quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Não se deixe enganar: Bolsa Família é de Lula e Dilma!

16.10.2014
Do blog MUDA MAIS, 14.10.14


Em épocas de campanha eleitoral, nossos adversários políticos tentam manipular a opinião pública e espalhar inverdades por aí para prejudicar a presidenta Dilma Rousseff. Desta vez, foi o Deputado Roberto Freire que tenta colocar, pelo Facebook (link is external), a paternidade do Bolsa Família nos colos tucanos. Vale a pena lembrar que, antes do período eleitoral, muitos membros do PSDB e do DEM chamavam o programa de Lula de “Bolsa Esmola” e diziam que “é preciso ensinar a pescar ao invés de dar o peixe” (desconsiderando que as políticas sociais dos governos Lula e Dilma dão o peixe E ensinam a pescar. Agora, que o programa é um sucesso – inclusive fora do país –, eles querem a paternidade do Bolsa Família.

Vamos, então, colocar as cartas na mesa. Esse documento compartilhado por Freire nada mais é do que a comprovação daquilo que a gente sempre disse: o governo de Lula chamou para si a responsabilidade de criar um grande programa de transferência de renda que contemplasse todos os brasileiros que vivem na miséria e abaixo da linha da pobreza. 

Os programas da época de FHC que os tucanos insistem em comparar com o Bolsa Família dependiam de lei municipal e atingiam um público muito menor. O Bolsa Família já atende a 50 milhões de pessoas.

Mais do que isso, os programas de Fernando Henrique eram fragmentados administrativa e regionalmente, não atingindo, assim, todas as famílias que necessitavam do auxílio e não concedendo os valores necessários para que essas famílias deixassem a pobreza. 1,6 milhões de famílias já deixaram o Bolsa Família por não precisarem mais do benefício. O Bolsa Família unificou, melhorou e ampliou os programas anteriores e fez muito mais ao valorizar a inclusão produtiva e na qualificação profissional (10% dos usuários de microcrédito são cadastrados no Programa).

Esses números mostram a diferença gritante entre o programa de Lula e Dilma e os programas de FHC.

Além disso, Marina declara que vai apoiar Aécio porque ele garantirá que o Bolsa Família se transforme em lei, deixando de ser política de governo. Marina, com essa atitude, age de má-fé, pois quando Lula transformou o Bolsa Família em lei, em 2004, Marina já ocupava um de seus ministérios e sabe muito bem do que foi feito. A proposta de Aécio é alterar a lei de Lula para dispor sobre um período adicional para o recebimento do benefício. Essa proposta do tucano enfraquece a política – tornando-a um projeto – e destruindo as portas de saída.

A certeza que fica é que a oposição tem usado da pior artimanha das campanhas, a mentira, para manipular a opinião dos brasileiros e diminuir o trabalho gigante e transformador de Lula e Dilma. Mas quem viveu os dois períodos na pele, sabe que não quer voltar atrás, porque a vida mudou muito, e pra melhor, com Lula e Dilma!
*****
Fonte:http://mudamais.com/divulgue-verdade/nao-se-deixe-enganar-bolsa-familia-e-de-lula-e-dilma
Postar um comentário