cerveró, hoje, sete anos depois, Pasadena virou uma refinaria padrão e premiada nos Estados Unidos, o que é motivo de orgulho para a Petrobras.

O ex-diretor da Área Internacional da Petrobras confirmou também a afirmação do ex-presidente Sérgio Gabrielli, segundo a qual, em 2006, o planejamento estratégico da estatal apontava para a necessidade da compra de uma refinaria no exterior.

"Nosso plano apontava para a necessidade de expansão do refino fora do Brasil Havia produção crescente de petróleo pesado na Bacia de Campos. Aliado a isso, o mercado americano crescia em taxas elevadas", explicou.

O fator geográfico também foi importante, segundo o executivo, visto que a refinaria de Pasadena está perto de Houston e do Golfo do México, numa posição estratégica.

O ex-diretor da área internacional da empresa foi o autor do relatório que serviu de base para a aprovação dada pelo Conselho Administrativo da Petrobras à compra da refinaria de Pasadena, em 2006.

*****
Fonte:http://esquerdopata.blogspot.com.br/2014/05/jornalistas-de-programa-divulgaram.html

Principal jurista anti-PT do país denuncia arbítrios de Barbosa

23.05.2014
Do blog CAFEZINHO, 14.05.14
Por Miguel do Rosário

Outra bomba atômica acaba de explodir no colo do golpe. Ives Gandra deu entrevista em que denuncia violentamente os arbítrios de Joaquim Barbosa.
41005500ef71a
Gandra é um dos maiores juristas do país. Mas tem uma característica curiosa: é conservador. E não é pouco não. Gandra é reaça até debaixo d’água. Odeia o PT com unhas e dentes. Se ele toma uma posição como essa, frontalmente contra Joaquim Barbosa, é porque entendeu que o presidente do STF está desmoralizando o Judiciário brasileiro.
Ives Gandra Martins: condenados na AP470 terão de ser indenizados por danos morais
Para o jurista Ives Gandra Martins, um dos mais conservadores do País, a injustiça perpetrada por Joaquim Barbosa a alguns réus da Ação Penal 470 terá um preço alto para o País.
14 de maio – 10:51, do Brasil 247
41005500ef71aEntrevistado pelo jornalista Morris Kachani, o jurista Ives Gandra Martins, afirma que os condenados na Ação Penal 470 que estão cumprindo pena fora do regime ao qual foram condenados, como os petistas José Dirceu, José Genoino, Delúbio Soares e João Paulo Cunha, devem solicitar indenização por danos morais e patrimoniais.
“Trabalhar dentro do presídio é como se você estivesse cumprindo uma pena no regime fechado. Quando alguém cumpre uma pena para a qual não foi condenado, tem todo direito de entrar com ação indenizatória por danos morais e patrimoniais. Os condenados a regimes abertos ou semi-abertos que acabarem por cumprir a pena em regimes fechados, estarão pagando à sociedade algo que não lhes foi exigido, com violência a seu direito de não permanecerem atrás das grades”, ressalta.
Ele questiona a decisão do presidente do STF, Joaquim Barbosa, que nos últimos dias revogou a autorização de trabalho fora da prisão de quatro condenados da AP 470, sob a argumentação de que precisariam cumprir um sexto da pena para obter o benefício de deixar a cadeia durante o dia.
Gandra afirma que “existia uma jurisprudência do STJ, em que concretamente, os condenados ao regime semi-aberto não precisavam cumprir um sexto da pena para trabalhar fora do presídio”. “Mais do que isso, o normal era cumprir um sexto da pena trabalhando fora para já passar ao regime aberto, dependendo do parecer de uma comissão julgadora”, ressalta.
Para o jurista, a decisão de Barbosa “pode prejudicar milhares de presos que estão no semi-aberto e encoraja o aumento da população carcerária”. “Tenho a impressão de que o plenário vai derrubar esta decisão”, frisa.
Sobre José Dirceu, o jurista afirma que ele é “o preso mais vigiado do Brasil”. “Se ele fica gripado, no primeiro espirro todos sabem. Houve suspeita de que os presos do Mensalão estivessem recebendo alimentos e visitas fora do horário, ou usando celular. O que está em jogo é o bom comportamento. Qualquer abuso na utilização do regime semi-aberto, pode implicar uma sanção como o regime fechado. Em todo caso, não acho que estes elementos sejam capazes de mudar um regime. Não houve prova cabal, isso é mais uma suspeita do que realidade”, afirma.
Sobre Joaquim Barbosa, ele diz que, no Supremo, “tem sido um homem extremamente duro”. “Ele tem esse temperamento, de quem veio do Ministério Público”, ressalta.
Neste link a entrevista na íntegra.
*****
Fonte:http://www.ocafezinho.com/2014/05/14/principal-jurista-anti-pt-do-pais-denuncia-arbitrios-de-barbosa/#sthash.yXfHMuoT.dpuf

ISALTINO NASCIMENTO: COMISSÃO CONSOLIDA PROPOSTAS PARA MATA NORTE E AGRESTE

23.05.2014
Do portal ISALTINO NASCIMENTO, 21.05.14
Por Taíza Brito


A Comissão Especial da Mata Norte e Agreste Setentrional da Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado Isaltino Nascimento, está consolidando as sugestões coletadas durante as rodas de diálogo promovidas pelo grupo em Carpina, Goiana e Bom Jardim, desde abril. Para isso, realizou no último dia 19 de maio seminário no Centro de Treinamento do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), em Carpina, no qual as propostas reunidas foram apresentadas e representantes de 27 municípios das duas regiões agregaram novas sugestões ou complementaram os itens já listados.

O documento a ser elaborado, previsto para ser apresentado em audiência pública na Assembleia Legislativa, no próximo dia 2 de junho, visa a contribuir para o desenvolvimento do território estratégico da Mata Norte e parte do Agreste Setentrional do Estado.

As propostas foram sistematizadas em nove eixos temáticos, entre eles gestão pública; educação e formação de mão de obra; mobilidade urbana e intermunicipal; e desenvolvimento econômico e mercado de trabalho. Todos os pontos foram analisados, alguns modificados e outros acrescentados ao longo da reunião. 

PANORAMA - No seminário em Carpina, a professora Tânia Bacelar, da Consultoria Econômica e Planejamento (Ceplan), que assessora a comissão, apresentou um panorama com os principais indicadores sociais da região, que envolve 27 municípios divididos em três grandes polos: Goiana, Carpina e Bom Jardim. Juntos, eles possuem 4,5% da área total do Estado, representam 8,6% da população e, em 2010, somaram 5,1% do PIB estadual. 

De acordo com Tânia, até 2016, mais de R$ 12 bilhões serão aportados na região com a chegada de vários investimentos previstos. Ela ressalta que 95% deles estão concentrados no Polo de Goiana. “As cidades do entorno precisam ficar atentas às oportunidades que esses grandes empreendimentos trazem”, defendeu. 

Segundo ela, a tendência é que esses investimentos extrapolem esse perímetro e avancem nas direções norte e sul, ou seja, João Pessoa e Recife, devido à duplicação da BR-101. Para que todas as cidades da Mata Norte sejam contempladas com os benefícios trazidos por esses empreendimentos é necessário investir em estradas que facilitem o acesso ao polo principal, conforme o entendimento da comissão. 

O vice-presidente da Comissão Especial da Mata Norte e Agreste Setentrional, deputado Antônio Moraes (PSDB), sugeriu que o gasoduto que liga os municípios de Vitória de Santão Antão a Glória do Goitá chegasse até Carpina. “Ele está a 40 quilômetros daqui. Temos um polo cerâmico muito grande. Hoje o gás natural já é usado nas fábricas destes produtos. Seria uma alternativa energética de qualidade para servir de atrativo e trazer indústrias”, indicou o parlamentar. 

O presidente da Comissão Especial, deputado Isaltino Nascimento (PSB), informou que todas as propostas vão estar no relatório final que será divulgado no próximo dia 2 de junho na Assembleia e entregue ao Governo do Estado, prefeituras, câmaras municipais e toda sociedade civil envolvida. 

“Vamos, a partir das ideias, poder colocar em prática as ações. Algumas são de responsabilidade do Governo Federal, outras do Estadual e dos municípios e, às vezes, de forma articulada entre todos. São questões de curto, médio e longo prazo que vão ajudar a subsidiar até mesmo a elaboração do Plano Plurianual 2015/2019 de Pernambuco. Estamos satisfeitos e felizes com a contribuição das propostas”, destacou Isaltino.

*****
Fonte:http://www.isaltinonascimento.com.br/index.php/noticias/714-matanorte8

MANIPULAÇÃO DE JOAQUIM : CNBB BATE EM BARBOSA: "INSUFLA VINGANÇA"

23.05.2014
Do portal BRASIL247, 22.05.14

******
Fonte:http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/140812/CNBB-bate-em-Barbosa-insufla-vingan%C3%A7a.htm