terça-feira, 14 de outubro de 2014

Vox Populi e o fiasco das pesquisas

14.10.2014
Do blog O CAFEZINHO
Por Miguel do Rosário

Pensando bem, é até saudável que as pesquisas de intenção de voto tenham perdido credibilidade. Isso nos obriga, a nós, cidadãos, a debater política com foco nos projetos de governo, não em previsões furadas sobre a opinião do povo.

O Vox Populi divulgou hoje à noite, através da Record, uma pesquisa em que mostra empate entre os dois principais candidatos.

Também não acredito nela.

Não acredito mais em pesquisa nenhuma.

A única pesquisa agora em que eu acredito é a apuração dos votos no dia 26.

Entretanto, não há como negar que ela traz alívio a um campo político que ansiava por uma boa notícia.

E se alguém acusar a Vox de “trabalhar para o PT”, lembre-se que a Sensus “trabalha para o PSDB”.

Pior, a Sensus era acusada de fraudar pesquisas pelo próprio PSDB até alguns anos. De uma hora para outra, o PSDB começa a contratar a Sensus para realizar suas pesquisas internas.

Quanto ao Datafolha e Ibope, seus erros no primeiro turno, os desmoralizaram. E os dois são pagos pela Globo.

É melhor a gente ignorar qualquer pesquisa e acreditar na vitória.

Entendo que as pessoas estejam nervosas com a possibilidade de um retrocesso político.

Essa é a razão de vermos gente que sempre detonou o PT (muitas vezes com razão), como os psolistas em geral, a se alinharem agora, em bloco, no campo de Dilma.

Há um pânico no ar com a possibilidade de assistirmos a volta do neoliberalismo, que provocou tanto sofrimento ao país, com desemprego, juros, arrocho salarial e desmantelamento do Estado.

Mas não se esqueçam que o PT é um partido de chegada. Historicamente, cresce na reta final, quando os símbolos lembrados na campanha amadurecem no espírito das pessoas.

A única conta em que eu acredito é nos 43 milhões de votos em Dilma no primeiro turno. A presidenta precisa de mais 9 milhões de votos para ganhar. Aécio precisa de mais de 17 milhões de votos.

A hora é de lutar por aquilo em que acreditamos, sem esmorecer.

Os tucanos reagiram mais rápido após o primeiro turno porque a sua estratégia político-eleitoral é toda verticalizada. As ordens vem de cima, centralizadas, de dois ou três barões de mídia. Ou mesmo de apenas um barão, que sabemos quem é.

A estratégia da esquerda é horizontal. São milhares de grupos organizando ações políticas em todo país. Precisam de tempo para replanejar ações, que devem ser diferentes do primeiro turno.

Mas quando essas ações amadurecem, chegam com muito mais solidez, muito mais organicidade, muito mais força.

A onda Dilma ainda vai crescer.

Se Aécio ganhar, será em virtude da mídia, que pratica uma guerra sem quartel contra o 
PT. E do ódio de classe, que diferentemente do que se diz, vem dos ricos contra os pobres, e não dos pobres contra os ricos.

Os pobres no Brasil são cordiais. Os ricos, eles é que tem ódio. Ódio e truculência.

Se Dilma ganhar, será uma vitória do povo, e da lucidez que vence a manipulação.

E não dependerá da mídia. Dependerá de cada um de nós.
*
20141013-Voxpopuli-Presidencia (1)
Reproduzo abaixo, texto publicado no R7.

Vox Populi mostra empate entre Dilma Rousseff e Aécio Neves

Com 45% da preferência, petista aparece numericamente à frente do tucano, que tem 44%
Considerando apenas votos válidos, Dilma aparece com 51%, enquanto o tucano tem 49%. 

Também há empate técnico

Pesquisa Vox Populi, encomendada pela TV Record, Record News e R7, indica que a presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, e o candidato Aécio Neves (PSDB) estão tecnicamente empatados na corrida ao Palácio do Planalto. A petista, porém, aparece um ponto percentual à frente do tucano, segundo o levantamento divulgado nesta segunda-feira (13).

Em relação às intenções de voto, Dilma Rousseff tem 45% e Aécio Neves aparece com 44%. Os brancos e nulos são 5% do total, enquanto que os eleitores indecisos também somam 5%. Como a margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, os dois candidatos estão empatados tecnicamente.

Considerando apenas os votos válidos, ou seja, sem as intenções votos em branco e nulo e os eleitores que não sabem em quem vão votar, outro empate técnico: Dilma aparece com 51% e Aécio totaliza 49%.

Leia mais notícias de Eleições 2014

A pesquisa ouviu 2.000 eleitores em 147 cidades de todas as regiões do País entre o sábado (11) e domingo (12). A margem de erro do levantamento é de 2,2 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número BR-01079/2014.

Votos por regiões

O levantamento do Vox Populi traz um recorte das intenções de voto pelas regiões do País. Aécio ganha no Sul e Sudeste, e Dilma vai melhor no Nordeste. No Centro-Oeste e Norte, os candidatos estão empatados.

No Sul, o tucano tem 55% da preferência, contra 33% de Dilma — brancos/nulos são 4% e eleitores indecisos, 7%. No Sudeste, Aécio tem 51%, contra 36% de Dilma — brancos/nulos somam 7%, e eleitores indecisos são 6%.

No Nordeste, Dilma tem 67% das intenções de voto, contra 26% do tucano. Os brancos e nulos na região são 4%, e os eleitores indecisos totalizam 3%. No Centro-Oeste e Norte, ambos os candidatos têm 45% das intenções de voto cada — brancos e nulos são 4%, e indecisos somam 6%.

Desempenho da presidente

O Vox Populi também quis saber a avaliação que os eleitores fazem da presidente Dilma Rousseff (PT). A avaliação positiva da petista chegou a 40% do total. Outros 37% consideram a presidente “regular” e, por fim, 22% fizeram avaliação negativa de Dilma e 1% não opinou.
*****
Fonte:http://www.ocafezinho.com/2014/10/14/vox-populi-e-o-fiasco-das-pesquisas/#sthash.cTH42xLo.dpuf
Postar um comentário