segunda-feira, 13 de outubro de 2014

AÉCIO CANDIDATO DOS RICOS E DE UM PARTIDO QUE ODEIA POBRES E NORDESTINOS: Elitismo tucano e ataque aos Nordestinos. PSDB passou recibo

13.10.2014
Do portal da Revista Fórum, 11.10.14
Por Rodrigo Vianna

Nas redes e à boca pequena, a arrogância tucana ofereceu ao PT um mote que parece ter chegado ao povão: Aécio é o candidato da elite, especialmente da elite paulista. Pesquisa IBOPE confirma exatamente essa impressão.

Desprezo: PSDB  trata nordestino na base da galhofa

Vejam o que dizem os típicos eleitores de Aécio, sobre os brasileiros que recebem Bolsa-Família:
@BlogOlhoNaMira – Se tem pleno emprego, mas a Dilma diz que sustenta 56 milhões com o Bolsa, então são vagabundos que não querem trabalhar? É isso?
@vidavlatt – MELHOR DAR BOLSA DO QUE ACABAR COM A CORRUPÇÃO E GERAR EMPREGOS PRA DAR DIGNIDADE A ESSA POBRE GENTE QUE ELES TENTAM COMPRAR.
Muitos eleitores tucanos de São Paulo acham que “Bolsa” é para “comprar” o voto dos pobres – como diz a pobre (aí sim) alma citada acima…
Por isso, há tantas dúvidas quanto à continuidade dos programas sociais – na hipótese de Aécio vencer. A base política do PSDB é contra o Bolsa-Família, chamado de “bolsa-esmola” pelos tucanos há dez anos. E os economistas tucanos acham que é preciso reduzir salários pra dar mais competitividade à economia.
Isso não é boato. É fato.
É preciso mostrar isso ao povo nordestino, ao povo trabalhador que vive nas periferias de São Paulo, Rio, Belo Horizonte.
O PSDB iniciou a primeira semana do segundo turno no salto alto. Um conhecido meu participou de reunião num órgão público ligado ao governo paulista, na segunda-feira seguinte ao primeiro turno, e o clima era de euforia: “vamos salvar o Brasil”, dizia um tucano (talvez imbuído do espírito da Revolução de 32).
Àquela altura, já se multiplicavam nas redes sociais os ataques aos nordestinos – que haviam votado massivamente em Dilma. Ataques vindos, especialmente, de São Paulo.
Mesmo os tucanos mais comportados escreviam mensagens dizendo: “aqui é São Paulo!” (numa referência à consistente votação recebida por Aécio em terras paulistas).
Pra completar, FHC deu a declaração desastrada dizendo que o PT só tem voto entre os “desinformados”. Ok, são mais de 40 milhões de desinformados. Muita gente entendeu a declaração de FHC como ataque frontal ao Nordeste.
Hum…
Nas artes marciais, há um conceito interessante: é sempre possível usar a força do adversário para derrotá-lo. O PSDB é forte em São Paulo. O ódio ao PT em São Paulo é também fortíssimo. São fatos inegáveis.
Só que isso parece ser, ao mesmo tempo, a fraqueza dos tucanos.
Nas redes e nas ruas, iniciou-se uma reação aos ataques da elite de São Paulo contra o povo nordestino, e contra os pobres em geral.
Esse texto, publicado pelo “VioMundo”, mostra o tamanho da encrenca: “Partido dos paulistas quer reconquistar o Brasil”.
O PSDB ganhou (de novo?) o rótulo de partido dos elitistas, preconceituosos. Claro que o PSDB não é só isso. Mas o tema correu pelas redes, feito rastilho de pólvora. Ontem mesmo, tucanos entravam em minha TL no Twitter, para tentar desmentir o ataque aos nordestinos. Era ação coordenada.
Sentiram o baque.
FHC também divulgou vídeo tentando negar o ataque aos nordestinos. OK. Ele tem o benefício da dúvida. Digamos que FHC não atacou nordestinos. Atacou “apenas” aposentados (“vagabundos!” – disse Fernando Henrique Cardoso nos anos 90) e eleitores mais humildes (por eles chamados de “desinformados”).
O PSDB corre para desfazer o estrago. Mas esqueceu de avisar seus próprios eleitores. 
Hoje, recebi deinternautas (irritados com a pecha de anti-nordestinos) mensagens que… apenas confirmam o caráter elitista da turma que apóia Aécio. Entre as mensagens, estão as duas que destaquei na abertura desse post.
Durante a semana, o PSDB chegou a espalhar nas redes sociais pesquisa falsa (publicada pela Revista Época – que pertence à Globo) – que daria 8 pontos de vantagem a Aécio.
Nada disso! Há empate técnico – confirmado por IBOPE e DataFolha. Nem os dois institutos ligados à Folha e à Globo tiveram coragem de empurrar Aécio além da conta. José Roberto Toledo, do Estadão, mostra que esse resultado deixou o chamado “mercado” frustrado.
Dilma sofre um bombardeio midiático, por conta de uma “delação” que foi vazada para a Globo – sem provas, e com ataques ao PT. O PT precisa reagir contra o cerco midiático. Essa é a batalha “oficial”.
Mas por baixo do discurso oficial, nas redes e à boca pequena, a arrogância tucana ofereceu ao PT um mote que parece ter chegado ao povão: Aécio é o candidato da elite, especialmente da elite paulista.
Aécio permanece no salto alto. E já diz que Marina não é mais necessária. Ele tem como certo que já assegurou os votos marinistas.A eleição será duríssima, e 49% dos eleitores seguem acreditando que Dilma será eleita, contra 42% que apostam em Aécio.
O jogo está sendo jogado. Levantamentos internos mostram que Dilma já começa a recuperar eleitores, e que há um rigoroso empate entre os dois candidatos.
A questão nordestina parece ser o calcanhar de Aquiles do PSDB de Aécio e FHC.
Com fama de elitistas, e com um candidato que tem fama de “playboy”, os tucanos terão dificuldades se essa imagem se cristalizar no povão.
E isso começou a acontecer.
****
Fonte:http://www.revistaforum.com.br/rodrigovianna/palavra-minha/elitismo-tucano-e-ataque-aos-nordestinos-psdb-passou-recibo/
Postar um comentário