quinta-feira, 13 de novembro de 2014

PML: DERROTADA, OPOSIÇÃO COPIA AMERICANO TEA PARTY

13.11.2014
Do portal BRASIL247

:  
Colunista do 247 Paulo Moreira Leite diz que oposição no Brasil, liderada pelo PSDB, tenta reproduzir a situação da extrema direita americana, que "periodicamente tenta paralisar os investimentos e gastos do governo"; sobre a proposta do governo de mudar o cálculo do superávit primário, jornalista diz que oposicionistas têm "postura destrutiva e predatória", criando um "terrorzinho" ao falar em discutir a questão "inclusive do ponto de vista judicial", como disse ontem Aécio Neves, "numa tentativa de criminalizar um debate que é político"; "Evitando rejeitar as manifestações a favor de um golpe de Estado, o PSDB agora luta para aplicar, em Brasília, um programa de austeridade que a população não apoiou", ressalta PML

247 – Derrotada nas últimas três eleições presidenciais, a oposição, liderada pelo PSDB, tenta reproduzir agora a situação da extrema direita norte-americana, o movimento do Partido Republicano Tea Party, que "periodicamente tenta paralisar os investimentos e gastos do governo", afirma o diretor do 247 em Brasília, Paulo Moreira Leite, em nova coluna em seu blog.

O jornalista diz que o PSDB e aliados têm "postura destrutiva e predatória" ao condenar a proposta do governo de alterar o cálculo do superávit primário, criando até mesmo um "terrorzinho" ao falar em discutir a questão "inclusive do ponto de vista judicial", como afirmou ontem o senador Aécio Neves, "numa tentativa de criminalizar um debate que é político". Leia a explicação de PML:

Vamos entender a discussão. O Planalto quer modificar o cálculo para permitir o prosseguimento das obras do PAC e diminuir as carências de nossa infraestrutura (...). É fácil entender estes cuidados. Interromper o PAC implica em desempregar milhares de trabalhadores e atrasar por anos — e quem sabe cancelar para sempre — obras essenciais para o país. Modificar as desonerações implica em criar uma nova tensão entre as regras tributárias e o setor privado. Quem pode ganhar com isso, neste momento?

Em sua avaliação, "a oposição quer dar um empurrão para tentar colocar o país em recessão, rebaixando o crescimento, que está fraco, e queimando o segundo mandato de Dilma antes de ele começar. Imagine aonde eles pretendem chegar. Quem sabe 2018". O colunista constata: "Evitando rejeitar — de modo categórico e sem deixar dúvidas — as manifestações a favor de um golpe de Estado promovidas por uma fatia dos eleitores de Aécio, o PSDB agora luta para aplicar, em Brasília, um programa de austeridade que a população não apoiou".

Leia aqui a íntegra de seu artigo.
*****
Fonte:http://www.brasil247.com/pt/247/poder/160348/PML-derrotada-oposi%C3%A7%C3%A3o-copia-americano-Tea-Party.htm
Postar um comentário