sexta-feira, 29 de junho de 2012

ELEIÇÕES 2012:Na convenção do PT já sobram farpas para Geraldo Júlio


29.06.2012
Do BLOG DE JAMILDO
Postado por Vinícius Sobreira
Com informações de Gabriela Lopez, repórter do Blog


O senador Humberto Costa fez o discurso mais duro da convenção do PT que homologou sua candidatura nesta sexta-feira (29). Os demais líderes petistas foram cautelosos e preferiram não atacar os adversários, limitaram-se a comemorar a indicação do senador e convocar a militância para ir ás ruas e eleger o petista. Humberto, por sua vez, atacou a candiadtura de Geraldo Júlio (PSB) - que foi seguida pela Frente Popular e deixou o PT praticamente isolado - enaltecendo o fato de o adversário nunca ter sequer concorrida a uma eleição.

"Aqui não é concurso público. É preciso história!", afirmou Humberto Costa, referindo-se ao fato de Geraldo Júlio,  até pouco desconhecido dos eleitores recifenses, ser reconhecido como um bom técnico. "Quem vai buscar recursos federais: uma pessoa que nunca disputou uma eleição? Ou um senador e um deputado?"

No evento foi confirmado que o ex-prefeito João Paulo (PT) é o vice na chapa puro-sangue encabeçada por Humberto. Na ocasião, João Paulo disse que sua candidatura na chapa respondeu a um "chamado da cidade".

Rui Falcão confirma João Paulo como vice de Humberto Costa
*****

FHC ABANDONA CERRA NA BEIRA DA ESTRADA

29.06.2012
Do blog CONVERSA AFIADA, 28.06.12
Por Paulo Henrique Amorim

 FHC não elege um vereador em Higienópolis.


Saiu no Globo:

FH DIZ QUE NÃO FARÁ CAMPANHA PARA SERRA, PORQUE ACHA INDEVIDO

BELO HORIZONTE – O ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso disse, nesta quinta-feira, que não fará campanha para José Serra (PSDB), por não achar apropriado a um ex-presidente. No Encontro Nacional da Indústria da Construção, em Belo Horizonte, ele respondeu à declaração do ex-presidente Lula (PT) de que “irá morder a canela dos adversários” pela eleição de Fernando Haddad (PT), em São Paulo.

- Eu não sei morder canela. Não acho que seja apropriado ao ser humano – disse. – Eu nunca participei de campanha nenhuma desde que deixei a Presidência da República. E, quando eu era presidente, tampouco participava da campanha. Dizia em quem eu iria votar, mas não participava porque achava indevido – disse, acrescentando que não está criticando os outros.
O tucano também ponderou uma eventual decisão do PSDB por uma chapa “puro sangue” na corrida à Prefeitura de São Paulo. Para ele, além de aumentar a possibilidade de vitória nas eleições, o partido, ao decidir lançar também um tucano para vice, deve levar em consideração se conseguirá governar isolado. Questionado sobre a montagem da chapa para a Prefeitura de São Paulo, ele disse que não está acompanhando o processo, mas disse:
- Dá para governar isolado? Eu me lembro de que quando fui candidato à Presidência, eu podia eventualmente ganhar sozinho. Pelo Plano Real e tal… Eu não quis isso. Numa democracia, você não governa sem apoio -, ponderou, elogiando um dos nomes cotados para vice, Andrea Matarazzo.

Navalha
Como sempre, uma história do Farol de Alexandria se contada é outra maneira.
O Farol, sim, faz campanha.
O problema é que os candidatos não querem saber dele numa campanha.
Ele não elege um vereador em Higienópolis.
O Cerra em 2002, o Alckmin em 2006 e o Cerra em 2010 preferiam a companhia do Demônio a vê-lo num palanque em Madureira.
Por falar nisso, quando é que o Cerra vai a um comício ?
Paulo Henrique Amorim

*****

CONCURSO PÚBLICO: Vai rolar concurso da Anatel. E duas vagas são para o Recife

29.06.2012
Do blog de TATIANA NASCIMENTO, 27.06.12
Por Tatiana Nascimento
Economia

Anatel. Crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press

Tem concurso novo na área. É da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). O edital de abertura foi publicado. São 46 vagas de níveis superior e médio. O melhor: duas delas são para lotação no Recife!
São dois cargos no concurso. O de nível superior é o de de analista administrativo. São quatro vagas para graduados em qualquer área de formação. O salário é de dos R$ 9.263,20 para 40 horas de trabalho semanais. Eita! Acho que vou concorrer. Quem passar vai trabalhar em Brasília.
Já as outras 42 vagas são para técnico administrativo. Três vagas estão reservadas a portadores de deficiência. O salário é de R$ 4.760,18. A jornada de trabalho também é de 40 horas semanais. É para este cargo que estão as duas vagas para o Recife.
Além do Recife, haverá lotação para Brasília (32 vagas), Goiânia (2), Belo Horizonte (2), Campo Grande (1), São Paulo (1), Belém (1) e Maceió (1).
Curtiu? Vai compartilhar? As inscrições poderão ser feitas entre 9 e 30 de julho pelo sitewww.cespe.unb.br/concursos/ANATEL_12. A taxa é de R$ 45 para a vaga de técnico e R$ 84 para a de analista.
O concurso será composto por provas objetivas, com aplicação prevista para o dia 16 de setembro.
Candidatos à analista também terão de fazer provas discursivas, avaliação de títulos e curso de formação profissional com 80 horas, que será só em Brasília.

****

Fascismo e rito sumário no Paraguai

28.06.2012
Do BLOG DO MIRO, 
Por Renato Rabelo, em seu blog:


“Grande imprensa” e “formadores de opinião”, além de eventuais “acadêmicos de aluguel”, assacam contra a democracia de forma uníssona e se apoiam no conceito de “democracia representativa” para legitimar a ação golpista no Paraguai. Mas o movimento é de maior alcance e se encontra diretamente com os interesses do imperialismo na região, notadamente na utilização deste episódio para desgastar tanto as experiências progressistas como o da Venezuela, Bolívia, Equador e Argentina, como a política externa do governo brasileiro.

Merval Pereira, colunista de O Globo, sintetiza esta estratégia em artigo publicado em seu jornal sob o título “Governo brasileiro está a reboque de Chávez”. Em suma, o pensamento que ele apresenta nada mais é do que a reafirmação de sua posição ideológica contra as experiências avançadas de democracia na América Latina, em que presidentes foram eleitos pelo povo de seus respectivos países.

A democracia representativa deve mesmo ser alvo de defesa, conforme sublinarmente atesta o jornalista. Mas o papel desta democracia, com todos os limites possíveis, está essencialmente na salvaguarda dos elementares direitos de defesa de qualquer cidadão. Este é o ponto, pois em menos de dez horas iniciou-se e encerrou-se um processo contra um presidente legitimamente eleito, sem o menor direito de defesa. E o direito de defesa é um direito humano básico.

Fazer uma defesa conservadora da democracia representativa só é possível com a completa abstração de elementos essenciais à análise da realidade. É desta forma que procede esse verdadeiro monopólio da comunicação num país como o Brasil. Existe toda uma dinâmica das classes sociais no Paraguai expressa no fim deste processo. Existem interesses anexos que vão desde o imenso monopólio da terra exercido por 2% da população, o monopólio da informação e os próprios interesses estratégicos do imperialismo que não são poucos. 

Exemplo disto está numa ideia central difundida pelos golpistas da necessidade de "dolarizar" a economia paraguaia, o que em outras palavras, significa "recolonizar" o país, fazendo-o retroceder 200 anos em sua história.

Tudo isso forma um caldo de caráter fascista e antinacional nada desprezível e com uma força política capaz de dobrar mais de 90% de um parlamento, em uma democracia frágil e onde a capacidade de organização popular ainda dá seus primeiros passos.

Para nós não existe espaço para defensiva no debate de ideias que deve se prolongar por conta deste triste episódio. O governo brasileiro vai tomando suas medidas e outros países membros do Mercosul também colocam-se em alerta máximo para que esta iniciativa golpista não se imponha contra os tratados assinados nesta importante instância de articulação política, comercial e econômica do Cone Sul. O momento é de claro enfrentamento político.

******