terça-feira, 14 de outubro de 2014

Vox Populi: "Onda azul" não colou

14.10.2014
Do BLOG DO MIRO

Por Rodrigo Vianna, no blog Escrevinhador:

A pesquisa Vox Populi, que acaba de ser divulgada pelo Jornal da Record, mostra Dilma Rousseff dois pontos à frente de Aécio Neves no cálculo de votos válidos para o segundo turno: 51% x 49%.

Quando se levam em conta os votos totais (ou seja, quando se incluem os brancos, nulos e os indecisos), o resultado da pesquisa estimulada é o seguinte:

Dilma – 45%

Aécio – 44%

O quadro é de empate técnico, mas com Dilma ligeiramente à frente de Aécio.

Primeira conclusão: a tentativa do candidato tucano (capitaneada pelas Organizações Globo), de criar uma “onda” eleitoral pró-PSDB, não deu certo.

A oposição e a Globo criaram um escândalo de boca-de-urna, com o caso Petrobras explodindo a 3 semanas da eleição (já haviam feito o mesmo contra Lula/PT em 89, 2006, 2010… Além dos ataques sistemáticos a Brizola no Rio desde 1982).

Com a ajuda de Ali Kamel, e de pesquisa duvidosa divulgada pela Revista Época (da Globo), Aécio imaginava criar um “fato consumado”: a eleição estaria decidida.

Não colou… Eleição não se ganha mais no grito – como em 89.

A “onda Aécio” – se existiu – concentrou-se em São Paulo, na reta final do primeiro turno (em São Paulo, o quadro continua muito desfavorável ao PT, que hoje perderia a eleição no Estado – no segundo turno – com um proporção de 2 votos para Aécio x 1 para Dilma).

Acontece que o Brasil não é São Paulo. E a Globo não decide eleição sozinha.

Os levantamentos internos do PT (que devem sempre ser encarados com alguma cautela) já mostravam que o quadro era, sim, equilibrado – com leve recuperação de Dilma. E indicavam que Aécio estava longe de ter virado o “favorito” – como queriam dar a entender Cantanhedes, Mervais e outros quetais.

A eleição está em aberto. Com discreto favoritismo para Dilma – diz o Vox Populi. DataFolha e Ibope mostraram resultado inverso semana passada (com Aécio 51% x Dilma 49%)

Os números do Vox Populi, por região, mostram que o Nordeste é uma fortaleza na defesa da candidatura Dilma. Ali se concentra quase um terço do eleitorado brasileiro. E no Nordeste Dilma tem o voto de dois de cada três eleitores.

No Sudeste (onde se concentram mais de 40% dos eleitores brasileiros) e no Sul (cerca de 15% do eleitorado), Aécio está à frente. Mas a margem não é tão esmagadora. No Norte/Centro-Oeste, há empate (os votos amazônicos pró-Dilma parecem compensar a preferência do centro do país por Aécio).

Ou seja: impera nesta eleição a velha divisão do eleitorado brasileiro – cristalizada desde 2006. A diferença: dessa vez São Paulo está mais ferozmente antipetista e antinordeste.

A impressão que tenho: quanto mais cresce o ódio antinordestino, e quanto mais o PSDB vira um partido dominado pelo ódio paulista, mais o Nordeste e o Norte se mobilizam para equilibrar o jogo.

Se minha equação estiver certa, é no Rio que a eleição vai-se decidir. O Rio e também Minas (onde há um resultado próximo do empate) garantem uma vitória menos vigorosa para Aécio no Sudeste.

Confiram o resultado do Vox Populi, por região:

Sudeste

Dilma – 34%

Aécio – 49%

***

Sul

Dilma – 30%

Aécio – 54%

***

Nordeste

Dilma – 66%

Aécio – 26%

***

Norte/Centro-Oeste

Dilma – 44%

Aécio – 45%

Observação: o Vox Populi ouviu 2.000 pessoas, nos dias 11 e 12 de outubro.


****
Fonte:http://altamiroborges.blogspot.com.br/2014/10/vox-populi-onda-azul-nao-colou.html
Postar um comentário