Pesquisar este blog

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

TV Globo em crise: BBB mobiliza Polícia, Ministério Público, Câmara, Ministérios da Justiça, das Mulheres, das Comunicações e Anatel.

18.01.2012
Do blog OS AMIGOS DO PRESIDENTE LULA

Resumo do tamanho da encrenca em que a TV Globo se meteu  com o Big Brother Brasil, através da exploração comercial do abuso de álcool e da apologia de comportamentos sexuais agressivos.

As peripécias da emissora levou à mobilização dos seguintes órgãos que estão investigando o caso:


Abriu inquérito desde segunda-feira para investigar suposto estupro de vulnerável, dentro dos estúdios da TV Globo, e transmitido ao vivo no programa BBB (Big Brother Brasil). Já fez duas diligências na TV Globo.

O delegado Antonio Ricardo Nunes recolheu o vídeo completo daquelas horas na TV Glovo,  tomou depoimento de Daniel e Monique, disse que ela não quis fazer exame de corpo de delito, e recolheu cueca, calcinha e edredom de BBBs para perícia.

Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro

Acompanha as investigações da Polícia Civil para propor as ações na justiça cabíveis.

Ministério Público Federal do Rio de Janeiro

Abrirá um procedimento para investigar os fatos. Solicitará à Rede Globo cópia das fitas e do áudio de tudo o que ocorreu na casa naquela noite.

Analisará que tipo de medidas preventivas a direção da emissora toma ou poderia ter tomado para evitar esse tipo de situação na casa.

O resultado pode ser desde mudança de horário até solicitar a retirada do programa do ar.

Ministério Público Federal de São Paulo

O Ministério Público Federal em São Paulo abriu nesta terça-feira (17) um procedimento para apurar:
1) se houve violação da Constituição no capítulo Comunicação Social;
2) e ofensa aos direitos da mulher;

O órgão questiona também a forma como a Rede Globo informou o público a respeito do que ocorreu na casa.
O MPF pode exigir da emissora a divulgação de esclarecimentos dos direitos das mulheres.
O promotor nada adiantou sobre multas, mas não é incomum nestes processos haver condenação com indenizações vultosas por violar direitos coletivos.

A ação não é criminal, por isso outros Procuradores em outros estados podem abrir outras ações em qualquer parte onde o programa foi ao ar.

Câmara dos Deputados

A Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, presidida pela deputada Manuela D´Ávila (PCdoB/RS), enviou nesta terça-feira (17) ao diretor do Big Brother Brasil, Boninho, um ofício pedindo informações sobre as providências tomadas pela da produção do programa, inclusive questionando se a íntegra da gravação em vídeo do malfeito foi mostrada a Monique (que supostamente encontrava-se em situação vulnerável sob efeito do álcool).

Detalhe: O delegado Antonio Ricardo Nunes, que tomou depoimento na terça-feira, disse que Daniel e Monique não assistiram ao vídeo que mostra a cena do suposto estupro.


Investigará as imagens veiculadas na TV aberta, para analisar se a transmissão feriu o contrato de outorga, que proíbe imagens “contrárias à moral familiar e aos bons costumes”.

A Rede Globo pode ser multada e até mesmo ter sinal suspenso.


O ministério das Comunicações também encaminhou pedido semelhante à Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) para que faça a mesma investigação sobre as imagens transmitidas na TV por assinatura, inclusive no pay-per-view.


Secretaria de Políticas para Mulheres (SPM) 

Na tarde de ontem (16), a ministra Iriny Lopes encaminhou um ofício ao Ministério Público do Rio de Janeiro (MPE/RJ), pedindo providências. A SPM está acompanhando o caso juntos às autoridades do Rio de Janeiro.

Ministério da Justiça

Estuda a classificação indicativa do programa.


Hoje o programa é indicado para maiores de 12 anos, com base na auto-avaliação da TV Globo apresentada ao Ministério, que tem prazo até 9 de março para mudar, caso não concorde.

Essa indicação permite conter cenas de agressão física e consumo de drogas. No que diz respeito ao conteúdo sexual e nudez, as cenas não podem ultrapassar a proporção de 10% da programação. A nudez, por exemplo, pode existir de forma velada, sem apresentação de nus frontais, seios e nádegas.

Em 2010, a classificação era de 14 anos e foi reduzida para 12 anos na edição do ano passado (2011). 

Caso mudasse para maiores de 16 anos não afetaria o horário do programa, já que vai ao ar após as 22hs, mas orientaria os pais a não permitirem aos filhos mais novos assistirem.
Deputados e políticos

O deputado federal Ivan Valente (PSol-SP) mainifestou que a TV Globo também deve ser investigada:

- Durante mais de 24 horas a Globo agiu como se não houvesse a suspeita de um crime a ser investigado. E, pior, tratou o caso como normal de um BBB. Essa é a mensagem que uma concessionária pública de TV manda para o país diante de um assunto tão sério como a violência sexual contra mulheres? Não foram só as mulheres que se sentiram ofendidas com isso. Todos ficamos indignados com a banalização daquilo que pode ter sido um crime.

O deputado federal Fernando Ferro (PT-PE) também criticou a emissora:

- Rede Globo faz apologia ao álcool e cria ambientes para incentivo ao estupro no BBB – bobagens, burrice, baixaria - num espaço público, atua MP!

Até o presidente do PTB e ex-deputado, Roberto Jefferson, criticou a globo:

- A rede e o diretor do programa, Boninho, bem que tentaram diminuir a repercussão do caso, mas não deu certo. A Globo falhou na tentativa de abafar o caso e vender eufemismos.
*******

LUIS NASSIF: Porque o BBB tem que ser proibido

17.01.2012
Do blog de Luis Nassif
Por Luis Nassif

  1. Intimidade e privacidade são bens indisponíveis. Isto é, não é dado a outras pessoas invadirem esse tipo de bem jurídico. É um direito individual, inalienável e intransferível. Somente a própria pessoa – por ela própria (não por meio de outro) - pode abrir mão desse direito.
  2. Exemplificando. A legislação não pune a autolesão. Mas pune quem induz ou pratica a lesão em terceiros, mesmo com sua autorização. Não pune a tentativa de suicídio, mas quem induz. Não proíbe a prática de prostituição, mas pune quem explora. Esses princípios derrubam a ideia de que basta a pessoa autorizar para que sua intimidade possa ser exposta por terceiros de forma degradante.
  3. Tem um caso clássico na França do lançamento de anões. Um bar tinha uma atração que consistia em lançamento de anões. A prática passou a ser questionada nos tribunais. O depoimento de um dos anões foi de que dignidade era ter dinheiro para sustentar a família. A corte decidiu que a dignidade humana deveria prevalecer e proibiu a prática explorada pelo estabelecimento.
A análise do BBB deve ser feita a partir desses pressupostos.
  1. Não poderia ser questionado juridicamente alguém que coloque em sua própria casa uma webcam e explore sua intimidade.
  2. No caso do BBB, no entanto, a exploração é feita por terceiros de forma degradante. É como (com o perdão da comparação) o papel da prostituta e do cafetão. E não é qualquer terceiro, mas o titular de uma concessão pública obrigado a seguir os preceitos éticos previstos na Constituição - que não contemplam o estímulo ao voyeurismo.

*****

TV Estadão:Capitão de navio ignorou ordem

17.01.2012
Do portal MSN/ESTADÃO
Por TV Estadão


Capitania dos Portos deu ordem a capitão do cruzeiro




























*****
Fonte::http://estadao.br.msn.com/video/default.aspx?cp-documentid=bea35faa-7022-420b-966b-321f7e627029

BLOG DO MIRO: "Mulheres ricas": ostentação na TV

17.01.2012
Do BLOG DO MIRO, 16.01.12
Por Francisco Fernandes Ladeira, no Observatório da Imprensa:



O Brasil apresenta uma das piores distribuições de renda do planeta. Segundo estudo realizado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), nosso país tem o terceiro pior índice de desigualdade do mundo. Aproximadamente 10% da população concentra cerca de 44,5% da renda.

De acordo com o economista Celso Furtado (1920-2004), alguns hábitos da classe dominante podem explicar a vertiginosa disparidade social que impera no Brasil. A elite brasileira tem como padrões de consumo os países de renda bem mais elevada que o nosso. Assim, para sustentar esse alto padrão de consumo, é necessário que essa parcela da população concentre grande parte da riqueza gerada no país. Outra característica de nossa elite econômica é o seu caráter ostentatório. Não basta ser rico, é preciso demonstrar rotineiramente o seu status social através da exibição de bens materiais e imateriais (mansões, carros importados, roupas de grife, joias, possuir vários empregados e adotar certos hábitos e costumes).

Nos últimos anos essa elite econômica tem sido exaustivamente retratada nas principais telenovelas globais. Trama após trama, principalmente durante o horário nobre, milhões de telespectadores deparam com a exibição de um estilo de vida impossível de ser atingido pela esmagadora maioria da população. Como “pobre gosta é de luxo, quem gosta de miséria é intelectual” (lembrando a clássica frase de um carnavalesco); a TV Bandeirantes resolveu ir além da emissora da família Marinho e apresentou na segunda-feira (02/01) o programa Mulheres ricas, o reality show que acompanha o cotidiano de cinco milionárias – Val Marchiori, Narcisa Tamborindeguy, Brunete Fraccarolli, Lydia Sayeg e Débora Rodrigues.

“Eu sou amazing”

Val Marchiori – linda, loira, alta e magra, segundo definição da própria – é apresentadora, empresária e a mais nova emergente da alta sociedade paulistana. A rotina da oligofrênica milionária, sempre acompanhada do cabeleireiro e maquiador Dudinha, é dividida entre compras, eventos e apreciar bons champanhes (qualquer semelhança entre Dudinha e o personagem Clô, da novela Fina Estampa, não é mera coincidência).

Enquanto o brasileiro comum sonha com um transporte público de qualidade para que possa se deslocar de casa para o local de trabalho com o mínimo de conforto, a principal preocupação de Val é comprar um avião novo (preferencialmente que não faça escalas, pois ela odeia parar). Dinheiro não é problema para a apresentadora. Adquirir um avião de 30 milhões de reais é como comprar uma blusa nova.

Narcisa Cláudia Saldanha Tamborindeguy (“Saldanha da alta aristocracia portuguesa”, faz questão de ressaltar) é advogada, jornalista e autora de dois livros. “Eu sou amazing, fantástica, intensa. Devo ser tratada como uma pérola”, diz sem modéstia. A socialite é presença constante em revistas e programas de televisão sobre celebridades. Entre suas principais fontes de entretenimento estão viagens para a Europa e EUA, se divertir na piscina do Copacabana Palace e frequentar as festas mais badaladas da noite carioca.

Automóveis luxuosos

Brunete Fraccaroli é uma famosa arquiteta paulistana que não larga a cadela maltês, não fica sem água mineral Perrier e vive como uma verdadeira boneca (inclusive há uma boneca Barbie que leva o seu nome). “Nasci nos Jardins (região nobre da capital paulista) em uma família muito rica”, faz questão de frisar. Para a milionária, luxo é poder sair com a sua cadela Cissi no colo e poder ir trabalhar com ela. “Cissi é uma cachorrinha feliz, criada feito gente, com todo o amor do mundo, vive melhor que muita gente, infelizmente”, assevera. Realmente, o Brasil seria um país muito melhor se os seus pobres tivessem o mesmo padrão de vida da cadela Cissi.

Já Lydia Leão Sayeg é gemóloga e proprietária da famosa Joalheria Leão. “Eu nasci em um berço de ouro, literalmente”, salienta. Entre as extravagâncias da joalheira estão tomar banho com água mineral, alugar uma Ferrari para “dar uma voltinha”, colecionar vestidos Chanel e possuir dois seguranças pessoais; “coisas simples”, segundo ela. Lembrando o padrão de consumo da elite brasileira, segundo Lydia “o rico tem a obrigação de gastar, se o rico não gastar, o dinheiro não gira, se o dinheiro não girar, o pobre não ganha”.

Por sua vez, Débora Rodrigues é a única participante do programa a ter uma origem humilde. É filha de um caminhoneiro e de uma dona-de-casa. Já trabalhou como babá, frentista, motorista de ônibus de bóias-frias e de caminhão, recepcionista e secretária. “Eu não tinha dinheiro para comprar um fósforo”, relembra. Débora causou grande polêmica nos anos 90 ao deixar o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e posar nua para uma famosa revista masculina. Posteriormente foi apresentadora no SBT. Atualmente é piloto de automobilismo e moradora de Alphaville, bairro nobre da Região Metropolitana de São Paulo. Como boa parte dos brasileiros que ascendem economicamente, a forma encontrada por Débora para legitimar a sua nova condição social é adquirir automóveis luxuosos.

Afronta a milhões de brasileiros

Em suma, o que se viu ao longo do primeiro episódio do reality show Mulheres ricas foi um festival de extravagâncias escalafobéticas. Ou seja, um retrato fiel do estilo de vida da elite econômica brasileira. Parafraseando o tema de uma conhecida campanha publicitária de cartão de crédito, existem coisas que o dinheiro não pode comprar, e o bom senso, certamente, é uma delas.

Por outro lado, o programa pode ensejar importantes reflexões sobre as facetas mais cruéis de nosso capitalismo periférico. De um lado, está uma minoria que possui os meios (materiais e imateriais) necessários para realizar todas as suas aspirações e desejos. De outro lado, invisíveis para os meios de comunicação e excluídos pelo sistema vigente, estão os indivíduos que levam uma existência deletéria, caracterizada por todo tipo de privação.

Sendo assim, exibir em rede nacional um programa marcado pelo esbanjamento, futilidade e ostentação é, no mínimo, uma afronta a milhões de brasileiros miseráveis e famélicos.

*****

Jornal inglês: Polícia ia tirar BBB do ar

18.01.2012
Do blog CONVERSA AFIADA, 17.01.12
Por Paulo Henrique Amorim



Estupro seguido de fraude?

Saiu num jornal de escândalos e “celebridades” da Inglaterra ( nada mais apropriado para tratar da Globo):

http://www.dailymail.co.uk/news/article-2087801/Housemate-Brazilian-version-Big-Brother-raped-live-TV-alcohol-fueled-party.html

Segundo o jornal, a Polícia do Rio disse ao Boninho: ou elimina o Daniel ( “o amor é lindo”) ou tiro o programa do ar.

O jornal diz também que foram sete minutos em que Daniel e a suposta vitima mantiveram um intercurso não consentido – já que ela parecia imóvel.

O Daily Mail conta que a empresa que “vendeu” o BBB à Globo, a holandesa Endemol, já foi acusada de promover programas racistas e de exploração sexual.

E está à beira da falência.

Em tempo: agora, segundo se diz na blogosfera,  a suposta vítima passou a se lembrar de tudo e diz que foi uma relação consensual, SEM penetração.

Bernardo, Bernardo, isso vai desabar na cabeça do Governo Dilma.

Já pensou se a Polícia conclui que foi estupro seguido de obstrução da Justiça ?

Hoje é o Daily Mail.

E quando for o … ?

Bernardo …

Paulo Henrique Amorim

*****
Fonte:http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2012/01/17/jornal-ingles-policia-ia-tirar-bbb-do-ar/

CONVERSA AFIADA: Prioridade do Governo é evitar mortes. Da Globo …

17.01.2012
Do blog CONVERSA AFIADA, 00.01.12
Por Paulo Henrique Amorim



Saiu no Blog do Planalto:


Prioridade é evitar mortes, diz ministra da Casa Civil sobre chuvas

O governo federal vai criar uma força-tarefa, composta por 35 geólogos e 15 hidrólogos, para atuar nas áreas de risco dos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo, afetados pelas chuvas. A decisão foi tomada hoje (9) pela presidenta Dilma Rousseff em reunião com seis ministros no Palácio do Planalto. A força-tarefa vai trabalhar na identificação das áreas sujeitas a deslizamentos e inundações, de onde as famílias devem ser removidas pela Defesa Civil.


“Evitar mortes é nossa prioridade número um”, disse a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, em entrevista coletiva após a reunião.


A presidenta também determinou que os centros de operação e monitoramento permaneçam nos estados até fim de março para atuar nas ações de prevenção e reconstrução das cidades mais afetadas pelas chuvas. E além da antecipação do pagamento do Bolsa Família, o governo também deverá liberar recursos do FGTS para os moradores dos municípios em situação de calamidade.


Segundo o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aloizio Mercadante, o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemanden) prevê fortes chuvas na região serrana do Rio de Janeiro, em Belo Horizonte e Outro Preto, em Minas Gerais, em Vitória, no Espírito Santo, e na região Serrana do Rio de Janeiro. O ministro lembrou que, em dezembro, a chuva em Minas Gerais bateu recorde histórico.


“Vamos fazer um mapeamento in loco para identificar as áreas mais vulneráveis e ajudar a Defesa Civil na remoção das famílias”, explicou Mercadante, acrescentando que 2,5 milhões pessoas foram atingidas pelos chuvas.


O Exército, informou o ministro interino da Defesa, general Enzo Peri, está trabalhando diretamente com os agentes da Defesa Civil na remoção das famílias e no transporte de alimentos. Uma ponte móvel já foi instalada e há condições para montagem imediata de um hospital de campanha para atender eventuais vítimas.


Já o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, afirmou que 800 quilos de medicamentos serão enviados para as áreas mais atingidas, somando 12,8 toneladas o total já encaminhado pelo governo. Além disso, a Força Nacional do SUS, com dois mil profissionais cadastrados, vai trabalhar nas unidades de saúde.


Na entrevista coletiva, o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, fez um alerta para as condições das rodovias federais. Segundo ele, são 37 trechos afetados em 16 rodoviais localizadas em cinco estados. Segundo o ministro, cinco trechos ainda estão totalmente interditados e 18 estão parcialmente liberados. Minas Gerais é o estado com maior número de interdições: dez rodovias no estado apresentam problemas em decorrência das chuvas.


“As próximas 48 horas ainda são de apreensão”, afirmou o ministro.


Sapucaia – No início da entrevista, o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, transmitiu, em nome da presidenta Dilma, solidariedade às famílias das vítimas do deslizamento na cidade de Sapucaia, no norte do Rio de Janeiro.


“Vamos envidar esforços para resgatar as vítimas e oferecer apoio aos familiares.”


Clique aqui para ler: Dilma avisa ao PIG: Bezerra fica

****

VI O MUNDO:Acusado de abuso sexual foi eliminado do BBB e Bial diz que ele cometeu ‘infração’

17.01.2012
Do blog  de Luiz Carlos Azenha, 16.01.12
PorConceição Oliveira, no twitter: @maria_fro
De acordo com o blog de Patrícia Kogut em O Globo.com, às 20:19: “O modelo Daniel, de 31 anos, acaba de ser eliminado da 12ª edição do “Big Brother Brasil”. A decisão foi tomada pela direção do programa no início da noite desta segunda-feira, 16, depois que a Polícia Civil esteve no Projac para investigar o possível abuso sexual cometido pelo participante na madrugada de domingo, 15.
A eliminação de Daniel será anunciada ao público logo mais, ao vivo.”
Pelo visto com a visita da polícia ao Projac Pedro Bial deve ter mudado sua opinião. Entretanto, não tenho dúvidas de que hoje a audiência do programa vai aumentar e mesmo com seus comentários infelizes, Bial e Boninho ficarão contentes com isso.
Gostaria de deixar algumas perguntas:
Se for confirmada a eliminação do participante Daniel do programa, qual será o caminho a ser tomado pelo MPRJ, acionado pela SPM?
Ministério da Justiça, Ministério das Comunicações, os ministros do STF e Congresso Nacional como vão agir diante de uma emissora (concessão pública) que transmite ao vivo cenas de ‘um possível abuso sexual’?
Nota do Viomundo (1): Ontem, segundo relatos, Pedro Bial referindo-se a Daniel e Monique disse que ‘o amor é lindo’. Hoje, Bial avisando que o participante Daniel havia sido eliminado disse que a ‘direção do programa’ analisou as cenas, verificou que houve ‘infração’  (sem explicar o que Daniel fez) e para encerrar com chave de ouro, disse: ‘o show tem de continuar!’ Incrível, cenas de um suposto estupro de vulnerável na visão da Globo é ‘infração’.  O que a Globo pensa sobre você, espectador(a)? (Conceição Oliveira)
Nota do Viomundo (2): Não deixem de ler nos comentários as respostas dadas por Xad Camomila às minhas duas questões. (Conceição Oliveira)
Nota do Viomundo (3): Alguns dos patrocinadores que financiam o BBB: energético da Ambev Brasil; Avon, FIAT, Guarana Antartica, Niely (cosméticos), Unilever (OMO) cerveja Devassa, Fusion e Assolan. (Conceição Oliveira)
PS do Viomundo: A Avon informa, através de sua assessoria de imprensa, que é patrocinadora da Rede Globo, mas NÃO É patrocinadora do Big Brother Brasil.
Fonte:http://www.viomundo.com.br/blog-da-mulher/acusado-de-abuso-sexual-sera-eliminado-do-bbb.html

EU TAMBÉM TÔ DE OLHO - BLOGUEIRO / LEITOR ENQUADRA A MÍDIA E REBATE A COMENTARISTA DEFENSORA DA DIREITA

17.01.2012
Do blog DoLaDeLá, 09.01.12



O Post sobre o vídeo da blogueira cubana Yoani Sanches está rendendo um bom debate através de  diversos comentários. Destacamos esse do companheiro do blog (TÔ DE OLHO MALANDRAGEM) - http://todeolhomalandragem.blogspot.com/ - Deixando o convite para você fazer uma visita e comentário, lá e aqui. Ao companheiro de jornada virtual o nosso abraço.

Em réplica a leitora Lúcia R. M.

Sra Lúcia.
Vamos repassar alguns pontos.

1) A questão não é se é melhor ou pior, é esconder ou não a informação. Nós só queremos a verdade!!! É a única coisa que queremos. Por que vocês insistem em distorcer as coisas???!!!

2) É mais fácil cooptar a mídia que não se dá ao respeito, seja pequena ou grande;

3) Lula não se tornou amiguinho de ninguém. Collor e Sarney estão no poder porque a população os colocou lá. Como eu disse: guerra contra eles é coisa de quem quer que o país pare. E na política externa, ele também não fez amizade com ninguém, ele tem parceiros comerciais e foi por isso que não afundamos com a crise, porque diversificamos nossos parceiros comerciais. Nós diminuímos a fatia com a Europa e USA e migramos para África e Oriente médio. Mais uma informação que vocês da direita insistem em distorcer;

4) Com relação à “bronca” com a Globo, eu recomendo que assista “Brasil: Muito Além do Cidadão Kane”, ótimo documentário;

5) Lula não caiu em impeachment porque as acusações não atingiram a ele, ele tinha apoio popular e o congresso não tinha apoio para pedir impeachment. Qualquer acordo com a grande mídia para salvar Lula é completamente fictício. Este item está parecendo uma teoria da conspiração para mim;

6) Lula aproveitou, sim, conceitos da direita, pois o mercado estava com medo que ele desse calote geral, como faria Heloiza Helena. Ao invés disso ele quitou o FMI e o Clube de Paris. Mas ele não fez um governo de direita. Eu nunca entendi realmente esta conversa de vocês da direita de que Lula apenas copiou FHC.

Por que deu certo para Lula e não para FHC? Afinal, foi apenas uma cópia.

Com relação aos miseráveis, convido você a passear pelos interiores do Nordeste e conheça as pessoas que recebem estas migalhas, como você chama, e pergunte a elas o que acham destas migalhas e pergunte o que o governo FHC dava para elas antes. A sra. já viu uma criança chorar no seu colo até morrer de fome? Estas pessoas já, várias vezes e agora não vêem mais. 

Lula tirou 11 bi das mãos da elite e deu para estas pessoas para que fosse reinjetado na economia e estas pessoas pudessem comprar comida, roupa, sementes, etc. Mas aí você vai dizer que estas pessoas também compram cachaça, drogas, etc. E eu concordo. Mas é uma minoria. Aí você também vai dizer que isto mantém as pessoas presas a esta “esmola”, aí eu lhe digo que o bolsa família também tem um programa chamado “Próximo Passo” que é um programa de profissionalização destas pessoas, além de obrigar que as mães mantenham seus filhos na escola e periodicamente os mandem para o médico.

É a melhor coisa do mundo? ÓBVIO que não, mas é um começo. Eu até posso dizer que FHC tentou fazer isso, mas ele cedeu às pressões de seus aliados para não ficar "dando dinheiro para vagabundo" senão eles não iriam querer trabalhar. E estes dados do IBGE, eu desconheço. Os números que vejo são diferentes.

Este pessoal da direita adora utilizar informações soltas, descontextualizadas para dar respaldo às suas colocações distorcidas. Nós que estamos aqui embaixo vemos o que acontece na real.

8 de janeiro de 2012 23:37


A matéria que deu origem ao debate
http://007bondeblog.blogspot.com/2012/01/blogueira-yoani-sanches-pede-ajuda-de.html 

****

BBB12: 'Boa noite, Cinderela' e estupro de vulnerável

17.01.2012
Do blog OS AMIGOS DO PRESIDENTE LULA, 16.01.12

As declarações da participante Monique, do programa da TV Globo Big Brother Brasil, feitas para a Polícia Civil do Rio de Janeiro, de que não se lembra do que se passou na noite anterior, junto com o vídeo onde o participante Daniel, agarra ela sem que ela corresponda, enquanto ele faz movimentos sexuais debaixo do edredon, é suficiente para indiciar como estupro de vulnerável.

Pouco importa se houve só bolinação ou conjunção carnal, pois bolinação é ato libidinoso.

O estupro de vulnerável não é o estupro violento. É quando a pessoa não tem capacidade de discernir o ato ou não pode oferecer resistência. Está descrito no artigo 217-A do código penal.

CAPÍTULO II

DOS CRIMES SEXUAIS CONTRA VULNERÁVEL (Redação dada pela Lei nº 12.015, de 2009)
Art. 217-A.  Ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 (catorze) anos: (Incluído pela Lei nº 12.015, de 2009)
Pena - reclusão, de 8 (oito) a 15 (quinze) anos. (Incluído pela Lei nº 12.015, de 2009)
§ 1o  Incorre na mesma pena quem pratica as ações descritas no caput com alguém que, por enfermidade ou deficiência mental, não tem o necessário discernimento para a prática do ato, ou que, por qualquer outra causa, não pode oferecer resistência. (Incluído pela Lei nº 12.015, de 2009)

Boa noite, Cinderela

Os acontecimentos lembram o golpe conhecido como "Boa noite, Cinderela", onde a vítima é dopada para ficar desacordada durante o estupro.

****

CONVERSA AFIADA:BBB: estupro ao vivo não cassa concessão ?

17.01.2012
Do blog CONVERSA AFIADA, 16.01.12
Por Paulo Henrique Amorim


O amor é lindo!


Se o Brasil fosse a Argentina, quem ia ao Projac ter uma conversinha com o Boninho e o Bial – “o amor é lindo !“, disse ele, diante da cena – seriam representantes do Ministro Bernardo e do Zé (clique aqui para saber por que os amigos do Daniel Santas chamam ele de “Zé”). 

Do Bernardo, da Comunicação, para estudar a cassação da concessão da Globo para explorar um bem público, o espectro eletro-magnético.

O que diria sobre isso a “Bancada da Globo”,  alojada na Comissão de Ciência e Tecnologia, que aprova a renovação de concessões ?

O Zé, da Justiça (?), tinha que ir ao Projac investigar se, de fato, houve, estupro, ao vivo, na tevê brasileira. 

Demorou muito: o BBB só podia dar nisso.

Nessa porcaria, como disse o Boni ao Bial.

Agora, se pode ter estupro ao vivo – “não me lembro se fui dormir de shorts, mas acordei sem“- , aí, amigo navegante, pode tudo !

A Globo pode tudo !

O amor é lindo!


Em tempo: clique aqui para ver como a edição do Boninho tentou evitar a cassação da concessão.

Saiu na Folha online:


Polícia e advogados da Globo conversam sobre suposto estupro no “BBB12″


16/01/2012

DO RIO

Policiais da delegacia da Taquara, na zona oeste do Rio, estão neste momento no Projac conversando com o departamento jurídico da Rede Globo.

Segundo o chefe de investigação da 32º DP, o delegado identificado apenas como Maurício foi ao Projac para falar com a BBB Monique e saber se ela foi realmente estuprada pelo modelo Daniel na noite de sábado para domingo.

“A gente abriu uma investigação para apurar o que foi dito pra gente. Se a Monique falar que não houve nada acabou a investigação. O crime de estupro, neste é caso, é possível quando a vítima está inconsciente”, disse o chefe de investigação ao “F5″.

Monique Amin foi chamada agora há pouco no confessionário, onde respondeu perguntas que não puderam ser ouvidas pelo espectadores.

Monique disse que não lembra de nada nem de ter deitado na cama com o Rafa na cama –o suposto estupro teria acontecido quando ela, Daniel e Rafa dividiam a cama.

“Só se ele foi muito mau caráter de ter feito sexo comigo dormindo”, disse Monique.

Ela respondeu ainda com que roupas dormiu. “Não lembro se dormi de shorts, mas acordei sem.”

“Lembro de eu acordando e o Daniel em outra cama”, contou.


Daniel e Monique


O empresário de Monique divulgou uma nota oficial sobre o caso.

Leia a íntegra

“Sobre o ocorrido na madrugada do dia 15 de janeiro após a festa, a família não tem nada mais a comentar sobre o fato, somente a própria Monique Amin pode falar sobre estes episódios e a mesma irá fazê-lo através de nota oficial na sua saída.

Porém lamento muito o comentário postado no Twitter do sr. Sergio Mattos (agente do BBB Daniel) onde o mesmo de forma irônica escreve “e ela geme dormindo?”

Somente num país onde a cultura machista ainda impera, podemos observar comentários inadequados como este.”


****