Pesquisar este blog

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Ministério da Justiça lança campanha de combate ao crack

29.11.2013
Do portal ULTIMATOONLINE, 28.11.13

Tânia Rêgo/ABr
Cerca de 370 mil moradores das principais capitais brasileiras usaram “crack”, pasta-base, merla e oxi regularmente durante o período de 2012. Os dados são de pesquisa encomendada pelo Ministério da Justiça e revelam que 14% dos usuários, ou seja, mais de 50 mil pessoas, são crianças e adolescentes. A maioria é formada por homens solteiros, negros, pardos e indígenas com baixa escolaridade.

Os resultados da pesquisa, apresentada em setembro deste ano, serviram de subsídio para o governo federal fazer os primeiros ajustes no Programa “Crack, É Possível Vencer”. O programa prevê ações integradas de combate ao tráfico e de apoio aos usuários e suas famílias. Nesse contexto, o Ministério da Justiça lança campanha publicitária que começa a ser exibida hoje (28), na TV aberta, mídia impressa e na internet.

O foco da campanha é mostrar que o uso da droga deve ser combatido por toda a sociedade já que, segundo o estudo, 79% dos usuários de droga desejam se tratar mas têm dificuldade em encontrar ou ser atendidos em postos, centros de saúde e clínicas de recuperação. A campanha será veiculada por dois meses e, de acordo com o ministério, teve custo de R$ 15 milhões.

A população pode acompanhar o andamento das ações do programa em seus estados e municípios pelo site do observatório “Crack, É Possível Vencer”. Na página da internet é possível pesquisar serviços das redes de saúde e assistência social voltados para o atendimento do usuário de drogas, além dos resultados do programa na área de segurança pública e prevenção.
____________
Com informações da Agência Brasil. Texto: Alex Rodrigues. Edição: Denise Griesinger.

Leia mais

Drogas: o pecado de Lúcifer (revista Ultimato 257)  
Saúde emocional e vida cristã (Esly Regina Carvalho)  

*****

Justificados pela Religião

29.11.2013
Do blog GOSPEL HOME BLOG, 10.06.13
Por Dani Marques, via Genizah


Vez ou outra sinto um desejo incontrolável de escrever. O tema surge como um estalo! Ao observar uma criança no parque, através da fala de um estranho no mercado, ouvindo uma mensagem na internet, uma notícia no jornal, durante uma oração ou leitura bíblica. Dessa vez foi diferente. Aconteceu durante a madrugada. Fui acordada de um sono profundo com a imagem de um pedaço de papel escrito: "Romanos 5". Acordei no susto! Fiquei pensando no que poderia ser, orei, pensei em levantar e ler, mas confesso que o sono e o frio me venceram. Logo pela manhã, uma das primeiras coisas que fiz foi ler o texto, e então, perdi mais uma vez o controle dos meus dedos.

Interessante que nesse mesmo dia, ouvi uma mensagem do pr. Ed René no Genizah com o título: "Se a igreja não pega na culpa ou no medo, pega na ganância", e logo mais a noite, ouvi um áudio do missionário Edson Teixeira que falava sobre a parábola do fariseu e do publicano (Lc 18). E com isso, meu consciente insistia: " 'Simbora minha fia!' É sobre esse tema mesmo que você vai escrever!" Então eu prossegui, mais convicta do que nunca. Continuei sensível a voz de Deus no decorrer da semana, inclusive através de algumas canções. Stenio Marcius e João Alexandre foram verdadeiros instrumentos.

Algo tem me incomodado de forma tremenda. Não consigo sufocar as palavras... Elas escapam pelos meus dedos e lábios. Esse texto é um grito por escrito. Mas sei que não serei a primeira e nem a última a tocar neste assunto. Graças ao primeiro grito dado por Jesus há mais de dois mil anos atrás, muitos puderam acordar do 'transe' e se ver livres das amarras impostas pela religião.

Há anos e anos, líderes religiosos de diferentes denominações insistem em pregar a arte da barganha com Deus: Se você se comportar direitinho vai receber a bênção; Se der o dízimo fielmente as janelas do céu vão se abrir e você vai prosperar; Se participar de todas as programações da igreja nenhuma maldição te alcançará; Se frequentar os cultos da manhã, da tarde e da noite, estará protegido das armadilhas de satanás! O foco é sempre no comportamento e não na fé. O Evangelho é utilizado para se pregar moralidade e não a salvação. As Boas Novas se tranformaram em "manual do bom comportamento para cristãos". Como bem disse o pr. Ed René no vídeo citado, se a igreja não pega na culpa ou no medo, acaba pegando na ganância.

E sem perceber, milhões de cristãos são orientados a ter um relacionamento para Deus e não com Deus. Quase consigo escutar os clamores: ‘Deus, eu te agradeço porque não sou como os outros homens: ladrões, corruptos, adúlteros; nem mesmo como este publicano. Jejuo duas vezes por semana e dou o dízimo de tudo quanto ganho’. O mesmo clamor feito pelo fariseu em Lucas 18:11-12. Talvez as orações de hoje sejam um pouco diferentes: 

"Senhor, tenho ido a 'casa de Deus' semanalmente, entrego meu dízimo fielmente, jejuo, oro, participo de todas as campanhas e reuniões, nunca falto à Escola Dominical, faço tantos sacrifícios, não roubo, não mato, não bebo, não falo palavrão... Oh! Deus, tenho sido um bom cristão não é mesmo?" E o crente fica lá, a espera de um elogio ou recompensa vinda em forma de "milagre" ou "bênção".

Como se nós, reles mortais, tivéssemos algum tipo de poder sobre Deus. Chega a ser cômico! É como se Ele ficasse sentado em seu trono no céu pensando coisas do tipo: "Bom, mais quatro dias de jejum eu repondo aquela oração"; "Agora sim o louvor me agradou! Então vou me manifestar!"; "Sim, depois de caminhar 87 degraus de joelhos eu vou perdoar seus pecado!; "Ah não! Faltou R$ 2,37 no dízimo? Então esse mês vou soltar o devorador e ele não vai conseguir pagar as contas!"; "Eita oração forte! Quando vários irmãos gritam juntos sinto mais vontade de fazer um milagre!" Desculpem, mas chega a ser ridículo...

É por essas e outras, que me sinto na obrigação de dizer, ou melhor, gritar: Querido irmão, acorde! Não importa o que você faz ou deixa de fazer, se você é bom ou mal, se dá o dízimo ou não, se vai a igreja ou fica em casa, se obedece a todas as ordens do pastor ou é rebelde, se é um bom ministro de louvor ou canta desafinado, se usa terno, gravata e bíblia debaixo do braço ou regata e bermuda. Isso não importa! Deus é o mesmo ontem, hoje e sempre. O amor que Ele tem por você é incondicional, e não vai mudar nenhum milímetro por causa de um bom comportamento! A sua justificação NUNCA será por obras ou ou atitudes externas, mas UNICAMENTE pela FÉ em Cristo Jesus. Ainda duvida? Dá só uma olhada:

"Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o QUE NELE CRER não pereça, mas tenha a vida eterna." João 3:16

"Porque no evangelho é revelada a justiça de Deus, uma justiça que do princípio ao fim é PELA FÉ, como está escrito: "O justo viverá pela fé". Romanos 1:17

"Mas agora se manifestou uma justiça que provém de Deus, independente da lei, da qual testemunham a Lei e os Profetas, justiça de Deus MEDIANTE A FÉ em Jesus Cristo para todos os que crêem. Não há distinção, pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus, sendo justificados GRATUITAMENTE por sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus. Deus o ofereceu como sacrifício para propiciação MEDIANTE A FÉ, pelo seu sangue, demonstrando a sua justiça. Em sua tolerância, havia deixado impunes os pecados anteriormente cometidos; mas, no presente, demonstrou a sua justiça, a fim de ser justo e justificador DAQUELE QUE TEM FÉ EM JESUS." Romanos 3:21-26

"Respondeu Jesus: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim. Se vocês realmente me conhecessem, conheceriam também o meu Pai. Já agora vocês o conhecem e o têm visto". Disse Filipe: "Senhor, mostra-nos o Pai, e isso nos basta". Jesus respondeu: "Você não me conhece, Filipe, mesmo depois de eu ter estado com vocês durante tanto tempo? Quem me vê, vê o Pai. Como você pode dizer: ‘Mostra-nos o Pai’? 

Você não crê que eu estou no Pai e que o Pai está em mim? As palavras que eu lhes digo não são apenas minhas. Pelo contrário, o Pai, que vive em mim, está realizando a sua obra. Creiam em mim quando digo que estou no Pai e que o Pai está em mim; ou pelo menos creiam por causa das mesmas obras." Jo 14: 6 à 11

Pronto! Acabou! É isso! Fim! The End! Está consumado! Zefini! Game Over!

Um dia você recebeu a mensagem da Cruz, entendeu, creu, o Espírito Santo de Deus veio habitar em você, você se tornou filho de Deus, herdou a vida eterna e a partir desse momento recebeu uma nova vida! E nenhum pecado ou mal comportamento é capaz de mudar o amor que Deus tem por você: "Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada?... Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor." Romanos 8:35-39

"Mas Dani, e se um cara creu em Jesus mas é um bêbado? Ele vai ser salvo ou não? E como fica o texto que diz: 'Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus? Não erreis: nem os devassos, nem os idolatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus'. 1 Cor 6:9 - 10?"

Ok! Existe uma diferença gritante entre pecar e ser escravo do pecado. A partir do momento que o Espírito Santo de Deus vem habitar em você, deve acontecer uma inversão de papeis: o pecado que antes te dominava passa a ser dominado por você. Ele ainda vai existir? Claro que sim! O testemunho do próprio Paulo não me deixa mentir:

"Quando quero fazer o bem, o mal está junto a mim. Pois, no íntimo do meu ser tenho prazer na lei de Deus; mas vejo outra lei atuando nos membros do meu corpo, guerreando contra a lei da minha mente, tornando-me prisioneiro da lei do pecado que atua em meus membros. Miserável homem eu que sou! Quem me libertará do corpo sujeito a esta morte? Graças a Deus por Jesus Cristo, nosso Senhor! De modo que, com a mente, eu próprio sou escravo da lei de Deus; mas, com a carne, da lei do pecado." Romanos 7:21-25

"Por isso digo: vivam pelo Espírito, e de modo nenhum satisfarão os desejos da carne. Pois a carne deseja o que é contrário ao Espírito; e o Espírito, o que é contrário à carne. Eles estão em conflito um com o outro, de modo que vocês não fazem o que desejam. Mas, se vocês são guiados pelo Espírito, não estão debaixo da lei. Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem; idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti, que os que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus. Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei. Os que pertencem a Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e os seus desejos. Se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito." Gálatas 5:16-25

A grande diferença está aqui: "...os que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus", ou seja, aqueles que vivem na prática do pecado é porque ainda não entenderam a mensagem da Cruz, talvez até tenham sido convencidos, mas não CRERAM realmente. O publicano da parábola de Lucas 18 era um cobrador de impostos mau visto, mas entendeu a mensagem da Cruz. Ele reconheceu que a única maneira de salvar o seu corpo da morte e do pecado era admitir a sua miséria e entregar-se a Deus, sem barganhas. Jesus conta que ele (o publicano) foi justificado diante de Deus por conta de sua sinceridade, mas o fariseu (religioso) não. Por que? Veja a diferença nas orações:

FARISEU (religioso da época): "Deus, eu te agradeço porque não sou como os outros homens: ladrões, corruptos, adúlteros; nem mesmo como este publicano. Jejuo duas vezes por semana e dou o dízimo de tudo quanto ganho". Lucas 18:11-12

PUBLICANO (cobrador de impostos): "Mas o publicano ficou à distância. Ele nem ousava olhar para o céu, mas batendo no peito, dizia: ‘Deus, tem misericórdia de mim, que sou pecador’. Lucas 18:13
Percebe a diferença?

Nós, como cristãos, precisamos reconhecer que somos todos iguais perante a Deus, todos miseráveis e pecadores, e que nenhuma boa ação ou bom comportamento é capaz de nos aproximar ou distanciar Dele. Deus só precisa de um coração sincero, quebrantado, arrependido, contrito, uma fé genuína e a certeza de que Nele somos TODOS pecadores salvos pela graça de Deus! Quando entendemos dessa forma, enxergar a trave no nosso olho fica muito mais fácil! E identificar os mercadores da fé também!

"Mas quer dizer então que eu não preciso mais dar o dízimo, ir a igreja, ajudar os pobres, orar e jejuar? Basta apenas ter fé?" Querido irmão, aquele que realmente entendeu a mensagem do Evangelho e sentiu-se alcançado pela maravilhosa graça de Deus, faz todas essas coisas (e muitas outras) naturalmente, nunca por medo de não ser salvo, culpa por algum pecado ou ganância, mas tão somente pelo amor: "Portanto, o amor é o cumprimento da lei". Romanos 13:10

Ah! E o que tem "Romanos 5" com toda essa história? Dá uma olhadinha lá que você vai entender! ;)
*****

Globo manipula noticiário sobre denúncias envolvendo tucanos

29.11.2013
Do BLOG DA HELENA, 27.11.13
Por Helena Sthephanowitz  

Alessandro Carvalho/Agência de Notícias 
aecio.jpg
PSDB-MG Aécio Neves, na visão da Globo, saiu-se melhor no debate em que mostrou não ter argumentos contra quem acusou

Jornal Nacional da TV Globo de terça-feira (26) teve uma, digamos assim, recaída na edição de um debate político que se deu em duas entrevistas coletivas diferentes.
De um lado, o senador Aécio Neves e a cúpula do PSDB convocaram repórteres para acusar o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, de fazer dossiês políticos contra adversários, por causa do aparecimento de nomes de altos tucanos paulistas como supostos beneficiários do esquema de propinas por licitações combinadas do Metrô e da CPTM. O esquema foi confessado por executivos de multinacionais como Siemens e Alstom, escândalo que ganhou o apelido de "trensalão".
Do outro lado, o ministro Cardozo também convocou a imprensa, mas para rebater as acusações feitas por Aécio. Ao seu lado estavam o diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello, e o presidente do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), Vinicius Marques de Carvalho.
Pois o telejornal da Globo selecionou "os melhores momentos" de Aécio, e os "piores momentos" de Cardozo. Na edição que foi ar, as críticas mais contundentes de Aécio foram as escolhidas para serem levadas ao público. Já a declaração mais contundente de Cardozo, em que ele disse "... a época dos engavetadores gerais de denúncias já acabou no Brasil há alguns anos. E eu me recuso a ser um engavetor geral de denúncias" foi suprimida peloJornal Nacional, que mostrou apenas as partes mais insossas do que foi dito pelo ministro.
Citamos recaída, porque existe precedentes que vêm, por exemplo, do episódio já fartamente conhecido e admitido da edição do debate nas eleições presidenciais de 1989, entre Lula e Collor em que a emissora manipulou as imagens e contribuiu decisivamente para a eleição deste último.
Na mesma edição de terça-feira, outra estranheza: não foi noticiada a apreensão de 450 quilos de cocaína em um helicóptero da empresa do deputado estadual Gustavo Perrella (SDD-MG), filho do senador Zezé Perrella (PDT-MG). Afinal não é todo dia que se vê um helicóptero da família de um senador ser flagrado pela polícia com carga tão exótica.
A TV Record correu atrás da notícia, entrevistou o advogado do piloto Rogério Almeida Antunes que, preso, contradisse a versão do deputado de que a aeronave teria sido usada sem seu conhecimento. O piloto afirmou que fez duas ligações para Gustavo Perrella e foi autorizado a transportar a carga, oferecendo o sigilo telefônico como prova. Alega porém ter sido informado que seriam implementos agrícolas e que o deputado também não sabia tratar-se de drogas.
Os problemas do deputado Perrella não se resumem ao incidente. Descobriu-se que o piloto foi nomeado para um cargo na Assembleia Legislativa mineira. Segundo o que disse o advogado, seu cliente era um funcionário fantasma no serviço público, pois não comparecia ao trabalho no Legislativo, ficando à disposição da empresa Limeira Agropecuária, de propriedade do deputado, como piloto. Gustavo Perrella confirmou a nomeação dizendo que o havia demitido na segunda-feira.
Não se sabe dos bastidores que levaram a Globo a esconder uma notícia que, se envolvesse integrantes do PT, por exemplo, dificilmente deixaria de noticiar. O que se sabe é que o senador Zezé Perrella é do grupo político do senador do PSDB Aécio Neves. Chegou ao senado como suplente de Itamar Franco, eleito com apoio do tucano nas eleições de 2010.
Zezé Perrella foi presidente do Cruzeiro Esporte Clube e ainda é influente entre os atuais cartolas do time. A TV Globo mantém negócios regulares com o Cruzeiro pelos direitos de transmissão dos jogos de futebol – interesses ampliados agora que o time mineiro disputará a Copa Libertadores no ano que vem.
Voltando a falar em recaídas, lembremos que a emissora também blindou durante muito tempo o ex-presidente da CBF Ricardo Teixeira contra denúncias de corrupção em sua gestão. Em entrevista à revista Piauí, Teixeira disse que chegou a retaliar a Globo, mudando o horário de jogos da Seleção Brasileira para atrapalhar a grade de programação, quando a emissora divulgava notícias contra ele.
Enfim, a emissora dos Marinho acrescenta mais um item à coleção de fatos a explicar à opinião pública e sobre que justificativas encontra para omitir informações relevantes sobre políticos com os quais mantém relações.
*****

Mesmo com “Black Fraudei” e urubus da mídia, consumidor está otimista

29.11.2013
Do blog TIJOLAÇO

Para “driblar” as dificuldades de conexão, nesta liquidação da tal “Black Fryday” , ajudei ontem uma pessoa que desejava comprar uma geladeira e um fogão na pesquisa de preços, embora meio incomodado com o colonialismo cultural que complica o que, no meu tempo, era “liquidação”.
Deu para ver a quantidade de “picaretagens” com preços praticado pelas grandes redes de varejo.
reclameaquiCuriosamente, três das maiores, campeãs de reclamações no site Reclame Aqui, são as controladas pelo grupo Pão de Açúcar, cujo controle foi assumido pela francesa Cassino, desbancando Abílio Diniz.
Tempos atrás, apanhei um bocado aqui por defender que o BNDES tomasse o controle do grupo, evitando sua desnacionalização.
Abílio Diniz, por quem não tenho a menor simpatia, não era a razão.
A razão é a concentração de um mercado gigantesco, onde imperam os abusos e a falta de concorrência.
Aliás, nas vendas pela internet, Extra e Ponto Frio são a mesma empresa, com o mesmo sistema e as pequenas variações de preço que registram são apenas conveniências de markting.
Os abusos são de toda a ordem: em preços e em fretes, que chegam a custar R$ 400 reais por uma geladeira, mesmo para entrega em capitais onde já contam com rede de lojas e, portanto, centros de distribuição.
A concentração de mercado é uma realidade que só os tolos da “liberdade absoluta de mercado” parecem não enxergar.
E os nossos mecanismos de defesa do consumidor pouco podem fazer contra elas.
E a mídia, é claro, é quase toda silente sobre isso.
Tanto que, enquanto os jornais se apressam em reproduzir tudo o que dizem de mau sobre o Brasil que possa atingir o governo, silenciam sobre o que faz a iniciativa privada.
A exceção, para comprovar a regra, foi o R7, que reproduziu matéria da revista Forbes, que ilustra o post, dizendo que “Nos EUA, a Black Friday remete a negócios; no Brasil, remete a fraude”.
Ainda assim, mesmo embutindo juros nos preços a vista, maquiando valores e maltratando os consumidores, as vendas crescem.
Embora continue o chororô.
Os Estados Unidos comemoram uma alta de 0,5% em outubro. Aqui, um índice igual em setembro foi lamentado como um desastre, embora represente uma alta anual de 4,1%, em volume.
E, mesmo com a previsão de que essa taxa suba para 8% este mês, o Correio Braziliense dá matéria dizendo que “o natal está ameaçado”.
13331794Quem tentou acessar os sites de vendas ontem pode “comprovar” como é incrível o discurso dos analistas que só vêem crise no Brasil.
Apesar das previsões catastrofistas diariamente veiculadas nos jornais e TVs, 62% dos brasileiros acreditam na melhoria das condições da economia.
Embora a situação não esteja fácil para ninguém, depois de um primeiro semestre difícil em matéria de inflação, os urubus não conseguiram acabar com o otimismo, que se reflete nas vendas.
Com “Black Fraudei” e tudo, a população está confiante.
E ficaria mais se o comércio brasileiro voltasse a apresentar níveis de concorrência, reduzindo suas margens abusivas de lucro.
PS. A propósito: as compras acabaram sendo feito na loja da fábrica de eletrodomésticos.  Igual no preço e sem o “golpe do frete”.
*****

JEFFERSON OBTÉM PRIVILÉGIO NEGADO POR JB A GENOINO

29.11.2013
Do portal BRASIL247
*****

Jornal tucano acusa Aécio Neves de “dar um showzinho” e cobra explicações do PSDB sobre propina

29.11.2013
Do blog OS AMIGOS DO PRESIDENTE LULA, 28.11.13

O PSDB deve explicações
O colunista colunista Rogério Gentile do jornal Folha de São Paulo, disse hoje em sua coluna que o candidato á presidência Aécio promoveu um showzinho anteontem em Brasília para defender o PSDB de São Paulo das suspeitas de roubalheira nas obras do metrô e da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).

 Fez cara de indignado, acusou o governo federal de manipular as instituições para enxovalhar adversários e até cobrou a substituição do ministro da Justiça. Só faltou levantar o punho fechado para o alto.

Embora o presidenciável tenha tentado reduzir o caso a uma simples perseguição política, o escândalo das licitações metroferroviárias em São Paulo é muito mais grave do que isso e recai sobre três governos do PSDB (Covas, Alckmin e Serra).

Três pontos são inquestionáveis. O primeiro é que a multinacional Siemens confessou ter atuado em um cartel entre 1998 e 2008 com o objetivo de partilhar obras e elevar o preço das concorrências em São Paulo. Gigantes como a Alstom, a Bombardier, a CAF e a Mitsui teriam integrado o esquema. O segundo é a condenação, na Suíça, de um ex-diretor da CPTM acusado de lavar dinheiro de corrupção. Por fim, uma conta atribuída a Robson Marinho, que foi chefe da Casa Civil de Covas, foi bloqueada no mesmo país por suspeita de ter recebido propina.

Ainda que tenha ocorrido manipulação política em torno do caso (o ex-diretor da Siemens citou ou não políticos tucanos como beneficiários de corrupção?), é falacioso dizer, como fez Aécio, que tudo não passa de uma reedição do episódio dos "aloprados"

As investigações estão apenas no começo e ainda há muita coisa a esclarecer. Mas é difícil acreditar que um cartel desse porte tenha conseguido burlar ao menos cinco licitações bilionárias em SP sem a conivência de autoridades, de maior ou menor escalão. Por mais que Aécio tente confundir as coisas, o fato é que o PSDB deve explicações.

Artigo do colunista Rogério Gentile, hoje na Folha
*****

Participem da pesquisa do Sindsprev sobre a realidade vivenciada nos locais de trabalho

29.11.2013
Do portal do SINDSPREV.PE, 18.11.13
Por Wedja Gouveia da Redação. do Sindsprev/PE


CLIQUE PARA AMPLIAR


A partir desta terça-feira, 19/11, está disponível no nosso site o questionário da pesquisa sobre “Gestão dos Riscos Psicossociais Relacionados ao Trabalho”, que deve ser respondido pelos servidores do INSS até o dia 10 de dezembro. 


O lançamento da pesquisa foi realizado na tarde da segunda, 18/11, no auditório da Livraria Cultura, Paço Alfândega, no Bairro do Recife. Participaram dirigentes do Sindsprev, equipe de professores e pesquisadores da Universidade de Brasília (UnB), Universidade Federal de Goiás (UFG) e Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), além de servidores do INSS.

Na abertura, o coordenador geral do Sindsprev, José Bonifácio, destacou que o objetivo da iniciativa é identificar " os danos que o atual modelo de gestão do INSS vem causando ao trabalho e à saúde dos servidores do INSS " . A dirigente Leozina acrescentou que o " Sindicato está demarcando um campo de luta política para enfrentamento dessa adversidade, a partir do conhecimento da realidade com os fundamentos científicos da pesquisa " .

Segundo o dirigente Luiz Eustáquio, essa ação sindical é " uma resposta aos apelos e demandas da categoria que exige mudanças nas condições e relações de trabalho. " 

Após as considerações iniciais, foi apresentada uma encenação da Companhia de Teatro TV Sindical, retratando com humor e ironia a realidade enfrentada pelos servidores do INSS nos locais de trabalho.

Na sequência, o secretário de Formação Irineu Messias, lembrou reflexões e atividades anteriores promovidas pelo Sindicato, que culminaram com a decisão de realizar o Curso Padrões dGestão Pública e de Relações de Trabalho "  e a pesquisa“Gestão dos Riscos Psicossociais Relacionados ao Trabalho " .

Irineu ressaltou que " a pesquisa é uma das ferramentas estratégicas para enfrentamento ao modelo de gestão do INSS, que vai usar o conhecimento acadêmico para fundamentar nossas denúncias de uma realidade que valoriza as metas e a eficiência, desprezando a saúde do trabalhador e as especificidades de cada local de trabalho " .

Por sua vez, a professora da UnB, Ana Magnólia, detalhou mais os aspectos negativos do modelo gerencial-produtivista do INSS e fez um contraponto com características que podem compor novos modelos alternativos, em que sejam compatíveis cumprimento de metas e relações saudáveis de trabalho.

Segundo a professora, " deve-se superar o modelo normativo-narcisista, que provoca distorções e patologias, buscando conquistar uma nova forma de gestão coletivista que garanta tanto a qualidade dos serviços quanto a satisfação e a saúde dos servidores " .
 
Pesquisa: Gestão dos Riscos Psicossociais Relacionados ao Trabalho 

Nesta terça-feira, 19/11, será iniciada a aplicação da pesquisa sobre " Gestão dos Riscos Psicossociais Relacionados ao Trabalho " . Os questionários estão disponibilizados no site do Sindsprev e nas Agências da Previdência Social (APS). A finalidade é mapear os indicadores atuais e subsidiar a elaboração de um modelo de gestão coletiva do trabalho alternativo ao modelo vigente no INSS.

 A pesquisa quantitativa será por meio eletrônico e em papel, e a qualitativa por meio de entrevistas coletivas realizadas com quatro grupos com a participação de dez servidores em cada um, somando um total de 40 participantes.
 
No final, será apresentado um relatório com a proposta dos novos indicadores de gestão organizacional, detalhando os dispositivos para uma gestão coletiva da organização do trabalho. Este trabalho está previsto para ser concluído em março de 2014.

CLIQUE PARA AMPLIAR
CLIQUE PARA AMPLIAR
CLIQUE PARA AMPLIAR

*****

Black Friday: reclamações contra empresas batem recorde na edição 2013

29.11.2013
Do portal do Diario de Pernambuco - Diários Associados

A edição 2013 da Black Friday continua a dar a mesma dor de cabeça registrada em 2012. Até o meio-dia desta sexta-feira (29), com aproximadamente quatorze horas de promoções, o site Reclame Aqui recebeu 1.650 reclamações contra várias empresas durante a Black Friday. Para se ter uma ideia da quantidade, que já é recorde, no ano passado, no mesmo período, o site registrou 8 mil reclamações nas 24 horas da promoção, considerando todas as empresas.

De acordo com o Reclame Aqui, considerando também as reclamações pelo RA Chat, canal que integra os chats das lojas com o portal, as queixas chegavam a 3.552 até por volta das 13h. A quantidade de reclamações contra as dez empresas que lideram esse ranking também já era recorde em relação à média diária de queixas contra essas empresas ao longo do ano, aponta o site, especializado no recebimento de reclamações e termômetro para a reputação de empresas.

O Reclame Aqui informou, inclusive, as dez empresas mais reclamadas, por volta das 12h: Extra.com.br, Ponto frio (loja virtual), Casas Bahia (loja virtual), Americanas.com, Submarino, Centauro (loja virtual), Walmart (loja virtual), Saraiva (livraria, editora, virtual), Magazine Luiza (loja virtual) e Brastemp/ Consul (loja virtual). 

As reclamações começaram, antes mesmo do início da queima e o site já registrava mais de 400 queixas e denúncias de consumidores sobre aumento de preços. No ano passado, o evento ganhou o apelido de “Black Fraude” e o slogan-piada “a metade do dobro” depois de suspeitas de que boa parte dos varejistas teriam inflado os preços para forjar descontos maiores. Além disso, milhares de clientes relataram ter visto vitrines virtuais fora do ar e dificuldades para finalizar compras. O episódio resultou na notificação de grandes companhias pela Fundação Procon-SP.

Nem mesmo a intervenção da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, na tentativa de evitar o desgaste que marcou a terceira edição do evento, evitou o fiasco. Em conjunto com o portal Busca Descontos, que organiza o evento no Brasil, criou um código de ética e as lojas virtuais que assinaram o documento se comprometem a anunciar apenas ofertas reais na ação. Caso a empresa não cumpra o acordo, poderá sofrer punições.

Segundo a câmara, as ofertas das lojas que aderiram ao código de ética devem ser identificadas com o “Selo Black Friday Legal”, que indica a credibilidade das promoções. O Procon-SP e o Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV) também se reuniram para definir estratégias que evitem que os transtornos ocorridos na edição de 2012 se repitam, afetando a credibilidade do setor e prejudicando os consumidores.

Outra iniciativa para proteger os consumidores, segundo o portal G1 divulgou, partiu da Serasa Experian, que vai permitir que os consumidores consultem gratuitamente o CNPJ de uma empresa com a qual pretendem fechar negócio. A pesquisa gratuita estará disponível entre de hoje até 1º de dezembro.

De acordo com a Serasa, o “VocêConsulta Empresas” fornece informações sobre a situação do CNPJ da empresa, razão social, ocorrência de protestos, cheques sem fundo, ações judiciais, endereço, falências e a existência legal da companhia consultada. Para conferir as informações, o cliente deve acessar o portal do consumidor da Serasa e digitar o CNPJ da empresa que quer consultar. A Serasa Experian orienta que é possível localizar o CNPJ no rodapé do site de cada empresa ou nas seções “quem somos” ou “fale conosco”.
******

Curso Analista de Mídias Sociais ministrado por André Damasceno

28.11.2013
Do blog MERCADO NO AR, 19.11.13
Por Analista de Mídias Sociais 
Vivemos em uma era em que os sistemas de busca desempenham papel fundamental no relacionamento empresa-cliente, reinventando o marketing tradicional, fazendo com que o cliente procure sua empresa, e não o contrário. Quanto mais presente no meio digital, mais fácil será para seu público-alvo conseguir informações sobre seus serviços e produtos. Por isso, hoje, diversas empresas estão presentes em mídias sociais como Facebook, Twitter, Instagram, Pinterest, Tumblr, que são gerenciadas por profissionais especializados na área de marketing digital e mídias sociais. 

Para esse trabalho ser feito dentro das normas de cada rede, e de forma planejada, otimizada e estratégica, muitos profissionais de marketing e comunicação têm se capacitado nessa área. Pensando nisso, o Grupo Melhor do Marketing traz para o Recife o curso presencial Analista de Mídias Sociais, ministrado pelo CEO e fundador da empresa, André Damasceno. A especialização acontece nos dias 17 e 18 de janeiro, no Espaço de treinamento da Farmácia Roval.

Além das teorias, o curso terá muitas atividades práticas. Serão quatro exercícios que envolvem muito os participantes, com cases locais e colocando a própria empresa do aluno no desenvolvimento da atividade. Outra grande novidade é o módulo exclusivo de Neuromarketing, aplicado às campanhas digitais, e ainda ferramentas de coaching no treinamento. A especialização é voltada para empresários, empreendedores, estudantes de marketing, comunicação, jornalismo, publicidade, colaboradores de agências, profissionais de planejamento, entre outros.

O conteúdo vai abordar vários assuntos, como web 1.0 x web 2.0, Neuromarketing, Facebook ads, como planejar, gerenciar e executar uma campanha eficiente nas mídias sociais, gestão de conteúdo, gestão de monitoramento e relacionamento, como utilizar o Google Trends, links personalizados e monitoramento através de URL Builder, além da importância da pesquisa nas mídias sociais. 

As inscrições podem ser feitas através do endereço: http://bit.ly/socialmidiarecife
 
André Damasceno é publicitário, especialista em Marketing e pós-graduando em e Gerenciamento de Projetos pela Fundação Getulio Vargas, Coach pela Academia Brasileira de Coaching e licenciado pelo BCI – Behavioral Coaching Institute. Criou em 2009 o blog O Melhor do Marketing, que se tornou referência nacional com artigos próprios e de colunistas nas áreas de social media, marketing de relacionamento, marketing e marketing digital. Em 2011 o blog virou empresa e se tornou um grupo de negócios, atuando na criação de projetos de marketing estratégico, educação/treinamentos, marketing digital e social media. Damasceno também é professor no MBA da Universidade Vila Velha, nas disciplinas de Planejamento Digital e Social Media e no MBA da Faculdade Católica Salesiana, na disciplina de Marketing de Varejo.

Serviço

Curso Presencial Analista de Mídias Sociais


Local: Espaço de treinamento - Farmácia Roval, Rua Santo Elias, 416, Espinheiro

Data: 17 e 18 de janeiro 

Horário: 17/01 – 18h30 às 22h | 18/01 09h às 18h

Valor: Até 30/11 R$ 350. Após essa data o valor aumenta para R$ 410, dividido em até 10 vezes via Pagseguro, ou à vista via depósito com desconto de 5%. Informações: rafael@omelhordomarketing.com.br | (27) - 3208.6380/8870-1466| Inscrições no link http://bit.ly/socialmidiarecife
*****

A beleza de Deus

29.11.2013
Do portal ULTIMATOONLINE, 26.11.113

“Façamos o homem à nossa imagem e semelhança” (Gn 1.26).

Michelangelo definiu a beleza como a purificação do supérfluo, ou seja, a beleza é a realização do essencial, nos remete à essência do ser, daquilo que é. A beleza é a base unificadora do ser. Sem a beleza, não existe bondade nem verdade. Algo para ser bom, além de verdadeiro, tem de ser belo. Algo que seja verdade tem de ser bom e só pode ser belo. Como diria Dionísio o areopagita no séc. v: “A verdade, o bem e a beleza são três lâmpadas ardentes de fogo e uma não vive sem a outra.” 

Vivemos numa sociedade em crise em relação ao lugar da beleza em nosso mundo. Confunde-se esteticismo com beleza. Por isso, a nossa sociedade conseguiu divorciar a estética da ética, procurando assim maquiar a própria existência. Este divórcio entre ética e estética, entre beleza e verdade, beleza e bondade, se verifica desde a Queda de Adão e Eva e só fez aumentar o fosso entre as realidades. O pecado é a suprema fealdade. O pecado desestrutura, desorganiza, cria caos e confusão, nos aprisiona, e avilta a nossa dignidade. A sociedade de consumo é também a sociedade do supérfluo e do descartável, nada mais resiste à ditadura da estética; quando passa a moda, o que era belo não é mais. Logo, a verdade e a bondade também se derretem sob a bandeira do relativismo. É assim com a noção de direitos e deveres. 

Os homens e mulheres em situação de rua são ícones que dão forma a esta realidade esquizofrênica que separa beleza, verdade e bondade. A “feiura” de seus rostos sofridos e ameaçadores. O odor quase insuportável de seus corpos submetidos às múltiplas violências do tempo, das privações, das drogas, do desprezo e das próprias opções equivocadas na vida. A perturbadora presença deles ameaçando a nossa paz revela o quanto estamos alienados. 

Jamais teremos verdadeira paz, nunca nos encontraremos em real segurança, jamais desfrutaremos de maneira libertadora e gozosa dos legítimos bens desta vida, enquanto continuarmos gerando pela superfluidade homens e mulheres que fiquem à margem da sociedade e da vida, como massa sobrante. Levantar muros, colocar cercas elétricas, construir condomínios fechados, criar grupos que reivindiquem direitos e etc. não resolvem muita coisa. Na verdade, apenas maquiam a realidade, não atingem o âmago do problema. A solução de Deus já existe. Apesar da Queda de Adão e sua expulsão do jardim de delícias e belezas no Éden, a imagem e semelhança de Deus continuou sendo plasmada em cada homem e mulher nascidos neste mundo. Esta imagem e semelhança, por si só, configuram o altíssimo valor e dignidade da pessoa humana. Esta “Imago Dei” é o reflexo da indefectível e da esplendorosa beleza de Deus. Esta dignidade é tão espetacular, tão estupenda, tão maravilhosa, que o próprio Filho de Deus não recusou assumi-la. Jesus Cristo veio a este mundo como verdadeiro homem, imagem Deus. Então, que coisas como cristãos autênticos podemos então fazer?

1. Reconhecer esta beleza de Deus escondida nos rostos sofridos de cada homem e mulher, sem exceção, preferencialmente nos pobres, nos mais vulneráveis, nos que estão privados inclusive de sua cidadania plena, como os moradores de rua. 

2. Abrir mão do supérfluo, das maquiagens sociais, das “palavras de ordem” vazias de significado, dos discursos falaciosos, do bom mocismo do homem cordial que desde o império emperram o desenvolvimento do Brasil. 

3. Engajar-se. Esta é a palavra. Como cristãos nosso engajamento passa pelo amor fraterno, pela solidariedade generosa, pelo voluntariado abnegado, pelo compromisso com a justiça do Reino e pelo desejo do “Belo”, da beleza que eleva os nossos corações. Beleza, que como a verdade, liberta. 

4. Respeitar os que divergem de nossas convicções e de nossa leitura da realidade e do mundo. Estar disponíveis e generosos para o diálogo franco, aberto, construtivo, deixando-nos interpelar e questionar. Afinal de contas, temos mesmo que “estar preparados para dar as razões de nossa esperança” (1 Pe. 3.15). 

5. Buscar construir juntos, pois, para fazer o bem, todos são bem vindos. 

Concluindo, em sua obra “O Idiota”, de maneira magistral, Fiodor Dostoiévski escreve: “A beleza salvará o mundo. E não há nem pode haver nada de mais belo que Cristo. Ele identifica a beleza e Deus.”

Leia mais

A beleza salvará o mundo (Alderi Matos de Sousa) 
Jesus e a terra (James Jones) 
******