Pesquisar este blog

segunda-feira, 18 de abril de 2011

A FOLHA DE S. PAULO E SEU PROBLEMA BÁSICO DE INTERPRETAÇÃO DE TEXTO

18.04.2011
Do blog FAZENDO MEDIA, em 13.04.11
Por Herivelto Quaresma*

Fac-símile da capa do jornal Folha de S. Paulo, edição de 13/4/2011A Folha de S. Paulolançou sua edição impressa desta quarta-feira (13) com a seguinte manchete de destaquena sua página de Internacional: “China frustra Brasil e nega apoio na ONU”.

Segundo este notável jornal brasileiro, “Pequim novamente se recusa a endossar candidatura brasileira a vaga permanente no Conselho de Segurança”.

O nobre leitor de Folha, inteligente que é, concluirá que este país que já se configura como a maior potência econômica do mundo não deu apoio ao governo brasileiro em sua investida por um assento no Conselho de Segurança da ONU.

Pois eis o trecho do comunicado conjunto de Brasil e China (original aqui), divulgado ontem:

“(…) Reafirmaram a necessidade da reforma da ONU, de forma a torná-la mais eficiente e capaz de tratar dos desafios globais atuais. Nesse contexto, a China e o Brasil apoiam uma reforma abrangente da ONU, incluindo o aumento da representação dos países em desenvolvimento no Conselho de Segurança como uma prioridade.

A China atribui alta importância à influência e ao papel que o Brasil, como maior país em desenvolvimento do hemisfério ocidental, tem desempenhado nos assuntos regionais e internacionais, e compreende e apóia a aspiração brasileira de vir a desempenhar papel mais proeminente nas Nações Unidas. Tendo em mente a necessidade de salvaguardar os legítimos direitos e interesses dos países em desenvolvimento, as duas partes comprometeram-se com a contínua intensificação do diálogo e intercâmbio sobre a reforma das Nações Unidas.”

Como esse trecho poderia gerar “China frustra Brasil e nega apoio na ONU”? Em que trecho especificamente a China nega seu apoio ao Brasil? Agora compare a manchete da Folha com a de outros jornais de hoje:

  • TV Globo: “China apoia desejo de Brasil ter vaga no conselho de segurança da ONU”
  • O Globo: “China investe no Brasil e acena com vaga na ONU” [Primeira Página]
  • O Estado de S. Paulo: “China apoia aspiração do Brasil a mais poder na ONU” [Primeira página]
  • Jornal do Commercio: “China faz menção ao Brasil no CS”
  • Estado de Minas: “Brasil atrai negócios e apoio da China na ONU”

Abaixo, disponibilizo para a Folha de S. Paulo um vídeo ótimo, disponível no YouTube, sobre interpretação de texto:

*Herivelto Quaresma é jornalista internacional e blogueiro carioca. Twitter: @heri_quaresma

****

Rotatória da PE-15 é liberada

18.04.2011
Do BLOG DE JAMILDO

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) concluiu mais uma etapa das obras do viaduto da PE-15. Foi liberado o tráfego na rotatória, no sentido Peixinhos-Olinda e Olinda-Peixinhos. Falta agora concluir os serviços das alças 3 e 4, que dão acesso a Peixinhos-Recife e Paulista-Peixinhos, além do projeto de urbanização.

A previsão inicial é que toda obra esteja concluída no final de maio, contudo as chuvas do mês de abril estão atrapalhando o cumprimento do cronograma estabelecido pela construtora responsável para execução dos serviços.

A obra de construção dos Viadutos da Panordestina, na interconexão da PE-001 com a PE-015, no giradouro do Complexo de Salgadinho, em Olinda, foi iniciada em agosto de 2009 e recebeu investimento de R$ 38 milhões.

****

Governo anuncia rede nacional para recolhimento de armas de fogo

18.04.2011
Do BLOG DE JAMILDO


Do G1

O secretário-executivo do Ministério da Justiça, Luiz Paulo Barreto, anunciou nesta segunda-feira (18) a formação de uma rede nacional para o recolhimento de armas de fogo, que será implementada durante a campanha do desarmamento, que começa no dia 6 de maio e vai até o final do ano.

O recolhimento será comandado pelas polícias Civil e Federal e as Forças Armadas. A meta do governo é ter, no mínimo, um posto de recolhimento de armas em cada um dos municípios brasileiros. Igrejas e sedes de organizações não-governamentais poderão se cadastrar junto ao Ministério da Justiça para atuar como posto de recolhimento de armas.

Na última campanha do desarmamento, encerrada em dezembro de 2009, apenas os postos policiais podiam receber as armas.

“Certamente vai ser um número muito superior de postos de recolhimento. Todos esses organismos constituem postos de coletas. Nas outras campanhas era basicamente só a Polícia Federal. Desta vez, queremos ampliar a rede para que em cada município tenha um posto de recolhimento”, afirmou o secretário-executivo.

Nesta segunda-feira, primeira reunião do conselho responsável pela campanha do desarmamento, também ficou definida a forma de indenização para as pessoas que entregarem as armas durante a campanha.

Segundo Barreto, no momento da entrega da arma, será feito um protocolo. Com o número do protocolo, a pessoa que entregou a arma poderá procurar o Banco do Brasil para receber uma indenização, que pode variar de R$ 100 a R$ 300. Munições entregues não serão indenizadas durante a campanha.

“Ao mesmo tempo em que a arma será entregue, a pessoa já vai receber a indenização. Nunca se fez uma rede tão ampla. Estamos voltados para chegar aonde a população está”, afirmou o secretário.

Outra novidade é que na campanha deste ano não será exigida a identificação da pessoa que entregar a arma, como o número do CPF. “Isso vai facilitar a entrega”, afirmou o representante da Rede Desarma Brasil, Antônio Rangel.

Apesar de ser ligado a uma entidade que defende o desarmamento, Rangel se disse contrário à realização de um novo plebiscito, como chegou a ser proposto pelo presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). “Assim como aconteceu um plebiscito há cinco anos, não podemos desrespeitar a decisão, por mais equivocada que ela seja”, disse.

Orçamento

Segundo o secretário-executivo do ministério, o governo ainda não tem uma estimativa de quantas armas devem ser recolhidas na campanha deste ano. Nas últimas duas campanhas realizadas, em 2005 e 2008, foram recolhidas 550 mil armas de fogo.

Para este ano, o orçamento previsto para as indenizações na campanha deste ano é de R$ 10 milhões.

De acordo com o governo, na campanha deste ano, todas as armas serão inutilizadas na frente da pessoa que fizer a entrega. Depois, as armas serão recolhidas pelas polícias e Forças Armadas para destruição.

Antecipação

A antecipação da campanha do desarmamento foi anunciada pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, na última terça-feira (11). Inicialmente, a campanha estava prevista para junho, mas por sugestão do governo deverá começar no próximo dia 6 de maio, quase um mês depois da tragédia na escola de Realengo, no Rio de Janeiro, que resultou na morte de 12 crianças e do atirador.

Integram o conselho responsável pela campanha do desarmamento representantes do Ministério da Justiça, Ministério da Defesa, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, OAB, CNBB, Rede Desarma Brasil, Viva Rio, Instituto Sou da Paz, Banco do Brasil, Frente Nacional de Prefeitos, Conselho de Comandantes da Polícia Militar, Conselho de Chefes da Polícia Civil e Associação de Maçonarias do Brasil.

Armas apreendidas

O Conselho aprovou ainda uma sugestão da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para que as armas que estão em poder da Justiça sejam danificadas de forma a evitar o uso. Como se trata de provas em processos criminais, esse armamento não pode ser destruído a exemplo do que é feito com armas apreendidas.

O Ministério da Justiça irá pedir ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que organize uma campanha nacional para desativar dessas armas estocadas nos fóruns. De acordo com a proposta, peritos da Polícia Federal seriam os responsáveis pelo trabalho de inutilizar essas armas.

De acordo com o presidente da OAB, Ophir Cavalcante, o Judiciário não tem estrutura de segurança para armazenar essas provas, o que permite roubos e casos de corrupção envolvendo as armas sob custódia da Justiça.

“São números que assustam e demonstram a necessidade de maior gestão dos processos judiciais. Tem acontecido muitos roubos dessas armas e elas voltam às ruas a serviço do crime. Essa pode passar a ser uma prática constante, o que não pode é essas armas ficarem a disposição da Justiça sem segurança nenhuma”, afirmou o presidente da OAB

*****
Fonte:http://jc3.uol.com.br/blogs/blogjamildo/canais/noticias/2011/04/18/governo_anuncia_rede_nacional_para_recolhimento_de_armas_de_fogo_98330.php

Programas sociais de Osasco combinam transferência de renda e políticas emancipatórias

17/04/2011
Cidadania
Elaine Patricia Cruz
Repórter da Agência Brasil

São Paulo
- Em maio, o governo federal pretende lançar um programa de erradicação da pobreza baseado em três frentes: inclusão produtiva, ampliação da rede de serviços sociais e continuação da ampliação da rede de benefícios. Os detalhes do programa ainda não foram apresentados, mas uma experiência positiva vem sendo implementada na cidade de Osasco (SP) desde 2005, mostrando que é possível transferir renda aos mais pobres articulando essa estratégia com políticas de geração de trabalho e de renda

Por meio de seis programas, que contam com ações integradas entre os três níveis de governo (municipal, estadual e federal) e parcerias privadas, Osasco tem conseguido obter resultados positivos em sua economia, diminuindo a taxa de desemprego e retirando 14 mil famílias da situação de extrema pobreza. Segundo a secretária municipal de Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão, Dulce Cazzuni, os investimentos feitos na população excluída fizeram com que o município deixasse de ser o décimo Produto Interno Bruto (PIB) do estado de São Paulo para ser o terceiro, passando também a ocupar a décima posição entre os maiores PIBs do país.

“Não são projetos caros porque quando a gente olha o resultado disso [percebemos que] é melhor investir nas pessoas do que essas pessoas se tornarem, a vida inteira, clientes da prefeitura em várias demandas, como cesta básica ou óculos. Quando você investe nessa população, ela gera riqueza, gera divisas”, disse a secretária, em entrevista à Agência Brasil.

Para Dulce Cazzuni, o segredo desses programas, além da transferência de renda, está em oferecer condições para que a população pobre da cidade se emancipe. “Essa população não precisa ser assistida, ela precisa ter oportunidades. O grande segredo é abrir portas e criar condições para que ela acesse e perceba que isso não é uma benesse, é direito dela”, afirmou.

O acesso aos programas é feito pelo Portal do Trabalhador, onde os interessados preenchem um cadastro. Ao visitar esta semana um dos portais, no centro da cidade, a reportagem da Agência Brasil encontrou muita gente se inscrevendo, entre elas, a desempregada Luzia Anália dos Santos, que procurou o Portal do Trabalhador, pela primeira vez, atrás de um emprego. “Eu espero conseguir alguma coisa”, disse ela, considerando também a possibilidade de fazer um curso de qualificação profissional.

“O Portal do Trabalhador é um espaço de referência onde o munícipe, assim como outros trabalhadores, podem acessar serviços como Carteira de Trabalho, requisição de seguro-desemprego, intermediação de mão de obra e programas de transferência de renda”, explicou Renata Ártico, subcoordenadora do programa Osasco Inclui, que procura identificar oportunidades de emprego e renda à população em situação de desemprego, principalmente para os beneficiários de programas sociais, tais como o Programa Bolsa Família, que somam 23 mil pessoas no município.

Segundo Kilvia Cabral, técnica responsável pelo Bolsa Família, muitas das famílias assistidas pelo programa do governo federal mostram interesse em sair dessa condição e estão procurando cursos de qualificação profissional para ocupar uma posição no mercado de trabalho. “Percebo que as famílias têm muita sede de sair do programa [Bolsa Família] e melhorar de vida porque R$ 32 ajuda o pão de cada dia, mas não sustenta a família”, afirmou.

O jovem também alvo das ações sociais da prefeitura de Osasco. O município oferece os programas Juventude, que prevê uma ajuda financeira para jovens desempregados ou em estado de vulnerabilidade social; o Osasco Digital, com a implantação de centros de inclusão digital em vários pontos da cidade, com internet gratuita e cursos de capacitação em informática; e o Osasco Solidária, que ajuda os cidadãos a montarem suas próprias empresas ou cooperativas.

“Uma pessoa pode procurar o Portal do Trabalhador para fazer uma inscrição no Bolsa Família, passar por uma capacitação profissional e, daí, para o programa Economia Solidária. Se tiver filhos, eles podem ir para os programas destinados aos jovens. A família é vista como um todo”, disse a secretária.

Para Renata Ártico, a diferença de Osasco com relação a outros municípios que também têm alguns programas semelhantes, é a integração dessas ações. “Nosso diferencial é que fazemos articulação dos programas de transferência de renda às políticas emancipatórias para que essas pessoas não dependam de bolsas ou até mesmo do seguro-desemprego”, disse Renata.


Edição: Aécio Amado
*****
Fonte:http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2011-04-17/programas-sociais-de-osasco-combinam-transferencia-de-renda-e-politicas-emancipatorias

Blogueiros Progressistas são chapas-brancas?

18.04.2011
Do BLOG DA CIDADANIA
Por Eduardo Guimarães

Já não perco mais a paciência – acho engraçado. Refiro-me aos capachos de barões da mídia que têm a falta de noção de acusarem alguém como este blogueiro de ser “chapa-branca” apesar de que, enquanto se sustentam da bajulação de políticos, vivo exclusivamente do meu trabalho remunerado (comércio), que nada tem que ver com jornalismo ou política.

Desde o primeiro Encontro dos Blogueiros progressistas, em agosto do ano passado, que uma horda desses indivíduos se dedica a desancar a iniciativa de blogueiros que querem a democratização da comunicação de se reunirem para trocar impressões. O argumento? A CUT geralmente contribui financeiramente com o Encontro doando alguma merreca.

Ano passado, quando o presidente Lula adotou a iniciativa inédita e histórica de conceder uma entrevista a dez blogueiros de diversas partes do país – entre os quais, honrosamente, estive –, acredite quem quiser, mas os maiores jornais do país dedicaram extensas matérias (O Globo chegou a dedicar uma página inteira ao assunto) a nos acusar de “chapas-brancas”.

Nesta segunda-feira, logo de manhãzinha, recebo e-mail de um amigo contendo texto de um sujeito chamado André Forastieri repisando a “argumentação” da direita midiática ao detratar um Encontro de Blogueiros Progressistas como o de São Paulo, que aconteceu entre sexta, sábado e domingo últimos na Assembléia Legislativa do Estado.

Antes de prosseguir, submeto o leitor à pena de ler tal texto.

—–

Vá ao encontro dos blogueiros progressistas e depois me contas do que se trata

Recebi um convite para o “I Encontro Estadual de Blogueiros Progressistas”, que acontece este final de semana. Não me sinto blogueiro – escrever neste blog não toma 10% do meu tempo útil – e a esta altura do campeonato, não faço mais ideia do que signifique “progressista”. Tem até um partido de ex-funcionários da ditadura militar que se chama Partido Progressista, não é?

Mas a curiosidade é dever do jornalista! Num esforço de reportagem, cliquei no convite e em seguida no link para o site oficial do evento. É na Assembleia Legislativa! Será um encontro de políticos blogueiros? Que maletice… Mas não, os nomes que participarão dos debates misturam políticos profissionais, jornalistas, militantes e ilustres desconhecidos.

O festerê começa hoje, com abertura oficial às 19h, coquetel e Pocket Show, imagino que de um humorista. No sábado é que a coisa pega fogo, logo nove da manhã, com o tema “Opressão na Mídia”. Conheço muitos jornalistas que se sentem oprimidos em seus empregos, mas não deve ser disso que se trata.

Depois, “Mídia Livre, AI-5 e PNBL” – único tema intrigante, Costa e Silva versus Banda Larga, e a razão é porque a apresentação é de Sérgio Amadeu, veterano militante das causas open source. Ih, mas aí já entram em cena os profissionais, Luiza Erundina, Brizola Neto, Antonio Mentor, e por aí seguimos, com debates sobre Movimentos Sociais, sobre Militância Virtual, Comunicação Comunitária, “Sustentação Financeira nas Blogosferas” etc.

O encontro é apoiado pela CUT, como era de se esperar, e por vários sindicatos. A CUT recebeu R$ 31,9 milhões do governo federal em 2010, por conta do imposto sindical, então você pode imaginar o viés do progressismo do evento.

Também conta com o suporte de alguns veículos com histórico de militância. Difícil precisar a favor de quê, facílimo identificar contra. Não vejo problema algum em uma revista, jornal ou grupo de comunicação ter uma posição política aberta e escancarada, assumir “apoiamos esse ou aquele”. Melhor que o esquema habitual, em que tantos grandes veículos de comunicação são pró-esse ou aquele, mas disfarçam, mordem para poder levar, assopram quando interessa.

A questão é que blogueiro não é grupo de comunicação, não é empresa, não tem interesses econômicos. Um blogueiro profissional se aproxima de um jornalista, ou deveria. E jornalismo a favor é propaganda, relações públicas, assessoria de imprensa. Gosto de pensar nesta profissão como um estilingue, uma arminha de moleque, não-letal e de pouca precisão, que a sociedade usa para irritar quem a irrita.

Palmas para quem se dispõe a vigiar políticos de perto, que é que faz o site Congresso em Foco – visite aqui. Mas meu jornalismo favorito existe não para influenciar, moldar ou fiscalizar os poderosos, muito menos para bajulá-los. Gosto do jornalismo que espicaça e fustiga os ricos e influentes, que expõe seus ridículos, seus erros, suas baixezas.

Eles já têm tudo – pelo menos sossego, não devem ter. Aprendi com o Homem-Aranha e os Sex Pistols. Por isso tudo é que eu não consigo imaginar que tipo de pessoa vai participar deste encontro de blogueiros progressistas.

Dá até vontade de ir lá e descobrir. Vou ficar sentado quietinho aqui até passar.

—–

Agora vem a surpresinha que estava guardando para o leitor. O tal Forastieri é blogueiro do portal R7. Ele ataca blogueiros por terem feito um encontro para o qual a CUT contribuiu com uma merrequinha que não paga uma noitada do patrão do nosso detrator. E o pior é que seu empregador, o R7, acaba de cometer um ato de “chapa-branquismo” de fazer corar o maior dos puxa-sacos.

No último domingo à tarde, a internet foi tomada pela notícia de que o senador pelo PSDB de Minas Gerais, Aécio Neves, foi flagrado por uma blitz da polícia do Rio de Janeiro ao dirigir com a carteira de habilitação vencida, e de que, instado pelos policiais a fazer o teste do bafômetro, recusou-se.

O mesmo portal R7, naquele momento, deu uma notícia sobre o assunto que nenhum grande meio de comunicação deu nem ontem, nem hoje: Aécio estaria “visivelmente embriagado”. Fiquei sabendo desse fato por obra e graça do leitor João Carlos, que, ao ver o texto no R7 dizendo da “visível” embriagues de Aécio Neves, copiou e colou na caixa de comentários deste blog.

Abaixo, o comentário:

—–

Do leitor João Carlos

Interessante foi o caso do R7, primeiro noticiou que Aécio estava visivelmente embriagado e depois mudou a matéria, deletou a antiga.

Aqui está a matéria original que saiu no R7:

Visivelmente embriagado, Aécio Neves não quis fazer o teste do bafômetro quando foi parado na blitz da Lei Seca, no Rio

Do R7

Aécio estava com carteira de habilitação vencida e foi multado em R$ 957,70

O senador Aécio Neves (PSDB) foi parado na madrugada de domingo (17), por volta das 3h, na blitz da Lei Seca na esquina das ruas Bartolomeu Mitre e General San Martin, no Leblon, zona sul do Rio de Janeiro.

De acordo com os agentes da Lei Seca, Aécio estava com a CNH (carteira nacional de habilitação) vencida e teve que chamar um amigo para dirigir o veículo, um Land Rover.

O senador teve o documento apreendido e foi multado em R$ 957,70. Visivelmente embriagado, ele não quis fazer o teste do bafômetro.

(…)

—–

E esse André Forastieri diz que os blogueiros escrevem “a favor”, apesar de afirmar que são “ilustres desconhecidos”. Não se entende como sabe que escrevem “a favor” se não os conhece. Mas vamos em frente.

Não entendo por que a CUT não pode doar uma merrequinha de três mil. A entidade pode, sim, apoiar, pois uma das destinações dos recursos dos sindicatos é a comunicação. A CUT recebia dinheiro dos sindicalizados em governos tucanos e recebe no governo do PT. Gasta em comunicação desde sempre e tem o direito de fazê-lo.

Os encontros do Instituto Millenium, por exemplo, que é ligado à grande mídia, são contrapartida ao encontro dos blogueiros. Pela lógica do blogueiro do R7, posso dizer que também são financiados por dinheiro público, pois uma ANJ ou uma Abert, que contribuem com esses eventos, recebem doações de jornais ou tevês, que, pela vez deles, recebem milhões e milhões de reais de dinheiro público.

Como um dos palestrantes do Encontro dos Blogueiros Progressistas de São Paulo que Forastieri classifica, com toda razão, como ilustre desconhecido, só posso dizer que escrevo, sim, “a favor”, mas sou mais honesto do que meu crítico.

Nunca escondi que apoiei o governo Lula e a eleição de Dilma Rousseff. Apoiei e apóio.E a recompensa que recebi do governo anterior – porque do governo atual nada recebi –, reproduzo abaixo. Esse “pagamento” do presidente Lula foi enviado diretamente à minha residência e me orgulho muito dele. Sobretudo porque foi o único durante os seis anos deste blog.

****

Trem-bala também poderá ser usado para transporte intermunicipal de passageiros, diz ANTT

18/04/2011
Nacional
Vinicius Konchinski
Repórter da Agência Brasil

São Paulo
– A construção de uma linha de trem de alta velocidade (TAV) ligando as cidades do Rio de Janeiro e de Campinas pode ser uma alternativa para o transporte intermunicipal de passageiros nos estados de São Paulo e do Rio de Janeiro. Segundo o diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Bernardo Figueiredo, estações construídas ao longo da ferrovia podem interligar municípios e reduzir o uso de automóveis e ônibus.

Durante seminário para debater o projeto do primeiro trem-bala brasileiro, realizado hoje (18) na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Figueiredo disse que a concorrência pública para a construção e a operação do trem exigem ferrovias que comportem trens de alta velocidade. Isso não impede, porém, que essas linhas sejam usadas também por trens mais lentos, que farão viagens mais curtas dentro de uma mesma região.

“O projeto do TAV prevê algumas paradas obrigatórias. Agora, onde a empresa vencedora quiser construir outras estações, pode construir”, afirmou Figueiredo, após participar do seminário. “Provavelmente, teremos uma estação em Resende, em Volta Redonda, em Taubaté, em São José dos Campos, em Aparecida do Norte e em Guarulhos.”

De acordo com Figueiredo, o maior número de estações ajuda a empresa a aumentar seu faturamento, pois aumenta o acesso ao trem-bala. Isso ainda não inviabiliza o projeto do governo federal de criar uma ligação rápida entre Campinas, São Paulo e Rio.

“No Japão, o trem de alta velocidade tem paradas a cada 30 quilômetros. Você não precisa de todos os trens parando em todas as estações. Você pode ter serviço que para em duas estações, um que para em três, um que para em dez”, explicou ele. “Nos estudos que fizemos, nós temos, no horário de pico, a cada 20 minutos um trem direto e, a cada 20 minutos, um trem regional.”

Figueiredo acrescentou que o atendimento regional do TAV faz parte de um plano do governo de incluir as ferrovias no sistema de transporte de pessoas. Além do TAV, linhas de trens de carga em construção também já estão sendo projetadas para serem usadas no transporte público. “Nós vamos explorar essa possibilidade”, disse Figueiredo.

O secretário de Transportes do estado do Rio de Janeiro, Júlio Lopes, apoiou o projeto do governo federal e disse que o trem-bala muda o modelo do transporte de passageiros entre São Paulo e Rio. “O trem quebra o paradigma de transporte desta megalópole que será São Paulo-Rio de Janeiro”, disse Lopes.

O secretário de Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo, Jurandir Fernandes, afirmou que o governo paulista já estuda formas de interligar as linhas de trens e metrôs já existentes ao TAV. Ele também apoiou a construção do trem-bala e sua utilização no transporte regional. “Estamos convencidos de que vale a pena lutar por essa proposta”, afirmou.

Figueiredo, da ANTT, disse que o leilão para construção do TAV ocorrerá em julho. A construção da ferrovia deve começar no segundo semestre de 2012 e a expectativa é que até 2018 o trem-bala já esteja operando.



Edição: Lílian Beraldo
******
Fonte:http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2011-04-18/trem-bala-tambem-podera-ser-usado-para-transporte-intermunicipal-de-passageiros-diz-antt

Veja as inserçõe do PT na TV

18.04.2011
Do BLOG DE JAMILDO

****

Marília Gabriela venceu licitação para apresentar Roda Viva?

18.04.2011
Do BLOG DA CIDADANIA, em 16.04.11
Por Eduardo Guimarães

Voltando do Encontro de blogueiros de São Paulo, vim pensando sobre a moda que o Estadão lançou de empresas de comunicação esmiuçarem valores pagos por tevês públicas a jornalistas, começando com Luis Nassif na TV Brasil. De tal reflexão ocorreram-me perguntas.

1 – Marília Gabriela, apresentadora do programa Roda Viva, da TV Cultura, controlada pelo governo tucano de São Paulo, participou de licitação para ser contratada pela emissora pública?

2 – Por que, quando da contratação de Gabriela, não saiu nenhuma matéria no Estadão dando conta dos valores que lhe estão sendo pagos?

3 – Se uma emissora pública se interessa pelo trabalho de determinado jornalista pelo perfil dele como acontece com Gabi, na Cultura, ou com Luis Nassif, na TV Brasil, como seria possível fazer licitação para contratá-lo sem que exista mais de uma Gabi ou mais de um Nassif?

4 – A classe jornalística aceitará passivamente que colegas sejam expostos pelos patrões sem que exista uma acusação sólida? Não deveria haver um protesto público ao menos dos sindicatos de jornalistas?

5 – O que fez o Estadão com Nassif é jornalismo ou vingança?

****
Fonte:http://www.blogcidadania.com.br/2011/04/marilia-gabriela-venceu-licitacao-para-apresentar-roda-viva/

Donas de casa poderão ter aposentadoria

18.04.2011
Da FOLHA DE PERNAMBUCO


Está tramitando na Comissão de As­suntos Sociais do Sena­do Federal o projeto de lei 81/ 2011, que prevê a redução de 15 para dois anos o período de contribuição das donas de casa que se aposentarem por idade para receber um salário mínimo de R$ 545.

Atualmente, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) estabelece como regra que esse público deve contribuir com 11% e ter 60 anos de idade para ter acesso ao benefício, conforme foi assegurado pela Emenda Constitucional nº 47. Com a aprovação da matéria, a categoria terá que se inscrever no Regime Geral de Previdência Social (RGPS) até o dia 31 de dezembro desse ano.

O projeto, que foi protocolado pela senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) no mês passado, altera a Lei 8.213 de julho de 1991 e, com isso, dispõe sobre o período de carência para a concessão da aposentadoria para as donas de casa de baixa renda, previsto no artigo 201 da Constituição Federal. De acordo com o relatório, a medida contemplará o segurado sem renda própria que se dedique exclusivamente ao trabalho doméstico no âmbito de sua residência, desde que pertencente a uma família de baixa renda e que esteja inscrito no RGPS.

As donas de casa poderão requerer a aposentadoria por idade, ainda que tenha contribuído de forma descontínua no período anterior ao requerimento do benefício. O projeto pode contemplar 6,3 milhões de mulheres com idade entre 45 e 59 anos, além de cinco milhões de donas de casa com mais de 60 anos. O tempo de contribuição de 15 anos em vigor acaba não contemplando muitas mulheres com mais de 70 anos, já que elas teriam que contribuir até os 85 anos para ter direito ao benefício.

Para o advogado previdenciário Alexandre Vasconcelos, o deficit da previdência, registrado em R$ 3,3 bilhões em março passado, pode ser um dos entraves para a aprovação do projeto. “A Previdência precisa do custeio. A partir do momento em que se concede um benefício com dois anos de contribuição, a tendência é de que o deficit aumente. Mas, por outro lado, a liberação desse tipo de aposentadoria tem um cunho social, tendo em vista que essas donas de casa não trabalham na iniciativa privada, mas se empenham bastante nas atividades do lar”, declarou.

A proposta já passou pelo Con­gresso Nacional e depois de ser discutida e votada pela Comis­são de Assuntos Sociais do Se­nado volta para a Câmara. Ca­so seja aprovada, fica sob respon­sabilidade da presidente Dil­ma Rousseff sancionar a maté­ria para, em seguida, ser adota­da pelo Ministério da Previdência.
****
Fonte:http://www.folhape.com.br/index.php/edicao-de-hoje/632376-projeto-donas-de-casa-poderao-ter-aposentadoria

DER inicia Operação Semana Santa nas estradas

18.04.2011
Do blog CISCO NO AR

Equipes do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem (DER) estarão a partir da tarde de hoje (14) nas rodovias do Estado divulgando a campanha educativa de trânsito para a Semana Santa. Os agentes atuarão no roteiro das praias, nas PE-60 e PE-35, e na rota dos motoristas que se deslocarão para os eventos programados no período nas cidades às margens da BR-232, BR-104 e PE-145, especialmente no trajeto para Fazenda Nova, em Brejo da Madre de Deus, onde acontece o esFpetáculo da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém.Os agentes do DER estarão trabalhando em sintonia com BPRV, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Polícia, Detran, Empetur, Rodoviária Federal, Sociedade Teatral de Fazenda Nova, e prefeituras municipais de Gravatá, Caruaru e Brejo da Madre de Deus. A campanha educativa de trânsito mostra que quem respeita o próximo, dirige com responsabilidade na estrada. “Quem dirige com responsabilidade evita acidentes, protege a si próprio e aos outros”, enfatiza o secretário de Transportes, Isaltino Nascimento.
*****
Fonte: http://cisconooi.blogspot.com/2011/04/der-inicia-operacao-semana-santa-nas.html

FHC, como seu Governo dava grana ao PiG?

18.04.2011
Do blog ARTE, CIÊNCIA e POLÍTICA

Por Venício Lima*

DEBATE ABERTO: FHC, a oposição e a mídia

O presidente de honra do PSDB teria prestado uma importante contribuição à moralidade pública se dissesse quais são os veículos de mídia que se sujeitam à “influência” do governo via verbas publicitárias. Será que ele estaria se referindo à revista Veja? Ou aos veículos das Organizações Globo? Ou, quem sabe, à Folha de São Paulo? Ou ao Estadão?

O artigo sobre “O papel da oposição” que Fernando Henrique Cardoso publicou na revista “Interesse Nacional” teve grande repercussão, mas pouco se comentou sobre as afirmações que ele faz sobre o papel da mídia, velha e nova. Trata-se de ex-presidente da República e presidente de honra do PSDB, que sempre contou com a simpatia da grande mídia e, certamente, fala com autoridade de quem sabe. Vale a pena, portanto, verificar alguns dos conceitos e conselhos que oferece à oposição política.

PRIMEIRO: Para FHC opinião pública “são os setores da opinião nacional que recebem informações [da mídia]”, vale dizer, a opinião pública é apenas uma parte da população, aquela que se utiliza da mídia para obter informações [políticas].

O ex-presidente, portanto, ao contrário do que historicamente pensam e reivindicam muitos na grande mídia, faz uma importante distinção entre a opinião da mídia, a opinião pública e a opinião nacional [cf. nesta Carta Maior, “Golpe de 1964: os jornais e a “opinião pública” ].

SEGUNDO: FHC considera que “existe um público distinto do que se prende ao jogo político tradicional e ao que é mais atingido pelos mecanismos governamentais de difusão televisiva e midiática em geral”. Esse público “mais atingido pelos mecanismos governamentais” é identificado como sendo “as massas carentes e pouco informadas” e, entre os “mecanismos governamentais”, se incluem a “influência que [o governo] exerce na mídia com as verbas publicitárias”.

O ex-presidente considera, então, que existe uma “massa” que vem sendo manipulada pelo governo através da “difusão televisiva e midiática em geral”. E mais: que o governo ainda conta com a conivência ou cumplicidade da mídia, cooptada por meio de verbas publicitárias.

Teriam sido essas “massas carentes e pouco informadas” que o elegeram duas vezes, em 1994 e 1998, para a presidência da República? Ou essa seria apenas a conhecida forma elitista de se desqualificar o voto que elegeu e reelegeu o ex-presidente Lula e ainda elegeu, em 2010, a presidente Dilma?

Vale relembrar uma passagem do precioso artigo de Maria Rita Kehl que provocou sua demissão do Estadão em outubro de 2010. Dizia ela:

O argumento já é familiar ao leitor: os votos dos pobres a favor da continuidade das políticas sociais implantadas durante oito anos de governo Lula não valem tanto quanto os nossos. Não são expressão consciente de vontade política. Teriam sido comprados ao preço do que parte da oposição chama de bolsa-esmola. (…) Mas parece que o voto dessa gente ainda desperta o argumento de que os brasileiros, como na inesquecível observação de Pelé, não estão preparados para votar. Nem todos, é claro. Depois do segundo turno de 2006, o sociólogo Hélio Jaguaribe escreveu que os 60% de brasileiros que votaram em Lula teriam levado em conta apenas seus próprios interesses, enquanto os outros 40% de supostos eleitores instruídos pensavam nos interesses do País. Jaguaribe só não explicou como foi possível que o Brasil, dirigido pela elite instruída que se preocupava com os interesses de todos, tenha chegado ao terceiro milênio contando com 60% de sua população tão inculta a ponto de seu voto ser desqualificado como pouco republicano. [cf. http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20101002/not_imp618576,0.php ].

Por outro lado, teria sido uma importante contribuição à moralidade pública se o presidente de honra do PSDB tivesse dado a conhecer quais são exatamente os veículos de mídia que se sujeitam à “influência” do governo via verbas publicitárias. Será que ele estaria se referindo à revista Veja? Ou aos veículos das Organizações Globo? Ou, quem sabe, à Folha de São Paulo? Ou ao Estadão?

TERCEIRO: O ex-presidente considera que “existe toda uma gama de classes médias” (…), “ausente do jogo político-partidário”, para a qual “as oposições devem dirigir suas mensagens prioritariamente, sobretudo no período entre as eleições”. Uma das características desses grupos é que, eles estão conectados às “redes de internet, Facebook, YouTube, Twitter, etc.”.

Mas, alerta ele, as oposições “não devem, obviamente, desacreditar do papel da mídia tradicional: com toda a modernização tecnológica, sem a sanção derivada da confiabilidade, que só a tradição da grande mídia assegura, tampouco as mensagens, mesmo que difundidas, se transformam em marcas reconhecidas.”

Certamente o ex-presidente não ignora a incrível capilaridade social da internet e de suas redes sociais no Brasil. Os usuários de Facebook, YouTube e Twitter estão em todas as classes sociais. E muitos dos usuários chegaram lá exatamente como resultado das políticas sociais dos governos que a oposição, segundo o ex-presidente, precisa combater.

O mais interessante, todavia, é a advertência em relação à mídia tradicional. Ela seria detentora exclusiva de uma “confiabilidade” capaz de assegurar a transformação das mensagens (políticas) em “marcas reconhecidas”.

Se considerarmos a oposição sistemática feita pela grande mídia aos dois governos Lula, comprovada por diferentes pesquisas e reconhecida pela própria presidente da Associação Nacional de Jornais, há razões de sobra para se desconfiar da “confiabilidade” da mídia tradicional. O ex-presidente Lula e seu governo, como se sabe, continuaram a receber aprovação recorde da imensa maioria da população.

Ao fim e ao cabo, parece que, a seguir as recomendações do ex- presidente FHC, a oposição política no Brasil terá um longo caminho pela frente.

A ver.

Venício A. de Lima é professor Titular de Ciência Política e Comunicação da UnB (aposentado) e autor, dentre outros, de Regulação das Comunicações – História, poder e direitos, Editora Paulus, 2011.
*****
Fonte:http://abelezadaarte.blogspot.com/2011/04/fhc-como-seu-governo-dava-grana-ao-pig.html

Enem vai substituir exame de desempenho de alunos que entram no curso superior

18/04/2011
Educação
Amanda Cieglinski
Repórter da Agência Brasil

Brasília
– A partir deste ano, os alunos que tiverem participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2009 ou 2010 não serão obrigados a fazer a prova do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), que é aplicado a alunos ingressantes e concluintes de cursos superiores de instituições públicas e particulares. Na edição deste ano, cujas provas estão marcadas para 6 de novembro, serão avaliadas 26 graduações e cursos tecnológicos. A substituição vai valer apenas para os alunos que estão entrando no curso superior.

A substituição do Enade de ingressantes pelo Enem é uma demanda antiga das instituições de ensino. A participação no Enade é obrigatória – quem não comparece fica impedido de colar grau ao final do curso – mas o desempenho do aluno na prova não interfere no seu currículo. Sem esse compromisso, as instituições defendiam que a nota do curso ficava comprometida.

O Enade é aplicado a ingressantes e concluintes de cursos superiores para avaliar a qualidade do ensino oferecido pelas instituições a partir do “valor agregado” pelo estudante ao longo da formação. A nota obtida pelos alunos é utilizada no cálculo de vários indicadores de qualidade que são utilizados para regular a oferta de ensino no país. O Ministério da Educação (MEC) calcula que 1,2 milhão de alunos estão aptos a participar do exame em 2011.

A inscrição dos alunos é de responsabilidade da instituição e deve ser feita de 18 de julho a 19 de agosto pela internet. São considerados alunos ingressantes aqueles que tenham iniciado o curso em 2011. Já os concluintes são aqueles que tenham expectativa de formatura em 2011 ou que tiverem cursado mais de 80% da carga horária mínima do currículo.

Apesar de dispensados da prova, os ingressantes que tiverem participado do Enem devem ser inscritos no Enade normalmente, para efeito de cadastro. De acordo com o MEC, a dispensa tem como objetivo reduzir custos e dar eficácia à aplicação da prova. A economia será de aproximadamente R$ 30 milhões. Outro motivo para fazer essa substituição é que o Enade de ingressante, por ser aplicado no fim do primeiro ano letivo, não aferia as habilidades e conhecimentos adquiridos pelo aluno desde sua entrada até o segundo semestre do curso.

No Enade, os alunos que não comparecem no dia da prova ficam em situação irregular no MEC e precisam esperar uma nova edição do exame para obter o diploma. Outra novidade, a partir deste ano, é que o estudante nessa situação não precisará fazer a prova, basta que a instituição de ensino faça sua inscrição e o caso fica regularizado.

Em 2011, serão avaliados os cursos superiores em arquitetura e urbanismo, engenharia, biologia, ciências sociais, computação, filosofia, física, geografia, história, letras, matemática, química, pedagogia, educação física, artes visuais e música. Também participam do Enade os alunos de cursos técnicos em alimentos, construção de edifícios, automação industrial, gestão da produção industrial, manutenção industrial, processos químicos, fabricação mecânica, análise e desenvolvimento de sistemas, redes de computadores e saneamento ambiental. A portaria com as regras do Enade 2011 foram publicadas hoje (18), no Diário Oficial da União.


Edição: Lana Cristina
****
Fonte:http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2011-04-18/enem-vai-substituir-exame-de-desempenho-de-alunos-que-entram-no-curso-superior

CAMPEONATO PERNAMBUCANO: PREPARE O CORAÇÃO

18.04.2011
Da FOLHA DE PERNAMBUCO


Aqueles que não tiverem corações fortes deverão ficar alheios à disputa das semi­finais do Cam­peonato Pernambucano, que começa no próximo domingo. De um lado, a batalha entre o Náutico, primeiro na fase classificatória, e o Sport, que terminou na quarta colocação. Briga direta pelo hexa.

Os alvirrubros querem manter a exclusividade da conquista, enquanto os rubro-negros procuram alcançar o feito do rival. Ontem, nos Aflitos, em uma prévia do que vem por aí, o Timbu venceu por 1x0, gol de Bruno Meneghel. Na outra semifinal, o Santa Cruz, segundo colocado, enfrenta o Porto, terceiro na classificação geral. Na rodada de ontem, os corais ficaram no 0x0 com o Ypiranga, em Santa Cruz do Capibaribe.

O Porto jogou relaxado e foi surpreendido pelo Petrolina, em Caruaru, ao ser derrotado por 3x1. Na briga contra o rebaixamento, melhor para o América. O Periquito bateu o Araripina nos acréscimos, fora de casa, e conseguiu terminar na décima colocação. Já Ypiranga e Vitória sofreram a dor da queda, e no ano que vem terão que disputar a Série A2 do Estadual.
*****
Fonte:http://www.folhape.com.br/index.php/edicao-de-hoje/632373-prepare-o-coracao

Audiência pública no Recife discutirá a viabilização da Copa de 2014

18.04.2011
Da FOLHA DE PERNAMBUCO


Será realizada nesta terça-feira (19), uma audiência pública para acompanhar as iniciativas dos governos Federal, Estadual e municipal e da iniciativa privada, para a viabilização da infraestrutura necessária à realização dos jogos da Copa do Mundo de 2014 no Brasil. O encontro, aberto ao público. começa às 9h30 e seguirá até as 18h no Recife Praia Hotel, no Pina. Entre os temas, serão debatidos a infraestrutura, o Estádio Arena Pernambuco, controle e fiscalização.

A audiência é um dos encontros que serão promovidos pelo sistema Confea/Crea, com o apoio do Sinaenco e da CBIC, que vai realizar audiências públicas em 12 capitais. O objetivo, é debater com a sociedade os projetos de engenharia e arquitetura, apresentados para a Copa de 2014. Na abertura de cada evento, serão demonstrados os resultados de ações de fiscalização do Crea junto a obras, equipamentos ou serviços relacionados à Copa. A audiência será ainda um espaço para apresentação de projetos locais.

Com informações da assessoria
****
Fonte:http://www.folhape.com.br/index.php/noticias-geral/33-destaque-noticias/632445-audiencia-publica-no-recife-discutira-a-viabilizacao-da-copa-de-2014

Procuradoria arquiva pedido de militares contra novela do SBT

18.04.2011
Do BLOG DE JAMILDO

Na Folha.com

O Ministério Público Federal no Distrito Federal arquivou nesta segunda-feira pedido de uma associação de militares para censurar a novela do SBT "Amor e Revolução", que retrata a repressão a militantes de esquerda durante a ditadura (1964-1985).

Segundo a Procuradoria, não foram apresentados elementos mínimos para justificar a investigação.

Em um abaixo-assinado na internet, a Abmigaer (Associação Beneficente dos Militares Inativos e Graduados da Aeronáutica) evocava a Lei da Anistia, que não instituiu qualquer tipo de cerceamento a informações sobre o período, para pedir a censura.

"É óbvio que o governo federal, através da Comissão da Verdade, recém-criada, está participando do acordo em exibir a novela", diz o manifesto.

O texto relaciona a novela ao caso do Banco Panamericano. Em janeiro, o apresentador Silvio Santos vendeu o banco ao BTG Pactual por R$ 450 milhões. A venda aconteceu após fraudes que causaram um rombo de R$ 4,3 bilhões.

"Conjecturar que a teledramaturgia será exibida em troca de negociatas, objetivando desqualificar a imagem das Forças Armadas, pode ser tão nocivo quanto censurar o folhetim", afirma o procurador Peterson de Paula Pereira.

O grupo conseguiu 839 assinaturas desde o começo do mês.

Para o autor da novela, Tiago Santiago, a tentativa era inconstitucional e interessava apenas a "torturadores e assassinos" do regime.

****

André de Paula já fala como membro do PSD

18.04.2011
Do BLOG DA FOLHA
Postador por Valdecarlos Alves


alt
Democrata vem sendo assediado há meses pelo prefeito Gilberto Kassab

Por Renata Bezerra de Melo
Da Folha de Pernambuco

Até amanhã, o democrata e ex-deputado federal André de Paula espera encerrar a fase de análise do convite recebido, em duas oportunidades, do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), para presidir o PSD em Pernambuco. Mesmo sem ter formalizado ainda sua migração do DEM para a legenda recém-fundada pelo gestor paulista, André, ainda que sem querer, já fala com entusiasmo do que chama de “desafio”. “Está acontecendo (a negociação) e existe chance enorme de eu aceitar o desafio”, admite.

Há cerca de três meses, André de Paula vem sendo assediado não só pelo prefeito de São Paulo (ex-democrata), como por deputados federais, colegas da Câmara, para encarar a missão. Hoje, após alguma análise, externa seu sentimento: “É uma coisa que me entusiasma, porque é um projeto novo de construção de um partido com pessoas que considero muito, com espaço político importante, que me está sendo oferecido”.

Cauteloso com o passo futuro, segue, hoje, para Brasília com um propósito: tratar do assunto pessoalmente e de maneira decisiva com o presidente do conselho político do DEM, ex-senador Marco Maciel, e com o presidente do Democratas em Pernambuco, deputado federal Mendonça Filho. Afeito a gentilezas, André não cogita formalizar sua saída do DEM sem antes conversar com estas duas lideranças da sigla no Estado. “Agora, estou num processo de definição. Quero definir até o começo desta semana”, relatou.

Descrevendo Maciel e Mendoncinha, como “pessoas que estimo muito”, André, de antemão, realça que se a saída for consolidada, “não será por insatisfação”. “Não é sair por desconforto, por insatisfação, batendo. É para construir um novo momento, viabilizar um projeto ousado, novo interessante, que, inclusive, diz muito para mim nesse momento, que tenho possibilidade de estar em Pernambuco, ficar mais próximo das bases, de me entregar à construção do partido. Então, isso tudo pesa na minha decisão”, enumerou.

André já foi presidente estadual do DEM em Pernambuco, foi vice-presidente nacional da sigla, vereador do Recife, deputado estadual e chegou a disputar a eleição para prefeito do Recife em 1992. Em 1998, participou da construção da aliança União por Pernambuco que levou o, hoje, senador Jarbas Vasconcelos (PMDB) ao Governo do Estado com Mendonça Filho como vice-governador. Durante a gestão do peemedebista, exerceu o cargo de secretário estadual de Produção Rural e Reforma Agrária.
*****
Fonte:http://www.blogdafolha.com.br/index.php/materias/19514?task=view

Boa notícia. DER libera tráfego na rotatória da PE-15, em Olinda

18.04.2011
Do BLOG DA FOLHA
Postado por Valdecarlos Alves

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) concluiu mais uma etapa das obras do viaduto da PE-15. Foi liberado o tráfego na rotatória, no sentido Peixinhos-Olinda e Olinda-Peixinhos. Falta agora concluir os serviços das alças 3 e 4, que dão acesso a Peixinhos-Recife e Paulista-Peixinhos, além do projeto de urbanização.

A previsão inicial é que toda obra esteja concluída no final de maio, contudo as chuvas do mês de abril estão atrapalhando o cumprimento do cronograma estabelecido pela construtora responsável para execução dos serviços. A obra de construção dos Viadutos da Panordestina, na interconexão da PE-001 com a PE-015, no giradouro do Complexo de Salgadinho, em Olinda, foi iniciada em agosto de 2009 e recebeu investimento de R$ 38 milhões.
****
Fonte:http://www.blogdafolha.com.br/index.php/materias/19540-boa-noticia-der-libera-trafego-na-rotatoria-da-pe-15-em-olinda

Senadores petistas ironizam desafio de FHC a Lula

18.04.2011
Do MSN NOTICIAS, estadao.com.br
Por DAIENE CARDOSO


Os senadores petistas Humberto Costa (PE) e Jorge Viana (AC) ironizaram hoje o desafio lançado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de disputarem uma nova eleição. 'Acho que ele fez uma declaração infeliz e está tentando se remendar em cima de críticas ao ex-presidente Lula', disse o senador pernambucano, que na tarde de hoje se reúne com Lula para discutir a reforma política.

Em entrevista à Rádio Cultura FM, Fernando Henrique lembrou hoje suas vitórias eleitorais sobre Lula em 1994 e 1998. 'Ele esquece-se que eu o derrotei duas vezes. Quem sabe ele queira uma terceira. Eu topo', disse. 'Se ele quiser discutir comigo, eu estou aberto.' Na semana passada, Fernando Henrique publicou artigo na revista 'Interesse Nacional' em que defendeu que o PSDB deve deixar de lado o 'povão' para buscar diálogo com a nova classe média. Em Londres, na quinta-feira, após palestra a investidores da Telefónica, Lula ironizou o texto: 'Não sei como alguém que estudou tanto depois diz que quer esquecer do povão.'

Na capital paulista para encontro com Lula no Instituto Cidadania, na zona sul da cidade, os senadores petistas disseram que os comentários de Fernando Henrique se devem à observação de Lula sobre o elitismo do PSDB. 'O presidente Fernando Henrique Cardoso fez uma declaração que, de alguma maneira, expressa a verdade: o PSDB e outros partidos fizeram uma opção, desde sua criação, que é a de lidar com a elite brasileira. E o presidente Lula sempre fez uma opção que é estar ao lado do povo e ajudar a construir um novo Brasil', afirmou Viana.

Para o senador do Acre, as declarações de Lula em Londres incomodaram o 'sociólogo Fernando Henrique Cardoso'. Segundo Viana, ao fazer um governo com o olhar voltado para os mais pobres, Lula se tornou uma referência mundial. 'Lula hoje é um personagem do mundo, o mundo todo quer ouvir e aprender com Lula', afirmou. 'Isto é um mérito, uma coisa que deve orgulhar todos os brasileiros, inclusive o sociólogo Fernando Henrique Cardoso.'

Já Humberto Costa disse que Lula não tem a intenção de voltar a disputar nenhuma eleição, principalmente contra Fernando Henrique. 'Acho que não teria nem graça fazer essa eleição. Fernando Henrique é passado, Lula é uma coisa extremamente presente', afirmou.
****
Fonte:http://estadao.br.msn.com/ultimas-noticias/artigo.aspx?cp-documentid=28422835

Rui Falcão diz que FHC tem problema de entendimento

18.04.2011
Do MSN NOTÍCIAS, estadao.com.br
Por DAIENE CARDOSO


O presidente interino do PT, deputado estadual Rui Falcão, que substitui José Eduardo Dutra na presidência nacional da sigla, ironizou hoje o fato de o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso estar afirmando que sua legenda não é elitista. 'Acho que tanta explicação que ele está dando é porque tem algum problema de entendimento. Ele que continue a se explicar, pois nós vamos continuar do lado do povão', alfinetou o deputado, após participar de reunião com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre reforma política.

Depois de escrever artigo na revista 'Interesse Nacional', em que defendeu que o PSDB deve buscar diálogo com a nova classe média e deixar o povão de lado, o tucano disse hoje, em entrevista para a Rádio Cultura FM, que Lula 'mama na elite'.

'O Lula, que era contra a privatização, agora está em Londres falando para a Telefónica e ganhando US$ 100 mil. O filho dele é sócio de uma empresa de telefonia. Eles aderiram totalmente às transformações que nós provocamos e ainda vêm nos criticar dizendo que estamos a favor da elite contra o povo, enquanto eles estão mamando na elite. Cabe isso?', disse o ex-presidente.

A troca de farpas começou com os comentários de Lula sobre o artigo de seu antecessor. 'Não sei como alguém que estudou tanto depois diz que quer esquecer do povão', ironizou Lula. Rui Falcão questionou também a postura do PSD, legenda que está sendo recriada pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, por não ser nem de direita, nem de esquerda, nem de centro.

'Acho ruim. É preciso explicitar suas propostas para que o eleitor possa se definir', opinou. Para o deputado, ainda não está claro se o novo partido apoiará ou não o governo Dilma Rousseff. 'Vamos aguardar, mas ele disse que vai apoiar o Serra também', disse.

Crise

O dirigente evitou comentar a crise vivida pelos partidos de oposição e a recente debandada de sete vereadores do PSDB de São Paulo para o PSD. 'Como a oposição vai se movimentar é um problema dela. Nós achamos que a oposição é fundamental para o regime democrático', afirmou. Para o petista, 'cada um faz a escolha partidária que achar melhor', mas a avaliação final será dada pelos eleitores. 'Cabe ao eleitor julgar depois se deve prevalecer a fidelidade e se esse tipo de movimento é bem vindo', disse.

Embora tenha dito que a oposição seja importante para o debate das questões nacionais, Rui Falcão reclamou da postura da oposição nos últimos meses. 'A oposição tem apresentado suas restrições ao trem-bala e tem torcido para que a Copa não se viabilize. É um direito da oposição, mas a população vai julgar isso no momento da eleição'.
****
Fonte:http://estadao.br.msn.com/ultimas-noticias/artigo.aspx?cp-documentid=28425925