quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Núcleo Rio da FTL-B discute Missão integral, ditadura militar e evangélicos no Brasil

13.11.2014
Do portal FRATERNIDADE TEOLÓGICA LATINO-AMERICANA, 14.10.14
Por Clemir Fernandes*

Centro de Pesquisa Basileia na Tijuca, cidade di Rio de Janeiro, foi o espaço de encontro da mais recente reunião do Núcleo Rio de Janeiro da Fraternidade Teológica Latino-Americana (FTL-B), ocorrido na tarde de 29 de setembro, reunindo mulheres e homens sempre preocupados com a missão da teologia e com a teologia da missão no contexto do Rio, do Brasil e mesmo da América Latina.


Após introdução do encontro e auto-apresentação dos presentes Lyndon Santos, presidente da FTL-B apresentou um breve panorama da consulta da FTL continental ocorrido em setembro em San Jose (Costa Rica), sobre história e missão da igreja, da qual participou, inclusive como palestrante, juntamente com cerca de 40 participantes, entre brasileiros e latino-americanos. Também comentou sobre proposta de o próximo encontro nacional da FTL-B ocorrer em parceria com o encontro continental, em 2015, como é o desejo da liderança da FTL na América Latina, em comemoração dos 45 anos de caminhada da FTL. Ele solicitou e mesmo motivou os presentes a pensarem na possibilidade de realização deste encontro no Rio de Janeiro, acrescentando que existem ainda outras opções de locais, mas priorizando o Rio.


Convidado pela coordenação do Núcleo Rio, Lyndon Santos fez apresentação da temática que motivou o encontro: “As igrejas evangélicas, a missão integral e a ditadura militar no Brasil”. Discorreu sobre a assimilação tardia no Brasil da Missão Integral enquanto reflexão teológica e prática missional, por conta das transformações no campo evangélico produzidas pelo gole de 1964 e pelos desdobramentos do regime militar. Logo após, a pastora Silvia Nogueira, conforme planejamento da agenda, fez reações e comentários à palestra ouvida, avançando para os desafios e relevância de uma igreja a partir da periferia, como exemplo da ação de Cristo.


O debate que se seguiu, rico e profundo, teve a participação ativa e produtiva de todos os presentes, que animados, estimularam a realização de um próximo futuro encontro do Núcleo. Pois há muitos temas novos a serem discutidos e outros a serem reconsiderados nesta, sempre desafiadora caminhada da Teologia da Missão Integral da Igreja, com suas possibilidades, limites, mas também esperança transgressora.


Clemir Fernandes*
Rio, 10/10/14

*****
Fonte:http://ftl.org.br/new/index.php/52-nucleos/237-nucleo-rio-da-ftl-b-discute-missao-integral-ditadura-militar-e-evangelicos-no-brasil
Postar um comentário