quinta-feira, 14 de julho de 2011

RELATORIO REUNIÃO AMPLIADA SETORIAL DE FEDERAIS E DIRETORIA EXECUTIVA DA CNTSS/CUT





14.07.2011
Do site da CNTSS/CUT, 
Por Setorial dos Federais
Crédito:  
Crédito:  
Crédito:  
Crédito:  
Dia: 09/07/11, em Brasília ( DF), com a participação de 47representantes dos estados do RJ, GO, MA, PE, SE, MS, PB, SP, BA, BSB, AL e a oposição do CE.

Pauta: 1. Informes das Negociações da Campanha Salaria Unificada;

2. Informes das Negociações da Seguridade Social;
3. Informes das Negociações do Seguro Social;
4. Informes da CUT;
5. Informes Gerais;
6. Avaliação e propostas
7. Funcionamento do Setorial de Federais,
8. Encaminhamentos.

1. Informes da Campanha Salarial Unificada:


Lançada no dia 16 de fevereiro, sob a coordenação da CUT Nacional, a Mesa de Negociação no SRH/MPOG - Ministério do Planejamento tem mais de quarenta Entidades entre Confederações, Federações e Associações; a CUT não tem controle das atividades e a dinâmica das negociações é muito difícil, nem mesmo nas questões que tem acordo, no debate não tem consenso entre as Entidades, é o caso do PL- 248/98 que trata da Demissão por Insuficiência de Desempenho do servidor público; outros PL`s em discussão, 549/05 que trata do limite de recurso para com funcionalismo público e o PL 1992/02 que trata da Previdência Complementar; quanto a proposta de Politica Salarial o debate tem sido pelo reajuste geral, linear, IPCA acumulado do período(2010) mais o crescimento do PIB- Produto Interno Bruto no mesmo período, que significa um reajuste de 10, 47%; a previsão, neste caso, exige uma reserva orçamentaria de 50 bilhões para atender as reivindicações das Entidades; essa Campanha ressuscitou a CNESP- Coordenação Nacional dos servidores Públicos que puxou um dia de mobilização no dia 05 de julho, com o objetivo de esvaziar a programação da CUT no dia 06.

2. Informes da Seguridade Social- PST: Previdência, Saúde e Trabalho. 


A CNTSS já esteve em audiência no MPOG, por duas (02)vezes, no dia 06 de maio que tratou de GACEN e GECEN, Avaliação de Desempenho, Adicional de Insalubridade, Duplo Vinculo; relatório na pagina da CNTSS.

1. Informes da Audiência dia 07 de julho no SRH/MPOG sobre PST: 


 Jornada de Trabalho das Assistentes Sociais: o secretario foi irredutível em afirmar que a Lei de iniciativa de Deputados não se aplica ao funcionalismo público;
 Duplo Vinculo: é preciso rever o Parecer da AGU- Advocacia Geral da União; aguarda que a Entidades apresenta uma proposta de revisão;
 Adicional de Insalubridade: base de cálculo para os Agentes de Endemias; o secretário se comprometeu de reexaminar o processo da FUNASA visando solucionar a questão apresentada; quanto o corte da insalubridade dos cedidos, a estados e municípios, o Secretario informou que esta agendada uma reunião com as Entidades do funcionalismo para o dia 02 de agosto para tratar especificamente desse tema, juntamente com o Departamento de Saúde do Servidor;
 MI 880: processo sobrestado nos Ministério da Saúde abril aguardando orientação da SRH, em face da publicação da Instrução Normativa n 53/11 da SPS/MPS - Secretaria Politicas Sociais, que faz exigências de comprovação do exercício em atividades especiais; Secretario sugeriu discutir demanda na audiência do dia 02/08.
 Avaliação de Desempenho: tema tratado na audiência do dia 06 de junho; a proposta da CNTSS é que a avaliação dos servidores cedidos deve seguir a mesma lógica dos servidores nomeados para o exercício dos DAS-4, 5 e 6, ou seja, 80 pontos diretos; Duvanier informou que a SRH está construindo conjuntamente com o Ministério da Saúde uma proposta que contemple a auto-avaliação e uma avaliação a ser realizada pelo NEMS- Núcleos Estaduais, a partir de relatórios das chefias Imediatas; a CNTSS cobrou a instalação das CAD- Comissão de Recursos da Avaliação de desempenho, que se comprometeu de estudar a implantação das mesmas.
 Duplo Vinculo: são casos que os servidores estão sendo obrigados a fazer opção por cargos/empregos, sob a orientação de Parecer do TCU; de acordo com Duvanier é de difícil solução; sugeriu as Entidades de apresentar subsídios para o debate e a construção de uma proposta.
 Revisão das Tabelas do PST: Mesa Setorial da Saúde, realizada no dia 24 de maio, CNTSS, CONDSEF e o representante do Ministério Saúde, assinaram Protocolo para reestruturação das tabelas, para o Nível Superior com base na Lei 12.277/10; já para o Nível Intermediário e Auxiliar a proposta que seja aplicada a estrutura da tabela do Seguro Social; a proposta propõe o escalonado para 1º de julho de 2012, 2013 e 2014; o DIEESE esta trabalhando na confecção dessas tabelas para subsidiar as negociações no MPOG.

.2. GT- Grupo de Trabalho do Seguro Social – INSS:


Instalada pela Portaria nº 238/04/2011, o GT foi instalado no dia 25 de junho e tem objetivo de propor adequações na estruturação e nos critérios de desenvolvimento da Carreira do Seguro Social, tendo um prazo de 60 dias para apresentar o relatório final, podendo prorrogar desde que apresentar justificativas pertinentes; já aconteceram seis (06) reuniões, um(01) Seminário de Atribuições e quatro (04) Oficinas sobre Carreira e Avaliação de Desempenho; O GT definiu uma metodologia de trabalho, a partir do que é prioritário para categoria, estabelecendo para o debate:
 Jornada de Trabalho: um texto de consenso vai compor o relatório final sob a justificativa de que, às 40h não resultaram em produtividade, pelo contrario o que tivemos foi o aumento do represamento de benefícios e do adoecimento dos servidores;
 Incorporação da GDASS: é consenso no GT que a parte variável dos vencimentos de até 72% é muito alta e não permite que o servidor faça planos de longo prazo; a CNTSS defendeu a proposta de incorporação dos 100 pontos, contudo o Governo propõe a incorporação escalonada de 70 pontos, distribuídos em 2012, 2012 e 2013; o percentual em debate no GT.
 Estrutura das Tabelas: a CNTSS defendeu que a Estrutura seja o VB + Anuênios + Gratificação de Qualificação, contudo o Governo defende que a Gratificação de Desempenho é uma Politica de Governo e propõe que sejam incorporados somente 70 pontos da GDASS.
 Gratificação de Qualificação: a proposta apresentada pelo Governo propõe criar uma gratificação, com reflexos no VB, para os servidores detentores de títulos para graduação, pós-graduação, mestrado e doutorado; a CNTSS propôs uma gratificação, com maior peso, para a capacitação relacionada com a missão da Instituição, ou seja, conhecimento técnico no desempenho da função, das diretrizes e estratégias organizacionais do INSS. A equipe do RH ficou de apresentar uma nova proposta para o debate.
Carreira: o GT decidiu ouvir especialista na área promovendo três(03) Oficinas, Jorge Pinho, professor de Administração da UNB, Luis Fernando Silva, Advogado e ex- Secretario de RH/MPOG, Hugo Pena Brandão, Gestor de Pessoas do Brasil que apresentaram propostas de carreira, entre tantas questões foi debatido progressão, evolução na carreira, capacitação; as Oficinas serviram de subsídios para elaboração de uma proposta. Diante da complexidade foi proposto e realizou-se um Seminário ampliado sobre as Atribuições com o objetivo de debater sobre as adequações das atribuições da Carreira do Seguro Social; com muitas dificuldades foi elaborada uma proposta para discursão no GT e, em seguida compor o relatório final.

4. GT do MPS: Ministério da Previdência Social:


O GT da Previdência: sob a coordenação das Entidades de base do DF- SINDPREV e SINDSEP estão elaborando uma proposta de Carreira; houve três(03) reuniões conjuntas com o GT do Seguro Social com o objetivo de discutir a unificação das Carreiras, contudo foi consenso que ambos seguiriam os trabalhos separados e, ao final nova reunião vai definir como encaminhar essa demanda.

5. MTE: Ministério da Previdência Trabalho e Emprego


Que a CNTSS faça um acompanhamento mais consistente dos problemas no setor, face as consequência da greve e das ultimas negociações realizada pela CONDSEF junto SRH/MPOG, a exemplo a assinatura do Termo de Acordo, referente à compensação dos dias parados; jornada de trabalho; condições de trabalho nas SRT, instalação da Mesa Setorial no MTE.

6. ANVISA: O SINDAGENCIAS, a FENASPS E CONDSEF está junto negociando na 



SRH/MPOG as demandas do setor e a CNTSS não tem acompanhado esse processo; neste sentido, é importante que a CNTSS tenha base na ANVISA e definir uma linha de ação para essas demandas; a proposta que a CNTSS faça uma reunião conjuntas com as três(03) Entidades que tem base sindical no setor.

7. DENASUS: O MPOG esta retirando a GDASUS das aposentadorias e concedendo a 



GDPST; isso já foi constatado nos estados de Goiás e Ceará.

4. Informes da CUT:


 X ª Plenária Nacional da CUT e da 1ª Conferencia Nacional sobre o Trabalho Decente: a 13ª Plenária Nacional da CUT vai acontecer de 03 a 07 de outubro em Brasília: a CNTSS destaca a importância da atualização os dados cadastrais, estar quites com a Central e para a data da realização das assembleias para retirada de delegados@s;
 1ª Conferencia Nacional sobre o Trabalho Decente: a orientação da CUT é que os cutistas participam dessa Conferencia nos seus estados com objetivo de qualificar o debate e garantir que as propostas da central sejam debatidas e aprovadas em defesa da dignidade e da qualidade de vida do trabalhador; todas as informações sobre a Conferencia se encontram na pagina da Central.

5. Informes Gerais:


 XIV Conferência de Nacional de Saúde de 30 de novembro 04 de dezembro do corrente ano: nesta Conferencia precisamos avaliar os avanços conquistados nos últimos anos e os desafios ainda postos para consolidação do SUS enquanto uma politica de Estado e direito do povo brasileiro. A CNTSS orienta a todos os Sindicatos da sua base a participar das Conferencias locais, municipais e estaduais em seus estados.
 VIII Conferência Nacional da Assistência Social de 07 a 10 de dezembro: a CNTSS vai disponibilizar na sua pagina um documento para o debate e orienta a todos os Sindicatos da sua base a participar das Conferencias locais, municipais e estaduais em seus estados.
6. Pagina da CNTSS: os federais não se veem na pagina eletrônica, não tem acesso aos relatórios e nem matérias de interesse politico não tem tido circulação que merece.

7. Avaliação:


O Encontro foi produtivo, na medida em que foi informativo e atualizou os Sindicatos, quanto à negociação da Campanha Salarial Unificada e as negociações especificas da Carreira do PST, do Seguro Social, da ANVISA, DENASUS, GT do MPS, organização do Setorial, o aprimoramento da Comunicação e da pagina eletrônica da CNTSS. Também fez reflexões, sobre as relações interpessoais e politicas no interior da Direção da CNTSS, na perspectiva de buscar a qualificar essas relações, o respeito mutuo e a tolerância das diferenças de cada um e cada uma, com o objetivo de consolidar a CNTSS como legitima representante da Seguridade Social. 

8. Propostas e Encaminhamentos:
1. Campanha Salarial Unificada:


 Que a CNTSS participe da Campanha Salarial Unificada, na Mesa Central no SRH/MPOG, contudo a prioridade são as negociações especificas de cada carreira da base da CNTSS;
 Que a CNTSS lance a Campanha da Seguridade Social, com caravanas, até o final de agosto, data a definir; a proposta é vincular a uma audiência no MPOG;
 Que a CNTSS defenda nos fóruns de discussões, com a participação dos Sindicatos Estaduais, que a Avaliação de Desempenho esteja inserida no contexto da Carreira;
 Que a carga horária dispensada para capacitação seja computada como hora trabalhada para a Jornada de Trabalho;
 Que a CNTSS publique na sua pagina eletrônica sua posição sobre a Carreira Única para o Seguro Social; (unificação das Carreiras do INSS e MPS);
 Que a CNTSS coloca na agenda das negociações, questões sobre a saúde dos servidores tais como: exames periódicos, insalubridade, elaboração dos Laudos Ambientais, contagem de tempo trabalhado em condições especiais.

2. Carreira do PST- Seguridade Social: 


 Que a proposta de recomposição das tabelas salariais, proposta pelo o Protocolo da Mesa da Saúde, seja estendida para a Previdência e Trabalho e negociada na Audiência agendada o dia 20 de julho às 19h;
 Que a CNTSS levante nos estados os servidores com Avaliação de desempenho abaixo de 20 pontos, bem como os sindicalistas prejudicados por perseguição por conta da ação sindical;
 Que a CNTSS faça um levantamento nos estados que ingressaram com Ações na Justiça e que ganharam Liminar pela incorporação da GDASS e GDPST;
 Que a CNTSS faça um levantamento nos estados sobre a incorporação da GAE e os prejuízos advindos dessa incorporação;
 Que a CNTSS proceda a um diagnostico nos estados sobre os resultados do primeiro ciclo da Avaliação de Desempenho do PST;
 Que a CNTSS proceda a um levantamento nos estados, dos servidores que estão com código 28 e oriente a trocar pelo código 137 de greve;

3. Propostas para o MTE:


 Que a CNTSS reitere a solicitação do GT do MTE, bem como a instalação da Mesa Setorial, com o objetivo de definir ações concretas para os problemas urgentes das SRT’s;
 Que a CNTSS promova o Encontro da base, em Sergipe, previsto para 15 e ou 22 de julho, com o objetivo de organizar o setor e aprovar ações concretas, antecedido do Encontro Nacional já convocado pelas três Entidades, CNTSS, CONDSEF e FENASPS, que se realizará em Brasília nos dias 29 e 30 de mesmo mês;
 Que a CNTSS coordene um levantamento das condições de trabalho nas SRT’s, nos estados e das APS- Agencias da Previdência Social, visando diagnosticar o grau de insalubridade para apresentar na reunião do dia 02/08/11;
 Que a CNTSS proponha, nos fóruns que couber, anistia da reposição dos dias parados, na greve de 2010, dos servidores do MTE;
 Que a CNTSS solicite análise jurídica do Acordo assinado pela CNDSEF;
 Que a CNTSS solicite aos Sindicatos estaduais faça um levantamento sobre os reflexos do Acordo assinado pela CNDSEF;
 Que a CNTSS solicite do MTE o cumprimento da Sentença Judicial, proferida pelo TRT/AL, sobre as reformas físicas e mobiliárias ergonômica na SRT e respectiva Agencias de Atendimento;

4. Proposta para DENASUS:


 Que a CNTSS faça um levantamento nos estados que os servidores estão tendo a GDASUS retirada da aposentadoria.

5. Propostas para a ANVISA:


Que a CNTSS agende uma reunião, conjunta com o SINDAGENCIAS, FENASPS e CONDSEF, com o objetivo de definir uma linha de ação para as demandas do setor.

6. Proposta do Seguro Social:


 Que a CNTSS promova um Seminário Nacional, assim que o GT concluir seus trabalhos, com o objetivo de divulgar o relatório do GT, bem como organizar e discutir as próximas ações para o setor.

7. Funcionamento do Setorial de Federais:


 Que seja agendada uma reunião de trabalho do Setorial, para Brasília, para o dia 15, 16 ou 17 de julho;
 Que seja contratada uma Assessoria de Imprensa para acompanhar e emitir em tempo real, colocando na pagina da CNTSS tudo que for noticia e de interesse do setor;
 Que os Sindicatos Estaduais se comprometam, apos consulta, a compartilhar custos financeiros necessários de Pareceres, Assessorias diversas e outros;

8. Pagina Eletrônica da CNTSS:


 Facilitar do o acesso aos relatórios, bem como que as matérias de maior interesse politico permanecer por mais tempo em circulação na pagina.

9. Criação da Federação dos Federais:


 Que a CNTSS promova o debate nos estados, elaborando um texto, em seguida promover um fórum nacional para esse fim: Criação da Federação dos Federais.

10 Afastamento de Diretora:* No final dos trabalhos, a Diretora de Organização Sindical, 



Miraci Astun, notificou a todos os presentes seu afastamento da Direção em função de novos desafios que estará assumindo em breve no Governo Federal.


Encontro do setorial de Federais


BSB, 12 de julho de 2011.

* grifo nosso.

****
Fonte:http://cntsscut.org.br/pagina.asp?pagina=noticia&acao=lerNoticia&id=3628

Lula discursa em congresso da UNE em Goiânia

14.07.2011
Da Agência Brasil
Por Gilberto Costa
Enviado especial
Goiânia  – O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva compareceu ao 52º Congresso da União Nacional dos Estudantes (UNE) para “matar a saudade”, como disse aos estudantes reunidos em Goiânia. Lula admitiu que “não via a hora de falar no microfone”, e exclamou: “Há quanto tempo não faço um discursinho”.
Lula reapareceu com seu estilo, alfinetou a oposição e “as elites”, enumerou as conquistas de seu mandato, em especial, na área de educação.
O ex-presidente disse que a imprensa tenta criar animosidade entre ele e Dilma Rousseff ao ressaltar diferenças de estilo de governar. “Não precisa ser especialista para saber que somos diferentes”. Segundo Lula, “o dia em que tiver divergências [com a presidenta], ela vai estar com a razão”.
Lula também criticou parte da imprensa que disse que a UNE promoveu um encontro “chapa-branca”, sob o patrocínio de estatais como a Petrobras, Eletrobras, Caixa Econômica Federal, além dos ministérios do Transporte, Turismo, Saúde, Esporte e Educação. A representação estudantil também teve apoio da Prefeitura de Goiânia, do governo de Goiás e da Confederação Nacional dos Transportes (CNT).
“Na TV tem propaganda de quem?”, perguntou Lula à platéia. “Para eles é democrático, para vocês é chapa branca”, e acrescentou “alguns jornais se acham nacionais, mas os grandes [veículos] de São Paulo não chegam ao ABC”. Segundo Lula, a população sabe que não precisa mais de “intermediários” para ter acesso à informação.
O presidente da UNE, Augusto Chagas, afirmou aos jornalistas que apesar da presença de Lula, do ministro da Educação, Fernando Haddad, e dos cerca de R$ 3 milhões recebidos do governo, “ainda não contabilizados” para fazer o congresso, a entidade mantém a autonomia em relação ao governo. Amanhã a UNE fará uma passeata pedindo que os royalties da exploração do petróleo na camada do pré-sal sejam investidos em educação e atinjam 10% do Produto Interno Bruto (PIB). O governo trabalha com a projeção de 7%.
Em discurso, Haddad defendeu a UNE. “Algumas pessoas acham que é possível comprar consciência com alguns trocados. Estudantes não se vendem por dinheiro nenhum”, elogiou, antes de dizer que tinha “autoridade para participar de cabeça erguida” do congresso porque o governo manteve um canal aberto com os estudantes para conhecer suas reivindicações. Para o ministro quem não se comove com a ascensão de famílias de origem pobre que agora têm filhos na universidade, “tem que ser diretor do Banco Central”.
Apesar de Lula e Haddad serem efusivamente recebidos no congresso pela maioria dos estudantes em Goiânia, houve quem protestasse contra o ex-presidente e contra o atual governo.
Para a estudante de história da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio), Priscila Guedes, da corrente política Coletivo Vamos à Luta, ligado ao P-SOL, o evento da UNE “serviu para fazer palco para o governo” e nada foi falado sobre o contingenciamento de verbas para a educação, na greve dos servidores das universidades federais, nas universidades públicas novas que não têm bandejão e da falta de sala de aula.
Edição: Rivadavia Severo

*****
Fonte:http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2011-07-14/lula-discursa-em-congresso-da-une-em-goiania

Bom mesmo foi o BNDES pagar pela privataria tucana

14.07.2011
Do BLOG DA CIDADANIA
Por Eduardo Guimarães

Você que acreditou na lorota de que o BNDES se associar à fusão entre Pão de Açúcar e Carrefour equivaleria a “dar” dinheiro ao bilionário Abílio Diniz, tem que saber de uma coisa: a mídia que bombardeou a tentativa do governo de impedir que o setor supermercadista caísse nas mãos do Walmart e que tal setor passasse a ser inteiramente controlado por estrangeiros é a mesma que apoiou que o mesmo BNDES financiasse a privataria tucana.
No caso do setor elétrico, o aporte do BNDES foi de 100% e a compradora AES, por exemplo, não pagou em dia nem a primeira prestação. Ao longo dos oito anos de mandato de Fernando Henrique Cardoso, as privatizações somaram 78,61 bilhões de dólares e os investidores estrangeiros contribuíram com míseros 53% do total. Essa revoltante privataria feita com dinheiro público ainda atingiu o sistema Telebrás e a mineradora Vale do Rio Doce.
Enquanto a mídia alegava que as negociatas eram sinônimos de “modernidade”, tratava de aproveitar a moleza tucana comprando o que era privatizado. O Estadão, por exemplo, comprou parte da operadora de celulares BCP,  hoje Claro, valendo-se do BNDES, é claro. Alguém consegue imaginar maior falta de ética do que um órgão de imprensa defender furiosamente política pública que o beneficiava alegando agir em nome do “interesse público”?
De qualquer forma, agora é tarde. O negócio foi para o brejo. O Walmart deve comprar o Carrefour e, assim, controlará ao menos 40% do setor supermercadista. E o que é melhor – para os americanos: sem que o Estado brasileiro ou qualquer grupo privado nacional possam interferir nas compras, que serão direcionadas a produtos estrangeiros em detrimento da indústria nacional, sem falar nos lucros de setor tão dinâmico que voarão para o exterior.
O prejuízo para o país é incalculável. Sobretudo para o trabalhador do setor, porque todos sabem como a mega transnacional Walmart trata seus empregados. E, como noticiou o portal Terra, o Walmart já anunciou que, a partir do ano que vem, tratará de comprar o que resta da concorrência de peso, o que fará surgir um gigantesco oligopólio que materializará as previsões sombrias daqueles que embarcaram na lorota da direita midiática.

*****
Fonte:http://www.blogcidadania.com.br/2011/07/bom-mesmo-foi-o-bndes-pagar-pela-privataria-tucana/

João da Costa e Siqueira lado a lado em evento para afastar mal-estar

14.07.2011
Do BLOG DA FOLHA
Postado por Valdecarlos Alves


Fernando Silva/PCR
alt
Da Folha de Pernambuco


Após declarações polêmicas de dirigentes municipais do PCdoB sobre a gestão do prefeito João da Costa (PT) publicadas no Twitter e na Rádio Folha, o petista e o presidente municipal comunista, deputado Luciano Siqueira, trocaram gestos de aproximação durante a entrega do Atlas de Desenvolvimento Humano na Região Metropolitana do Recife, no Tribunal de Contas do Estado.

A presença do parlamentar no evento sinalizou uma tentativa de afastar os rumores de estremecimento na relação entre as siglas, que poderia culminar em um racha na base aliada para a disputa das eleições municipais de 2012. Durante a apresentação, os aliados se referiram um ao outro com palavras como “querido amigo” e “companheiro”. Após o evento, ambos fizeram questão de ressaltar que nunca houve afastamento entre as agremiações.

Luciano Siqueira relatou que as próprias declarações de João da Costa na Rádio Folha, concedidas na última segunda-feira, foram um reconhecimento das colocações dele de que a gestão “ainda não conquistou a simpatia do povo”. “Sobre a avaliação do prefeito, eu disse uma coisa que era verdade e que não é motivo de nenhum estremecimento ou de arranhão na relação do PCdoB com o prefeito e a gestão. Ele próprio assimilou as nossas declarações na entrevista que deu à Folha. Numa certa altura, ele disse que entende que o Governo não conquistou a maioria da população, mas que, com a realização das políticas e atividades administrativas, ele poderá se recuperar”, colocou.

Quanto à colocação de Siqueira de que os comunistas, apesar de integrarem o Governo, não possuíam informações sobre a gestão, o prefeito João da Costa destacou que nem todas as informações devem ser de conhecimento para todos os aliados. “Em nenhum momento (houve estremecimento). Às vezes as informações, quando são solicitadas, tem algumas que são de domínio público e outras privadas. É que às vezes nem todos têm acesso, mas resolvemos conversando”, argumentou.

****
Fonte:http://www.blogdafolha.com.br/index.php/materias/22396-joao-da-costa-e-siqueira-lado-a-lado-em-evento-para-afastar-mal-estar

Secretário cobra mais pressa da Compesa

14.07.2011
Do jornal FOLHA DE PERNAMBUCO
Por Carol Brito


Eduardo Vital ainda diz que estatal não sinaliza todos os buracos que abre no Recife

TITULAR de Serviços Públicos defende a PCR. Deputado lembra as dificuldades
TITULAR de Serviços Públicos defende a PCR. Deputado lembra as dificuldades
O secretário de Serviços Públicos do Recife, Eduardo Vital, contrariou a versão do secretário estadual de Recursos Hídricos, João Bosco, de que a Compesa sinaliza quais intervenções são de sua responsabilidade. “Em alguns casos não há sinalização da Compesa e a maioria da população não sabe diferenciar (se é falta de manutenção da Prefeitura)”, retrucou Vital. Ele ainda cobrou pressa da companhia estatal para efetuar as intervenções urbanas, para evitar transtornos ao trânsito. “Nosso desejo é que a Compesa tenha a mesma velocidade que a Emlurb tem com os seus prestadores, que são terceirizados”, colocou.

Já o deputado estadual e ex-secretário municipal de Serviços Públicos, José Humberto Cavalcanti (PTB), ratificou o que havia dito, há dois anos e que foi confirmao pelo prefeito João da Costa (PT), na entrevista concedida à Rádio Folha FM 96,7: os problemas políticos entre o gestor e seu antecessor, João Paulo (PT), atrapalharam alguns setores da administração. 

O petebista, falando à mesma emissora, ontem, revelou que, em dado momento, havia dificuldade, até mesmo de liberação de recursos para as ações da CTTU, que era comandada por um aliado de João Paulo, Carlos Padilha. “Sim, havia dificuldade, em alguns momentos, de liberação de recursos para a CTTU”, contou. Padilha foi exonerado em setembro do ano passado (por telefone), sendo substituído pela também petista Maria Pompéia Pessoa.

José Humberto fez questão de lembrar da entrevista dada à Rádio Folha, em 2009: “Quando me questionaram se (a briga dos Joões) era algo que criava insatisfação, eu disse que sim. Tenho uma relação boa com o prefeito até hoje, mas era uma questão política que fugia do nosso alcance. Em qualquer empresa ou órgão vinculado diretamente ou não ao prefeito, quando não há uma sintonia entre o gestor que passou e o que chegou, há um desencontro. Havia um desencontro dos planos, liberação de recursos. Criou uma dificuldade ao ponto de hoje o prefeito reconhecer publicamente”.

O deputado, que é secretário-geral do PTB, voltou a contestar a declaração de João da Costa de que a sigla estaria demarcando posição com a saída do secretariado recifense e a votação contra a PEC da reeleição na Assembleia Legislativa. “Se nós quiséssemos demarcar espaço, sairíamos procurando alguém que poderia ser candidato a prefeito”, relatou, assegurando que o partido não convidou João Paulo a filiar-se.

*****
Fonte:http://www.folhape.com.br/index.php/caderno-politica/650844-secretario-cobra-mais-pressa-da-compesa

Primo de Jean Charles foi alvo de grampo ilegal de tabloide inglês, diz polícia

14.07.2011
Do FOLHA.COM
Por Do UOL Notícias 
Em São Paulo


  • Cidadão deposita flores em altar no metrô de Stockwell (Londres), montado em memória do eletricista brasileiro Jean Charles de Menezes, morto na Inglaterra em 22 de julho de 2005
    Cidadão deposita flores em altar no metrô de Stockwell (Londres), montado em memória do eletricista brasileiro Jean Charles de Menezes, morto na Inglaterra em 22 de julho de 2005
O jornal britânico "News of the World" grampeou o celular do brasileiro Alexandre Pereira, primo de Jean Charles de Menezes, morto, em 2005, no metro de Londres após ter sido confundido com um terrorista. As informações são do jornal "The Guardian". A Scotland Yard confirmou os dados, segundo a agência de notícias Ansa.

O telefone e anotações de conversas de Pereira, que ainda mora em Londres, estavam nos documentos encontrados com Glenn Mulcaire, investigador  particular que foi preso por escuta ilegal em 2007.
Outras pessoas vinculadas a ele disseram temer por suas ligações terem sido interceptadas também. Familiares, ativistas e brasileiros que vivem na Inglaterra passaram seus dados telefônicos para a polícia checar se houve grampos.
A informação foi passada a um jornalista do "Guardian" por Yasmin Khan, a porta-voz da campanha Justice4Jean.
Em 2005, o eletricista Jean Charles de Menezes foi assassinado pela polícia britânica ao ser confundido com um terrorista na estação de Stockwell. As investigações foram concluídas sem que ninguém fosse punido.

Já o jornal "News of the World", da News Corporation, é suspeito de realizar escutar ilegais contra milhares de pessoas, entre elas personalidades britânicas e membros da família real.

Diante das denúncias, o magnata Rupert Murdoch decidiu fechar a publicação. A última edição do periódico foi às bancas domingo.

Depoimentos de parente e cineasta lembram a morte de Jean Charles




  • Ex-diretor de tabloide é preso


    O ex-diretor executivo do "News of the World" Neil Wallis foi detido nesta quinta-feira em Londres pelo suposto envolvimento nas escutas telefônicas ilegais do dominical sensacionalista, o nono detido pelo escândalo, informou a Polícia Metropolitana de Londres (Scotland Yard).


    Aos 60 anos, o ex-diretor foi interrogado em uma delegacia sob a suspeita de conspirar para interceptar as ligações.


    Wallis, detido em sua casa em Londres, trabalhou como subdiretor do dominical em 2003 junto com o ex-diretor Andy Coulson antes deste ser nomeado como diretor-executivo do rotativo em 2007.


    Entre os detidos pelo caso está Coulson, antigo chefe de imprensa do primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, detido na sexta-feira, embora tenha sido colocado em liberdade após o pagamento de fiança.


    O escândalo causou uma grande controvérsia no Reino Unido, a tal ponto que o magnata da imprensa Rupert Murdoch se viu obrigado na véspera a retirar sua oferta pela compra total das ações do canal de TV pago "BSkyB", do qual tem 39%.


    Nesta quinta-feira, o vice-primeiro-ministro britânico, Nick Clegg, disse que Murdoch deve prestar contas e apresentar-se na próxima semana ao Comitê de Cultura da Câmara dos Comuns que o citou, apesar do empresário não ter confirmado que vá se apresentar.


    Além de Murdoch estão convocados a comparecer também seu filho, James Murdoch, e Rebekah Brooks, ex-diretora do "News of the World".


    "Se eles têm um pingo de senso de responsabilidade pela sua posição de poder, deveriam vir e explicar diante do comitê parlamentar", disse nesta quinta-feira Clegg à rede pública britânica "BBC".


    Em 2006, revelou-se que alguns jornalistas do "News of the World" recorriam supostamente aos grampos telefônicos para interceptar comunicações de famosos, concretamente as mensagens deixadas nas caixas de correio de voz de celulares.


    Na lista das pessoas que tiveram os celulares interceptados a atriz Sienna Miller; o ex-vice-primeiro-ministro John Prescott e o príncipe William, o que fez com que a trama do dominical sensacionalista fosse descoberta.


    Na semana passada, a crise estendeu-se com a divulgação que entre os telefones grampeados estava o de uma menina assassinada e os de familiares de vítimas de terrorismo e de soldados mortos em combate.

Relembre algumas capas polêmicas do News of the World




Foto 11 de 21 - Edição de 2007 - O príncipe William e sua então namorada, Kate Middleton. A manchete diz: "Nós não podemos tolerar outra Diana", frase que segundo o jornal teria sido dita pela própria Diana ao filho Reprodução
******
Fonte:http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/internacional/2011/07/14/primo-de-jean-charles-foi-alvo-de-grampo-ilegal-de-tabloide-ingles-diz-policia.jhtm

IML identifica primeiro corpo de vítima de acidente aéreo em PE

14.07.2011
Da FOLHA.COM
DE SÃO PAULO

O IML (Instituto Médico Legal) de Pernambuco identificou na manhã desta quinta-feira o corpo de uma das 16 vítimas do acidente aéreo que aconteceu ontem em Recife. O primeiro identificado é Roberto Gonçalves, 55, copiloto do avião, que foi reconhecido por impressões 
digitais.


A expectativa do IML é liberar ainda hoje de quatro a cinco corpos, mas não há uma previsão de horário. Além das impressões digitais, testes de DNA e análises de arcadas dentárias serão usados para a identificação. O corpo de Gonçalves, que ainda precisa passar por perícia, deve ser liberado até o fim da manhã.

Arnaldo Carvalho/JC Imagem/Folhapress
Avião cai minutos após decolagem e mata 16 pessoas em Recife; Aeronáutica vai investigar o acidente
Avião cai minutos após decolagem e mata 16 pessoas em Recife; Aeronáutica vai investigar o acidente

Segundo o IML, uma equipe de sete médicos trabalha na rotina diária do instituto, enquanto outros cinco atuam na identificação das vítimas do acidente aéreo.

O copiloto Roberto Gonçalves era experiente e já havia voado mais de 2.000 horas, segundo a companhia Noar Linhas Aéreas. De acordo com o irmão dele, Jairo Gonçalves, Roberto não estava escalado para o voo, mas acabou substituindo um colega. Ele deixa seis filhos.

Logo após a decolagem, às 6h51 (horário de Brasília), o piloto avisou que estava em situação de emergência e tentaria pousar na praia de Boa Viagem. O avião, no entanto, caiu apenas três minutos depois de decolar e pegou fogo. Todos os ocupantes da aeronave morreram na queda.

O bimotor seguiria do aeroporto de Recife para a cidade de Mossoró (RN), com escala em Natal. A área onde o avião caiu fica em um bairro residencial de classe alta, próximo da divisa com Jaboatão dos Guararapes. No terreno estava montado um circo há cerca de duas semanas.

O segurança do terreno, Erandir Rodrigues da Silva, 42, estava no local no momento da queda e afirmou ter visto duas explosões após a queda. "Vi uma mulher na janela pedindo ajuda. Depois explodiu. Não deu pra fazer nada", afirmou.

Segundo os registros da aeronave na Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), ela estava habilitada para voo e em dia com as certificações. O Relatório de Condição de Aeronavegabilidade venceria apenas em 2013.


LISTA DE VÍTIMAS
INVESTIGAÇÃO

A Aeronáutica informou na tarde de ontem que uma equipe de investigação localizou e retirou as caixas-pretas da aeronave.

As investigações sobre o acidente com o LET-410 da Noar Linhas Aéreas estão sob responsabilidade do Seripa 2 (Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), da Aeronáutica.

"Faremos uma grande coleta de dados, que vai abordar informações dos destroços, dos gravadores de voo, da manutenção da aeronave e dos pilotos. As investigações não têm um prazo para acabar", afirmou o tenente-coronel Frederico Marcondes, chefe da divisão de aviação civil do Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos).

****
Fonte:http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/943436-iml-identifica-primeiro-corpo-de-vitima-de-acidente-aereo-em-pe.shtml