terça-feira, 25 de novembro de 2014

Única autobiografia de um escravo no Brasil será traduzida

25.11.2014
Do blog MUDA MAIS, 24.11.14


A história de Mahommah Gardo Baquaqua, único relato autobiográfico sobre a vida de um escravo no Brasil, vai ser traduzida para o português. Baquaqua foi levado da África Central no século 19 e entrou para a história por seus relatos ao americano Samuel Moore, que em 1854 publicou com detalhes as histórias do tráfico de escravos. Agora, a memória dos escravos ganha ainda mais voz, para que jamais esqueçamos o que passou.

Baquaqua, mesmo tendo “direito à liberdade”, foi vítima do tráfico de escravos e chegou a Olinda em 1845 (ainda que o tráfico estivesse proibido desde 1831). Seu livro é objeto de investigação, por Bruno Véras, apoiada pelo Ministério da Educação e o Consulado do Canadá (onde viveu, depois de livre), que deve difundir pela internet as histórias dos locais onde o ex-escravo passou.

Um dos relatos, como mostra reportagem do Diário de Pernambuco fala de sua chegada ao estado: “Chegamos a Pernambuco, América do Sul, de manhã cedo, e o navio ficou zanzando, sem lançar âncora. Ficamos sem comida e bebida o dia inteiro, e nos foi dado a entender que deveríamos permanecer em silêncio, sem clamor, senão nossas vidas estariam em perigo”.

****
Fonte:http://mudamais.com/fica-dica/unica-autobiografia-de-um-escravo-no-brasil-sera-traduzida
Postar um comentário