quinta-feira, 3 de maio de 2012

ASSASSINADO: Identificado corpo de caminhoneiro gaúcho desaparecido há cinco meses

03.05.2012
Do jornal FOLHA DE PERNAMBUCO
Por - ANDERSON BANDEIRA, da Folha de Pernambuco    

Vítima foi encontrada no município de Escada, em dezembro do ano passado 


Foi identificado na manhã desta quinta-feira (03) pela Polícia Civil de Pernambuco, o corpo de um ex-caminhoneiro gaúcho, desaparecido há cinco meses. Éder de Souza Barbieri(foto ao lado), de 34 anos, foi encontrado em um local de homicídio no município de Escada, na Mata Sul, em dezembro do ano passado. 
A identificação só foi possível depois que a Polícia Civil do Rio Grande do Sul entrou em contato com o Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) de Pernambuco informando sobre o desaparecimento do rapaz, que morava no Estado há um ano e meio. 
As impressões digitais de Éder foram encaminhadas para o Instituto de Medicina Legal (IML) e confrontadas com as recolhidas do cadáver que havia passado na sede do órgão.
Segundo a Polícia, no corpo da vítima, que foi assassinada e depois queimada pelos assassinos na tentativa de despistar a polícia, foram colhidas as impressões digitais. Éder de Souza havia deixado o trabalho de caminhoneiro e estava atuando como agenciador de cargas em Jaboatão dos Guararapes. 
*****

José Agripino Maia (DEM) é citado em depoimento de esquema ilegal milionário

03.05.2012
Do blog PRAGMATISMO POLÍTICO, 29.03.12
Por BRASIL 247

Depois do senador Demóstenes Torres, agora é o presidente nacional do Democratas, Agripino Maia, que pode enfrentar problemas. Seu nome é mencionado em depoimento de empresário sobre esquema de corrupção na inspeção veicular do RN: teria recebido R$ 1 milhão em dinheiro para campanha

agripino maia corrupção demO presidente nacional do DEM, José Agripino Maia (RN), assumiu a liderança do partido no Senado nesta semana, depois da renúncia de Demóstenes Torres (GO) da posição. Mas, assim como Demóstenes, que abriu mão de liderar o partido depois que suas relações com o bicheiro Carlinhos Cachoeira foram expostas, Agripino também pode ficar sem clima para representar a legenda no Congresso Nacional. Em termo de interrogatório publicado na última quarta-feira por um site de Natal (www.blogdoprimo.com.br), o senador é mencionado por um empresário como beneficiário de uma doação de R$ 1 milhão em dinheiro vivo para sua campanha de 2010. O repasse o ligaria ao esquema desbaratado pela Operação Sinal Fechado no Rio Grande do Norte.

Leia mais

O depoimento, prestado pelo empresário José Gilmar de Carvalho Lopes aos promotores de Justiça Eudo Rodrigues Leite e Rodrigo Martins da Câmara, faz parte de uma apuração sobre “supostas irregularidades em contratos e convênios do Detran/RN, especialmente acerca de inspeção veicular”. José Gilmar de Carvalho Lopes se apresenta como sócio da empresa Montana – é conhecido como “Gilmar da Montana” – e diz que o empresário e lobidta George Olímpio distribuiu um percentual de 40% de sua parte nos futuros lucros do consórcio INSPAR, contratado para realizar a inspeção veicular no Rio Grande do Norte, para os ex-governadores do estado Iberê Paiva Ferreira de Souza e Wilma Maria de Faria.
A doação de R$ 1 milhão em dinheiro de George Olímpio para Agripino Maia e a Carlos Augusto Rosado (marido da governadora Rosalba Ciarlini - DEM) surge, no depoimento, como contraponto para as doações que o mesmo Olímpio teria feito a Iberê Paiva e Wilma Faria – uma espécie de garantia para, no caso de o esquema dar errado, os opositores do governo não se manifestarem. De acordo com José Gilmar de Carvalho Lopes, o valor de R$ 1 milhão “foi acertado no sótão do apartamento de José Agripino em Morro Branco”.
A quantia não foi declarada pelo senador na prestação de conta de sua campanha – pelo menos como sendo proveniente de George Olímpio. O empresário José Gilmar de Carvalho Lopes não apresenta provas sobre o que diz, portanto não se pode, ainda, julgar Agripino Maia ou cravar sua participação no esquema. Mas, num DEM já enrolado com o envolvimento de seu grande expoente com um bicheiro, Agripino podia passar sem essa.
*****

Número de militantes: Cerra afunda o PSDB (e o PiG)

03.05.2012
Do blog CONVERSA AFIADA
Por Paulo Henrique Amorim


Saiu no Valor, pág. A11:

“Balanço do TSE mostra que PSDB e PMDB perdem filiados …”

Entre outubro de 2011 e abril de 2012, os tucanos – sob o impacto da derrotada campanha do Padim Pade Cerra à prefeitura – perderam 12% dos militantes.

Motivo?

Segundo o Valor (que é o PiG (*) chic), porque houve um recadastramento de filiados do partido para realizar a prévia para a Prefeitura e se descobriu que o PSDB é muito menor do que alardeava.

O número de tucanos na cidade de São Paulo, sob a gloriosa liderança do Padim, caiu à metade !

É um jenio !

O PMDB, liderado pelo (vice) Presidente Temer, caiu 1,6%.

O PT subiu 30%, embora, no PiG de mervais, seja um partido em extinção.

O PT está com 1 milhão e 500 mil militantes registrados.

O PDT (do Brizola) aumentou o número de militantes em 27%.

Outro partido da base da Dilma, o PSB, de Eduardo Campos, subiu 17%.

E o do Kassab, com uma base menor, subiu 49%.

Esses números (que o Valor atenuou) explicam a angustia do mervismo pigal.

Se o Peluso não condenar o José Dirceu, aí, a Globo deixa de fazer Plim-Plim.


Paulo Henrique Amorim


(*) Em nenhuma democracia séria do mundo, jornais conservadores, de baixa qualidade técnica e até sensacionalistas, e uma única rede de televisão têm a importância que têm no Brasil. Eles se transformaram num partido político – o PiG, Partido da Imprensa Golpista.

*****

PRÉVIAS DO PT RECIFE:Prefeito e Rands farão um único debate no PT

03.05.2012
Do BLOG DA FOLHA 02.05.12
Publicado por José Accioly
O prefeito João da Costa e o secretário estadual de Governo, Maurício Rands – adversários na prévia do PT – terão apenas um único encontro para defender suas candidaturas e pedir votos, lado a lado, aos filiados do partido. O encontro já tem data marcada. Será na próxima quarta-feira (9)*, daqui a uma semana, às 19h. A decisão foi tomada durante a reunião do diretório do PT do Recife, nesta quarta-feira (2). Na sexta-feira (4) ou sábado (5) – prazo final para quitação individual da contribuição partidária – a cúpula da direção petista municipal vai traçar as regras do embate.
“O debate atenderá as normas previstas no estatuto do partido. Haverá espaço para os candidatos manifestarem suas propostas, com direito à réplica e tréplica. Os militantes também terão chances de fazer perguntas. Tudo está previsto no estatuto do PT, mas na reunião que antecederá o embate vamos definir as regras”, informou Oscar Barreto, em contato com o Blog da Folha. Nesse encontro da sexta, também será escolhido quem vai mediar o confronto. A tendência é que seja o presidente municipal do partido, que hoje defende a postulação do prefeito João da Costa.
De acordo com o presidente municipal do PT, Oscar Barreto, o partido ainda promoverá um evento na próxima terça-feira (8), com o objetivo de levantar fundos para quitar os débitos dos filiados inadimplentes. O formato ainda não foi definido, mas há expectativa de o diretório realizar um jantar com os militantes. Caso seja acatado a alternativa, os petistas terão uma cota mínima para participar.
Durante a reunião do diretório, o PT do Recife definiu que precisará de 70 urnas eletrônicas para a prévia, programada para ocorrer no dia 20 de maio. Os equipamentos serão divididos proporcionalmente de acordo com a quantidade de filiados que residem em cada uma das 13 zonais. Ao todo, no município, o partido possui quase 34 mil militantes, porém nem todos estão com a contribuição partidária em dia.
*****

NOTA DO BLOG:
A Coordenação de Maurício Rands confirmou a  data do debate para o  dia 10.05.12, quinta-feira.

“Militantes de esquerda foram incinerados em usina de açúcar”

02.05.2012
Do portal ÚLTIMO SEGUNDO
Por  Tales Faria, iG Brasília 

Delegado revela em livro que viraram cinzas os corpos de David Capistrano, Ana Rosa Kucinski e outros oito opositores da ditadura

Ele lançou bombas por todo o país e participou, em 1981 no Rio de Janeiro, do atentado contra o show do 1º de Maio no Pavilhão do Riocentro. Esteve envolvido no assassinato de aproximadamente uma centena de pessoas durante a ditadura militar. 


Trata-se de um delegado capixaba que herdou os subordinados do delegado paulista Sérgio Paranhos Fleury nas forças de resistência violenta à redemocratização do Brasil.


Apesar disso, o nome de Cláudio Guerra nunca esteve em listas de entidades de defesa dos direitos humanos. Mas com o lançamento do livro “Memórias de uma guerra suja”, que acaba de ser editado, esse ex-delegado do DOPS (Departamento de Ordem Política e Social) entrará para a história como um dos principais terroristas de direita que já existiu no País.
Mais do que esse novo personagem, o depoimento recolhido pelos jornalistas Marcelo Netto e Rogério Medeiros, ao longo dos últimos dois anos, traz revelações bombásticas sobre alguns dos acontecimentos mais marcantes das décadas de 70 e 80.
Revelações sobre o próprio caso do Riocentro; o assassinato do jornalista Alexandre Von Baumgarten, em 1982; a morte do delegado Fleury; a aproximação entre o crime organizado e setores militares na luta para manter a repressão; e dos nomes de alguns dos financiadores privados das ações do terrorismo de Estado que se estabeleceu naquele período.


O ex-delegado dá os nomes dos comandantes da operação, “os mesmos de sempre”:
A reportagem do iG teve acesso ao livro, editado pela Topbooks. O relato de Cláudio Guerra é impressionante. Tão detalhado e objetivo que tem tudo para se tornar um dos roteiros de trabalho da Comissão da verdade, criada para apurar violações aos direitos humanos entre 1946 e 1988, período que inclui a ditadura militar (1964-1988).
David Capistrano, Massena, Kucinski e outros incinerados
Cláudio Guerra conta, por exemplo, como incinerou os corpos de dez presos políticos numa usina de açúcar do norte Estado do Rio de Janeiro. Corpos que nunca mais serão encontrados – conforme ele testemunha – de militantes de esquerda que foram torturados barbaramente.
“Em determinado momento da guerra contra os adversários do regime passamos a discutir o que fazer com os corpos dos eliminados na luta clandestina. Estávamos no final de 1973. Precisávamos ter um plano. Embora a imprensa estivesse sob censura, havia resistência interna e no exterior contra os atos clandestinos, a tortura e as mortes.”
Os dez presos incinerados 

-- João Batista e Joaquim Pires Cerveira, presos na Argentina pela equipe do delegado Fleury;
-- Ana Rosa Kucinsk e Wilson Silva, “a mulher apresentava marcas de mordidas pelo corpo, talvez por ter sido violentada sexualmente, e o jovem não tinha as unhas da mão direita”;
-- David Capistrano (“lhe haviam arrancado a mão direita”) , João Massena MelloJosé Roman eLuiz Ignácio Maranhão Filho, dirigentes históricos do PCB;
-- Fernando Augusto Santa Cruz Oliveira e Eduardo Collier Filho, militantes da Ação Popular Marxista Leninista (APML).

O delegado lembrou do ex-vice-governador do Rio de Janeiro Heli Ribeiro, proprietário da usina de açúcar Cambahyba, localizada no município de Campos, a quem ele fornecia armas regularmente para combater os sem-terra da região. Heli Ribeiro, segundo conta, “faria o que fosse preciso para evitar que o comunismo tomasse o poder no Brasil”.
Cláudio Guerra revelou a amizade com o dono da usina para seus superiores: o coronel da cavalaria do Exército Freddie Perdigão Pereira, que trabalhava para o Serviço Nacional de Informações (SNI), e o comandante da Marinha Antônio Vieira, que atuava no Centro de Informações da Marinha (Cenimar).

Afirma que levou, então, os dois comandantes até a fazenda:

“O local foi aprovado. O forno da usina era enorme. Ideal para transformar em cinzas qualquer vestígio humano.”
“A usina passou, em contrapartida, a receber benefícios dos militares pelos bons serviços prestados. Era um período de dificuldade econômica e os usineiros da região estavam pendurados em dívidas. Mas o pessoal da Cambahyba, não. Eles tinham acesso fácil a financiamentos e outros benefícios que o Estado poderia prestar.
*****

BLOG MOBILIDADE URBANA: A difícil tarefa para localizar linhas e paradas na RMR

03.02.2012
Do blo MOBILIDADE URBANA, 02.05.12
Por Tânia Passos

Deveria ser um serviço de fácil acesso, mas a busca por informações sobre paradas de ônibus e linhas na Regiâo Metropolitana do Recife é um verdadeiro tormento. Há paradas sem nenhum tipo de informação e para piorar o sistema de informação SMS está suspenso.


*****

Secretário de Transportes vistoria obras em estradas do Sertão do São Francisco


03.02.2012
Do BLOG DE JAMILDO, 02.05.12
Postado por Jamildo Melo

O secretário de Transportes, Isaltino Nascimento, e o secretário executivo da pasta, Carlos Júnior, estão no Sertão do São Francisco nesta quarta-feira, 2 de maio, vistoriando o andamento das obras nas estradas da região. A implantação e pavimentação da rodovia PE-635, que liga Dormentes ao distrito de Lagoa, com extensão de 45 km, é um dos serviços que estão sendo inspecionados.

Com a obra, a população que vive ao longo da PE-635 vai ter reduzida a distância – cerca de 20 km – no sentido Dormentes/Recife, além de melhorado o deslocamento até Petrolina, trajeto realizado diariamente por um grande número de jovens que estudam no município vizinho. A rodovia também vai facilitar a interligação entre Piauí e Pernambuco, abrindo caminho para os produtores de minerais até o Porto de Suape.

Ao longo da estrada estão sendo construídos aterros-barragem a partir do Km 8, com o objetivo de reter a água da chuva que servirá para consumo da população, conforme solicitação dos moradores da região.

A obra de implantação e pavimentação da PE-635 está obedecendo ao cronograma previsto e já tem 8 km de terraplanagem executados.
*****
Fonte:http://jc3.uol.com.br/blogs/blogjamildo/canais/noticias/2012/05/02/secretario_de_transportes_vistoria_obras_em_estradas_do_sertao_do_sao_francisco_130174.php