Pesquisar este blog

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

SP: Mais da metade de médicos recém-formados é considerada inapta

09.02.2017
Do portal MSN NOTÍCIAS
Por Ana Lourenço

Mais da metade dos médicos recém-formados no estado de São Paulo é considerada inapta para o exercício da profissão nos exames de avaliação do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), feitos no ano passado. Dos 2.677 novos profissionais avaliados, 56,4% não atingiram a margem mínima de acerto. Em comparação a 2015, houve aumento de 8,3 pontos percentuais na taxa de reprovação.

Do total de avaliados no ano passado, 1.511 não conseguiram a margem de acerto mínimo na prova aplicada pela Fundação Carlos Chagas (FCC). Para serem aprovados, os médicos precisam dar a resposta correta a, no mínimo, 60% das 120 questões. Em 2015, a taxa de reprovação chegou a 48,1% (1.312 candidatos).

No ano passado, 1.166 (43,6%) dos avaliados obtiveram a média necessária para aprovação. Em 2015, 1.414 candidatos (51,9%) passaram no teste do conselho.

O levantamento do Cremesp mostra que, na comparação entre as escolas públicas e privadas, prevalece um desempenho mais baixo entre os avaliados vindos de cursos particulares. Em 2015, 73,6% dos profissionais oriundos de escolas públicas tinham sido aprovados, taxa que caiu 62,2%, no ano passado. Já o percentual de aprovados entre os egressos de escolas privadas caiu de 41,2% para 33,7%.

Segundo o Cremesp, a avaliação foi feita com os formandos de 30 das 46 escolas médicas em atividade no estado. As demais escolas foram abertas há menos de seis anos e, portanto, ainda não apresentavam turmas de graduados no período do exame.

O teste do Cremesp consiste na identificação do conhecimento básico na área. Os avaliados têm de responder a 120 questões em cinco horas. Para ser considerado apto ao exercício profissional, o candidato deve responder corretamente a, no mínimo, 72 questões.
O pior desempenho foi na área de saúde pública e epidemiológica, com média de acertos de 49,1. Na pediatria, a média chegou a 53,3 e na obstetrícia, 54,7. Muitos dos candidatos não foram capazes de interpretar imagem para diagnosticar e administrar a condução terapêutica para problemas básicos de saúde como casos de hipertensão e doenças respiratórias. Segundo o Cremesp, 80% dos recém-formados erraram a conduta no tratamento de paciente idoso e 75% demonstraram não saber identificar as principais características e conduta em caso de paciente com problemas respiratórios.

Obrigatoriedade

Na avaliação do presidente do Cremesp, Mauro Gomes Aranha de Lima, a piora no desempenho reflete uma situação “sistêmica” no país e a “ausência de um exame obrigatório de avaliação” que pudesse fazer um aperfeiçoamento do curso de medicina. Além do exame obrigatório, ele defende o impedimento do exercício legal da profissão até que as lacunas de conhecimento sejam preenchidas.

Para Aranha de Lima, o teste é fundamental porque é a partir dele que o profissional vai demonstrar se é capaz de desenvolver o raciocínio clínico, identificando as doenças mais prevalentes na população.

Segundo ele, o interesse do Cremesp não é deixar a população insegura, mas sim sensibilizar os governantes e legisladores para que tornem o exame obrigatório para todo o país e para que novos critérios de fiscalização sejam adotados pelo Ministério da Educação (MEC).
*****
Fonte:http://www.msn.com/pt-br/noticias/educacao/sp-mais-da-metade-de-m%C3%A9dicos-rec%C3%A9m-formados-%C3%A9-considerada-inapta/ar-AAmJO0Y?li=BB8nufC&ocid=spartanntp

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

MONSTRO: Procurador pede morte de Marisa no Facebook e depois apaga o perfil "

07.02.2017
Do blog PRAGMATISMO POLÍTICO, 

"Morre logo, peste! Morra em agonia, desgraçada. Quero abrir o champagne". Procurador de Justiça que pediu a morte de Marisa Letícia no Facebook deletou a conta após a repercussão negativa da publicação. Corregedoria-Geral do Ministério Público anuncia abertura de investigação contra Rômulo Paiva Filho

Procurador Rômulo Paiva Marisa Letícia

Não foram apenas representantes da classe médica e comentaristas de grandes portais que chocaram o Brasil por protagonizarem ações inescrupulosas em relação ao estado de saúde e a morte de Marisa Letícia.
Uma mensagem publicada pelo procurador de Justiça de Minas Gerais, Rômulo Paiva Filho, foi tão despudorada que nem mesmo os seus amigos foram capazes de apoiá-lo ou de tentar apresentar alguma justificativa.
Ao saber que a ex-primeira-dama encontrava-se em estado irreversível, Rômulo Paiva, Membro do Ministério Público de Minas, reproduziu uma matéria da Globo/G1 em seu perfil pessoal acompanhada da seguinte legenda: “Morre logo, peste! Quero abrir logo o meu champagne!”
Dias antes, no último 31 de janeiro, o procurador também fez uma publicação desprezível, compartilhando outra notícia sobre a saúde de Marisa Letícia. “Não foi ela quem mandou os coxinhas enfiarem a panela no c*? Morra em agonia, desgraçada!”
A conta de Rômulo no Facebook, onde os textos foram publicados, foi deletada às 18h desta sexta-feira (3).
A Corregedoria-Geral do Ministério Público de Minas Gerais anunciou abertura de investigação sobre a conduta do procurador de Justiça do estado. O órgão informou ainda que tomará as providências cabíveis.

Dilma Rousseff

Em agosto de 2016, na abertura dos jogos olímpicos, Rômulo faz outra publicação que incita o ódio.
“Quem vai acender a pira olímpica? Eu sugiro dar um banho de gasolina na Dilma, tacar fogo com a tocha e mandar ela correr em direção à pira. Que tal?”.
Nas eleições de 2014, em seu perfil no Facebook, o procurador fez campanha para o então candidato, Aécio Neves.

Marisa Letícia

Dona Marisa Letícia foi internada no Hospital Sírio-Libanês em São Paulo após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico. Ela teve morte cerebral decretada nesta quinta-feira (2). Após mais uma bateria de exames, sua morte oficial foi anunciada nesta sexta-feira (3).

*****
Fonte:http://www.pragmatismopolitico.com.br/2017/02/procurador-pede-morte-de-marisa-no-facebook-e-depois-apaga-perfil.html

O MÉDICO-MONSTRO:Neurocirurgião que sugeriu procedimento para matar Marisa se assusta com repercussão e teme cassação de diploma

07.02.2017
Do portal CLICK POLÍTICA, 05.02.17


O neurocirurgião Richam Faissal Ellakkis, o ‘médico-mostro’ que sugeriu em um grupo de WhatsApp um procedimento para matar a ex-primeira-dama Marisa Letícia, foi demitido ontem (3) pela Unimed. O médico, que trabalhava no hospital de São Roque, interior de São Paulo, evadiu-se das redes sociais e vive agora como um foragido da maioria da população. (Vote na enquete ao final da matéria).

Acertou a Unimed, mas a punição a Ellakkis não deve ficar por aí. A postura que o ‘profissional’ adotou é preocupante, se levarmos em consideração que supostamente é um homem preparado, que tem inclusive a tarefa de salvar vidas, e não de ensinar como se matar uma pessoa já em coma, como estava Dona Marisa.

Juristas de todo o país e profissionais médicos opinam que Ellakkis seja suspenso temporariamente de suas funções e passe até por um tratamento psiquiátrico, caso necessário. “Não é de médico ou gente normal esse comportamento dele”, diz a psicóloga carioca Ana B Mendes

O Código de Ética Médica prevê punições a médicos que cometam infrações relativas à profissão. Medidas vão desde advertência até cassação, em casos mais graves.

Para muitos internautas, por outro lado, o ‘médico-monstro’ deve mesmo é ser banido da medicina. “Quem agora vai confiar num capeta desses?”, indaga indignada a professora aposentada Sônia Ribeiro, que recentemente também sofreu um AVC.

Maisvisto.com
*****
Fonte:http://clickpolitica.com.br/brasil/com-medo-neurocirurgiao-que-sugeriu-procedimento-para-matar-marisa-se-assusta-com-repercussao-e-teme-cassacao-de-diploma/

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Record quebra blindagem de Aécio e denuncia seu tesoureiro Oswaldinho

06.02.2017
Do portal BRASIL247

Embora a Globo tenha decidido ignorar as delações da Odebrecht contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG), acusado de comandar pessoalmente um esquema de propinas na Cidade Administrativa, uma obra de R$ 2,1 bilhões, a Record decidiu ocupar o espaço vago; na mais recente reportagem, o foco é em Oswaldo Borges da Costa, tesoureiro pessoal de Aécio, que, segundo a Odebrecht, seria o responsável pela arrecadação dos recursos ilícitos; Aécio deverá ser um dos primeiros alvos da procuradoria-geral da República, na nova fase da Lava Jato; confira aqui

Minas 247 – Embora a Globo tenha decidido ignorar as delações da Odebrecht contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG), acusado de comandar pessoalmente um esquema de propinas na Cidade Administrativa, uma obra de R$ 2,1 bilhões, a Record decidiu ocupar o espaço vago.

Na mais recente reportagem, o foco é em Oswaldo Borges da Costa, tesoureiro pessoal de Aécio, que, segundo a Odebrecht, seria o responsável pela arrecadação dos recursos ilícitos.

Aécio deverá ser um dos primeiros alvos da procuradoria-geral da República, na nova fase da Lava Jato (saiba mais aqui).

O deputado estadual Rogerio Correia, do PT, propõe a cassação do mandato de Aécio e também que ele seja condenado a devolver os recursos desviados na construção da Cidade Administrativa (leia aqui).

Confira acima a reportagem da Record.


*****
Fonte:http://www.brasil247.com/pt/247/minas247/278790/Record-quebra-blindagem-de-Aécio-e-denuncia-seu-tesoureiro-Oswaldinho.htm

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

O sadismo dos médicos que tiveram acesso ao diagnóstico de Marisa Letícia “T

03.02.2017
Do blog PRAGMATISMO POLÍTICO, 02.02.17

“Tem que romper no procedimento. Daí já abre pupila. E o capeta abraça ela”. Médica do Sírio Libanês compartilhou dados sigilosos do diagnóstico de Marisa Letícia. Informação viralizou no WhatsApp e motivou manifestações de sadismo entre médicos

Médicos que tiveram acesso a diagnóstico de Marisa Letícia a partir de vazamento de médica do Sirio Libanês debocharam do estado de saúde da ex-primeira-dama

Médicos que tiveram acesso a diagnóstico de Marisa Letícia a partir de vazamento de médica do Sirio Libanês debocharam do estado de saúde da ex-primeira-dama
Reportagem publicada pelo jornal O Globo nesta quinta-feira revela o sadismo de alguns médicos brasileiros que tiveram acesso ao verdadeiro estado de saúde de dona Marisa Letícia.
Segundo a apuração, a médica reumatologista Gabriela Munhoz, de 31 anos, compartilhou informações sigilosas do diagnóstico de dona Marisa, horas depois de sua internação, na semana passada, em um grupo de WhatsApp de antigos colegas de faculdade.
Gabriela disse no grupo “MED IX” — referência à turma de formandos em Medicina de 2009 — que dona Marisa estava no pronto-socorro com diagnóstico de Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico de nível 4 na escala Fisher — considerado um dos mais graves — prestes a ser levada para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).
Em reação à informação que acabara de receber, um colega de Gabriela, o médico residente em urologia Michael Hennich, ‘brincou’ quando ela disse que dona Marisa não tinha sido levada, ainda, para a UTI: “Ainda bem!”. Gabriela respondeu com risadas.
Outro médico do grupo, o neurocirurgião Richam Faissal Ellakkis, também comentou o quadro de dona Marisa:
“Esses fdp vão embolizar ainda por cima”, escreveu, em referência ao procedimento de provocar o fechamento de um vaso sanguíneo para diminuir o fluxo de sangue em determinado local.
“Tem que romper no procedimento. Daí já abre pupila. E o capeta abraça ela”, escreveu Ellakkis, que presta serviços no hospital da Unimed São Roque, no interior de São Paulo, e em outras unidades de saúde da capital paulista.

Sírio Libanês

O Hospital Sírio Libanês afirmou que tomou ‘medidas disciplinares’ contra a médica Gabriela Munhoz pelo vazamento do diagnóstico de Marisa Letícia.
“Por não permitir esse tipo de atitude entre seus colaboradores, a instituição tomou as medidas disciplinares cabíveis em relação à médica, assim que teve conhecimento da troca de mensagens”, informou a assessoria do hospital.
O hospital informou ainda ter “uma política rígida relacionada à privacidade de pacientes” e repudiou a quebra do sigilo de pacientes por profissionais de saúde.
De acordo com o Código de Ética Médica, profissionais de saúde não podem permitir o acesso de terceiros a prontuários de pacientes.

‘Dignidade Médica’

Mais cedo, antes mesmo da publicação da reportagem de O GloboPragmatismo Político revelou que médicos da comunidade ‘Dignidade Médica’ — grupo fechado reservado a médicos no Facebook — celebraram a notícia da morte cerebral de Marisa Letícia (veja aqui).
*****
Fonte:http://www.pragmatismopolitico.com.br/2017/02/medicos-acesso-diagnostico-de-marisa-leticia.html

Perigo: médicos querem morte de pacientes

03.02.2017
Do BLOG DO MIRO, 
Por Ricardo Kotscho, no blog Balaio do Kotscho:

"Esses fdp vão embolizar ainda por cima (procedimento de provocar o fechamento de um vaso sanguíneo para diminuir o fluxo de sangue em determinado local). Tem que romper no procedimento. Daí já abre pupila. E o capeta abraça ela".

O comentário acima, em linguagem típica de membros do PCC, foi escrito pelo neurocirurgião Richam Faissal Ellakkis, que presta serviços no hospital da Unimed São Roque, no interior paulista, num grupo de whatsapp de médicos e reproduzido em reportagem de Thiago Herdy, em O Globo.

Ela, no caso a que o neurocirurgião se refere, é a ex-primeira dama Marisa Letícia Lula da Silva, naquele momento internada em estado gravíssimo no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

A troca de mensagens entre médicos começou quando Gabriela Munhoz, de 31 anos, reumatologista do Sírio, informou a um grupo de whatsapp de antigos colegas de faculdade que dona Marisa estava no pronto-socorro com diagnóstico de AVC hemorrágico de nível 4 na escala Fischer, considerado um dos mais graves, prestes a ser levada para a UTI.

Thiago Herdy relata que, na noite de quarta-feira, o hospital informou que Gabriela fora demitida por causa do compartilhamento de informações sigilosas, sem dizer a data em que isso aconteceu. Como um rastilho de pólvora, a mensagem de Gabriela se espalhou por outros grupos de whatsapp formados por médicos.

É assustador pensar que nossas vidas podem ficar nas mãos de médicos que torcem pela morte de pacientes.

Pedro Paulo de Souza Filho, médico que atua fora do Sírio-Libanês, foi o primeiro a enviar informações sobre o estado de saúde de dona Marisa no grupo "MED IX", uma referência à turma de formandos em Medicina de 2009 na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Este médico postou imagens de uma tomografia atribuída a dona Marisa Letícia, acompanhada de detalhes que foram confirmados, em seguida, por Gabriela, sempre segundo a reportagem de Herdy, que acrescenta:.

"Os dados foram compartilhados por Pedro Paulo a partir de um outro grupo de médicos intitulado "PS Engenho 3", e atribuídos ao cardiologista Ademar Poltroniei Filho. Em postagem publicada no mesmo grupo, um colega de Gabriela, o médico residente em urologia Michael Hennrich, brincou quando ela disse que dona Marisa não tinha sido levada ainda para a UTI: "Ainda bem!". Gabriela respondeu com risadas.

Residente no Hospital Evangélico de Curitiba, no Paraná, Hennrich disse ao jornal que não ironizou a gravidade da saúde de dona Marisa, mas se referiu a um erro no corretor ortográfico do telefone da colega, que trocou UTI por URO.

É preciso tomar cuidado: além de prestar serviços no hospital da Unimed de São Roque, Richam Faissal Ellakkis, o autor do comentário que abre este texto, atua também em outras unidades de saúde da capital paulista.

Se o Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) não tomar providências urgentes, todos corremos o risco de ser atendidos por médicos que fazem parte desses grupos de whatsapp.

"O compromisso e a ética ante a saúde de cada um dos cidadãos colocam-se, sem distinções de qualquer natureza, sempre acima de interesses que não sejam fiéis à dignidade inviolável da pessoa doente junto aos seus entes queridos", afirma a entidade em nota divulgada na última segunda-feira.

Muito bonito e tranquilizador, mas é preciso que este compromisso com a ética seja cumprido na prática médica.

Vida que segue.
*****
Fonte:http://altamiroborges.blogspot.com.br/2017/02/perigo-medicos-querem-morte-de-pacientes.html

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Quem matou Teori Zavascki…

2301.2017
Do BLOG DA CIDADANIA, 19.01.17

teori
Morreu nesta quinta-feira (19), aos 68 anos de idade, o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Teori Zavascki após a queda de uma aeronave em Paraty, litoral do Rio de Janeiro. A informação da morte foi confirmada pelo seu filho Francisco Zavascki.

O Brasil e a humanidade devem lamentar a morte de um homem honesto e corajoso que não teve medo de contrariar ninguém, nem gregos nem troianos, ainda que tenha sido acusado de postergar decisões contra Eduardo Cunha.

O avião no qual Teori foi acidentado era um Hawker Beechcraft King Air C90 prefixo PR-SOM pertencente o grupo Emiliano Empreendimentos.

Trata-se de um excelente avião. É o único bimotor pequeno que o serviço secreto norte-americano autoriza o presidente dos Estados Unidos a usar. E é muito improvável que um ministro do STF se metesse em um avião em condições duvidosas de manutenção.

Zavascki era o relatar da Lava Jato no STF. Decidia quem seria investigado ou não. Processado ou não. Condenava, absolvia, ainda que sujeito a ter suas decisões alteradas pelo colegiado. Porém, sem andamento de Teori, nada andava para políticos com foro privilegiado.

Antes que algum espertinho tente vender a tese de que o PT está por trás de tudo isso, é bom que saibam que Lula não tem foro privilegiado e, assim, não seria julgado pelo STF antes de passar por pelo menos duas instâncias da Justiça comum.

Na verdade, os investigados pela Lava Jato que estavam ameaçados pelo STF são justamente os que têm mandatos e ou cargos públicos importantes, como deputados, senadores, presidente da República e ministros de Estado.

Teori estava para homologar dezenas e dezenas de acordos de delação premiada de funcionários da Odebrecht contra alvos que até aqui não vinham sendo incomodados. Os nomes de tucanos graúdos apareceram justamente nas delações da Odebrecht, mas o principal nome envolvido nas delações que Teori iria analisar é o do presidente da República.

O nome do presidente Michel Temer aparece 43 vezes no documento do acordo de delação premiada de Cláudio Melo Filho, ex-vice-presidente de Relações Institucionais da Odebrecht.

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, é mencionado 45 vezes e Moreira Franco, secretário de Parceria e Investimentos do governo Temer, 34.

O ex-ministro Geddel Vieira Lima, que pediu demissão recentemente, surge em 67 trechos.
O líder do governo no Congresso, Romero Jucá (PMDB-RR), apontado como o “homem de frente” das negociações da empreiteira no Congresso, tem 105 menções no relato, um arquivo preliminar, ao qual a Folha teve acesso, do que o ex-executivo vai dizer em depoimento às autoridades da Lava Jato.

De acordo com Melo Filho, o presidente Temer atua de forma “indireta” na arrecadação financeira do PMDB, mas teve papel “relevante” em 2014, quando, segundo ele, pediu R$ 10 milhões a Marcelo Odebrecht para a campanha eleitoral durante jantar no Palácio do Jaburu, em maio de 2014.

Segundo o delator, Temer incumbiu Padilha de operacionalizar pagamentos de campanha. O ministro, diz o ex-executivo, cuidou da distribuição de R$ 4 milhões daqueles R$ 10 milhões: “Foi ele o representante escolhido por Michel Temer –fato que demonstrava a confiança entre os dois–, que recebeu e endereçou os pagamentos realizados a pretexto de campanha solicitadas por Michel Temer. Este fato deixa claro seu peso político, principalmente quando observado pela ótica do valor do pagamento realizado, na ordem de R$ 4 milhões”.

“Chegamos no Palácio do Jaburu e fomos recebidos por Eliseu Padilha. Como Michel Temer ainda não tinha chegado, ficamos conversando amenidades em uma sala à direita de quem entra na residência pela entrada principal. Acredito que esta sala é uma biblioteca”, disse o delator, que conta detalhes do jantar.

“Após a chegada de Michel Temer, sentamos na varanda em cadeiras de couro preto, com estrutura de alumínio. No jantar, acredito que considerando a importância do PMDB e a condição de possuir o Vice-Presidente da República como presidente do referido partido político, Marcelo Odebrecht definiu que seria feito pagamento no valor de R$ 10 milhões”, diz.

“Claramente, o local escolhido para a reunião foi uma opção simbólica voltada a dar mais peso ao pedido de repasse financeiro que foi feito naquela ocasião. Inclusive, houve troca de e-mails nos quais Marcelo se referiu à ajuda definida no jantar, fazendo referência a Temer como ‘MT'”, ressalta o ex-executivo da Odebrecht.

Um dos endereços de entrega foi o escritório de advocacia de José Yunes, atual assessor especial da Presidência da República.

Segundo o delator, “o atual presidente da República também utilizava seus prepostos para atingir interesses pessoais, como no caso dos pagamentos que participei, operacionalizado via Eliseu Padilha”.

O delator disse que foi apresentado a Temer por Geddel em agosto de 2005 na festa de aniversário de seu pai.

Ao se referir ao ministro Padilha, ele afirma que o hoje ministro “atua como verdadeiro preposto de Michel Temer e deixa claro que muitas vezes fala em seu nome”, disse Melo Filho.

“Eliseu Padilha concentra as arrecadações financeiras desse núcleo político do PMDB para posteriores repasses internos”, afirmou.

A relação entre os quatro caciques peemedebistas é muito forte, segundo o delator, “o que confere peso aos pedidos formulados por eles (ministros), pois se sabe que o pleito solicitado em contrapartida (pela empresa) será atendido também por Michel Temer”.

“Geddel Vieira Lima também possui influência dentro do grupo, interagindo com agentes privados para atender seus pleitos em troca de pagamentos”, disse o delator.

Melo Filho afirmou que defendia “vigorosamente” as solicitações de pagamento feitas por Geddel junto à Odebrecht “como retribuição” pelo fato de o ex-ministro lhe aproximar das outras lideranças.

Sobre Jucá, ele declarou que um “exemplo” da força dele é “encontrado no fato de que o gabinete do Senador sempre foi concorrido e frequentado por agentes privados interessados na sua atuação estratégica”.

Todos os citados têm negado qualquer irregularidade na relação com a Odebrecht.

POLÍTICOS NA MIRA DA ODEBRECHT

Alguns dos citados em delação premiada de Cláudio Melo Filho, ex-executivo da empreiteira
MICHEL TEMER Ex-executivo disse que parte de valor prometido ao PMDB em 2014 foi entregue em dinheiro no escritório de José Yunes, amigo do presidente
RENAN CALHEIROS (PMDB-AL) O presidente do Senado recebeu o apelido de ‘Justiça’ na lista de codinomes da empreiteira
RODRIGO MAIA (DEM-RJ) Presidente da Câmara dos Deputados teria recebido R$ 100 mil; seu codinome era ‘Botafogo’
ELISEU PADILHA (PMDB-RS) O ministro-chefe da Casa Civil de Michel Temer seria o ‘Primo’ na lista da empreiteira baiana
MOREIRA FRANCO (PMDB-RJ) Secretário-executivo do Programa de Parcerias de Investimentos, seria o ‘Angorá’ das planilhas
ROMERO JUCÁ (PMDB-RR) Senador e ex-ministro, seria o ‘Caju’
EUNÍCIO OLIVEIRA (PMDB-CE) Senador, apelidado de ‘Índio’
GEDDEL VIEIRA LIMA (PMDB-BA) Ex-ministro da Secretaria de Governo, apelidado de ‘Babel’
EDUARDO CUNHA (PMDB-RJ) Ex-presidente da Câmara e ex-deputado, seria ‘Caranguejo’
JAQUES WAGNER (PT-BA) Ex-ministro-chefe da Casa Civil de Dilma, seria o ‘Polo’*
DELCÍDIO DO AMARAL (ex-PT-MS) O ex-senador aparecia nas planilhas como ‘Ferrari’
INALDO LEITÃO (PB) Ex-deputado, o ‘Todo Feio’ teria recebido R$ 100 mil
AGRIPINO MAIA (DEM-RN) Empresa teria destinado ao senador R$ 1 milhão
DUARTE NOGUEIRA (PSDB-SP) ‘Corredor’ aparece como beneficiário de R$ 350 mil
LÚCIO VIEIRA LIMA (PMDB-BA) Deputado, seria o ‘Bitelo’
FRANCISCO DORNELLES (PP-RJ) Vice-governador do Rio, seria o ‘Velhinho’ nas planilhas
ARTHUR VIRGÍLIO (PSDB) Prefeito de Manaus teria recebido R$ 300 mil
CIRO NOGUEIRA (PP-PI) Senador seria o ‘Cerrado’
HERÁCLITO FORTES (PSB-PI) Deputado, seria o ‘Boca Mole’ e teria recebido R$ 200 mil
GIM ARGELLO (DF) Ex-senador é o ‘Campari'; teria faturado R$ 1,5 mi
PAES LANDIM (PTB-PI) Deputado, seria o ‘Decrépito’, teria levado R$ 100 mil
ANDERSON DORNELLES Ex-braço direito de Dilma, seria o ‘Las Vegas’
LÍDICE DA MATA (PSB-BA) Senadora, seria a ‘Feia'; teria recebido R$ 200 mil
JOSÉ CARLOS ALELUIA (DEM-BA) Deputado teria recebido R$ 300 mil e seria o ‘Missa’
Agora adivinhe, leitor, quem vai tomar o lugar do falecido Teori. Um novo ministro do STF, indicado pelo presidente da República, Michel Temer.
*
PS:  Um dos principais investigadores da Operação Lava Jato, o delegado federal Marcio Adriano Anselmo pediu a investigação “a fundo” da morte do ministro Teori Zavascki na véspera da homologação da colaboração premiada da Odebrecht. “Esse ‘acidente’ deve ser investigado a fundo”, escreveu em sua página no Facebook, destacando a palavra “acidente” entre aspas.

*****

Fonte:http://www.blogdacidadania.com.br/2017/01/quem-matou-teori-zavascki/

sábado, 21 de janeiro de 2017

Sob a Luz das Estrelas - A. J. Cronin

21.01.2017
Do blog Histórias, Contos e Tudo Mais, 23.01.2011

Uma novela com diversos personagens e tramas separadas que se entrelaçam pela participação dos personagens centrais. O cenário principal, o centro de gravidade do livro é a situação do operariado das minas de carvão da Inglaterra, no fim do século XIX e no começo do século XX. O livro aborda de maneira suave questões como a política e a econômia da Inglaterra no período bem como a visão dos operários sobre a participação na primeira guerra mundial, "a guerra para acabar com todas as guerras". 

O autor, Cronin, contemporâneo ao período que trabalha, era médico e atuou em diversas frentes, tanto nas mansões nobres quanto nas burguesas, tanto nos terraços de aluguel onde viviam os mineiros quanto na guerra. Por isso, enquanto em 1930 isso era apenas uma novela que mostrava uma dura realidade, para nós é uma fonte que deve ser levada em conta no estudo da História.

Recomendo com louvor, um livro cinco estrelas, imprevisível, nem no penúltimo capitulo você consegue ter idéia de como o livro vai acabar!

Livro Emprestado por: Mamãe. Obrigado!


NOTA DO BLOG: Assim como o autor deste post, eu também a alegria de lê este livro na minha juventude e também emprestado por minha mãe! Ela despertou em mim tamém o gosto pela leiutura, por isso também digo, obrigado Dona Luiza!
*****
Fonte:http://contosetudomais.blogspot.com.br/2011/01/sob-luz-das-estrelas-j-cronin.html

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

A Reforma Protestante no Brasil!

13.12.2016
Por  leadlovers.com.br, via email

154

Há tempos atrás o Brasil tinha como religião oficial o Catolicismo, período no qual os portugueses dominavam todo o território, além do domínio a exigência a uma religião única.
Para melhor compreensão da vasta história do Protestantismo no território brasileiro vamos apresentar uma linha do tempo com os acontecimentos de suprema importância história da nossa sociedade:
Ø Entre os séculos XVI e XVII, franceses e holandeses invadirão o Brasil em duas regiões distintas, importunando os portugueses que brevemente expulsaram os invasores.
  • Década de 1555, o Brasil estava isolado até o presente momento, quando novamente chegou as terras Brasileiras uma expedição na Baia de Guanabara liderada por Nicolas Durand de Villegaignon e amparados por adeptos do protestantismo.
Tempos depois Nicolas já estabelecido em terras brasileiras solicitou ao Reformador suíço João Calvino pessoas para trabalhar nas colônias e pastores para evangelizar.
  • No ano de 1557 Nicolas Durand obteve respostas das solicitações, onde uma segunda expedição chegou com pastores e pessoas, e em 10 de março de 1557 ocorreu o primeiro culto no Brasil, sendo também o primeiro culto terras Latina Americana.
Pouco tempo depois houve algumas divergências internas, o pastor Chartier que veio ao Brasil na segunda expedição foi deportado a França e os colonos protestantes logo expulsos do Brasil.
  • Período de 1650 a 1654. Novamente Holandeses instalaram-se no Brasil e permaneceram entre 1630-1654, contudo líder holandês João Maurício de Nassau-Siegen, abandonou o cargo em 1644 propiciando no ano seguinte a revolta entre brasileiros e portugueses os quais foram expulsos em 1654.
  • Momento de Modificações entre 1822­1889. No decorrer das mudanças que ocorreram na Corte, o Brasil permaneceu fechado para a vinda de protestantes, que veio ser aberta somente quando houve alteração no estado e na família Real, com isso houve a proclamação da independência do Brasil, e a liberação para a vinda de estrangeiros ocidentais, inclusive protestantes.
  • A Constituição do Estado. Foi proclamada em 1824 o conjunto de regras do estado conhecido como Constituição, por meio dela foi regulamentado o culto, entretanto manteve-se o catolicismo como religião oficial.
Com o passar dos anos houve um grande crescimento do protestantismo, hoje ele tem algumas denominações chamada histórias, ou seja, aquelas que não apresentaram grandes mudanças, e mantiveram suas particularidades, sendo algumas delas as seguintes: Luteranismo, Calvinismo e Anglicanismo.

De acordo com uma publicação da Carta Capital – Edição 25 julho 2012, “A avalanche evangélica” pág 45, cerca de 17% da população brasileira são evangélicos, um desenvolvimento satisfatório pois chega a 32 milhões de pessoas, uma vez que em 1991 o índice anterior era de 9% da população.

O Protestantismo no Brasil é fruto da semente plantada por Martinho Lutero e outros reformadores da igreja, que se espalhou por todo o mundo, permitindo hoje a nós Cristãos, o acesso à palavra de Deus, privilégio que muitas pessoas não têm. Louve e agradeça a Deus pela oportunidade em que lhe é permitido.
*****
Fonte:http://teologia.exitoied.com.br/blog/2016/09/22/a-reforma-protestante/

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

IMPRENSA GOLPISTA E TENDENCIOSA:Mídia brasileira abafa denúncia de jornal britânico sobre Marcela Temer

07.12.2016
Do blog VERDADES OCULTAS,
Por Fátima Miranda
 
viagens de compras NYC, duas empregadas domésticas ... e um muito atrevido tiro Playboy foto: glamorosa nova primeira-dama do Brasil (que é 42 anos mais jovem que o marido) é atacado por ela, gastos 'Marie Antoinette' como a economia desmorona antes da Olimpíada Rio
 
  • Marcela Temer, 33 anos, é nova primeira-dama glamouroso e extravagante do Brasil
  • Seu marido, Michel Temer, 75, é agora presidente interino do país
  • Apelidado brasileira Carla Bruni, ela tem um exército de funcionários na folha de pagamento pública
  • Ela exigiu multimilionárias renovações para sua casa - sobre o contribuinte
  • Sua irmã Fernanda fez uma sessão Playboy muito picante que foi abafado

 
Ela insiste em nada, mas o melhor, seja qual for o preço. E o que Marcela Temer quer, Marcela Temer recebe. Glamourosa nova primeira-dama do Brasil poderia ter apenas encontrou-se no centro das atenções do mundo, mas a 33-year-old parece ter sido praticando por seu papel superstar.
Sua extravagância e excessos - e exige muitas vezes extraordinárias - foram conhecidos por muitos anos.
 
Louvado como o Carla Bruni brasileira, a ex-modelo impressionante é 42 anos mais jovem que o marido Michel, 75, que se tornou presidente interino do Brasil na semana passada após a suspensão de Dilma Rousseff na pendência de um processo de impeachment.

Glamorous: Marcela Temer, 33 anos, é nova primeira-dama do Brasil depois que seu marido Michel, 75, assumiu o cargo e foi levantando as sobrancelhas para ela despesa devassa de dinheiro público (e a diferença de idade com seu marido)

 
Nivelado: Marcela, que é 42 anos mais jovem do que o marido, gastou milhões de dinheiro público em renovações de casas

 
Apesar de turbulência econômica do país, Marcela Temer se recusou a ceder em seu estilo de vida opulento. Dilma, que conduziu o país desde 2011, é acusado de manipular ilegalmente finanças para esconder um déficit público crescente à frente de sua reeleição em 2014.
 
Mas, como Marcela se instala em sua posição ainda mais privilegiada, muitos no Brasil não pode se sentir tão orgulhosos de ter, como um jornal descreveu ela, "mais bela primeira-dama mais do mundo.
 
Com a nação latino-americana em queda livre econômica e abalado por escândalos envolvendo políticos gananciosos, poucos vai perdoar a primeira-dama ostentação que parece perigosamente desconectado dos problemas de seu país.
Como ela estava ao lado de seu marido na cerimónia de inauguração da semana passada, os brasileiros já estavam extravasando sua ira nas mulheres que, para muitos, simboliza as desigualdades sociais Gaping do país.
 
"Olhe para aquela mulher metida, agora vamos estar pagando por suas viagens de compras em Milão e Paris", comentou um. 
"Ótimo, agora não há nenhuma esperança para reduzir a dívida nacional. Suas despesas cuidará disso ", disse outro.
Ele não parece incomodar Marcela, embora.
Mesmo quando seu país entrou em recessão, com milhões perdendo seus empregos e empresas fechando a cada minuto, a esposa do novo presidente do Brasil recusou-se a ceder em seu estilo de vida opulento.
 
Quando Michel, na tomada de posse como vice-presidente em 2011, foi dado as chaves para a sua residência oficial, ela teria exigido uma longa lista de vários milhões de remodelações libra antes de concordar em se mover em - para fazer seu filho da criança se sentir em casa.
 
Eles incluíram melhorias na piscina do Palácio Jaburu, tudo pago pelo dinheiro público.
 
Assim, por um ano, ela ficou em casa de Temer £ 2 milhões em São Paulo, acompanhada por sua mãe, enquanto Temer viveu em Brasília por conta própria e visitou Marcela e seu filho nos fins de semana.
 
Uma vez que ela fez mudar para lá, as despesas pagas pelo erário público disparou.
 
Temer do Brasil substitui Rousseff após Senado suspende-la.

A boa vida: a mãe de Marcela Norma se juntou Marcela e seu filho em um feriado de compras para Nova York e outro para Miami, para comemorar apenas 'dia das crianças' do Brasil. Acima, a família desfrutar de uma refeição extravagante fora.


Mama: Marcela mãe Norma, que aos 62 anos é treze anos mais jovem que o filho-de-lei, publica fotos dos resultados de cirurgia plástica em volta dos olhos, bem como fotos de sua primeira aula de vôo com sua filha.


Cheers: Ela gastou centenas de milhares de seu marido (e do público) o dinheiro no tratamento de sua família para a alta vida que ela tem desfrutado desde casar com milionário marido e agora presidente Michel Temer.


Viagens: A irmã de Marcela Fernanda Tedeschi (à esquerda), leva uma vida exótica de champanhe, compras e feriados.


Carnaval: a mãe de Marcela permanece com sua filha em Brasília junto com a babá, uma cozinheira e duas empregadas.


Lavish: Sua irmã e seus amigos são vistos regularmente em compras pródiga em shoppings locais

A família-de-três têm quatro camareiras apenas para lavar e passar suas roupas.

Então, quando ela insistiu sua mãe e irmã mais nova se juntar a ela estar na capital Brasília, Michel comprou uma £ 1,5 milhões mansão de cinco quartos na mesma rua, e alugou outra propriedade de quatro quartos nas proximidades para cerca de £ 5.000 por mês, para que eles poderia estar por perto.

E enquanto a família só visitou São Paulo, em alguns fins de semana, eles ainda insistiu em um exército em tempo integral da equipe em sua casa lá.

 
Tatuagem: Ela tem o nome do marido tatuado em seu pescoço, que foi detectado pela primeira vez em uma aparência 2011
 
Mais uma vez, o dinheiro público foi usado para alugar uma casa inteira perto de sua casa, no bairro de luxo Alto dos Pinheiros, com incríveis 52 membros do pessoal, incluindo uma equipe de guarda-costas de elite. O custo total do Temer 'casa de apoio' foi mais de £ 20.000 por mês.
De acordo com observadores, mãe Norma e irmã Fernanda também agora parecem estar vivendo a vida de alta na parte de trás do político milionário, e são vistos regularmente em compras pródiga em shoppings locais.
Enquanto Marcela, sua mãe e irmã costumava correr ao redor da capital fazendo tratamentos de manicure, tratamentos faciais, cabelo e beleza, eles misteriosamente parou de frequentar suas clínicas preferenciais, alguns meses depois, em meio a rumores de que ela havia contratado uma equipe de profissionais para fazer o trabalho em casa.
 
Seria certamente caber a persona vão lembrado por seus amigos de infância.
Thathiany Ferraz Pereira, 31, disse: "Quando éramos jovens, imitou Xuxa (estrela de TV infantil brasileira). Ela foi a única que foi para os maiores comprimentos, vestir-se, fazendo o seu make-up. Ela iria passar as idades em frente ao espelho. Ela foi e parece ainda estar muito vaidoso '.
No ano passado, divorciada Norma, que aos 62 anos é treze anos mais jovem que o filho-de-lei, revelado na internet os resultados de um procedimento de cirurgia plástica em volta dos olhos. Ela também postou fotos de si mesma desfrutando de primeira classe vôos internacionais.
Ela também se juntou Marcela e seu filho em um feriado de compras para Nova York e outro para Miami, para comemorar apenas 'dia das crianças' do Brasil.
Irmã Fernanda, entretanto, posou quase nua em um ensaio provocante para a revista Playboy - embora, aparentemente sob pressão da Temer, puxou para fora do negócio no último minuto e as fotos nunca foram publicadas. Eles foram mais tarde misteriosamente vazou na internet.
 
Mesmo quando ela sai para jantar, palhaçadas diva de Marcela são dignos das celebridades mais grandiosos.
 
 
Palace: Marcela supostamente se recusou a mover-se para Jaburu Palace, a residência oficial do vice-presidente do Brasil e só se mudou quando ele tinha sofrido vários milhões de libras de reformas pagas pelo erário público.
 
 
Ela, então, insistiu sua mãe e irmã mais nova se juntar a ela estar em Brasília, então marido Michel comprou uma mansão de cinco bedroomed £ 1,5 milhões na mesma rua, e alugou outra propriedade de quatro quartos nas proximidades.

Funcionários: a família só visitou São Paulo, em alguns fins de semana, mas ainda empregado exército em tempo integral da equipe lá.


-Vida elevada: Melhorias incluíram o trabalho na piscina do Palácio Jaburu, tudo pago pelo dinheiro público.


magnata propriedade: Não só o presidente Temer possui uma casa de £ 2 milhões em São Paulo, mas ele aluga uma casa próxima para a família a uma taxa de £ 20.000 por mês - incluindo os salários do 52 membros do pessoal.
 
Recentemente, quando ela queria uma refeição tranquila com seu marido no restaurante exclusivo Antiquarius em São Paulo, em vez de ter que dividir o espaço sofisticado com outros clientes, fechou-o para toda a noite.
 
Como o casal compartilhou um jantar íntimo em conjunto, quatro guarda-costas - um na cozinha, um nas casas de banho, uma na entrada e outra na sala de jantar - fez com que eles não foram interrompidos, de acordo com relatórios.
 
De volta para casa, a 33-year-old alegadamente tem uma babá, uma cozinheira e duas empregadas, assim como sua mãe e irmã, apenas para ajudá-la a cuidar de seu único filho, Michelzinho, agora sete.
 
Mesmo o funcionamento da escola ea caminhada diária de seu Golden Retriever, Thor, já foi delegado a sua equipe.
 
E não admira. Com uma agenda cheia de cabelo e tratamentos de beleza quase diariamente, manicure, sessões com treinadores pessoais, dermatologistas e nutricionistas, bem como os almoços extravagantes e viagens de compras - sempre acompanhados por até cinco guardas de segurança - nova primeira-dama do Brasil tem uma programação punindo.


Diva: alta de manutenção Marcela é conhecido para encerrar restaurantes para obter alguma privacidade quando ela come.


Cabides-on: Ela mudou sua mãe e irmã em uma mansão na mesma rua e eles freqüentemente acompanhá-la em viagens de compras, voos de primeira classe, bem como cabelo e beleza nomeações.


Picante: Revelando as fotos de Marcela foram também para a venda de uma fonte de mistério em sua cidade natal que afirmava ter 18 fotos de sua esposa em trajes reveladores, exigindo £ 5.000 para o seu regresso. Temer não pagar.


Vão: Amigos de infância têm brandy a ex-rainha da beleza como vão, e não acho que ela mudou


Brasileiros eleitores não foram vendidos na perspectiva de sua nova primeira-dama, que tem um talento especial para gastar dinheiro público. "Olhe para aquela mulher metida, agora vamos estar pagando por suas viagens de compras em Milão e Paris", comentou um. Acima, de Marcela irmã Fernanda de fora do museu do Louvre, em Paris

E de seu amigo algo dizer que ela vai detestar a desistir de seu novo papel oficial.

Amigo Patricia Nakahodo, que também trabalhou como dermatologista de Marcela, disse: "Sua rotina é fazer as coisas normais, ir ao shopping centers, comprar suas próprias roupas.

"Ela não tem um estilista pessoal, porque Marcela tem seu próprio estilo de vestir. Eu não sei se as coisas agora serão diferentes, mas ela não é um para ficar confinada em sua casa. "

Embora não seja um mau passo-up para uma menina que cresceu em uma estrada de terra e que só tem "recepcionista" e "concurso de beleza runner-up" em seu CV.

Marcela tinha 19 anos e vive em sua cidade natal de Paulínia, 70 milhas a partir de São Paulo, quando conheceu Michael Temer, em seguida, um congressista bem conhecido, que era convidado de honra durante o lançamento da candidatura de um político local em 2002.

A rapariga bonita, que tinha vindo em segundo lugar no concurso de Miss Paulínia da cidade naquele ano, foi acompanhada por seu tio, que a encorajou a pedir para tirar uma foto com o congressista. Ela saiu com uma foto e número de telefone do político.

Dias depois, Marcela enviou um e-mail para o escritório de Temer, que transmitiu a ele por fax - e romance floresceu.


começos humildes: Marcela conheceu Michel quando ela estava modelando em um concurso de beleza quando ela tinha apenas 19 anos


Home: A ex-modelo swimwear conheceu seu milionário congressista marido quando ele foi visitar sua cidade natal de Paulínia, 70 milhas a partir de São Paulo. Ele deu-lhe o seu número e ela enviou-lhe um e-mail

Marcela mãe Norma supostamente acompanhou a filha - que até então nunca tinha voado de avião - em seu primeiro encontro com o congressista, que é declaradamente no valor de mais de £ 3 milhões.

Um ano depois, o casal casado, mas, talvez cautelosos com o que as pessoas fariam de seu relacionamento improvável, as núpcias foram mantidos em segredo e apenas 20 pessoas foram convidadas para a cerimônia secreta.

a nova esposa de Temer era pelo menos dez anos mais jovem do que todos os seus outros filhos de relacionamentos anteriores, que estão com idade 43, 45 e 47.

Mas, para seu orgulhoso pai Carlos Araujo, que agora está separada de sua mãe, de Marcela seus críticos são apenas ciúmes de sua filha perfeitamente preened que se ensacados um milionário.

'As pessoas dizem essas coisas porque eles estão se queimando com ciúme.

"Eu não tenho arrependimentos sobre minha reunião filha Michel", disse ele em uma entrevista.
'As pessoas dizem essas coisas porque eles estão se queimando com ciúme. Eu não tenho arrependimentos sobre minha reunião filha Michel.
Carlos Araujo, pai de Marcela Temer

"Minha filha está muito feliz. Ela é simples, reservado e [tem ela] pés no chão. Ela sabe que é apenas a mulher de um vice-presidente. Ela sabe que ela não é a estrela ".

Marcela se tornou um ponto de falar nacional em 2011, após a cerimônia de posse da presidente Dilma Rousseff, onde ela apareceu ao lado do novo vice-presidente.

Câmeras também notou uma tatuagem na parte de trás do pescoço dela inscrito com nome marido de Michel, juntamente com a de seu filho, Michelzinho.

colunas de fofocas e internet entrou na ultrapassagem, e para dias Marcela foi a tendência assunto No1 no Twitter no Brasil, enquanto os jornais a comparou a Carla Bruni e até mesmo Jackie Kennedy.

O interesse foi tão grande que, uma semana depois, Temer interrompeu uma entrevista para tentar travar a atenção da mídia sobre sua esposa, insistindo que ela não era nada como a primeira-dama francesa: "Ela é incrivelmente discreta, ela é a minha mulher eo mãe do meu filho ", disse ele.

Não ajudou que, um ano depois, ele publicou um livro de poemas chamado "Anonymous Intimidade 'inspirado por Marcela, em que o então 72 anos de idade, apareceu para falar sobre sua vida sexual esgotar.

"Minha mente, minha alma, em brasas, meu corpo, queimado, consumido, dissolveu-se, finalmente, deixando apenas cinzas, derramado sobre a cama, a dormir ', um deles escreve.

Logo depois, as primeiras fotos picantes de Marcela emergiu, depois de uma fonte de mistério em sua cidade natal alegou ter 18 fotos de sua esposa em trajes reveladores, exigindo £ 5.000 para o seu regresso.

Temer se recusou a pagar e eles foram posteriormente oferecido a jornalistas por £ 2.500.


Para muitos brasileiros, Marcela e da vida luxuosa da família dela simboliza abertas as desigualdades sociais do país.


As mulheres tratar-se de manicures, tratamentos faciais e tratamentos de beleza, enquanto o país sofre de pobreza.

Enquanto isso, a contribuição de Marcela para a vida pública espelha o seu pessoal um - durante a conferência da ONU sobre desenvolvimento sustentável em 2012, ela realizou um desfile de jóias para as esposas dos líderes mundiais, exibindo itens feitos com pedras preciosas no valor de até £ 10.000 cada um.

Em seguida, no mês passado, o vice-presidente teve de lidar com outro episódio potencialmente embaraçoso depois que um hacker teria recuperado três fotos 'íntimas' de Marcela de seu telefone celular e exigiu £ 70.000 para o seu regresso. Temer foi à polícia e na semana passada o hacker foi detido, antes de qualquer uma das fotos vazaram.

Talvez a sua maior dor de cabeça, porém, será para tentar refrear a alta manutenção esposa enquanto, como novo presidente "austera" do país, ele tenta mostrar o país que ele está controlando gastos excessivos.

Que assumiu o cargo na cerimónia de tomada de posse, na semana passada, Temer disse: "Primeiro de tudo, temos de equilibrar a nossa despesa pública. Quanto mais cedo formos capazes de equilibrar os nossos livros, quanto mais cedo nós vamos ser capazes de retomar o crescimento. "

Já impopular com os eleitores depois de se ser nomeado em investigações de corrupção do Brasil, e apelidado de The Butler, porque ele é dito que lembram um personagem de filme de terror, ter uma mulher glamourosa que continua a viver uma vida de opulência sem vergonha, poderia ser mais passivo do que uma vantagem .

Mas os problemas do Brasil são muito mais profundos e levará muito mais tempo para corrigir.

O desemprego disparou em 2015, com os economistas prevendo o número de pessoas fora do trabalho para ir para dois dígitos nos próximos meses.

Cerca de um terço dos brasileiros desempregados está sem trabalho há mais de seis meses, a taxa mais alta do país tem visto em dez anos.


mamãezinha: O então vice-presidente teve de lidar com outro episódio potencialmente embaraçoso depois que um hacker teria recuperado três fotos 'íntimas' de Marcela de seu telefone celular.


Pouco Michel: filho de sete anos de idade do casal está apaixonando-se dos por uma babá, e sua avó - que é mais jovem do que o seu genro-Presidente. Abover, Marcela, com seu filho, ela é dito que quer um segundo filho.
 

Michel Temer nomeou um, todos gabinete macho todo branco - o primeiro desde o fim da ditadura em 1985.

Para adicionar à turbulência, mais de dois milhões de brasileiros Espera-se agora a perder prestações de desemprego em junho, potencialmente empurrando centenas de milhares de famílias de volta para abaixo da linha da pobreza.

No ano passado, mais de 191.000 empresas faliram no país Amercian Latina outrora florescente como o PIB do Brasil encolheu 3,8 por cento, pior do que quase qualquer outra economia prefeito.

Enquanto isso, o país está lutando contra uma série de outras crises.

Ele sofreu sua maior desastre já ecológica em 2015 quando duas bacias mineiras em colapso, desencadeando 50 milhões de toneladas de lodo altamente tóxico, incluindo produtos químicos, como arsênico e mercúrio, em um dos principais rios do país.

Talvez o mais urgente é Zika epidemia do vírus do país que continua a varrer o país desde que foi declarada uma emergência de saúde global pela Organização Mundial de Saúde.

Estima-se que 1,5 milhões de pessoas já foram infectadas, enquanto que na última contagem, houve 1.113 casos de último ano microcefalia em recém-nascidos desde outubro de deformação de cérebro. Cerca de 4.000 outros possíveis casos ainda estão sendo investigadas.

Mas a quantidade de dinheiro posta de lado para combater a crise Zika é 16 vezes menor do que o que foi gasto em sediar os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, que começam no dia 5 de agosto.

Os Jogos Olímpicos, que têm custo até agora mais de £ 7 bilhões, e era suposto ser uma "festa de debutante" para uma vez que-crescendo Brasil, é outra dor de cabeça enorme.

Com uma onda de crimes violentos no Rio, e as preocupações sobre a Zika epidemia, o terrorismo e os protestos em meio a agitação política do país, apenas metade dos 7,5 milhões bilhetes foram vendidos. A proibição de alerta global de viagens está a aconselhar as mulheres grávidas não viajar para o Brasil

E há potencial para protestos de rua mais violência como a incerteza política, a raiva no fosso crescente entre ricos e pobres, e os confrontos entre apoiantes à direita e à esquerda, continuam a aumentar.

Uma coisa é certa - o tumulto não afetará Marcela Temer, se ela decide reduzir suas demonstrações públicas de excesso ou não.

Se Marcela terá qualquer efeito sobre a turbulência, no entanto, ainda está para ser visto.
Leia mais:
 

NYC shopping trips, two maids... and a VERY racy Playboy photo shoot: Brazil's glamorous new first lady (who's 42 years younger than her husband) is attacked over her 'Marie Antoinette' spending as economy crumbles ahead of Rio Olympics

  • Marcela Temer, 33, is Brazil's new glamorous and extravagant first lady
  • Her husband, Michel Temer, 75, is now the country's interim President
  • Dubbed Brazilian Carla Bruni, she has an army of staff on the public payroll
  • She demanded multimillion renovations to her home - on the taxpayer
  • Her sister Fernanda did a very saucy Playboy shoot that was hushed up
Brazil's glamorous new first lady might have just found herself in the world's spotlight, but the 33-year-old appears to have long been practicing for her superstar role.
Her extravagance and excesses - and often extraordinary demands - have been known about for years.
Lauded as the Brazilian Carla Bruni, the stunning former model is 42 years younger than husband Michel, 75, who became Brazil's interim president last week after Dilma Rouseff's suspension pending an impeachment trial.
Scroll down for video
Glamorous: Marcela Temer, 33, is Brazil's new First Lady after her husband Michel, 75, took the top job and has been raising eyebrows for her wanton spending of public money (and the age difference with her husband)
Glamorous: Marcela Temer, 33, is Brazil's new First Lady after her husband Michel, 75, took the top job and has been raising eyebrows for her wanton spending of public money (and the age difference with her husband)
Flush: Marcela, who is 42 years younger than her husband, spent millions of public cash on house renovations
Flush: Marcela, who is 42 years younger than her husband, spent millions of public cash on house renovations
Despite the country's economic turmoil, Marcela Temer has refused to compromise on her opulent lifestyle
Despite the country's economic turmoil, Marcela Temer has refused to compromise on her opulent lifestyle
Dilma, who led the country since 2011, is accused of illegally manipulating finances to hide a growing public deficit ahead of her re-election in 2014.
But as Marcela settles into her even more privileged position, many in Brazil might not feel quite as proud to have, as one newspaper described her, 'the world's most most beautiful first lady.'
With the Latin American nation in economic free fall, and rocked by scandals involving greedy politicians, few will forgive the ostentatious first lady who seems dangerously disconnected from the woes of her country.
As she stood next to her husband at last week's inauguration ceremony, Brazilians were already venting their anger at the women who, for many, symbolises the country's gaping social inequalities.
'Look at that stuck-up woman, now we'll be paying for her shopping trips in Milan and Paris,' commented one.
'Great, now there's no hope for reducing the national debt. Her expenses will see to that,' said another.
It doesn't seem to bother Marcela though.
Even as her country slipped into recession, with millions losing their jobs and businesses closing by the minute, the wife of Brazil's new president refused to compromise on her opulent lifestyle.
When Michel, on taking office as vice-president in 2011, was given the keys to his official residence, she reportedly demanded a long list of multi-million pound refurbishments before agreeing to move in - to make her toddler son feel at home.
They included improvements on the swimming pool at the Jaburu Palace, all paid for by public money.
So for a year she stayed at Temer's £2million home in Sao Paulo, accompanied by her mother, while Temer lived in Brasilia on his own and visited Marcela and their son on weekends.
Once she did move there, expenses paid from the public purse shot up.
Brazil's Temer replaces Rousseff after Senate suspends her
Loaded: 0%
Progress: 0%
0:00
Play
Mute
Current Time
0:00
/
Duration Time
5:31
Fullscreen
Need Text
The good life: Marcela's mum Norma joined Marcela and her son on a shopping holiday to New York and another to Miami, just to celebrate Brazil's 'children's day'. Above, the family enjoy a fancy meal out
The good life: Marcela's mum Norma joined Marcela and her son on a shopping holiday to New York and another to Miami, just to celebrate Brazil's 'children's day'. Above, the family enjoy a fancy meal out
Mama: Marcela's mother Norma, who at 62 is thirteen years younger than her son-in-law, posts pictures of the results of plastic surgery around her eyes as well as photos of her flying first class with her daughter
Mama: Marcela's mother Norma, who at 62 is thirteen years younger than her son-in-law, posts pictures of the results of plastic surgery around her eyes as well as photos of her flying first class with her daughter
Cheers: She has spent hundreds of thousands of her husband's (and the public's) money on treating her family to the high life she has enjoyed since marrying millionaire husband and now President Michel Temer
Cheers: She has spent hundreds of thousands of her husband's (and the public's) money on treating her family to the high life she has enjoyed since marrying millionaire husband and now President Michel Temer
Travel:  Marcela's sister Fernanda Tedeschi (left), leads an exotic life of champagne, shopping and holidays
Travel: Marcela's sister Fernanda Tedeschi (left), leads an exotic life of champagne, shopping and holidays
Carnival: Marcela's mother stays with her daughter in Brasilia along with the nanny, a cook and two maids
Carnival: Marcela's mother stays with her daughter in Brasilia along with the nanny, a cook and two maids
Lavish: Her sister and her friends are regularly seen on lavish shopping sprees at local malls
Lavish: Her sister and her friends are regularly seen on lavish shopping sprees at local malls
The family-of-three have four chambermaids just to wash and iron their clothes.
Then, when she insisted her mother and younger sister join her living in the capital Brasilia, Michel bought a £1.5million five-bedroom mansion on the same street, and rented another four-bedroom nearby property for nearly £5,000 a month, so they could be close by.
And while the family only visited Sao Paulo on some weekends, they still insisted on a full-time army of staff at their house there.
Tattoo: She has her husband's name tattoed on her neck, which was first spotted in a 2011 appearance
Tattoo: She has her husband's name tattoed on her neck, which was first spotted in a 2011 appearance
Again, public money was used to rent an entire house close to their home in the upmarket Alto dos Pinheiros district, with an incredible 52 members of staff, including a team of elite bodyguards. The total cost of the Temer 'support house' was more than £20,000 a month.
According to observers, mother Norma and sister Fernanda also now appear to be living the high-life on the back of the millionaire politician, and are regularly seen on lavish shopping sprees at local malls.
While Marcela, her mother and sister used to dash around the capital doing manicures, facials, hair and beauty treatments, they mysteriously stopped frequenting their preferred clinics a few months later, amid rumours that she had contracted a team of professionals to do the job at home.
It would certainly fit the vain persona remembered by her childhood friends.
Thathiany Ferraz Pereira, 31, said: 'When we were young we imitated Xuxa (Brazilian children's TV star). She was the one who went to the greatest lengths, dressing herself, doing her make-up. She would spend ages in front of the mirror. She was and seems to still be very vain.'
Last year divorced Norma, who at 62 is thirteen years younger than her son-in-law, revealed on the internet the results of a plastic surgery procedure around her eyes. She also posted photos of herself enjoying first-class international flights.
She also joined Marcela and her son on a shopping holiday to New York and another to Miami, just to celebrate Brazil's 'children's day'.
Sister Fernanda, meanwhile, posed nearly naked in a provocative shoot for Playboy magazine - although, apparently under pressure from Temer, pulled out of the deal at the last minute and the photos were never published. They were later mysteriously leaked on the internet.
Even when she goes out for dinner, Marcela's diva antics are worthy of the most grandiose celebrities.
Palace: Marcela reportedly refused to move to Jaburu Palace, the official residence of Brazil's Vice President and only moved in when it had undergone multi-million pounds worth of renovations paid for by the public purse
Palace: Marcela reportedly refused to move to Jaburu Palace, the official residence of Brazil's Vice President and only moved in when it had undergone multi-million pounds worth of renovations paid for by the public purse
She then insisted her mother and younger sister join her living in the capital Brasilia, so husband Michel bought a £1.5million five-bedroomed mansion on the same street, and rented another four-bedroom property nearby
She then insisted her mother and younger sister join her living in the capital Brasilia, so husband Michel bought a £1.5million five-bedroomed mansion on the same street, and rented another four-bedroom property nearby
Staff: The family only visited Sao Paulo on some weekends, but still employed full-time army of staff  there
Staff: The family only visited Sao Paulo on some weekends, but still employed full-time army of staff there
High-life: Improvements included work on the swimming pool at the Jaburu Palace, all paid for by public money
High-life: Improvements included work on the swimming pool at the Jaburu Palace, all paid for by public money
Property mogul: Not only does President Temer own a £2million house in Sao Paolo, but he rents a house nearby for family at a rate of £20,000 a month - including salaries for 52 members of staff
Property mogul: Not only does President Temer own a £2million house in Sao Paolo, but he rents a house nearby for family at a rate of £20,000 a month - including salaries for 52 members of staff
Recently, when she wanted a quiet meal with her husband at the exclusive Antiquarius restaurant in Sao Paulo, instead of having to share the upmarket space with other diners, she closed it for the entire evening.
As the couple shared an intimate dinner together, four bodyguards - one in the kitchen, one in the bathrooms, one at the entrance and one in the dining room - made sure they were not interrupted, according to reports.
Back home, the 33-year-old reportedly has a nanny, a cook and two maids, as well as her mother and sister, just to help her look after her only son, Michelzinho, now seven.
Even the school run and the daily walk of her Golden Retriever, Thor, has now been delegated to her staff.
And no wonder. With a full agenda of almost daily hair and beauty treatments, manicures, sessions with personal trainers, dermatologists and nutritionists, as well as those extravagant lunches and shopping trips - always accompanied by up to five security guards - Brazil's new first lady has a punishing schedule.
Diva: High-maintenance Marcela is known to shut down restaurants to get some privacy when she eats
Diva: High-maintenance Marcela is known to shut down restaurants to get some privacy when she eats
Hangers-on: She moved her mother and sister in a mansion on the same street and they frequently accompany her on shopping trips, first class flights, as well as hair and beauty appointments
Hangers-on: She moved her mother and sister in a mansion on the same street and they frequently accompany her on shopping trips, first class flights, as well as hair and beauty appointments
Saucy: Revealing photos of Marcela were also for sale from a mystery source in her hometown who claimed to have 18 photos of his wife in revealing attire, demanding £5,000 for their return. Temer didn't pay up
Saucy: Revealing photos of Marcela were also for sale from a mystery source in her hometown who claimed to have 18 photos of his wife in revealing attire, demanding £5,000 for their return. Temer didn't pay up
Vain: Friends from childhood have brandy the former beauty queen as vain, and don't think she's changed
Vain: Friends from childhood have brandy the former beauty queen as vain, and don't think she's changed
Brazilians voters were not sold on the prospect of their new First Lady, who has a knack for spending public money. 'Look at that stuck-up woman, now we'll be paying for her shopping trips in Milan and Paris,' commented one. Above, Marcela's sister Fernanda outside the Louvre museum in Paris
Brazilians voters were not sold on the prospect of their new First Lady, who has a knack for spending public money. 'Look at that stuck-up woman, now we'll be paying for her shopping trips in Milan and Paris,' commented one. Above, Marcela's sister Fernanda outside the Louvre museum in Paris
And its something friend's say she'll be loathe to give up for her new official role.
Friend Patricia Nakahodo, who also worked as Marcela's dermatologist, said: 'Her routine is to do normal things, go to shopping malls, buy her own clothes.
'She doesn't have a personal stylist, because Marcela has her own unique style of dressing. I don't know if things will now be different, but she's not one to stay confined to her home.'
Although it's not a bad step-up for a girl who grew up on a dirt road and who only has 'receptionist' and 'beauty contest runner-up' on her CV.
Marcela was 19 and living in her home town of Paulinia, 70 miles from Sao Paulo, when she first met Michael Temer, then a well-known congressman, who was guest of honour at the launch of a local politician's candidature in 2002.
The pretty young girl, who had come second in the town's Miss Paulinia contest that year, was accompanied by her uncle, who encouraged her to ask to take a photo with the congressman. She left with a photo and the politician's phone number.
Days later, Marcela sent an email to Temer's office, who forwarded it to him by fax - and romance blossomed.
Humble beginnings: Marcela met Michel when she was modelling in a beauty pageant when she was just 19
Humble beginnings: Marcela met Michel when she was modelling in a beauty pageant when she was just 19
Home: The former swimwear model met her millionaire congressman husband when he was visiting her hometown of Paulinia, 70 miles from Sao Paulo. He gave her his number and she sent him an email
Home: The former swimwear model met her millionaire congressman husband when he was visiting her hometown of Paulinia, 70 miles from Sao Paulo. He gave her his number and she sent him an email
Marcela's mother Norma reportedly accompanied her daughter - who until then had never even flown by plane - on her first date with the congressman, who is reportedly worth over £3 million.
A year later, the couple married but, perhaps wary of what people would make of their unlikely relationship, the nuptials were kept secret and only 20 guests were invited to the secret ceremony.
Temer's new wife was at least ten years younger than all of his other children from previous relationships, who are aged 43, 45 and 47.
But to her proud father Carlos Araujo, who is now separated from her mother, Marcela's her critics are just jealous of his perfectly preened daughter who bagged herself a millionaire.
'People say these things because they are burning up with jealousy.
'I have no regrets about my daughter meeting Michel,' he said in an interview.
'People say these things because they are burning up with jealousy. I have no regrets about my daughter meeting Michel.'
Carlos Araujo, Marcela Temer's father
'My daughter is very happy. She is simple, reserved and [has her] feet on the ground. She knows she is only the wife of a vice-president. She knows she is not the star.'
Marcela first became a national talking point in 2011, after the inauguration ceremony of president Rousseff, where she appeared alongside the new vice-president.
Cameras also noticed a tattoo on the back of her neck inscribed with husband Michel's name, along with that of their son, Michelzinho.
Gossip columns and the internet went into overdrive, and for days Marcela was the No1 trending subject on Twitter in Brazil, while newspapers compared her to Carla Bruni and even Jackie Kennedy.
The interested was so great that, a week later, Temer broke off an interview to try to halt the media attention about his wife, insisting that she was nothing like the French first lady: 'She is incredibly discreet, she is my wife and the mother of my son,' he said.
It didn't help that, a year later, he published a book of poems called 'Anonymous Intimacy' inspired by Marcela, in which the then 72-year-old appeared to talk about his exhausting sex life.
'My mind, my soul, in embers, my body, burned up, consumed, dissolved, finally, leaving only ashes, spilled on the bed, to sleep', one of them writes.
Soon afterwards, the first saucy pictures of Marcela emerged, after a mystery source in her hometown claimed to have 18 photos of his wife in revealing attire, demanding £5,000 for their return.
Temer refused to pay up and they were later offered to journalists for £2,500.
For many Brazilians,  Marcela and her family's lavish life symbolises the country's gaping social inequalities
For many Brazilians, Marcela and her family's lavish life symbolises the country's gaping social inequalities
The women treat themselves to manicures, facials, and beauty treatments while the country suffers poverty
The women treat themselves to manicures, facials, and beauty treatments while the country suffers poverty
Meanwhile, Marcela's contribution to public life mirrors her personal one - during the UN conference on sustainable development in 2012, she held a jewellery catwalk show for the wives of world leaders, exhibiting items made with precious stones worth up to £10,000 each.
Then last month the vice-president had to deal with another potentially embarrassing episode after a hacker reportedly retrieved three 'intimate' photos of Marcela from her mobile phone and demanded £70,000 for their return. Temer went to the police and last week the hacker was arrested, before any of the photos leaked out.
Perhaps his biggest headache, though, will be trying to rein in his high-maintenance wife while, as the country's new 'austere' president, he attempts to show the country he is reining in excessive spending.
Taking office at the swearing-in ceremony last week, Temer said: 'First of all, we need to balance our public spending. The sooner we are able to balance our books, the sooner we'll be able to restart growth.'
Already unpopular with voters after himself being named in Brazil's corruption investigations, and nicknamed The Butler because he is said to resemble a horror movie character, having a glamorous wife who continues to live a life of unashamed opulence, could be more a liability than an asset.
But Brazil's problems run much deeper and will take much longer to fix.
Unemployment skyrocketed in 2015, with economists predicting the number of those out of work to go into double figures in the coming months.
About a third of unemployed Brazilians have been out of work for more than six months, the highest rate the country has seen in ten years.
Yummy mummy: The then vice-president had to deal with another potentially embarassing episode after a hacker reportedly retrieved three 'intimate' photos of Marcela from her mobile phone
Yummy mummy: The then vice-president had to deal with another potentially embarassing episode after a hacker reportedly retrieved three 'intimate' photos of Marcela from her mobile phone
Little Michel: The couple's seven-year-old son is doted upon by a nanny, and his grandmother - who is younger than her President son-in-law. Abover, Marcela with her son, she is said to want a second child
Little Michel: The couple's seven-year-old son is doted upon by a nanny, and his grandmother - who is younger than her President son-in-law. Abover, Marcela with her son, she is said to want a second child
Michel Temer has appointed an all white, all male cabinet - the first since the end of the dictatorship in 1985
Michel Temer has appointed an all white, all male cabinet - the first since the end of the dictatorship in 1985
To add to the turmoil, more than two million Brazilians are now expected to lose unemployment benefits by June, potentially pushing hundreds of thousands of families back below the poverty line.
Last year, more than 191,000 businesses went bust in the once booming Latin Amercian country as Brazil's GDP shrank by 3.8 per cent, worse than almost any other mayor economy.
Meanwhile, the country is battling a number of other crises.
It suffered its biggest ever ecological disaster in 2015 when two mining dams collapsed, unleashing 50 million tons of highly toxic sludge, including chemicals such as arsenic and mercury, into one of the country's main rivers.
Perhaps most urgent is the country's Zika virus epidemic which continues to sweep the country since being declared a global health emergency by the World Health Organisation.
An estimated 1.5million people have already been infected, while at the last count there have been 1,113 cases of brain-deforming microcephaly in newborn babies since October last year. Nearly 4,000 other possible cases are still being investigated.
But the amount of money put aside to fight the Zika crisis is 16 times less than what has been spent on hosting the Olympic Games in Rio de Janeiro, which start on August 5.
The Olympics, which have so far cost over £7billion, and was supposed to be a 'coming out party' for once-booming Brazil, is another massive headache.
With a surge in violent crime in Rio, and worries over the Zika epidemic, terrorism and protests amid the country's political upheaval, only half of the 7.5million tickets have been sold. A global travel warning ban is advising pregnant women not to travel to Brazil
And there is potential for more violence street protests as political uncertainty, anger at the growing gap between rich and poor, and clashes between supporters on the right and left, continue to escalate.
One thing is for certain - the turmoil won't effect Marcela Temer, whether she decides to curb her public displays of excess or not.
Whether Marcela will have any effect on the turmoil, however, is yet to be seen.
 
*****
Fonte: