quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Itália solta Pizzolato e vê erros sequenciais do STF

13.11.2014
Do blog MEGACIDADANIA, 30.10.14

Erros sequenciais AP 470
A velha imprensa brasileira tem enorme parcela de culpa diante dos inequívocos erros da AP 470.

Qualquer pessoa com um mínimo de senso crítico os identifica facilmente.

O julgamento comandado por Joaquim Barbosa é uma coletânea de aberrações.

Desde maio de 2012, em nossa página no facebook e posteriormente neste blog, a partir de setembro de 2012, registramos que existia um pilar ou viga mestra que poderia desmontar a farsa encadernada na denúncia da PGR/MPF de Antonio Fernando e Roberto Gurgel.

E foi necessário Pizzolato se refugiar na Itália para encontrar um tribunal sem a influência midiática.


CONFIRAM O QUE DISSE O ADVOGADO ITALIANO QUE DEFENDE PIZZOLATO

Alessandro Sivelli assim resumiu os argumentos apresentados pela defesa contra a extradição.

Em primeiro lugar, o fato de que o Brasil "não deveria ter julgado [Pizzolato] perante o Supremo Tribunal", mas em um processo "normal assim como os outros réus que não tinham tido uma função pública [foro privilegiado]". Ocorreu assim "a violação dos dois níveis de jurisdição".

Em segundo lugar "o fato de que ele não foi autorizado a reunir provas do inquérito paralelo" [o 2474 onde Joaquim Barbosa ocultou documentos que inocentam Pizzolato].

E por último, de acordo com a defesa, "o problema das prisões, porque o outro lado não tem sido capaz de refutar os nossos documentos." A referência é a falta de garantia de respeito aos direitos humanos nas prisões brasileiras.


*

MAS A VELHA IMPRENSA BRASILEIRA OCULTA - MAIS UMA VEZ - OS ERROS DO STF OCORRIDOS NO PERÍODO DE JOAQUIM BARBOSA


Compartilhar é o segredo de nossa força!

****
Fonte:http://www.megacidadania.com.br/italia-solta-pizzolato-e-ve-erros-sequenciais-do-stf/
Postar um comentário