domingo, 31 de julho de 2011

Jornal português revela tentativa frustrada de atentado na Eurocopa 2004

31.07.2011
Do portal OPERA MUNDI
Por Agência EFE, Porto


Um jornal português revelou nesta quarta-feira que radicais islâmicos planejaram realizar um atentado terrorista em Portugal durante a Eurocopa 2004 – disputada no país – mas foram detidos antes de colocarem o seu plano em ação.

Segundo o Jornal de Notícias, a polícia portuguesa vigiava o grupo e interceptou mensagens e veículos suspeitos. Pelo conteúdo investigado, ela acreditava que o objetivo dessas pessoas era atacar com carros-bomba o Estádio do Dragão no Porto, e um jantar oficial oferecido por José Manuel Durão Barroso, atual presidente da Comissão Européia e que, na época, era primeiro-ministro de Portugal.

Leia mais:
Uefa aceita inscrição de times turcos envolvidos em escândalos nas copas europeias
Mais de 50 pessoas são presas sob suspeita de entregar jogos na Turquia
 
Drama na Argentina: River Plate empata em casa e é rebaixado para a segunda divisão 
De Maradona a Suárez: a mão divina e a mão humana  
Rússia e Catar são escolhidos para sediar Copas de 2018 e 2022 

A publicação, cujas informações não foram comentadas oficialmente, afirma que a polícia portuguesa foi alertada por uma unidade antiterrorista da Holanda. Ao todo foram detidos cerca de 20 cidadãos de origem marroquina.

Os suspeitos foram interrogados em 10 de junho de 2004, antes da abertura da Eurocopa, que foi disputada em várias cidades portuguesas. No entanto, como não havia provas suficientes, os acusados foram deportados ao Marrocos e à Holanda.

De acordo com a organização, cerca de um milhão de turistas visitaram Portugal durante a disputa da competição. A seleção de Portugal, que tinha como técnico o brasileiro Luiz Felipe Scolari, chegou à final, mas acabou derrotada pela surpreendente Grécia pelo placar de 1 a 0. 

****
Fonte:http://operamundi.uol.com.br/conteudo/esporte/JORNAL+PORTUGUES+REVELA+TENTATIVA+FRUSTRADA+DE+ATENTADO+NA+EUROCOPA+2004_1130.shtml

Estudo avalia impacto das redes sociai

31.07.2011
Do OBSERVATÓRIO DA IMPRENSA
Por em 20/06/2011 na edição 647



 instituto de pesquisas americano Pew Research Center divulgou um estudo sobre o impacto das redes sociais online na vida em sociedade. É a primeira pesquisa de âmbito nacional a avaliar como os americanos adultos usam os sites de relacionamentos. Foram entrevistadas 2.255 pessoas – 1.787 delas internautas e 975 membros de redes sociais como Facebook, LinkedIn, MySpace e Twitter – entre outubro e novembro de 2010.
O estudo teve como base uma pesquisa do Pew de 2009 sobre tecnologia e isolamento, que concluiu que, ainda que haja uma pequena relação entre o declínio no número e diversidade das relações sociais desde o advento das tecnologias digitais, este declínio não é causado diretamente pela internet.
A nova pesquisa corrobora os resultados da anterior. O uso de redes sociais entre os americanos dobrou desde 2008. Ainda assim, não há evidências concretas de que pessoas que usam estas redes tenham menos relações sociais fora da internet. No estudo de 2009, para medir o quanto as pessoas confiam nas pessoas com quem convivem, o Pew perguntou: “De maneira geral, você diria que a maior parte das pessoas é confiável ou que você deve ser cauteloso ao lidar com as pesssoas?”. Na ocasião, apenas 32% dos entrevistados responderam que as pessoas são confiáveis. Na pesquisa deste ano, este número subiu para 41%. Entre os usuários de internet, ele chegou a 46%, enquanto apenas 27% dos não usuários responderam a mesma coisa.
Confiança na rede
Junto com estes resultados, devem ser levados em conta fatores demográficos. Educação e raça tendem a afetar os níveis de confiança nas pessoas – independente de ferramentas comunicativas. Ainda assim, o Pew ressalta que os internautas têm duas vezes mais chances de achar que a maior parte das pessoas é confiável do que quem não acessa a internet. Haveria, também, uma relação entre o tempo gasto nas redes sociais e a confiança nas pessoas. Membros do Facebook que entram no site diversas vezes por dia têm 43% mais chances do que os outros internautas de confiar nas pessoas.
 A pesquisa também aponta para uma relação entre o uso das redes e o engajamento político. Levando em conta, claro, que idade, gênero e educação são os fatores mais determinantes para se avaliar o engajamento político, o Pew concluiu que internautas – e especialmente membros do Facebook – têm mais probabilidade de se envolver na política do que pessoas com os mesmos fatores demográficos mas não usuárias da internet. Internautas têm quase duas vezes e meia mais chances de participar de manifestações políticas, 78% mais chances de terem tentado influenciar o voto de alguém, e 53% mais chances de ter votado ou tido a intenção de votar – nos EUA o voto não é obrigatório – do que as pessoas que não acessam a internet. De novo, este número cresce ainda mais quando se trata de usuários do Facebook. Com informações do Nieman Journalism Lab.
O estudo do Pew pode ser lido aqui (em inglês).

****
Fonte:http://observatoriodaimprensa.com.br/news/view/estudo-avalia-impacto-das-redes-sociais

Obama não consegue maioria no Senado e elevação do teto da dívida permanece indefinida

31/07/2011 
Economia Internacional
Da Agência Lusa


Brasília – O Senado dos Estados Unidos decidiu hoje (31) continuar a debater o plano sobre a elevação do teto da dívida apresentada pelo líder democrata Harry Reid, reduzindo a possibilidade da proposta ser votada antes de terça-feira (2). As informações são da agência espanhola EFE.


Com 50 votos a favor e 49 contra, o líder democrata não conseguiu a maioria que necessitava para pôr fim ao debate e dar “luz verde” à votação do plano para aumentar o teto de endividamento. O plano dos democratas, aliados do presidente Barack Obama, já tinha sido rejeitado ontem (30) na Câmara de Representantes (deputados). A proposta dos democratas é uma elevação maior que a dos republicanos. A dívida americana hoje está em R$ 14,3 trilhões.


Entretanto, Reid afirmou, depois da votação, que tem “esperança e confia” que o acordo em negociação pelo líder republicano no Senado, Mitch McConnell, com o governo de Obama, “pode ir em frente”, embora tenha ressalvado que “ainda não é uma certeza”.


Ainda que o líder democrata tenha a possibilidade de voltar a apresentar o seu plano ao Senado para conseguir votá-lo, o mais provável é que os senadores apreciem o projeto que está em negociação na Casa Branca
*****
Fonte:http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2011-07-31/obama-nao-consegue-maioria-no-senado-e-elevacao-do-teto-da-divida-permanece-indefinida

A Oposição não tem rumo. A institucional ou a real ?

31.07.2011
Do blog CONVERSA AFIADA
Por Paulo Henrique Amorim

O ansioso blogueiro jantou no Rio com graduado funcionário do Governo Dilma, que tinha ido assistir à cerimônia da Copa e, portanto, ao #ForaTeixeira.

Perguntei o que a Oposição ia fazer em 2014.

- A institucional ou a real ?, ele devolveu.

- Qual é qual ?, perguntei eu.

- A institucional está sem rumo.

- Qual é a institucional sem rumo ?

- A do Cerra e do Aécio. Eles não tem mensagem. Nem mensagem nem autoridade moral.

- O Lula e a Dilma tomaram as bandeiras deles, é isso ?

- O mundo também.

- O mundo ?, como assim ?

- O que eles tinham a vender saiu da prateleira do mundo, não esta mais à venda, por falta de quem venda e de quem compre.

- O que, por exemplo, saiu da prateleira?

- O Estado mínimo e a privatização – quem é que no mundo quer comprar isso ?

- Nos Estados Unidos, o pessoal do Tea Party.

- É o pessoal que quase joga os Estados Unidos no precipício … E é só o que a Oposição institucional brasileira tinha no Evangelho.

- E a Oposição real ?

- A Oposição real, a que conta, estava sentada ao meu lado no sorteio da Copa.

- O que pensa essa oposição sentada ao teu lado.

- Não vai dar certo. A Copa vai ser um fracasso. O governo da Dilma não tem competência para construir estádio, aeroporto. Só tem ladrão.

- Por que você chama esse cara de Oposição real ?

- Porque é essa a Oposição que controla a imprensa, faz a cabeça da elite e de uma boa parte do Congresso.

Clique aqui para ler sobre o PAC  da Dilma e o PAC do Ali Kamel )

- E ainda por cima a Dilma parece que não vai fazer a Ley de Medios, pondero com minha habitual ansiedade.

- Acho que não vai fazer e será um desastre.

- E qual o efeito eleitoral disso, para 2014 ?

- A oposição real escolhe um porta-bandeira, um Collor, um Gabeira, um Aécio e vem com o mesmo de sempre …

- O quê ?

- Esse moralismo hipócrita, essa UDN de varejo.

Pano rápido


Paulo Henrique Amorim
******
Fonte:http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2011/07/31/a-oposicao-nao-tem-rumo-a-institucional-ou-a-real/

Recife andando melhor : João da Costa pede colaboração dos pais no trânsito na volta às aulas

31.07.2011
Do BLOG DE JAMILDO,30.07.11
Postado por Jamildo Melo

Com o início do segundo semestre do ano letivo, a Prefeitura do Recife, por meio da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU), realiza, a partir desta segunda-feira (01), ações educativas nos principais corredores escolares da cidade para conscientizar os pais, professores e responsáveis para um trânsito mais seguro. A campanha de “Volta às Aulas” prossegue até a sexta-feira (12), para reduzir a parada e do estacionamento em fila dupla e em locais proibidos, evitando retenções no tráfego.

Para reforçar a atividade junto à população, equipes de educadores de trânsito percorrerão ruas próximas a 11 escolas de grande e médio porte, localizadas em vias com intenso fluxo de tráfego. Com ajuda de placas indicativas, os educadores da CTTU vão trabalhar a questão do respeito à sinalização e normas de convivência no trânsito, bem como, o desembarque seguro dos estudantes.

Além do trabalho de educação, durante o período da “Volta às Aulas”, cerca de 30 agentes de trânsito ajudarão na orientação aos motoristas nas proximidades das unidades escolares beneficiadas pela campanha. A equipe de guardas atuará, alternadamente, nos horários de entrada e saída dos estudantes (de 7h a 8h30; de 11h30 a 13h; e das 17h às 18h30).

De acordo com o prefeito João da Costa, o trabalho de fiscalização dos agentes irá reforçar nos condutores o caráter educativo da campanha.

“Queremos garantir uma melhor circulação do trânsito e a segurança dos pedestres, especialmente das crianças. Os motoristas que forem deixar seus filhos nas escolas devem respeitar as leis de trânsito todos os dias, o ano inteiro, e não apenas na presença do agente”, explica.

Na Zona Norte do Recife, a fiscalização atuará nas ruas adjacentes aos colégios Damas, São Luiz e Agnes. Já na Zona Sul, serão monitoradas as vias próximas ao Santa Maria, Boa Viagem, Atual e Motivo. Por fim, a operação será realizada ainda na área central do Recife, especialmente nas imediações dos colégios Saber Viver, Salesiano, Nossa Senhora do Carmo e GGE.

O condutor que insistir em parar o veículo em local proibido poderá ser notificado pelos agentes da CTTU. As infrações para estacionamento ou parada irregular são classificadas de leve, média e grave, e a multa varia de R$53,20 a R$ 127,69; com pontos de 3 a 5 na Carteira Nacional de Habilitação.

Para garantir boas condições para a direção dos motoristas, a Prefeitura do Recife realizará uma série de serviços de manutenção nas vias que circundam as 11 unidades escolares envolvidas na campanha de "Volta às Aulas". O trabalho começará nesta sexta-feira (29) e continuará ao longo do final de semana em ruas e avenidas dos bairros do Centro, Boa Viagem, Graças, Espinheiro entre outros.
*****

PROFISSÃO PERIGO:Mais uma jornalista assassinada no México

31.07.2011
Do OBSERVATÓRIO DA IMPRENSA
Em 28/07/2011 na edição 652


Mais um profissional de imprensa morto no México. Foi encontrado na terça-feira, 26, na cidade de Veracruz, o corpo de Yolanda Ordaz de la Cruz, repórter policial e colunista do jornal Notiver. Desde 2000, pelo menos 77 jornalistas foram mortos no país e, desde 2003, 23 estão desaparecidos. Segundo a organização Repórteres Sem Fronteiras [27/7/11], nos sete primeiros meses de 2011 sete jornalistas foram assassinados e o paradeiro de um oitavo é desconhecido. Em dois dos casos, havia relação comprovada do crime com o trabalho da vítima.


Yolanda foi a terceira jornalista morta este ano em Veracruz, tornando o local o mais letal para profissionais de imprensa. Os outros dois eram Miguel Ángel López Velasco, editor do Notiver, assassinado junto com sua mulher e seu filho – que era fotógrafo do jornal – em casa; e o colunista do jornal La Verdad de Jáltipan Noel López Olguín, que cobria temas como corrupção e segurança pública, desaparecido em março. O corpo de Noel foi encontrado em junho.


“No caso de Yolanda, assim como na maior parte dos anteriores que continuam sem punição, estamos ultrajados com o modo como autoridades locais descartaram qualquer relação com o trabalho da vítima como jornalista e encorajaram rumores desagradáveis sobre ela, mesmo antes de começarem a investigar o caso”, declarou a RSF. “Uma ligação com o crime organizado obviamente não pode ser excluída em um estado atormentado por três gangues – Zetas, Cartel do Golfo e La Família de Michoacán”.


Segundo a organização, os crimes geram um clima constante de autocensura e medo, e há uma necessidade urgente de mecanismos para proteger jornalistas. Um acordo de segurança federal assinado em novembro ainda não foi implementado. Yolanda é a quarta jornalista mulher morta no México na última década. Uma quinta, Maria Esther Aguilar Cansimbe, está desaparecida desde 2009.


Retaliação e impunidade


Yolanda foi encontrada com a garganta cortada perto dos escritórios de outra publicação, Imagen del Golfo, 48 horas após seu sequestro, no dia 24/7. Uma mensagem escrita, que dizia “Amigos também traem. Sinceramente, Carranza”, estava ao lado do corpo. Juan Carranza Saavedra foi identificado pela promotoria do Estado como a pessoa que assassinou Miguel Ángel López Velasco e sua família em junho. Dias antes de seu assassinato, o jornalista teria tido uma discussão calorosa com o sobrinho do governador Javier Duarte sobre uma informação publicada no Notiver. Na manhã do crime, foi publicada uma coluna de López Velasco na qual ele questionava a reputação de dois candidatos ao cargo de chefe policial do trânsito na cidade de Veracruz.
****
Fonte:http://observatoriodaimprensa.com.br/news/view/mais-uma-jornalista-assassinada-no-mexico

DIETA : 7 dias para emagrecer

31.07.2011
Do DIÁRIO DE PERNAMBUCO
Por Nina  Wicks de Almeida


Organismo limpo = emagrecimento


Com a promessa de redução de peso com desintoxicação do corpo, detox é a dieta da vez. Regime dura apenas uma semana


A cada temporada, novas dietas ganham espaço na luta contra novas dietas ganham espaço na luta contra o indesejado sobrepeso. Algumas são mais radicais do que outras, mas a novidade da vez não se restringe ao emagrecimento: a promessa agora é de melhorar também o bem-estar do organismo. A detox, como foi “batizada” a nova dieta, age promovendo a desintoxicação do corpo por meio da eliminação das toxinas acumuladas pela alimentação inadequada. Os vilões são os alimentos industrializados, corantes e fast-food, que com o tempo sobrecarregam o organismo e dificultam a eliminação das toxinas do corpo, resultando no sobrepeso.  Como alternativa para combater esses males, a detox começa a ser procurada nos consultórios de nutrição e promete limpar o organismo desses agentes que fazem mal ao organismo.

A detox surgiu na França, popularizou-se na Europa e aportou no Brasil em meados de 2010. Com a duração de sete dias, o regime pode ser feito por crianças, jovens, adultos e idosos, sem restrições. Deve ser acompanhado por um especialista que, por meio de uma avaliação que leva em conta a digestão e os hábitos alimentares do paciente, monta uma lista de alimentos liberados e proibidos.

Ainda timidamente, a dieta começa a ganhar adeptos que se comprometem a seguir à risca o cardápio por uma semana. A perda de peso varia entre um e sete quilos por mês. Mas os benefícios da detox, segundo seus defensores, não param por aí, beneficiando principalmente o fígado e o intestino. As primeiras impressões são notadas com a diminuição do inchaço do corpo e a regularização da digestão. Melhora a pele, os cabelos e as unhas também ficam fortalecidas. A perda de peso é acelerada. “A detox é um presente que você dá ao organismo, que, com o consumo de alimentos pesados, fica como uma “peneira suja”, sem absorver corretamente os nutrientes nem expelir as toxinas. É uma faxina interna”, afirma a nutricionista e personal diet Graça Albuquerque, que há sete meses tem experimentado o regime com seus pacientes e vem comprovando sua eficácia. Ainda são poucos os profissionais que aplicam a detox no Recife. Dois conceituados endocrinologistas procurados pelo Diario ainda não conheciam o método.

Reeducação 

Os primeiros itens excluídos do cardápio são glúten, cafeína, o leite e seus derivados. Durante os sete dias de detox, também não se pode consumir nenhum tipo de medicamento ou bebida alcóolica. “O ideal é planejar a melhor semana para começar o programa, sem festas, jantares ou viagens marcadas”, aconselha a nutricionista Graça Albuquerque. “Apesar das restrições, o paciente come a cada três horas, seis vezes ao dia, com proteínas equilibradas e fracionadas. Ninguém passa fome, mas tem que ter força de vontade”. Também é indicado realizar duas sessões de drenagem linfática durante a semana desintoxicante, para eliminar as toxinas que ficam na linfa (excesso de líquido que circula nos vasos linfáticos).  A detox pode ser repetida a cada dois meses, mas não deve durar mais do que uma semana.

A empresária de moda Mônica Macena Rojas fez a primeira em março. Nesse período, ela perdeu 10kg e passou do manequim 42 para o 36. Três quilos foram perdidos somente durante a semana do detox. Os outros, com a reeducação alimentar à qual se submeteu depois dos sete dias. Para a empresária, o maior obstáculo foi a falta da cafeína. Ela, que chegava a tomar três cafés expressos por dia, sofreu com fortes dores de cabeça com a abstinência da substância. “Aboli o pão francês e troquei o café pelo chá, que não retém líquido no corpo, além de ter mudado completamente minha alimentação sem sofrimento”, garante. Perto de chegar aos 56kg desejados, ela não sente falta das comidas de antes e, mesmo em restaurantes, consegue manter a dieta. “É só não abusar de comidas gordurosas.” 


Para o Diario, ela relatou os sete dias em que fez a detox, contando os desafios da dieta. “Indico para qualquer pessoa que queira emagrecer e mudar seus hábitos alimentares. Tenho amigas que fizeram e outras que desistiram no meio do caminho.  Mas vale a pena a dedicação”.

Saiba mais

Detox

Duração
Sete dias, podendo ser repetida a cada dois meses

O que é proibido
 

Leite e derivados
Alimentos com glúten


Cafeína
Bebidas alcoólicas
Frutas ácidas
Carne vermelha e frango
Medicamentos e drogas

Os benefícios 

Limpeza do organismo, principalmente do intestino e do fígado

Reduz a flacidez da pele e a celulite
Cabelos fortalecidos
Unhas saudáveis
Facilidade para perder peso

Diário da detox de Mônica Macena Rojas

Dia 1

No primeiro dia, tudo é novidade e a pessoa está com toda a animação para começar a detox. Então, foi bem tranquilo administrar a nova alimentação. Quase não senti falta de café, sal, queijo ou açúcar. Só pensava em seguir à risca todas as recomendações.

Dia 2

Como sempre tomei muito café (chegava a tomar três expressos por dia), no segundo dia senti falta da substância, tanto que fiquei com dor de cabeça. A situação ficou complicada
já que, durante a detox, não podemos tomar remédio nenhum. Além da vontade da cafeína, ainda tive que administrar a dor. Difícil!

Dia 3

O terceiro dia foi o pior. Mas a detox é uma experiência que precisa de determinação para ser bem-sucedida. A dor de cabeça já estava melhor, o dia não teve nenhum contratempo sério. Não sabia eu que estava para me deparar com uma situação inesperada

Dia 4

Um imprevisto durante a minha detox: tive um problema no dente e precisei ir ao dentista.
Ele prescreveu um medicamento que foi liberado pela minha nutricionista pois era indispensável. Esse foi o único “deslize” que cometi durante a dieta. E não foi dos mais graves, né?

Dia 5

Eu já estava acostumada com a detox. Tanto que resisti à maior tentação. Enquanto meu marido e minha filha devoravam um enorme cheeseburguer no shopping, comi tranquilamente uma rodela de inhame sem manteiga. A vontade vem, mas passa. Que mudança!

Dia 6

Eu tinha a consciência de que tinha aprendido a viver sem o sal e sem o açúcar, itens que fazem parte do dia a dia de todo mundo. Nesse período, já dá para sentir os efeitos da dieta. O corpo mais leve e menos inchado são apenas alguns dos indícios que a detox funciona

Dia 7

Último dia! Que satisfação o sentimento de ter cumprido direitinho a detox! Estava ansiosa para retornar ao consultório e conferir os resultados. E eles foram muito bons: perdi 3kg.
Hoje tenho a consciência da importância de comer bem e em pequenas porções. A dedicação vale à pena 

****
Fonte:http://www.diariodepernambuco.com.br/2011/07/31/vidaurbana12_0.asp

Autoridades pernambucanas participam do sorteio da copa no Rio de Janeiro

31.07.2011
Do BLOG DE JAMILDO,30.07.2011
Postado por Jamildo Melo



O prefeito do Recife, João da Costa, já está na Marina da Glória onde daqui a pouco acontece o Sorteio Preliminar da Copa do Mundo de 2014. 

Costa chegou mais cedo ao evento para acompanhar o trabalho de divulgação do destino Recife no estande montado pela Prefeitura junto com o Governo do Estado. 

O presidente da Federação Pernambucana de Futebol, Carlos Alberto Oliveira e o secretário da Copa do Estado, Ricardo Leitão e vários jornalistas também passaram no local.

As 14h30 começa o sorteio e vários nomes do futebol brasileiro estão sendo esperados a exemplo de Ganso, Pato, Neymar e Zico, além de celebridades do mundo artístico. A cantora baiana Ivete Sangalo será uma das estrelas do show que encerrará a cerimônia com uma homenagem a Tom Jobim.

****
Fonte:http://jc3.uol.com.br/blogs/blogjamildo/canais/noticias/2011/07/30/autoridades_pernambucanas_participam_do_sorteio_da_copa_no_rio_de_janeiro_108278.php

Fatos do PAC que a mídia omite

31.07.2011
Do blog de Altamiro Borges
Por José Dirceu, em seu blog:


Ler os jornais depois do balanço dos seis primeiros meses do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em sua segunda versão, também conhecida por PAC 2, é um exercício interessante.


A Folha de São Paulo, por exemplo, escolheu falar na diminuição do ritmo dos investimentos. Na matéria “Execução de obras do PAC cai 10% no governo Dilma”, ressalta que uma suposta crise nos Transportes estaria prejudicando os projetos classificados como prioritários pelo governo. E cita o trem-bala, e o fracasso de seu leilão.


A tese da Folha é o PAC 2 perdeu fôlego no governo Dilma Rousseff. A própria matéria cita a ministra Miriam Belchior (Planejamento), que anunciou uma execução de R$ 86,4 bilhões entre janeiro e junho. E informa que o número seria 10,8% menor que os R$ 95,7 bilhões registrados entre maio e outubro de 2010, “ano eleitoral e, tradicionalmente, de gastos maiores”.


Crise internacional e seus reflexos no Brasil


Esse é o mesmo jornal que, em seus editoriais pede insistentemente pelo controle, quando não, por cortes, dos gastos públicos. A matéria de hoje omite um fato, no mínimo, importante, para a interpretação do cenário: a crise internacional e seus graves reflexos no Brasil, que pressionam a inflação, os juros e o câmbio. Em certo ponto, admite, pelas palavras da ministra Miriam Belchior (Planejamento) que "é natural que, em início de governo, haja um ritmo um pouco menor".


No Estadão, o destaque é outro. Para o jornal, a “crise na área de transportes eclipsou os resultados apresentados ontem”. A sua matéria prefere focar nas novas regras – mais rígidas a partir de agora – nas licitações do PAC. As condições para a contratação das empreiteiras daqui para frente estarão feitas com base em projetos executivos da obra e não mais em projetos básicos. A medida é aplaudida por Paulo Godoy, presidente da Associação Brasileira de Infraestrutura e Indústria de Base, ainda que venha a atrasar em três ou quatro meses o cronograma, segundo cálculos de Maurício Muniz, secretário do PAC.


Globo dá espaço para as críticas da oposição ao PAC, que usa termos como fracasso, incapacidade e incompetência para descrever os feitos do governo. Também cita o ministro Paulo Passos (Transportes) quando afirmou que a crise política no setor teve repercussão no ritmo das obras.


O que interessa é a obra física


A imprensa, em seu balanço sobre o PAC, omite o que realmente interessa para os usuários das obras de logística e transportes. Como diz José Augusto Valente, diretor da agência T1, ao invés de olhar para a execução física da obra, mira na execução financeira. Há um intervalo natural entre a conclusão de uma parte ou de toda a obra e o seu pagamento, já que ninguém paga por serviço não executado. Na administração pública, devido à legislação existente no país, uma obra (ou parte dela) fica pronta hoje e a empresa somente receberá daqui a dois meses.


Na prática, pouco se falou já foram investidos R$ 86,4 bilhões no primeiro semestre de 2011 e que, até 2014, 74% do valor das obras serão concluídas. Ou que a lei de licitações exige só o projeto básico para a contratação das empreiteiras. As novas regras, promulgadas pelo governo para evitar aditivos nos contratos nas obras rodoviárias e ferroviárias, são resultante do zelo com que o governo quer conduzir o PAC.


O PAC 2, relativo aos projetos previstos entre 2011 e 2014, compreende investimentos próximos a um trilhão de reais. Para ser mais preciso, R$ 955 bilhões. O balanço do governo informa que até 2014 serão investidos R$ 708 bilhões, o que representa 74% do total previsto. O restante diz respeito a obras de maior duração, como a Usina Hidrelétrica de Belo Monte, o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro e a Ferrovia de Integração do Centro-Oeste.


Impactos diretos no PIB


Já disse aqui que os investimentos do PAC 1 tiveram um impacto importante no PIB brasileiro, que registrou aumentos de 5% e 7%, a partir de 2007. O que possibilitou entre janeiro de 2007 e junho de 2011, a geração de 8,9 milhões empregos formais.


Agora, com o PAC 2, o desenvolvimento da infraestrutura do país segue com ritmo forte. Entre os diversos projetos, há 17 obras de aeroportos em andamento, R$ 18 bilhões investidos na mobilidade urbana de cidades com mais de 700 mil habitantes, R$ 5,2 bilhões contratados para a prevenção de desastres naturais. Também, o programa Luz para Todos já entregou 131 mil ligações neste primeiro semestre, das 813 mil ligações prometidas até 2014.
*****
Fonte:http://altamiroborges.blogspot.com/2011/07/fatos-do-pac-que-midia-omite.html

Veja cinco tecnologias que vão revolucionar o computador

31.07.2011
Do portal TERRA
TECNOLOGIA
Por FABIO JORDÃO


O computador como você conhece vai mudar muito. Alguns componentes matarão o HD, a memória RAM e os atuais processadores. Foto: Terra
O computador como você conhece vai mudar muito. Alguns componentes matarão o HD, a memória RAM e os atuais processadores
Foto: Terra

O ano era 1995 e alguns consumidores estavam adquirindo o primeiro computador. Na época, a Microsoft lançava o Windows 95, sistema que permitiu a aproximação entre máquina e usuário. As configurações de hardware eram nubladas para o usuário. O pouco que o consumidor sabia era o nome do processador, que podia ser um Intel Pentium um AMD 586.
O tempo passou e o usuário pôde se aproximar mais da máquina. Aos poucos, as pessoas começaram a conhecer os tipos de memória, discos e demais componentes. Acontece que alguns dos itens de hardware ficaram estagnados no tempo. Tiveram alguma evolução, mas sempre baseados no mesmo padrão. Isso foi uma verdade até há alguns poucos anos, quando o SSD chegou com a promessa de acabar com o HD.
Agora, além de drives de estado sólido, já sabemos de outras tecnologias que estão chegando para ficar. Hoje o Tecmundo apresenta para você algumas das novidades que têm perspectivas de acabar com os principais componentes do computador: a memória RAM, a CPU e o HD.
1 - SSD 
A tecnologia que veio para substituir os discos rígidos já é uma realidade. Diversas fabricantes estão investindo alto no SSD, o que tem resultado em drives de maior capacidade e alta velocidade. As montadoras aproveitam essa aposta das fabricantes para incluírem os SSDs em seus produtos.
Marcas como Apple, HP, Samsung e outras têm optado pelos SSDs também pela baixa nos preços. Apesar de a maioria dos computadores vir com espaço de armazenamento limitado a 128 GB (ou no máximo 256 GB), os usuários estão gostando da ideia, tanto pela questão velocidade quanto pelo aspecto leveza.
O que se pode afirmar até agora é que o SSD é uma tecnologia que tem muito para crescer. O padrão atual ainda se baseia na conexão SATA, contudo, assim como ocorreu com os HDs, os SSDs também podem ter a transferência de dados modificadas num futuro próximo. A revolução do SSD já está acontecendo, e mais: ele pode até matar o disco rígido.
2 - Memristor 
Em tantos anos de informática, nunca se cogitou uma tecnologia que realmente pudesse substituir a memória RAM. Isso porque o desempenho da memória RAM sempre foi o menor dos problemas. Os módulos evoluíram num ritmo apropriado, sempre acompanhando o lançamento dos novos processadores.
Se você já tem alguns de experiência com computadores, talvez se lembre da época das memórias EDO, DIMM e outros tantos padrões que antecederam o DDR. E nem mesmo o último patamar da memória RAM permaneceu estagnado. Atualmente os módulos mais comuns já são do tipo DDR3, substituindo a segunda geração do padrão DDR.
Contudo, a memória RAM tem seu limite, o qual deve ser atingido muito em breve. Pensando nisso, os pesquisadores vêm investindo muito tempo e raciocínio para viabilizar a construção de dispositivos baseados no memristor. A saída da teoria para prática aconteceu apenas em 2006, quando a HP deu o primeiro passo no desenvolvimento de memristores.
De lá para cá, a fabricante ganhou alguns aliados, como a Universidade da Califórnia (em Santa Bárbara). A ideia é introduzir esse quarto elemento da eletrônica para substituir as memórias RAMs e até os dispositivos de armazenamento ¿ o que significa que até os SSDs podem estar com os dias contados.
Não há previsão para a revolução do memristor, contudo, é certo que ele é uma das grandes apostas para a próxima década. O desenvolvimento da tecnologia também depende um pouco do interesse de outras empresas. A HP vem mantendo o projeto, mas se alguma fabricante, como a Samsung, decidir se aliar, pode ser que o memristor chegue aos computadores antes do esperado.
3 - Grafeno 
Uma terceira tecnologia que deve aportar nos computadores é o grafeno. Esse componente tem grande perspectiva de adoção nas CPUs, principalmente porque o silício está chegando a seus limites. Se observarmos a nanotecnologia de construção dos atuais processadores, podemos ver que tanto Intel quanto AMD estão próximas dos 20 nm (nanômetros).
Consideramos aqui esse componente como uma tecnologia, pois ao adotá-lo nos processadores não será possível manter as mesmas arquiteturas que já existem. E o lançamento de produtos à base de grafeno não está tão distante. Ainda no fim de 2009, a Fujitsu criou um protótipo para produção em larga escala.
Agora em 2011, foi a IBM que apresentou novidades. A empresa mostrou o primeiro circuito integrado com componentes de grafeno. Com essa experiência, os cientistas conseguiram fazer o grafeno grudar nos componentes de silício. O circuito rudimentar da IBM consistiu apenas de um transistor de grafeno e dois indutores. A frequência desse dispositivo é de 10 GHz, um valor que supera em muito os atuais circuitos baseados apenas no silício.
Apesar de grandes avanços, o grafeno tem alguns concorrentes, como: o siliceno e o molibdenite. Esses outros componentes têm possíveis aplicações, mas nenhum demonstrou as mesmas características já conhecidas do grafeno, como o funcionamento em frequências de até 300 GHz e o resfriamento automático. Assim, a aposta na revolução de grafeno ainda é alta e pode ser que ele apareça nos próximos 10 ou 20 anos.
4 - Magnetismo 
Paralelamente às pesquisas do grafeno, os cientistas estão apostando na criação de processadores magnéticos. Essa tecnologia deve ser revolucionária, pois vai derrubar muitos aspectos dos atuais componentes.
A primeira mudança está no modo de atuação dos processadores magnéticos. Eles não necessitam de elétrons para realizar operações, e o armazenamento e o processamento de informações são realizados com ímãs. A lógica é simples: os polos nortes e sul do ímã são os 0 e 1 da informática.
Em experiência recente, cientistas utilizaram nanomagnetos de 200 nm para construir uma memória magnética. Os resultados foram positivos e provam que é possível utilizar a computação magnética para construir processadores e memórias, bastando apenas evoluir o processo de fabricação dos componentes e encontrar uma maneira dos transistores entenderem as informações.
Um protótipo funcional de processador magnético comprovou que um modelo básico poderia ser cem vezes mais rápido que os modelos convencionais atuais. Os componentes magnéticos ainda devem dissipar um mínimo de calor (visto que não há movimentação de elétrons). Essa revolução não tem data para acontecer, mas duas décadas deve ser tempo suficiente para o amadurecimento e aplicação do magnetismo nos computadores.
5 - Computação quântica 
A quinta e última tecnologia de nossa lista é a que está mais distante de ser dominada. Trata-se da mecânica quântica, área que possibilitará o desenvolvimento de processadores quânticos. Entender o funcionamento de uma CPU desse tipo não é tarefa fácil, aliás, é de dar nó na cabeça.
Uma explicação básica pode dar uma noção do que um processador quântico pode realizar. Sua CPU atual trabalha com bits, os quais podem assumir valores 0 ou 1 - um bit só pode assumir um desses valores. Nos processadores quânticos existirão qubits, os quais conseguem armazenar os valores 0 e 1 simultaneamente (como se fosse possível ter o polo sul e o polo norte de um ímã de um mesmo lado).
Há algumas semanas, no entanto, uma das barreiras (chamada decoerência) da computação quântica foi quebrada. Cientistas conseguiram quebrar o paradigma de uma molécula não poder assumir os dois valores ao mesmo tempo. Com isso, em mais três ou quatro décadas pode ser que tenhamos computadores quânticos.
O que isso deve significar para nós? Em termos de desempenho, um processador quântico poderá ser centenas de milhares de vezes mais rápido que os atuais. O único problema é o desenvolvimento, que não depende apenas de encontrar um material apropriado, mas sim de quebrar as regras atuais da física e ver a matéria de uma nova perspectiva.
6 - Os empecilhos na evolução 
No que diz respeito ao SSD, não há como encontrar nada que o impeça de reinar por algum tempo nos computadores. Já o memristor ainda depende de uma série de pesquisas e de testes, pois ainda não existe nenhum produto baseado nesse minúsculo componente.
Apesar da demora no desenvolvimento, a HP fez uma publicação em maio de 2011, na qual a empresa relatou ter feito demonstrações exibindo como o memristor trabalha com os atuais materiais da eletrônica.
O desenvolvimento e a aplicação do grafeno não estão muito longe, até porque o funcionamento é muito parecido com o dos processadores atuais. O maior problema com esse material é fazer com que o silício e outros componentes possam trabalhar junto com ele, algo que já está em testes e não deve dificultar a implementação do componente.
Para que os ímãs possam substituir os elétrons, por exemplo, será preciso entender de maneira avançada o processamento de dados nesses componentes. Além disso, será necessário realizar adaptações para eles trabalharem com componentes eletrônicos e diminuir o tamanho dos ímãs para pouquíssimos nanômetros.
Quanto à computação quântica, essa é a que tem menor prospectiva de ser adotada tão brevemente. Como já dito, os pesquisadores terão de aprender algo que está além dos conceitos atuais, descobrir novos materiais e tentar transformar diversas teorias em realidade.
Você aposta em qual? 
Como você pôde ver, existem muitos caminhos para a evolução - e a revolução - dos computadores. Alguns estão muito perto de serem adotados, outros muito longe. Você já conhecia todas essas tecnologias? Aposta em alguma? Caso você tenha mais alguma para relatar, utilize nosso campo de comentários.

****
Fonte:http://tecnologia.terra.com.br/noticias/0,,OI5269986-EI15607,00-Veja+cinco+tecnologias+que+vao+revolucionar+o+computador.html